Categoria

Dicas

Dicas

Como montar uma tábua de queijos

como montar tábua de queijos

Queijo é quase uma unanimidade e uma tábua de queijos bem montada é uma saborosa opção para receber os amigos – e dá para impressionar também! Seguindo algumas dicas básicas, você pode montar uma tábua de queijos inesquecível, que vai proporcionar uma incrível experiência gustativa aos seus convidados.

Planejamento
Procure comprar os queijos o mais próximo possível do dia em que pretende servi-los e, de preferência, prefira uma loja onde você possa degustá-los.

Criatividade
Use e abuse dela. Não existem regras muito específicas, o importante é manter um padrão e seguir algumas orientações básicas.

Seleção
Varie de três a cinco tipos de queijos de famílias diferentes, com sabores e texturas distintas, dos suaves aos mais fortes. Retire os queijos da geladeira pelo menos 30 minutos antes de servir para que estejam em temperatura ambiente e, assim, recuperem sua textura e sabor.

QUEIJOS AMARELOS:
como ementhal e gruyère

QUEIJOS SEMI DUROS:
como pategras e provolone curado

QUEIJOS DUROS:
como parmesão, parmentino, reggiano, grana, sardo e reino

QUEIJOS DE MOFO BRANCO:
como brie, camembert e bleu de bresse

QUEIJOS DE MOFO AZUL:
como gorgonzola e roquefort

Quantidade
Identifique a quantidade de queijos necessários conforme o número de pessoas e a ocasião:

COMO PRATO PRINCIPAL: 170g/pessoa
COMO ENTRADA: 110g/pessoa
PARA HAPPY HOUR: 90g/pessoa
COMO APERITIVO: 60gr/pessoa

Cortes
Utilize uma faca para cada tipo de queijo para não misturar sabores e aromas, facilitando o serviço.
Corte previamente algumas fatias para orientar os convidados.
Evite que os queijos fiquem todos do mesmo formato, procure cortar em formatos irregulares ou distribuir em cubos, fatias e cilindros.

ACOMPANHAMENTOS
Não se esqueça deles! Os acompanhamentos ajudam a aguçar o paladar dos convidados e a realçar o sabor dos queijos.

Variedade de pães:
baguete, italiano, ciabatta, pão preto… eles ajudam a limpar o paladar entre um queijo e outro.

Frutas frescas:
uva (refresca) e maçã (para limpar o paladar na degustação), frutas vermelhas (clássica harmonização para o brie) e pera (para os azuis).

Frutos desidratados:
damascos secos, ameixas, tâmaras e passa de uva são deliciosos e vão bem com quase todos os tipos de queijos.

Nuts:
nozes, castanhas, amêndoas, avelãs – invista em um mix.

Geleia de frutas vermelhas:
para os mofo branco e mel para os azuis.

Apresentação
As tábuas de madeira, ardósia ou granito são ideias pois não influenciam no aroma ou no sabor dos queijos. Estimule seus convidados a fazer a degustação seguindo uma ordem crescente de complexidade. Para isso, organize os queijos dos mais suaves para os mais fortes, e dos macios para os mais duros. Lembre-se que os queijos são os protagonistas da tábua, dê a eles o merecido destaque. Os acompanhamentos, como o nome sugere, funcionam como coadjuvantes. Capriche na ornamentação. Distribua galhos de ervas, frutas vermelhas e nuts para adicionar um toque de frescor à sua tábua.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO ESPECIAL PARA QUEIJOS.

Inpire-se nas mais diversas maneiras de montar sua tábua de queijos.

como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
itens para montar uma tábua de queijos

Você também vai gostar
– Camembert, a celebridade francesa

Dicas

Misturas para limpeza

dicas de limpeza

Quando o assunto é limpeza doméstica, uma coisa é certa – pode ser que nem todo mundo goste de limpar, mas todo mundo adora uma casa limpa, não é mesmo? Com algumas dicas, a ajuda de materiais encontrados no supermercado e algumas misturas caseiras, dá para aproveitar ao máximo seu tempo, limpar a casa rapidamente e evitar qualquer trauma! 😉

Confira nossa seleção de luvas

Limpeza do dia-a-dia

Dica de mistura:
1 colher sopa de detergente neutro
500ml de água

Usar para:
Cubas, metais, bancadas, fogão, eletrodomésticos, pisos de cerâmica, mármore, porcelanato.

Limpeza do piso

Sugestões com produtos de supermercado:
Destac Madeira – pisos de madeira
UAU Limpa Pizo – porcelanato, cerâmica e laminados
Mr. Músculo – limpador perfumado para usar em azulejos e superfícies laváveis
Lysoform Lavanda – azulejos e superfícies laváveis

dicas para limpeza

Limpezas especiais? Confira os itens que não podem faltar?

Limpeza de móveis

Laca: pano umedecido com água e detergente neutro.
Madeira: lustra móveis
Fibras naturais: aspire e use pano seco
MDF: 1 colher de sabão de côco líquido diluído em 500ml de água e use vinagre de álcool para a parte interna do móvel.

