Categoria

Dicas

Dicas

8 dicas para montar um home office produtivo

montar um home office

O home office virou uma realidade para muitas pessoas e provavelmente veio para ficar. Embora trabalhar em casa traga inúmeras facilidades, esta opção também oferece diversas distrações e tentações, além da necessidade de criar um espaço apropriado dentro do ambiente doméstico. Separamos algumas dicas que podem te ajudar a criar seu home office.

Um espaço produtivo

Tente ficar fora das áreas de tráfego e encontre um canto tranquilo da casa, se possível. Pinte seu espaço com uma cor que você goste. Esqueça o “bege escritório”: você precisa de uma cor que te inspire. Para algumas pessoas, é uma cor brilhante e alegre, como laranja ou verde limão – o verde aliás é considerado ótimo para produtividade. Outros precisam de um tom mais calmo e suave como o azul claro para ter um bom desempenho.

Pense e descubra como as cores afetam seu humor. Uma boa ideia é testar as cores antes de iniciar a pintura das paredes.

como montar um home office

Delimite seu espaço

Crie espaço suficiente para que você possa ter tudo o que precisa para fazer seu trabalho facilmente à mão. Vale a pena fazer isso logo no início de sua experiência de home office pois, ao zonear um lugar específico, você está fazendo uma conexão mental de que quando está naquele espaço, você está no trabalho. Isso evita a fácil confusão de misturar o ambiente doméstico com o ambiente de trabalho.

como montar um home office

Organize, organize, organize

A facilidade com que as coisas somem em um home office pode ser impressionante, especialmente se você tem filhos. Crie o hábito de manter seu ambiente de trabalho sempre limpo e organizado. Nada de pilhas de papel, xícaras de café, acessórios espalhados e tudo o que está ocupando espaço e não servindo a nenhum propósito.

Crie nichos, explore os espaços verticais como prateleiras, e organize gavetas – uma boa ideia é utilizar os organizadores que mantém tudo no lugar. Use caixas de organização para guardar o que você não usa com regularidade e não se esqueça de mantê-las identificadas para evitar perda de tempo procurando por algo. E o mais importante – resista à tentação de usar esse espaço como armazenamento da casa! Lembre-se que é o seu ambiente de trabalho.

Os móveis certos

Antes de sair comprando móveis, considere seu fluxo de trabalho e liste quais itens você precisa para, em seguida, procurar peças que sejam bonitas e funcionais. A mobília do home office deve, preferencialmente, complementar os outros cômodos da casa. Uma madeira aconchegante, cadeiras macias e confortáveis ​​ou um sofá de dois lugares são ideais se você tiver espaço.

Na hora de escolher a sua cadeira de trabalho, lembre-se que ali é onde você passará várias horas do dia. Escolha um modelo que funcione com seu corpo, que se alinhe à sua mesa ou área de trabalho e se encaixe no espaço corretamente, sem apertos. Trabalhar em uma cadeira desconfortável, pesada, instável ou inadequada terá efeitos negativos em sua produtividade e seu humor no futuro. Pode ser bom para o os primeiros dias, mas a longo prazo podem surgir diversos problemas, inclusive de saúde.

Inspire-se

Não é porque o home office é um lugar de trabalho que ele também não possa ter a sua cara e ser inspirador. Uma peça de arte emoldurada, uma lembrança de uma viagem especial, um vaso de flores, uma foto de família… tudo isso traz personalidade ao ambiente e ajuda a deixar o dia mais leve.

como montar um home office

A luz e a vista

Certifique-se de que seu home office tenha luz suficiente para reduzir o cansaço visual e as dores de cabeça. Posicione o monitor do computador de forma que não haja reflexo de uma janela ou luz do teto e coloque uma pequena luminária na mesa para ajudar a iluminar o ambiente.

Se possível, dê a si mesmo uma vista – isso faz muita diferença! Posicione a mesa onde você possa olhar para algo mais interessante do que uma parede. A luz natural de uma janela é ideal, mas se você estiver em um espaço sem janelas, pendure um quadro bonito acima da mesa ou posicione sua cadeira de frente para a porta.

Faça pausas

Isso parece meio óbvio, mas você ficaria surpreso com a diferença que podem fazer as pequenas pausas regulares durante o horário de trabalho.

Levante-se, estique as pernas, respire, relaxe, tome um café. O ideal é evitar circular pelos outros cômodos da casa, mas se você tem um jardim, porque não visitá-lo e respirar lá por alguns minutos?

Uma outra dica é reduzir a fadiga ocular seguindo a regra 20-20-20. A cada vinte minutos, pare de olhar para a tela. Olhe fixamente para algo a 20 metros de distância e permaneça assim por 20 segundos. Você vai se surpreender com o efeito.

Mindset de trabalho

Assim como é importante ter um ambiente que te ajude a ser mais produtivo e organizado, também é essencial que você invista na mudança de chave que isso traz para o seu dia-a-dia.

