Categoria

Dicas

Dicas

4 dicas para limpar taças

como limpar taças

Sim, existem maneiras de deixar suas taças brilhantes e perfeitamente limpas. A seguir temos 4 dicas que vão te ajudar nesta tarefa.

A primeira coisa a fazer é enxaguar as taças com água após o uso, ainda que você vá limpá-las apenas no dia seguinte. Você pode utilizar a máquina de lavar louças, se o fabricante indicar que o uso é seguro, ou lavar à mão. Uma escova apropriada e o pano correto para enxugar garantem um resultado perfeito.

Lavando a mão

Lavar à mão pode ser mais conveniente se você não tiver muitas taças ou modelos muito grandes que não cabem em sua máquina de lavar louça.

Use água morna de preferência e concentre-se na parte externa e na borda do vidro. Qualquer detergente pode ser utilizado, desde que você enxágue bem – e você não precisa de mais do que uma gota. Segura a taça pelo corpo e nunca pela haste, pois um movimento de torção pode quebrá-la imediatamente. Usando uma escova de limpeza, limpe a taça na sequência: corpo, haste e base.

como limpar taças

Na máquina de lavar

Se estiver usando uma máquina de lavar louça, use o ciclo mais curto possível. A máquina deve estar limpa e sem resíduos de alimentos.
Garanta que nenhum talher ou outro utensílio esteja solto e próximo às taças para evitar que um movimento crie atrito.

Para secar

Use panos de prato feitos de material que não solte fiapos – linho puro ou microfibra são os melhores. Nunca use o pano de polimento para outros fins, para evitar odores e resíduos.

Como regra geral, na hora de lavar o pano não adicione amaciante para não transferir nenhum odor.

como polir taças

Polindo

Evite deixar impressões digitais ao tirar as taças da máquina de lavar louça, levantando-as pela haste ou base ao removê-las.
Faça o polimento do corpo segurando pela haste e nunca pela base, já que a pressão aplicada pode levar à quebra da haste.

Quer uma dica para garantir o polimento perfeito?

Segure sua taça acima de um bule com água fervendo (cuidado para não queimar os dedos!) apenas o suficiente para deixar o vidro vaporizado para, na sequência, iniciar o polimento. Você saberá que terminou quando não houver mais vapor e sua taça estiver completamente brilhante.

Para finalizar, inspecione visualmente os resultados do polimento segurando cuidadosamente a taça contra a luz. Lembre-se que a clareza brilhante das taças de cristal realça o melhor da cor de um vinho, deixando sua experiência inesquecível.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO IMPERDÍVEL DE TAÇAS

Dicas

Cosméticos na cozinha

Cosméticos caseiros

A tradição de criar cosméticos caseiros para a pele e cabelo faz parte de muitas culturas ao redor do mundo, com receitas frequentemente transmitidas de geração a geração – quem nunca ouviu uma receitinha da avó para hidratar o cabelo ou deixar a pele mais viçosa? Em épocas onde o acesso a cosméticos era difícil ou escasso, as receitas caseiras eram grandes aliadas nos cuidados com a beleza.

Já nos últimos anos, aliado ao movimento da beleza verde, este hábito ganhou força, principalmente entre o público jovem. Agora é uma tendência em expansão e você vai descobrir que pode ser simples e natural fazer seus próprios cosméticos em casa, usando ingredientes de sua cozinha.

Máscara Hidratante para o cabelo

Meio abacate/avocado maduro
2 colheres de sopa de azeite

Parta o abacate ou avocado ao meio, retire o caroço e, com a ajuda de uma colher, retira a pola e coloque em um bowl. Junte o azeite e com um garfo amasse bem até ficar homogêneo. Aplique a mistura no comprimento do cabelo, deixe agir por 30 minutos e enxágue bem.

Esfoliante para corpo e rosto

1 xícara de chá sementes de mamão
1/2 xícara de chá de água
1/2 xícara de chá de mel

Bata todos os ingredientes no liquidificador, aplique no corpo e rosto, deixe agir por 5 minutos e lave com água.

Atenção!
Não tome sol nas três horas após aplicar o esfoliante.
Esta receita pode ser armazenada em um pote com tampa por até 20 dias na geladeira.

Máscara Hidratante para o rosto

1 xícara chá de mamão amassado
2 colheres de mel

Parta o mamão e descarte as sementes (guarde para fazer o esfoliante acima!). Com uma colher, retire a polpa do mamão e coloque em um pilão. Adicione o mel e misture até ficar homogêneo. Aplique a mistura no rosto, deixe agir por 15 minutos e lave o rosto com água fria.

DICAS PARA PRODUZIR COSMÉTICOS CASEIROS

Produza a quantidade certa
Como é quase impossível saber a provável data de validade de produtos caseiros para a pele, uma das melhores dicas é produzir pequenas quantidades. Isso também te dá liberdade para experimentar ingredientes novos a cada preparo e descobrir aqueles que melhor funcionam para sua pele/cabelo.

Orgânicos
Certamente quanto melhor a qualidade dos ingredientes, mais eficiente e segura será a sua fórmula. Dê preferência a ingredientes orgânicos e certificados sempre que possível.