Limpeza com desengordurantes

Produtos: Veja X14, CIF, Mr. Músculo.
Usar para: fogão, bancada de cozinha e banheiro, geladeira, eletrodomésticos e box do banheiro

Limpeza de vidros

Dica de mistura:
500ml de água, 1 colher (sopa) de detergente neutro e 2 colheres (sopa) de álcool.

Usar para:
Espelhos, portas e janelas.

Limpeza de geladeira

Dica de mistura:
500ml de água com 5 gotas de detergente neutro.

Mistura antibacteriana: 1 copo de vinagre e 1 copo de água.

Mistura desodorizadora:
1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio em 1 litro de água.

ITENS PARA LIMPEZA

Veja também:
Dicas para limpeza de aço inox

Dicas

Aproveitamento integral de alimentos

aproveitamento do abacaxi

Um dos grandes desafios da humanidade é combater o desperdício de alimentos e uma das regras fundamentais para isso é o aproveitamento integral daquilo que consumimos. O Banco Mundial estimou que, anualmente, de um terço a um quarto dos alimentos produzidos para o consumo humano é perdido ou desperdiçado, uma triste estatística que pode ser modificada adotando o Aproveitamento Integral dos Alimentos (AIA).

Mas o que isso quer dizer?
Ao utilizar um alimento é preciso estar atento à sua utilização completa e isso inclui folhas, cascas, entrecascas, talos e sementes, que possuem alto valor nutricional. Assim, além de garantir o aproveitamento total sem desperdício – do alimento e da energia que foi utilizada para produzi-lo, também muitas vezes evita-se o descarte de resíduos e lixo que, se não tratado adequadamente, causa poluição.

Muitas vezes inclusive, o nutriente do alimento se encontra na casca ou na folha e por que descartar justamente a parte mais nutritiva? Cascas de frutas ficam deliciosas quando agregadas a chás, talos e folhas de legumes rendem deliciosos bolinhos e ficam ótimos quando incluídos nas sopas, os talos de agrião e brócolis que costumamos descartar viram um ingrediente bacana para risotos… o que importa é pensar antes de descartar e tentar descobrir uma maneira de desperdiçar!

Quer começar agora mesmo a praticar este consumo consciente e muito saboroso? E que tal começar pelo abacaxi?

Quase sempre é difícil escolher o abacaxi na hora da compra e quando o fruto não está doce muitas vezes é descartado ou acaba virando apenas suco (com muito açucar!). Mas um abacaxi, ainda que não super doce, pode ser utilizado em diversas receitas e modos de preparo – sorvete, geleia, salada, vinagrete, grelhado, chutney, em tortas e receitas de sobremesa. Sua casca é decorativa e depois pode virar chá ou ainda uma bebida mexicana fermentada, o Tepache. Aproveitamento total!

chutney de abacaxi

Chutney de Abacaxi

1 1/2 xícara de vinagre de maçã
1 xícara de açucar
6 cravos
1 pau de canela
3 xícaras de abacaxi picado
1 colher de sopa de gengibre ralado
1 colher café de pimenta do reino branca
pimenta dedo de moça a gosto

Em uma panela antiaderente coloque o vinagre e o açucar mexendo até que o açucar se dilua, sem deixar que a mistura ferva. Acrescente o restante dos ingredientes e, ao estarem todos incorporados, abaixe o fogo e deixe cozinhar por aproximadamente 45 minutos, mexendo de vez em quando.
O ponto certo é quando o fundo da panela fica aparecendo o abacaxi ganha uma cor dourada. Se começar a queimar no fundo e ainda não estiver no ponto certo, pode acrescentar um pouquinho de água.

Chá com cascas de abacaxi

cha abacaxi

1 abacaxi
1 litro de água
mel ou açúcar mascavo a gosto

Lave bem e descasque o abacaxi. Pique as cascas em pedaços pequenos e despeje em uma panela, juntamente com 1 litro de água. Se não for consumir, aproveite também o miolo do abacaxi. Leve ao fogo, espere ferver, reduza o fogo, tampe, e deixe cozinhar por 15–20 minutos. Apague o fogo e deixe descansar por mais 5 minutos.

Adoce a gosto (experimente com mel ou com açúcar mascavo). Sirva quente ou gelado.

Rendimento: 1 litro.

tepache

Tepache

1 abacaxi
2 litros de água
½ a 1 xícara de açúcar branco ou mascavo
canela em pó a gosto

Lave bem e descasque o abacaxi. Pique as cascas em pedaços médios e reserve. Se não for consumir, aproveite também o miolo da fruta.

Misture de ½ a 1 xícara de açúcar branco ou mascavo em 2 litros de água, de acordo com o seu paladar. Com menos açúcar, o resultado será mais ácido e um pouco mais frisante; com mais açúcar, ficará mais doce e mais equilibrado.