Por exemplo, evite fazer as refeições em frente ao computador achando que isso vai otimizar seu tempo. Use o horário das refeições para fazer isso longe da mesa de trabalho. Coma e descanse, isso melhora sua produtividade.

Desligue a televisão, evite as redes sociais (se isso não for o seu trabalho) e fuja de aplicativos de conversa se eles não forem necessários ao seu trabalho. E uma dica importante: vista-se como um adulto – nada de pijamas! Tente criar a rotina de se levantar e se preparar para um dia normal de trabalho, todos os dias. Você vai se distrair, perder a noção do tempo e entrar em pânico quando de repente precisar se preparar para uma video-chamada ou atender uma entrega. Além disso, há algo em se vestir que faz você se sentir mais profissional e pronto para lidar com seu trabalho da maneira mais produtiva possível.

Dicas

Como curar panelas

como curar panelas

Você já ouviu falar de cura de panela? A cura é um processo super importante para manter o antiaderente da panela sempre perfeito. É um processo simples, fácil e rápido e geralmente consta nas instruções de embalagem dos fabricantes de panelas, porém nem sempre as instruções são lidas antes do primeiro uso.

Neste vídeo a chef Carol Ribas @carolnacozinha ensina todos os truques para manter o antiaderente da sua panela sempre como novo! No vídeo, você confere a linha de panelas Omega da marca portuguesa Jomafe.

Fazendo a cura da panela

O primeiro passo é untar a panela com azeite (ou o óleo vegetal de sua preferência). Com um pincel, unte toda a parte de baixo e as laterais da panela. Acenda o fogo e deixe a panela nele até que comece a esfumaçar. Neste ponto, é só desligar o fogo e deixar a panela esfriar.

O papel do óleo é entrar em contato com as partículas antiaderentes da panela e ativar esse antiaderente, por isso é tão importante fazer a cura antes do primeiro uso.

Dicas

Nunca leve uma panela quente direto para a água fria. O ideal é esperar que ela esfrie para só então colocar a água fria ou iniciar o processo de lavagem.

O processo de cura pode ser feito em qualquer panela que tenha antiaderente, seja ele cerâmico ou teflon.

Nunca use utensílios de metal em sua panela antiaderente. O ideal é utilizar os de silicone, bambu ou madeira.

Na hora de lavar, utilize esponjas não abrasivas na superfície antiaderente, evitando assim riscos e danos ao revestimento. Uma boa opção também são as esponjas de silicone.

Na hora de guardar as panelas, evite empilhá-las para que o metal não entre em contato com o revestimento e cause dano ou utilize acessórios como protetores, específicos para essa finalidade.

Confira todas as dicas no vídeo.

como curar panela

Quer ver mais dicas incríveis sobre o universo UP? Acesse nosso canal no Youtube, inscreva-se e ative as notificações.

Dicas

Como afiar facas

afiando facas

Chairas, afiadores, pedras… são tantas opções para manter o corte das suas facas que muitas vezes você pode se confundir com cada método. Então, que tal aprender a usar cada uma das opções? No vídeo produzido pela UP, a chef Carol Ribas @carolnacozinha ensina como afiar e fazer a manutenção de suas facas no dia a dia.

Afiando facas com pedra

Deixe a pedra de molho por pelo menos 2 horas para hidratar.
Faça um ângulo de 20 graus e passe todo o fio da faca na pedra. A mesma quantidade de vezes dos 2 lados.

Afiando facas com afiador

Apoie bem o afiador na bancada, segure firme e passe o fio da faca a mesma quantidade de vezes nas duas aberturas – uma fará a afiação e a outra o polimento.

Utilizando a chaira

Depois e usar e lavar passe a faca na chaira para manter o fio, passando todo o fio da faca e alternando os lados.

Dicas
– Não lavar as facas na máquina de lavar louça
– Usar a parte macia da esponja na lavagem
– Guardar as facas separadas em organizadores próprio ou utilizar a barra de imã para guardar e organizar.

Gostou das dicas? Todos os utensílios para realizar o procedimento você encontra na UP!

como afiar facas

Em nosso canal no Youtube você encontra mais dicas, receitas e sugestões de produtos incríveis para sua casa. Acesse o canal, inscreva-se e ative as notificações.

E lembre-se! Nem todas as facas são iguais. Usar a faca certa para o trabalho certo não melhora apenas a qualidade dos seus cortes, mas é também uma medida de segurança na hora de cozinhar. Se você sabe qual tipo utilizar para diferentes tarefas, você evitará lesões e economizará tempo e esforço na cozinha.


Confiras as dicas para escolher sua faca em nosso post:
– Escolhendo sua faca

Dicas

4 dicas para limpar taças

como limpar taças

Sim, existem maneiras de deixar suas taças brilhantes e perfeitamente limpas. A seguir temos 4 dicas que vão te ajudar nesta tarefa.