Coloque a água com açúcar em uma jarra grande ou duas médias. Despeje as cascas e o miolo do abacaxi e cubra com filme-plástico. Deixe à temperatura ambiente, mas protegido de luz do sol direta, por 24 horas. Você vai notar bolhas se formando a partir da casca e uma espuma na superfície. Prove e veja se está do seu gosto. Se desejar, retire a espuma, cubra e espere mais 24 horas. Coe e leve à geladeira. Sirva bem gelado, com um pouco de canela em pó.
(Fonte: Cozinha do Clube)

Outras sugestões

Antes de virar chá, use a casca do abacaxi para servir picolés da fruta!


Dicas

10 dicas para criar arranjos de flores

arranjo_flores

Não há como negar que arranjos de flores deixam a casa aconchegante e cheia de vida, mas para algumas pessoas isso pode parecer difícil de ser feito em casa sem ajuda profissional. Nós separamos algumas dicas para você se inspirar e começar agora mesmo a espalhar flores pela casa – na cabeceira da cama, na mesa de jantar, na pancada da pia do banheiro ou em seu espaço de home office – elas com certeza vão transformar o ambiente e também o seu astral.

1. Verifique se seus vasos ou recipientes estão limpos. A melhor maneira de limpar os vasos é usar alvejante diluído em água, que mata qualquer bactéria que esteja no objeto. Depois de lavar, enxague bem e ele estará pronto para uso.

2. Para prolongar a duração dos seus arranjos sempre corte os caules das flores. Em contato com a água, as extremidades dos caules “selam” e a água deixa de chegar à flor. Um corte diagonal simples em cada haste é a melhor maneira de garantir uma área de superfície maior para a entrada de água.

arranjo_flores
Transforme diferentes recipientes em vasos – potes, jarras, xícaras. Use a criatividade!

3. Flores mais curtas duram mais – um caule mais curto significa menos distância para a água viajar até a flor, o que garante que elas durarão mais. Então, não hesite em cortar as flores para que caibam em uma vaso menor.

4. Comece adicionando flores grandes e pesadas primeiro, girando o arranjo enquanto trabalha para garantir uma colocação uniforme em todos os lados. Preencha com flores menores e mais arejadas e deixe espaço suficiente entre as hastes para que as flores tenham espaço para abrir. Inclua flores com várias formas e comprimentos de caule.

5. Guarde folhas e caules maiores com folhas para preencher os espaços entre as flores na hora de finalizar o arranjo.

arranjo_flores

6. Para arranjos maiores em recipientes não transparentes, você pode utilizar espuma floral para manter as flores constantemente hidratadas e no lugar. Mergulhe a espuma por 15 minutos em água antes de cortá-la para encaixar no recipiente. Molhe a espuma a cada dois dias.

7. Ao montar o arranjo certifique-se de retirar todas as folhas abaixo da linha da água.

arranjo_flores

8. Faça o seu buquê mais alto que o seu recipiente cerca de uma vez e meia. Além disso, equilibre a largura – vasos finos pedem arranjos mais suaves, enquanto vasos em formatos bojudos podem receber arranjos mais carregados.

9. Misture diferentes tamanhos, texturas e cores para um arranjo ainda mais interessante. Use e abuse de objetos que você já tem em casa e crie arranjos cheios de personalidade.

CONFIRA AQUI MAIS DICAS PARA ARRANJOS CRIATIVOS

arranjo_flores

10. Mantenha as flores afastadas da luz solar direta, corte as hastes e adicione água com freqüência.

Dicas

Mesa Posta > Páscoa

mesa_posta_pascoa

A Páscoa é um feriado tradicional e importante para muitas famílias e uma grande oportunidade de reunir todo mundo em um caprichado almoço. Então, que tal exercitar a criatividade e deixar tudo ainda mais interessante e divertido nesta Páscoa? A decoração da mesa, os enfeites … a data é perfeita para “pensar fora da caixa” e usar e abusar do que você tem em casa para deixar a ocasião e o clima ainda mais festivos.

Separamos algumas ideias para você se inspirar…

Usando ovos
Eles são um dos grandes símbolos da data e podem (e devem!) ser utilizados na decoração de maneira criativa.

mesa de pascoa
mesa de pascoa
mesa de pascoa

Os guardanapos

Ele viram coelhos e trazem um toque divertido à sua produção de Páscoa.
Preparamos um passo a passo para você!

Mais inspiração…

mesa de pascoa
mesa de pascoa

As argolas para guardanapos temáticas também são uma ótima opção para trazer o clima da Páscoa para sua mesa.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE ARGOLAS DE GUARDANAPOS COM TEMA DE PÁSCOA

Flores
Um arranjo floral dá um grande efeito em sua mesa e pode ser feito com praticamente todo tipo de flor. Para deixar tudo ainda mais temático, que tal utilizar cenoura nestes arranjos? Coelhos comem cenouras, lembra? 😉
Elas podem virar um inusitado cachepot ou vão direto ao vaso de flores, na versão com ramas – não fica uma graça?

mesa de pascoa
mesa de pascoa
mesa de páscoa

Ainda no tema flores, você pode usar todos os seus dotes artísticos para confeccionar um gracioso arranjo floral usando casquinhas de ovos.