A primeira coisa a fazer é enxaguar as taças com água após o uso, ainda que você vá limpá-las apenas no dia seguinte. Você pode utilizar a máquina de lavar louças, se o fabricante indicar que o uso é seguro, ou lavar à mão. Uma escova apropriada e o pano correto para enxugar garantem um resultado perfeito.

Lavando a mão

Lavar à mão pode ser mais conveniente se você não tiver muitas taças ou modelos muito grandes que não cabem em sua máquina de lavar louça.

Use água morna de preferência e concentre-se na parte externa e na borda do vidro. Qualquer detergente pode ser utilizado, desde que você enxágue bem – e você não precisa de mais do que uma gota. Segura a taça pelo corpo e nunca pela haste, pois um movimento de torção pode quebrá-la imediatamente. Usando uma escova de limpeza, limpe a taça na sequência: corpo, haste e base.

como limpar taças

Na máquina de lavar

Se estiver usando uma máquina de lavar louça, use o ciclo mais curto possível. A máquina deve estar limpa e sem resíduos de alimentos.
Garanta que nenhum talher ou outro utensílio esteja solto e próximo às taças para evitar que um movimento crie atrito.

Para secar

Use panos de prato feitos de material que não solte fiapos – linho puro ou microfibra são os melhores. Nunca use o pano de polimento para outros fins, para evitar odores e resíduos.

Como regra geral, na hora de lavar o pano não adicione amaciante para não transferir nenhum odor.

como polir taças

Polindo

Evite deixar impressões digitais ao tirar as taças da máquina de lavar louça, levantando-as pela haste ou base ao removê-las.
Faça o polimento do corpo segurando pela haste e nunca pela base, já que a pressão aplicada pode levar à quebra da haste.

Quer uma dica para garantir o polimento perfeito?

Segure sua taça acima de um bule com água fervendo (cuidado para não queimar os dedos!) apenas o suficiente para deixar o vidro vaporizado para, na sequência, iniciar o polimento. Você saberá que terminou quando não houver mais vapor e sua taça estiver completamente brilhante.

Para finalizar, inspecione visualmente os resultados do polimento segurando cuidadosamente a taça contra a luz. Lembre-se que a clareza brilhante das taças de cristal realça o melhor da cor de um vinho, deixando sua experiência inesquecível.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO IMPERDÍVEL DE TAÇAS

Dicas

Cosméticos na cozinha

Cosméticos caseiros

A tradição de criar cosméticos caseiros para a pele e cabelo faz parte de muitas culturas ao redor do mundo, com receitas frequentemente transmitidas de geração a geração – quem nunca ouviu uma receitinha da avó para hidratar o cabelo ou deixar a pele mais viçosa? Em épocas onde o acesso a cosméticos era difícil ou escasso, as receitas caseiras eram grandes aliadas nos cuidados com a beleza.

Já nos últimos anos, aliado ao movimento da beleza verde, este hábito ganhou força, principalmente entre o público jovem. Agora é uma tendência em expansão e você vai descobrir que pode ser simples e natural fazer seus próprios cosméticos em casa, usando ingredientes de sua cozinha.

Máscara Hidratante para o cabelo

Meio abacate/avocado maduro
2 colheres de sopa de azeite

Parta o abacate ou avocado ao meio, retire o caroço e, com a ajuda de uma colher, retira a pola e coloque em um bowl. Junte o azeite e com um garfo amasse bem até ficar homogêneo. Aplique a mistura no comprimento do cabelo, deixe agir por 30 minutos e enxágue bem.

Esfoliante para corpo e rosto

1 xícara de chá sementes de mamão
1/2 xícara de chá de água
1/2 xícara de chá de mel

Bata todos os ingredientes no liquidificador, aplique no corpo e rosto, deixe agir por 5 minutos e lave com água.

Atenção!
Não tome sol nas três horas após aplicar o esfoliante.
Esta receita pode ser armazenada em um pote com tampa por até 20 dias na geladeira.

Máscara Hidratante para o rosto

1 xícara chá de mamão amassado
2 colheres de mel

Parta o mamão e descarte as sementes (guarde para fazer o esfoliante acima!). Com uma colher, retire a polpa do mamão e coloque em um pilão. Adicione o mel e misture até ficar homogêneo. Aplique a mistura no rosto, deixe agir por 15 minutos e lave o rosto com água fria.

DICAS PARA PRODUZIR COSMÉTICOS CASEIROS

Produza a quantidade certa
Como é quase impossível saber a provável data de validade de produtos caseiros para a pele, uma das melhores dicas é produzir pequenas quantidades. Isso também te dá liberdade para experimentar ingredientes novos a cada preparo e descobrir aqueles que melhor funcionam para sua pele/cabelo.

Orgânicos
Certamente quanto melhor a qualidade dos ingredientes, mais eficiente e segura será a sua fórmula. Dê preferência a ingredientes orgânicos e certificados sempre que possível.

Meça seus ingredientes corretamente
Use balança digital ou medidores ao reproduzir receitas de cosméticos caseiros. A medição é o método mais preciso e permitirá que você tenha o equilíbrio certo de ingredientes em sua formulação. Além disso, você deve sempre anotar sua fórmula e também as alterações que forem feitas, o que permite que você vá adequando as receitas para garantir um melhor resultado.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE XÍCARAS E COLHERES MEDIDORAS

E você, tem uma receitinha de cosmético caseiro infalível?

Dicas

5 dicas para manter a casa organizada

cinco dicas para deixar a casa organizada

Uma casa organizada é o sonho de todo mundo, afinal, quem quer perder tempo procurando objetos perdidos ou tentando acessar itens desorganizados e fora do lugar? Trouxemos 5 dicas rápidas que podem ser aplicadas em sua casa para garantir que ela fique organizada por muito mais tempo.

potes transparentes

Potes, cestas e caixas
As três regras para a organização são visibilidade, acessibilidade e flexibilidade. Escolha recipientes, como potes, caixas e cestas que sejam transparentes ou que você possa rotular facilmente para ajudar a identificar imediatamente o conteúdo e economizar tempo valioso. Para recipientes não transparentes, as etiquetas são uma ótima solução para manter tudo organizado.

QUER UMA ORGANIZAÇÃO AINDA MAIS CHARMOSA? CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE CESTAS

dicas para organizar a casa

Acessibilidade
Certifique-se de que os itens de que você precisa com mais frequência são os mais fáceis de acessar. Da mesma forma, coloque os itens que você não precisa consultar com frequência em uma prateleira mais alta ou em outra área.

casa organizada

Organize com cores
Precisa organizar os brinquedos e objetos das crianças? Atribua a cada uma um recipiente de cor diferente para guardar seus pertences e mantê-los responsáveis ​​pela organização. Vive procurando os boletos para pagamento? Para organizar o escritório separe projetos, contas e outros papéis importantes por função e atribua a cada um uma cor que seja facilmente identificada. Aposte em caixas organizadoras e pastas coloridas.

organizando as chaves

Chaves
Chaves perdidas já são um clássico na maioria das casas – quem nunca esteve a procura de alguma chave que simplesmente desapereceu? Muito estresse e tempo depois não é difícil encontrar as chaves em lugares completamente inesperados e é aí que está a solução para este transtorno doméstico: a localização. Crie uma estação de chaves em sua casa. Pode ser logo na entrada principal – use um bowl charmoso, a gaveta de um móvel ou ainda um objeto tão antigo quanto útil, um porta chaves. Apesar de tradicional, essa ideia pode ganhar ares modernos e contemporâneos. Invista em um modelo que combine com sua decoração ou aposte no faça você mesmo e crie um objeto personalizado e cheio de charme. O que importa é manter as chaves agrupadas e à vista.

closet organizado

Closet
O closet é um espaço que pode facilmente ficar desorganizado, por isso vale a pena criar o seu próprio método para manter tudo no lugar. Além de criar nichos e usar colméias, organizadores e cabides adequados (e iguais!) para cada tipo de roupa, alguns truques também garantem uma sensação de organização, como por exemplo pendurar tudo voltado para a mesma direção, com itens mais longos à esquerda e itens mais curtos à direita. Para a parte inferior, o truque é manter a ordem inversa, criando uma linha inclinada para cima.

CONFIRA NOSSO SETOR DE ORGANIZAÇÃO COM ITENS PARA ORGANIZAR A CASA TODA

Você também vai gostar:
– 7 maneiras de organizar com cestas plásticas

Dicas

Acompanhamentos para fondue

acompanhamentos para fondue

Fondue é um método divertido de cozinhar e uma ótima oportunidade para reunir a família e os amigos, ou mesmo para um jantar a dois. Muito mais do que uma refeição saborosa, fondue pode ser uma grande experiência de sabores, uma vez que é possível variar os ingredientes a cada preparo.

O fondue de queijo por exemplo é algo muito simples – uma panela de queijo derretido com vinho onde as pessoas podem mergulhar quase qualquer coisa. Mas, ao escolher estrategicamente os acompanhamentos, você pode transformar seu fondue de queijo em um aperitivo interessante e impressionante ou em uma refeição completa. Existem muitas opções para colocar ao redor da panela de fondue e nós vamos listar algumas.

acompanhamentos para fondue

Pão

Pão é a opção mais popular para fondue de queijo. Pão francês, breadsticks e croutons são sempre favoritos, mas também considere o pão multigrãos, pão de centeio e até bagels. Outra opção são os pães com sabores, como o pão rústico de castanhas, que fica fantástico quando mergulhado em queijo. Independentemente do tipo de pão que você escolher, certifique-se de torrá-lo levemente (especialmente o pão que pode se desfazer na panela) e depois corte-o em cubos grandes.