Você vai precisar de:
– espuma floral
– casquinhas de ovos limpas e secas
– mini flores
– musgos
– tesoura
– caixa de ovos

mesa de pascoa

E então, inspirado para decorar sua mesa de Páscoa?
Compartilhe sua criações com a gente! Poste nas redes sociais utilizando #meumomentoUP. Vamos adorar conhecer as suas ideias!

itens de mesa posta

Você também vai gostar:
SOBREMESA DE PÁSCOA: OVINHOS DE SEMIFREDDO
BRANDADE DE BACALHAU
BACALHAU DO PORTO

Dicas

Dicas para limpeza de aço inox

como limpar inox

O aço inox é talvez mais conhecido por sua capacidade de resistir à ferrugem e à corrosão, tornando-o uma escolha popular em cozinhas industriais e caseiras, em utensílios e eletrodomésticos. O material traz estilo e sofisticação mas também uma certa preocupação com a manutenção. Impressões digitais e manchas de água tendem a decorar as superfícies de máquinas de lavar louça, geladeiras e fornos. Sujeiras permanentes também trazem risco de ferrugem a utensílios e aparelhos de aço inoxidável, portanto é imprescindível manter uma limpeza de rotina específica para este material.

O que você precisa saber sobre limpeza de aço inox?

A primeira coisa é utilizar os produtos adequados, que podem garantir que não haja riscos ou manchas e, assim, aumentar a vida útil do aço inox. Evite produtos de limpeza pesada a base de amoníacos, saponáceos, desengordurantes, solventes e álcool. Se for necessário o uso – em caso de limpezas mais profundas – siga sempre a orientação dos fabricantes para correta diluição. Produtos alcalinos, sem cloro ou com cloro alcalino, detergentes suaves e neutros, água, sabão e removedores à base de amônia diluídos em água morna são os mais indicados – consulte sempre as embalagens!

Nunca utilize o lado mais abrasivo das esponjas e passe longe de palhas de aço e escovas com cerdas muito duras. Além de causar riscos, estes produtos tendem a retirar o brilho do inox. Utilize sempre panos de microfibra, esponjas de nylon e colheres e espátulas de silicone, plástico ou borracha, no caso dos utensílios de cozinha.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE PANOS DE LIMPEZA EM MICROFIBRA

Limpe no sentido correto!
Isso mesmo, assim como a madeira, o inox também possui um sentido correto para orientação da limpeza. Difícil? Não! Na hora de limpar utilize como base as linhas que o aço inox possui e evite movimentos circulares, especialmente quando você utilizar produtos mais abrasivos.

Não espere muito tempo entre o final do uso e a limpeza do inox, pois, se a sujeira permanecer na superfície por um longo período, a limpeza será dificultada e, em alguns casos, os danos podem ser irreversíveis.

A nada de deixar o inox no escorredor de louças! É imprescindível secar sempre as peças em inox para evitar o aparecimento de manchas na superfície.

E, finalmente, nunca raspe uma superfície de inox!

como limpar inox

Limpeza de rotina

É ela que garante a preservação das características do aço inox e evitam o aparecimento de manchas. Mantenha os itens em inox regularmente limpos e evite a necessidade de produtos mais pesados.
para limpar o inox comece removendo os detritos. Em seguida, molhe as superfícies que serão higienizadas. Misture um pouco de detergente neutro com água morna. Aplique a solução com o auxílio de um pano macio ou de uma esponja de nylon e faça movimentos firmes e uniformes, cobrindo toda a superfície. Enxágue e em seguida seque com um pano macio, limpo e absorvente.

Limpeza pesada

Se houver manchas difíceis de remover ou arranhões na superfície, um limpador específico para aço inoxidável pode ser uma boa opção. Alguns desses produtos de limpeza removem manchas e protegem contra arranhões. Eles também podem ser usados ​​para polir superfícies. Leia e siga as instruções cuidadosamente, e certifique-se de testar primeiro o limpador em um local discreto. Quando terminar, enxágue bem a área e seque com pano macio.

Dica UP:
Sabia que a vaselina líquida ajuda a evitar marcas de dedos nas superfícies em inox? Use um pano macio e aplique a vaselina líquida sobre o local já limpo e seco com movimentos suaves.

itens para limpeza


			
			
		
Dicas

Escolhendo o vinho sem complicação

como escolher vinhos

Um vinho sempre fica melhor quando degustado em boa companhia e combinado com um delicioso prato. Em um restaurante, um sommelier ou um especialista pode ajudá-lo a selecionar um vinho perfeito para acompanhar a sua refeição, mesmo que você não saiba muito sobre o assunto. Mas, e na hora de escolher o vinho que você vai servir em casa?

É bom ressaltar que quase sempre essa escolha é bastante subjetiva. Saber escolher o vinho certo significa considerar vários fatores – incluindo a ocasião, preferências de sabor, rótulos e preços. Embora a combinação desses fatores seja diferente para cada pessoa, algumas dicas podem ajudar qualquer pessoa a encontrar uma garrafa de vinho perfeita.

Uma dica para quem é novato no assunto é começar com um branco ou rosé. Assim como suas preferências alimentares evoluem à medida que você amadurece, os vinhos de que você gosta também tendem a mudar com o tempo. Começar com um vinho de corpo mais leve pode ser um passo para aprender a desfrutar de uma variedade maior de vinhos no futuro.