Vegetais

Legumes e queijo são uma combinação incrível. E quase qualquer vegetal serve, você só precisa decidir como cozinhá-lo de antemão. Legumes como aspargos, brócolis, pimentão, couve de Bruxelas, couve-flor, cenoura e abobrinha são deliciosos se assados ​​primeiro. Ou cozinhe no vapor algumas mini cebolas e mini batatas. Corações de alcachofra salteados, assim como quase todos os cogumelos (shiitake ou portobello fatiados são ótimas opções) são deliciosas adições ao fondue de queijo. E se você precisar de algo rápido que possa ser servido cru, experimente aipo, erva-doce, cenoura e tomate cereja. Legumes em conserva também funcionam: experimente cebolas, picles e pepino agridoce.

Carnes e frutos do mar

Adicione um pouco de proteína ao prato e você terá uma refeição completa Frango defumado ou presunto cozido em cubos ficam deliciosos com um pouco de queijo derretido. Embutidos como pepperoni, salame e linguiça são divertidos e saborosos acompanhamentos que vão trazer um pouco de tempero para a sua panela de fondue. Frutos do mar levemente cozidos no vapor como camarão, caranguejo ou lagosta, seriam uma oferta elegante e perfeita para uma ocasião especial.

Frutas

Não apenas no chocolate, mas as frutas também podem acompanhar o fondue de queijo. Sirva frutas cruas ou inteiras, como fatias de maçã verde ou vermelha, pêra fatiada, abacaxi e uvas sem sementes. Damascos e figos secos são opções perfeitas.

Acompanhamentos para fondue

O fondue de carne brilha ainda mais com molhos para acompanhá-lo. Ofereça pelo menos quatro opções, variando o sabor – de suave até picante e, se possível, fuja dos industrializados.

Sugestões de molhos para fondue de carne

Molho de raiz forte
Misture 1 colher de sopa de raiz forte (encontre no supermercado como Horseradish) com 3 colheres de sopa de creme de leite, suco de 1 limão, uma pitada de sal e pimenta. Refrigere até servir.

Salsa Verde
Coloque um punhado de salsa, manjericão, hortelã, coentro e estragão no liquidificador com 1 colher de chá de mostarda Dijon, 1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto, 2 colheres de sopa de azeite, 4 anchovas e 1 dente de alho ralado. Bata somente até formar uma mistura homogênea.

Aioli
Misture 3 colheres de sopa de maionese com suco de 1 limão, 1 colher de chá de mostarda Dijon e 1 dente de alho ralado. Refrigere até que seja necessário.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE BOWLS PARA SERVIR OS MOLHOS.

Acompanhamentos para fondue

No fondue de chocolate as frutas são um clássico. Morangos, bananas fatiadas, abacaxi fresco, manga, kiwi, maçãs, uvas, cerejas, figos, pêssegos, frutas secas são opções a prova de erro. Experimente as variações com bolo inglês, mini suspiros e marshmallows. Nuts macias, como nozes, também podem acompanhar. Para finalizar, uma ideia divertida é oferecer opções de finalização para a garfada de chocolate como granulados, nibs de cacau, cacau em pó e xerém.

DICAS

Os garfos de fondue são a melhor escolha para imersão porque são codificados por cores para que todos na mesa saibam qual é o seu, e são longos o bastante para evitar o contato com a panela de fondue quente.

Ao preparar os acompanhamentos para fondue, mantenha todos os alimentos do tamanho de uma mordida, em cubos ou fatias.

Prefira pão amanhecido pois o pão fresco tende a se desintegrar facilmente. O mesmo para bolos.

Cozinhe sempre o fondue no fogão, aquecendo à temperatura desejada e depois transfira para a panela de fondue. Uma panela de fondue manterá uma temperatura constante, mas não pode cozinhar o fondue.

Se receber mais do que 4 pessoas no total, invista em mais panelas de fondue. Cada panela serve confortavelmente 4 pessoas.

Para evitar respingos de óleo, mantenha os alimentos secos e garanta sempre uma quantidade mínima de alimentos dentro da panela.

Suco de limão sobre as frutas e verduras preparadas evita que elas escureçam.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO PARA FONDUE

Dicas

20 dicas para passar roupas

dicas para passar roupas

Passar roupas pode não ser a tarefa doméstica mais amada pela maioria das pessoas, mas a verdade é que ela pode não ser assim tão chata se usarmos a técnica certa e acessórios adequados. Vamos listar 20 dicas rápidas para passar roupas que vão transformar de vez a sua relação com esta tarefa doméstica.

Use toda a tábua de passar
A extremidade mais fina da tábua também pode ser muito útil e é particularmente boa para obter vincos próximos às cavas. A parte mais larga funciona bem para peças como camisetas e vestidos.