Outra dica importante é sempre considerar a ocasião. Se você vai servir vinhos a amigos e familiares em um encontro e não tem intenção de fazer uma harmonização, vale disponibilizar rótulos brancos e tintos. Como as preferências de vinho são muito subjetivas, ter um de cada é uma chance maior de agradar muitos paladares. Você também pode optar por vinhos que ficam mais perto do meio do espectro em doçura, acidez e corpo. Sabores mais equilibrados ou moderados provavelmente farão sucesso.

como escolher vinhos

Para harmonizar sem complicação

Se você deseja encontrar um vinho para aquela refeição cuidadosamente elaborada, a regra geral é: vinhos brancos para pratos mais leves, como frango e peixe, e vinhos tintos para pratos mais pesados, como carne e cordeiro.

O objetivo geral de escolher o vinho para harmonização é encontrar um rótulo que complemente ou contraste os sabores. Uma boa harmonização garante uma explosão de sabor e transforma a refeição em uma experiência cheia de prazer.

Algumas dicas:

1. Alimentos ácidos pedem um vinho ácido. Se você escolher um vinho com baixa acidez para acompanhar uma refeição com maior acidez, como refeições com frutas cítricas ou peixes, com certeza ficará desapontado. A acidez na comida dominará o vinho, deixando o seu paladar com muito a desejar. Nesse caso, é melhor encontrar um vinho com maior acidez para combinar com sua refeição.

2. Alimentos salgados são o parceiro perfeito para vinhos mais doces. A combinação de salgado e doce é um clássico que também funciona no mundo dos vinhos.

3. Alimentos gordurosos funcionam melhor com vinhos mais potentes, altamente ácidos ou superiores. Uma harmonização clássica por exemplo é bife e vinho tinto seco. A acidez também funciona muito, e é a razão pela qual o beurre blanc – molho de manteiga de vinho branco – é tão popular. A acidez no vinho corta a gordura. Essa dica também é útil ao selecionar um vinho para saborear com a sobremesa – um cheesecake rico é a combinação perfeita para um vinho de alta acidez.
As mesmas sensações de sabor acontecem quando harmonizamos alimentos gordurosos com vinhos com maior teor alcoólico, mas lembre-se que estes devem ser saboreados em ritmo lento.

4. Espumantes e frisantes harmonizam com entradas diversas, saladas, petiscos e, dependendo da doçura do espumante, algumas frutas e sobremesas.

queijo e vinho

As dicas acima podem ser vistas como um pequeno ponto de partida para que você comece a escolher vinhos para acompanhar suas refeições, mas é importante não ficar preso às regras e descobrir o que mais lhe agrada. É sempre bom lembrar que cada pessoa percebe os gostos de forma distinta. Um prato pode ser mais picante, ácido ou amargo para uma pessoa do que para outra.

Uma vez que você tenha encontrado um rótulo que lhe agradou muito, anote! O nome do vinho, a região e a variedade de uvas podem ser utilizados para consultas futuras. Encontrar um “bom vinho” é realmente o que você prefere, portanto, acompanhar o que você gosta e o que não gosta irá ajudá-lo a escolher vinhos cada vez melhores!
Muitos aplicativos para smartphones permitem que você registre suas experiências no mundo dos vinhos. Manter essas anotações à mão no telefone também significa que elas estarão com você na próxima vez que fizer uma compra.

Uma dica final. Quando encontrar um vinho que goste, escolha algo semelhante da próxima vez. Tente a mesma região, mas com uma variedade diferente de uvas ou vice-versa. Em breve, você começará a entender exatamente quais são suas preferências e escolher uma boa garrafa de vinho será fácil.

E nada de restrições! De vez em quando, experimente uma nova variedade de uva. Embora suas notas sejam valiosas para ensinar mais sobre o tipo de vinho que você gosta, é importante se arriscar de vez em quando. À medida que você experimenta mais vinhos, seu gosto pode mudar. Então, teste diferentes combinações, arrisque e, o mais importante: não tenha medo de errar!

SELEÇÃO DE ITENS PARA VINHO
Dicas

Dicas para tirar manchas de roupas

como retirar manchas

Quem já derrubou vinho no vestido favorito sabe o quanto pode ser frustrante tentar retirar manchas de tecido, muitas vezes sem sucesso. Vinho tinto, sangue, chá, café… a lista de vilões das roupas é grande mas, felizmente, existe esperança na remoção dessas inimigas do nosso closet!

Reunimos algumas das dicas mais conhecidas para remover manchas, mas vale lembrar que o sucesso das dicas depende de inúmeros fatores – desde a qualidade do tecido até o tempo que a peça passa manchada.
Quando o assunto é mancha, a dica de ouro é tentar agir rápido. Quanto antes você tentar se livrar da mancha, mesmo que apenas retirando o excesso de produto derramado, maiores são as chances da peça ser lavada com mais facilidade. Outra dica é seguir sempre as orientações de lavagem das etiquetas – alguns tecidos necessitam de cuidados extras e outros não podem receber certos tipos de limpadores, como alvejantes por exemplo. Na dúvida, opte pelo serviço de uma lavanderia profissional para salvar sua peça querida.

Tomate
Use vinagre para tirar mancha de tomate de roupas coloridas. É só aplicar 1 a 2 colheres de vinagre branco em cima da mancha e deixar agir por 30 minutos. Enxágue e esfregue detergente neutro sobre a mancha antes de lavar com água fria.

Sangue
Água com gás ou água misturada com um pouco de sal podem ajudar a remover a peça recém manchada de sangue. Aplique no local, aguarde alguns minutos e lave. Na maioria dos casos, você terá mais sorte em remover manchas de sangue se tratá-las imediatamente após a ocorrência, antes que as manchas possam secar. No entanto, como nem sempre isso é possível, se a mancha já está seca uma opção é utilizar água oxigenada. Aplique água oxigenada 10 volumes em cima da mancha e deixe agir. Depois lave naturalmente.

Colarinho
Uma solução fácil e que você com certeza tem em casa: xampu.
Aplique uma pequena quantidade na gola, esfregue para penetrar bem o xampu, deixe de molho por cerca de 15 a 30 minutos e enxague abundantemente. Depois, prossiga com a lavagem normal.
Qualquer tipo de xampu pode ser utilizado mas as versões para cabelos oleosos costumam ser mais eficazes.
O xampu também é eficaz na remoção de manchas em fronhas.

Batom
Aqui a solução pode ser mais complicada porque os batons tem diferentes fórmulas e pigmentações. Se você apenas esbarrou na hora da maquiagem, a primeira coisa é tentar retirar o excesso cuidadosamente – pode usar um papel toalha, sem esfregar. Se a mancha é maior, pegue um detergente neutro para louça e aplique-o na parte dela. Coloque um pouco de água quente na parte manchada e esfregue cuidadosamente. Repita os passos antes de lavar a peça até que a mancha tenha sumido.

Gordura
Essa é com certeza uma das manchas mais temidas, seja pela coloração da gordura ou pelo medo de nunca mais ter sua roupa como antes. Se a gordura que manchou estava muito quente, dificilmente você vai conseguir remover, porque ela já queimou a fibra do tecido. Se não foi esse o caso, tente uma das alternativas:

Talco ou amido de milho
Coloque em cima da mancha e deixe assim a noite toda. No dia seguinte, faça a lavagem da roupa normalmente.

Água quente com detergente
Misture água quente com detergente e coloque em cima da mancha, esfregando.

Removedor caseiro
Para fazer você precisa de uma xícara de sabão em pó dissolvida em amônia líquida até ficar uma mistura espessa. Adicione a essa mistura 4 colheres (sopa) de vinagre branco, 4 colheres (sopa) de álcool retificado e 1 colher (sopa) de sal.

Caneta
Se você já foi ingênuo o suficiente para guardar uma caneta esferográfica no bolso talvez já tenha se deparado com essa temida mancha. Vale lembrar que nem todos os tipos de tinta são iguais, portanto o tratamento varia de acordo. Se houver tinta de caneta esferográfica em uma peça de roupa, coloque uma toalha de papel por baixo da mancha. Em seguida, aplique um pouco de álcool comum na área afetada. Manchas maiores podem precisar de molho por até 15 minutos. Limpe a mancha com um pano limpo até perceber que a tinta não está mais sendo transferida. Enxágue e lave como de costume em água quente.
Outra opção é utilizar leite. Ponha um papel toalha na parte debaixo do tecido e jogue um pouco de leite em cima da mancha. Coloque outro papel toalha, mas dessa vez por cima da mancha – como um sanduíche. E faça isso quantas vezes precisar até que ela saia por completo.

Vinho tinto
Com certeza uma bela taça de vinho tinto fica muito melhor na sua mão do que na sua roupa! Felizmente, existe salvação para essa mancha infeliz. Se a mancha do vinho tinto estiver fresca, absorva o líquido imediatamente com papel toalha, sem esfregar. Em seguida, o mais rápido possível, estique o tecido manchado sobre uma tigela grande, prenda o tecido (é ideal um elástico grande), aplique uma camada de sal à mancha e deixe repousar por cerca de cinco minutos. Em seguida lave normalmente. Também é possível utilizar uma mistura de vinagre branco e água (3 medidas de vinagre branco para 1 de água)- basta misturar e aplicar sobre a mancha antes de lava-la como de costume.

Café
Uma das manchas mais comuns, também não é a mais desesperadora.
Se você acabou de derrubar o café na roupa lave imediatamente o local com água quente, quase fervendo. Dessa forma você dissipa o café e não deixa ele penetrar no tecido. Se estiver em um local de difícil acesso para molhar com água, esfregue 1 cubo de gelo na roupa até a mancha sumir. A mancha já está seca? Molhe-a com água morna e acrescente 1 colher (café) de bicarbonato de sódio. Deixe que ele absorva o café e depois lave normalmente.