Posição correta da tábua
Não torne a vida mais difícil do que o necessário. Antes de começar a passar roupas, certifique-se de que a tábua de passar esteja na altura certa para você. Você não quer ter que se curvar muito, pois isso pode causar dor nas costas. Tenha isso em mente e ajuste a sua tábua de passar conforme necessário. Se você sofre de dores nas costas, outros truques podem ajudar – por exemplo, sapatos com solado grosso de borracha grosso suportam melhor seu peso e ajudam a reduzir a tensão.

Forre sua tábua de passar
Além de proteger a superfície da sua tábua de passar, aumentando a durabilidade da mesma, o forro para tábua torna a tarefa de passar roupas mais rápida e simples, pois cria uma superfície lisinha que facilita o deslizamento do ferro de passar.

Com a luz correta
Tentar passar a ferro em uma sala mal iluminada pode realmente prejudicar seus esforços. Muitas vezes é difícil detectar vincos menores, especialmente em itens mais leves. Certifique-se de instalar sua tábua de passar roupas no cômodo mais bem iluminado da casa. Os processos serão mais rápidos e fáceis e você obterá melhores resultados.

Passando do jeito certo
A maneira mais fácil de passar a ferro é em cursos firmes, longos e retos, evitando sacudir muito o ferro, pois isso pode fazer com que o tecido estique e também pode criar novos vincos no tecido, que serão difíceis de remover.

Passe na ordem correta
Poxa, como é difícil passar camisas! É verdade. Alguns itens, como camisetas, são bastante fáceis de gerenciar, mas as camisas são uma história diferente. Se você não sabe por onde começar, lembre-se sempre de ir ‘de fora para dentro’. Comece com a gola, depois os punhos e vá avançando a partir daí para a parte da frente e das costas.

Mangas
Uma linha bonita e nítida no centro da manga de uma camisa é o ideal, mas em uma blusa o resultado não é tão bom. Para evitar dobras de aparência rígida em blusas mais delicadas, passe o ferro no centro da manga em vez de ao longo da costura.

Do avesso
Você já notou um leve brilho em roupas escuras após serem passadas? Isso é causado pelo calor do ferro. Uma maneira simples de evitar que isso aconteça é passar do avesso sempre que possível. Isso ajudará a proteger a aparência de suas roupas e a mantê-las lindas.

Pregas
Use grampos! Ao lidar com um item pregueado, como uma saia, prenda as pregas no lugar usando grampos. Isso permite que você se concentre na técnica de passar sem ter que se preocupar em ficar movendo as pregas.

Lembre-se de passar a ferro em torno de objetos decorativos
A maioria de nós sabe que deve evitar zíperes e botões. O mesmo é aconselhado para detalhamentos em geral, sejam lantejoulas, glitter ou renda muito fina. Muitas vezes, essas áreas nem precisam ser passadas. Se elas precisarem de uma rápida revisão, passe-os do avesso em uma temperatura baixa.

Vincos
Elimine vincos com um spray caseiro. Misture partes iguais de vinagre branco e água em um borrifador e borrife nas áreas com vincos particularmente ruins. Eles sairão facilmente quando você passar o ferro quente.

Umidade na medida
Passe roupas 100% algodão enquanto ainda estão úmidas. Os vincos do algodão podem ser extremamente difíceis e uma forma de ajudar a retirá-los é passar as peças enquanto ainda estão úmidas. O calor criará vapor ao atingir a água, ajudando os vincos a saírem.

Peças muito grandes
Considere passar peças grandes, como lençóis e toalhas, sobre uma mesa, lembrando sempre de forrá-la para evitar queimaduras. Se isso não for possível, coloque duas cadeiras atrás da tábua e dobre o item grande com cuidado sobre elas conforme você avança. Isso impedirá que ele arraste no chão e manterá uma aparência bonita.

De frio a quente
Comece com uma temperatura baixa e aumente lentamente. Antes de começar a passar, reserve alguns minutos para organizar seus itens. Separe seus itens em diferentes tipos: delicados, médios e grossos. Comece com as delicadas em uma temperatura baixa e vá aumentando para peças mais pesadas. Como os ferros demoram um pouco para esfriar, esta é a maneira mais confiável de garantir que nenhum dano seja causado à sua roupa.

Diga sim ao vapor!
Se você não consegue tirar um amassado, não importa o quanto tenha tentado, você precisa ligar o vapor – ele é um ótimo aliado para facilitar o trabalho e deixar as roupas lisinhas. E não esqueça! Nunca deixe água dentro do ferro para evitar o aparecimento de limo. Após esfriar, retire a água que restar e guarde-o na posição vertical.