Chá
Contanto que você não se queime quando derramar a caneca, não há com o que se preocupar. O mais rápido possível, use um cubo de gelo e passe sobre a mancha, lavando-a em seguida. Se a mancha for antiga, use glicerina líquida. Você também pode usar agua oxigenada 20 volumes. Se a mancha for em um tecido de cor não firme, passe uma mistura de álcool etílico e sabão, lavando em seguida com água fria.

Dicas

10 dicas para arrumar a mala de viagem

dicas para arrumar mala de viagem

Chegou a hora daquela tão sonhada viagem e você novamente se pega com as mesmas dúvidas na hora de arrumar a mala? Bem, de fato nem sempre essa é uma tarefa fácil, mas com algumas dicas dá para deixar tudo mais prático, organizado e quase (quase!) sem chance de erro.

1. Comece sempre com uma lista
Dias que antecedem grandes viagens costumam ser um pouco estressantes, então a chance de você esquecer alguns itens é grande. Uma boa lista vai fazer toda a diferença e te manter focado e organizado. Liste tudo que precisa levar.
Depois de pronta, analise a lista e faça os ajustes necessários. Será mesmo que você vai precisar de tantos vestidos? Lembre-se de que é possível variar combinações e usar acessórios para criar diferentes looks usando peças-chave! A lista ajuda a visualizar mais facilmente aqueles excessos que todo viajante costuma cometer ao arrumar malas. Foque no que realmente é necessário e viaje mais leve.

2. A mala
Aqui o céu é o limite, mas a dica de ouro é sempre ter uma boa mala de mão compacta. Seja qual for a escolha, prefira sempre modelos mais leves e resistentes, que sejam práticos para movimentar. Na hora da compra leve em consideração também a frequência de suas viagens e opte por modelos que ofereçam maior durabilidade.
Não esqueça da etiqueta! Colocar uma etiqueta com seu nome e contato é mais uma garantia de que você poderá ser facilmente localizado em caso de perda ou extravio da bagagem.
Outra boa dica é utilizar algum adereço que diferencie sua mala, como laços, adesivos e etc – isso evita que você pegue a mala de alguém por engano e facilita a identificação à distância.

3. Regras de bagagem
Conheça a política de taxas de bagagem da sua companhia aérea e evite surpresas no aeroporto. Se essa informação não estiver disponível no bilhete, consulte a cia aérea e certifique-se de estar levando uma bagagem que atenda as normas.

4. Enrole suas roupas
Parece esquisito, mas acredite: enrolar a roupa é melhor do que dobrá-la! Isso economiza muito espaço, especialmente se você puder usar sacos de compressão do tipo Vacuum Bag. Eles maximizam o espaço da mala compactando suas roupas e também ajudam a protegê-las. Se você já os usa para empacotar itens no closet, lembre-se deles também na hora de arrumar a próxima mala.

5. Use organizadores
Eles não apenas ajudam você a se organizar, mas também economizam muito espaço na sua mala. Aposte organizadores em tamanhos diferentes para setorizar a mala.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE ORGANIZADORES PARA MALA

6. Mini embalagens
Esqueça aquele pote enorme de creme ou shampoo! Leve mini versões de seus cosméticos favoritos e compre se precisar de mais – não há motivo para viajar com as versões originais! A menos que você vá para uma ilha deserta, haverá produtos de higiene pessoal para comprar em qualquer lugar. Livre-se deste peso extra apostando nos mini frascos – eles são incríveis.

CONFIRA NOSSOS KITS PARA VIAGEM

7. Separe os líquidos
Utilize uma necessarie ou saco do tipo ziplock e separe-os dos outros produtos. É importante separar líquidos porque sempre há uma chance das embalagens se abrirem enquanto sua mala for manuseada.

8. O essencial sempre a mão
Sempre leve seu essencial absoluto, como medicamentos por exemplo, e uma mudança de roupa na bagagem de mão – sempre pode haver imprevistos!

9. Espaço extra
Por último, mas não menos importante, não se esqueça de deixar um pouco de espaço extra na sua bagagem. Imagine se apaixonar por um item no exterior e não ter espaço na sua mala para trazê-lo para casa? Uma bolsa ou mochila extra dobrável também é uma boa dica e pode te ajudar na hora de arrumar a mala para a volta para casa.
Não esqueça ainda de incluir algumas sacolas, de preferência reutilizáveis, em sua mala. Elas ajudam a separar a roupa suja por exemplo e também podem auxiliar na embalagem de itens recém comprados.

10. Itens auxiliares
Eles são aqueles quebra-galhos importantíssimos em qualquer viagem e nunca é demais tê-los por perto – uma balança (para checar o peso da mala antes de sair de casa!), um kit de costura, uma pochete e um kit de cuidados pessoais serão seus amigos em qualquer viagem, pode apostar 😉

Dicas

10 passos para uma alimentação mais saudável

cozinha saudavel

Já sabemos que uma dieta saudável fornece inúmeros benefícios à saúde, como reduzir o risco de várias doenças crônicas e manter o corpo saudável. No entanto, fazer grandes mudanças em sua dieta às vezes pode parecer muito difícil, não é mesmo? Então, que tal tentar pequenas mudanças ao invés de fazer uma alteração radical? Temos algumas dicas para você começar agora mesmo a mudar a sua alimentação e, assim, torná-la um pouco mais saudável.