Lave do jeito certo
Uma roupa lavada do jeito certo é muito mais fácil de passar. Use um bom amaciante no ciclo de lavagem e tire as roupas da máquina assim que o ciclo estiver completo. Outra dica importante é na hora de estender sua roupa lavada. Estoque bem as peças e evite pendurar roupas dobradas, que criam vincos difíceis de sair. Peças que amassam devem ser penduradas pelas pontas. Outro cuidado importante é com o local onde colocar o prendedor de roupas, para que ele não marque a peça.

Não passe roupas sujas!
Se você passar uma peça de roupa suja, o calor tornará as manchas permanentes. Isso é fácil de evitar, apenas certifique-se de que suas roupas estão bem limpas antes de começar.

Pendure ou dobre seus itens passados ​​a ferro imediatamente
Você passou um tempão nesta árdua tarefa, então não o desperdice! Mantenha uma seleção de cabides por perto enquanto passa e você poderá pendurar as roupas imediatamente. Para os itens que não serão pendurados, dobre-os em uma superfície plana imediatamente e reserve. Isso evitará que as roupas fiquem mais vincadas antes de colocá-las no lugar.

Usando a secadora a seu favor
Se você tem apenas algumas coisas que precisam ser passadas, pode usar a secadora. Pulverize-os com um pouco de água, coloque-os na secadora e deixe por alguns minutos. O calor criará vapor e suavizará as rugas. Sabemos que utilizar toda a capacidade da secadora é conveniente (e econômico!), mas se você fizer cargas menores, precisará passar menos roupa! O vapor e o calor da máquina têm mais espaço para passar por suas roupas, diminuindo as rugas e vincos – a economia virá na hora de passar.

Limpe seu ferro regularmente
Um ferro sujo pode manchar suas roupas! Ferros, assim como máquinas de lavar e outros dispositivos, devem ser limpos regularmente. Consulte o fabricante sobre a maneira correta de limpar o seu ferro e, assim, prolongar sua vida útil e também de suas peças de roupas.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE ITENS INDISPENSÁVEIS NA LAVANDERIA

Veja também:
– COVID19 – Dicas para limpeza

Dicas

Microverdes

microverdes

Microverdes são hortaliças tenras e ultrajovens, de diferentes espécies herbáceas e aromáticas, colhidas entre 7 e 21 dias após a germinação. No momento, são uma das grandes apostas da horticultura e sucesso absoluto entre os adeptos da alimentação saudável, inclusive pela facilidade de seu cultivo em ambientes internos, até mesmo pequenos apartamentos.

Além das características marcantes no sabor e textura, os microverdes em geral contém uma concentração maior de nutrientes, o que tem tornado sua procura ainda maior entre as pessoas que querem trazer mais saúde ao cardápio do dia-a-dia. Além de seu valor nutricional, os microverdes podem adicionar sabor, textura e cor a saladas e sanduíches e são perfeitos para finalização, conferindo ainda cor e elegância aos pratos.

Para as crianças, a novidade também empolga – é possível envovê-las no plantio e cultivo e no preparo dos pratos – os tamanhos reduzidos e cores diversificadas trazem curiosidade aos pequenos, que podem assim incluir nutrientes divertidos em sua alimentação.

microverdes

Brotos X Microverdes

A princípio parecem a mesma coisa, porém brotos e microverdes são diferentes, apesar de ambos serem vegetais jovens. Brotos são sementes germinadas, colhidas assim que a semente começa a crescer e antes que suas folhas se desenvolvam. Por outro lado, microverdes crescem de brotos mas tem cotiledones totalmente desenvolvidas e as primeiras folhas verdadeiras também estão presentes.

Sustentabilidade

Há um interesse crescente em sustentabilidade e os microverdes podem ser uma boa maneira de fornecer às famílias que moram em grandes cidades vegetais sazonais produzidos localmente a um custo baixo. Com um pequeno investimento inicial, este tipo de cultivo pode fornecer um retorno significativo em termos de volume, variedade e nutrientes. Como levam apenas algumas semanas para crescer, é possível ter uma fonte contínua de vegetais frescos no dia-a-dia.

Como cultivar microverdes

Para cultivar microverdes em casa basta ter luz (eles precisam de luz para germinar), substrato e sementes livres de agrotóxicos, já que este tipo de alimento é consumido cru.

Horta inteligente

Ficou empolgado? Então saiba que é possível cultivar microverdes em pequenos espaços com uma horta inteligente. Na UP você encontra a horta inteligente Greenleaf, que demanda menos espaço, faz menos sujeira e vem com iluminação embutida – uma facilidade! E você também vai encontrar uma infinidade de tipos de culturas para começar seu cultivo – todas 100% naturais, orgânicas e livres de agrotóxicos.

CONFIRA A LINHA GREENLEAF NA UP E VIRE UM JARDINEIRO URBANO

buddha bowl

#RECEITA | Buddha Bowl

Buddha Bowl é sucesso no Instagram, principalmente entre os perfis fit.
Trata-se de uma refeição vegetariana, servida em um bowl ou prato fundo, com pequenas porções de diversos tipos de alimentos servidos frios.
A base pode ser de grãos integrais, como quinoa ou arroz, mais uma proteína vegetal (tofu, seitan, edamame, feijão, grão de bico) e, em seguida, verduras e muitos vegetais frescos. Para finalizar, molho a sua escolha, sementes ou castanhas e microverdes ou brotos frescos.

Sugestão de molho

1 colher (sopa) de missô
1/4 xícara (chá) de tahini
2 colheres (sopa) de molho de soja
3 colheres (sopa) de água (aproximadamente)
suco de 1/2 limão
pimenta a gosto

Misture todos os ingredientes e vá acrescentando a água aos poucos, até chegar na espessura que você deseja para o molho.

Dicas Receitas Saladas

Acompanhamentos – Saladas de grãos

saladas de grãos

As saladas de grãos oferecem uma maneira diferente, fácil e acessível de usar ingredientes comuns e conhecidos do cardápio do dia-a-dia, deixando-o mais diversificado, criativo e nutritivo. Saladas de grãos também são perfeitas para ser consumidas em temperatura ambiente e por isso são uma ótima opção para marmitas, além de poderem ser preparados com antecedência – alguns tipos de os grãos inclusive vão absorver ainda mais sabor do molho à medida que descansam antes de serem servidos.

O preparo de uma ótima salada de grãos de uma maneira geral pode ser organizada em quatro componentes principais:

saladas de grãos

Grãos

Praticamente qualquer grão pode ser a base da salada: trigo, quinoa, cevadinha, lentilha, grão de bico, ervilha, fava, arroz e feijão de todos os tipos. Cada um oferece características distintas de sabor e textura, o que significa que você pode ficar com seus outros componentes de salada, trocar apenas os grãos e acabar com um resultado diferente a cada vez. O segredo, ao cozinhá-los, é preferir menos água, para que os grãos fiquem inteiros e macios.

Ingredientes de apoio

Vegetais, ervas e proteínas podem trazer mais sabor e a oportunidade de usar ingredientes sazonais que você tenha à mão: aspargos, rabanete, ervilhas frescas, tomates, abobrinha e ervas frescas que você tenha em casa – salsa, coentro, cebolinha, orégano, hortelã e tomilho são ótimas opções.

Dependendo do frescor os vegetais podem ser servidos crus ou passados em água fervente por um ou dois minutos, que ainda vai manter a sua crocância. Se tiver mais tempo disponível, você também pode grelhar ou assar outros ingredientes (sobras de vegetais grelhados ou assados viram uma deliciosa salada!): tofu assado, queijo em cubos, ovos cozidos ou o restinho de proteína que estiver em sua geladeira – carnes desfiada, frango assado ou peixe grelhado vão à salada e deixam tudo ainda mais saboroso.

salada de grãos

Molho

Opções pronta do supermercado são tentadoras mas fazer o seu próprio faz toda diferença na salada. Grãos combinam bem com molhos mais ácidos à base de vinagrete de vinho tinto ou branco ou limão. Outros tipos de vinagres também fazem bonito: de Jerez ou de arroz por exemplo. O azeite também é um caminho fácil mas nada impede que você experimente variações com outros tipos de óleos como de gergelim ou amendoim, que garantem saladas com toque mais asiático.

Toppings

São aqueles ingredientes perfeitos para finalização, como nozes ou sementes torradas, azeitonas, alcaparras, algas, queijos picantes ou salgados, abacate, frutas secas picadas (damascos e passas são deliciosos, com seu equilíbrio doce-ácido) – eles são opcionais, mas adicionam textura e toques extras de sabor, tornando cada mordida mais interessante. Você pode criar suas combinações favoritas em grupos de dois ou três por salada – exemplos: amêndoas torradas, azeitonas verdes e passas douradas; sementes de algas e gergelim.

Que tal começar agora mesmo a criar suas combinações favoritas? Uma opção fácil e saborosa é o Tabule de Trigo, um prato tradicional da culinária árabe.

INGREDIENTES

½ xícara (chá) de trigo fino (para quibe)
2 tomates sem semente em cubinhos pequenos
½ cebola em cubos pequenos
1 ½ xícara (chá) de folhas de salsinha picada
¾ de xícara (chá) de folhas de hortelã fresca picada
caldo de 1 limão
¼ de xícara (chá) de azeite
sal a gosto

Hidrate o trigo 15 minutos em uma tigela com água. Passado os 15 minutos, escorra o trigo em uma peneira fina, retirando bem a água. Numa saladeira coloque a cebola, o tomate, a salsinha e a hortelã picados. Tempere com o caldo de limão, o azeite, sal a gosto e misture bem. Acrescente o trigo hidratado e misture delicadamente com uma colher – o trigo é o último a entrar na salada para não ficar encharcado. Prove e ajuste o sal. Sirva a seguir.

Você também vai gostar:
Molhos para Saladas