1. Diminua o ritmo
O ritmo em que você come influencia o quanto você come. Seu apetite, quanto você come e quão satisfeito você fica é controlado por hormônios. Esses hormônios sinalizam ao seu cérebro se você está com fome ou satisfeito. No entanto, leva cerca de 20 minutos para o seu cérebro receber essas mensagens; portanto, comer mais devagar daria ao seu cérebro o tempo necessário para perceber que você está satisfeito.
Então, lembre-se de mastigar muito bem e fazer as refeições com calma.

cozinha saudavel

2. Não pule o café da manhã
Um café da manhã saudável, rico em fibras e com baixo teor de gordura, açúcar e sal, pode fazer parte de uma dieta equilibrada e ajudar a obter os nutrientes necessários para uma boa saúde. Cereais integrais com baixo teor de açúcar com iogurte caseiro e frutas fatiadas por cima é um exemplo de café da manhã saboroso e saudável.

QUER PREPARAR SEU IOGURTE? VEJA NOSSA SELEÇÃO DE IOGURTEIRAS

3. Escolha integrais
Ao contrário dos grãos refinados, que têm sido associados a muitos problemas de saúde, os grãos integrais têm sido associados a uma variedade de benefícios à saúde. Eles também são uma boa fonte de fibras, vitaminas B e vários minerais, como zinco, ferro, magnésio e manganês.
A dica é sempre ler os rótulos das embalagens.

cozinha saudavel

4. Faça listas
Existem duas estratégias importantes para utilizar quando você faz compras: faça sua lista antes de sair e não vá às compras com fome. Não saber exatamente o que você precisa abre espaço para a compra por impulso, enquanto a fome pode fazê-lo optar por itens não saudáveis. Para garantir que você não ceda aos seus impulsos, planeje e anote o que precisa com antecedência. Com esta dica, você não apenas comprará itens saudáveis, mas também economizará e terá alimentos mais nutritivos ​​em casa.

5. Proteínas
Procure adicionar uma fonte de proteína a cada refeição e lanche. Isso o ajudará a se sentir mais satisfeito por mais tempo e diminuir a probabilidade de comer demais. Boas fontes de proteína incluem laticínios, nozes, ovos, feijão e carne magra.

6. Beba bastante água
Beber água suficiente é muito importante para sua saúde. Sempre que possível, troque outras bebidas por água mineral. Foi demonstrado que as pessoas que bebem principalmente água consomem 200 calorias a menos por dia, em média, do que aquelas que bebem outras bebidas.

cozinha saudavel

7. Escolhas inteligentes
A maneira como você prepara sua comida também pode alterar seus efeitos na sua saúde. No lugar de frituras, como por imersão por exemplo, métodos de cozimento mais saudáveis ​​incluem assar, grelhar, cozinhar em fogo brando ou longa cocção, cozinhar no vapor e preparar ensopados e sous-vide.

QUER PREPARAR MAIS GRELHADOS? CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE GRELHAS ESPECIAIS.

8. Experimente novas receitas
Decidir o cardápio diário pode ser cansativo e a razão pela qual muitas pessoas tendem a usar as mesmas receitas repetidamente. Talvez você cozinhe as mesmas receitas no piloto automático há anos! Quer sejam receitas saudáveis ​​ou não, é sempre saudável tentar algo novo. Tente fazer uma nova receita saudável pelo menos uma vez por semana. Isso pode alterar a ingestão de alimentos e nutrientes e, com sorte, adicionar novas e saudáveis ​​receitas à sua rotina. Como alternativa, tente criar uma versão mais saudável de uma receita favorita.

cozinha saudavel

9. Vegetais, seus grandes aliados
Uma boa maneira de garantir que você coma a porção diária recomendada de vegetais é comê-los como entrada. Isso pode levar você a consumir menos calorias e fazer escolhas mais saudáveis ​​em geral. Então, que tal abusar das saladas nutritivas como entrada em suas refeições?
Uma boa alternativa é apostar em uma grande variedade de vegetais a cada refeição e também no método de preparar – se você é fã de abobrinha, que tal usá-la na salada ao invés de refogar? Para isso, use e abuse dos cortadores, mandolines e fatiadores, que garantem novos cortes aos vegetais e novas possibilidades de receitas.

QUER INCLUIR MAIS SALADAS EM SUAS REFEIÇÕES? CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE ITENS ESSENCIAIS.

10. Cozinhe mais
Tente criar o hábito de cozinhar várias vezes por semana ao invés de comer fora. Além da economia no orçamento, ao cozinhar sua comida você saberá exatamente o que está comendo e pode optar por ingredientes saudáveis em seu preparo. Além disso, cozinhar pode ser um delicioso hobby, uma grande terapia e algo muito divertido.

itens para cozinha

Veja também:
– 7 molhos para saladas
– Salada de Chef em 7 passos