Meça seus ingredientes corretamente
Use balança digital ou medidores ao reproduzir receitas de cosméticos caseiros. A medição é o método mais preciso e permitirá que você tenha o equilíbrio certo de ingredientes em sua formulação. Além disso, você deve sempre anotar sua fórmula e também as alterações que forem feitas, o que permite que você vá adequando as receitas para garantir um melhor resultado.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE XÍCARAS E COLHERES MEDIDORAS

E você, tem uma receitinha de cosmético caseiro infalível?

Dicas

5 dicas para manter a casa organizada

cinco dicas para deixar a casa organizada

Uma casa organizada é o sonho de todo mundo, afinal, quem quer perder tempo procurando objetos perdidos ou tentando acessar itens desorganizados e fora do lugar? Trouxemos 5 dicas rápidas que podem ser aplicadas em sua casa para garantir que ela fique organizada por muito mais tempo.

potes transparentes

Potes, cestas e caixas
As três regras para a organização são visibilidade, acessibilidade e flexibilidade. Escolha recipientes, como potes, caixas e cestas que sejam transparentes ou que você possa rotular facilmente para ajudar a identificar imediatamente o conteúdo e economizar tempo valioso. Para recipientes não transparentes, as etiquetas são uma ótima solução para manter tudo organizado.

QUER UMA ORGANIZAÇÃO AINDA MAIS CHARMOSA? CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE CESTAS

dicas para organizar a casa

Acessibilidade
Certifique-se de que os itens de que você precisa com mais frequência são os mais fáceis de acessar. Da mesma forma, coloque os itens que você não precisa consultar com frequência em uma prateleira mais alta ou em outra área.

casa organizada

Organize com cores
Precisa organizar os brinquedos e objetos das crianças? Atribua a cada uma um recipiente de cor diferente para guardar seus pertences e mantê-los responsáveis ​​pela organização. Vive procurando os boletos para pagamento? Para organizar o escritório separe projetos, contas e outros papéis importantes por função e atribua a cada um uma cor que seja facilmente identificada. Aposte em caixas organizadoras e pastas coloridas.

organizando as chaves

Chaves
Chaves perdidas já são um clássico na maioria das casas – quem nunca esteve a procura de alguma chave que simplesmente desapereceu? Muito estresse e tempo depois não é difícil encontrar as chaves em lugares completamente inesperados e é aí que está a solução para este transtorno doméstico: a localização. Crie uma estação de chaves em sua casa. Pode ser logo na entrada principal – use um bowl charmoso, a gaveta de um móvel ou ainda um objeto tão antigo quanto útil, um porta chaves. Apesar de tradicional, essa ideia pode ganhar ares modernos e contemporâneos. Invista em um modelo que combine com sua decoração ou aposte no faça você mesmo e crie um objeto personalizado e cheio de charme. O que importa é manter as chaves agrupadas e à vista.

closet organizado

Closet
O closet é um espaço que pode facilmente ficar desorganizado, por isso vale a pena criar o seu próprio método para manter tudo no lugar. Além de criar nichos e usar colméias, organizadores e cabides adequados (e iguais!) para cada tipo de roupa, alguns truques também garantem uma sensação de organização, como por exemplo pendurar tudo voltado para a mesma direção, com itens mais longos à esquerda e itens mais curtos à direita. Para a parte inferior, o truque é manter a ordem inversa, criando uma linha inclinada para cima.

CONFIRA NOSSO SETOR DE ORGANIZAÇÃO COM ITENS PARA ORGANIZAR A CASA TODA

Você também vai gostar:
– 7 maneiras de organizar com cestas plásticas

Dicas

Acompanhamentos para fondue

acompanhamentos para fondue

Fondue é um método divertido de cozinhar e uma ótima oportunidade para reunir a família e os amigos, ou mesmo para um jantar a dois. Muito mais do que uma refeição saborosa, fondue pode ser uma grande experiência de sabores, uma vez que é possível variar os ingredientes a cada preparo.

O fondue de queijo por exemplo é algo muito simples – uma panela de queijo derretido com vinho onde as pessoas podem mergulhar quase qualquer coisa. Mas, ao escolher estrategicamente os acompanhamentos, você pode transformar seu fondue de queijo em um aperitivo interessante e impressionante ou em uma refeição completa. Existem muitas opções para colocar ao redor da panela de fondue e nós vamos listar algumas.

acompanhamentos para fondue

Pão

Pão é a opção mais popular para fondue de queijo. Pão francês, breadsticks e croutons são sempre favoritos, mas também considere o pão multigrãos, pão de centeio e até bagels. Outra opção são os pães com sabores, como o pão rústico de castanhas, que fica fantástico quando mergulhado em queijo. Independentemente do tipo de pão que você escolher, certifique-se de torrá-lo levemente (especialmente o pão que pode se desfazer na panela) e depois corte-o em cubos grandes.

Vegetais

Legumes e queijo são uma combinação incrível. E quase qualquer vegetal serve, você só precisa decidir como cozinhá-lo de antemão. Legumes como aspargos, brócolis, pimentão, couve de Bruxelas, couve-flor, cenoura e abobrinha são deliciosos se assados ​​primeiro. Ou cozinhe no vapor algumas mini cebolas e mini batatas. Corações de alcachofra salteados, assim como quase todos os cogumelos (shiitake ou portobello fatiados são ótimas opções) são deliciosas adições ao fondue de queijo. E se você precisar de algo rápido que possa ser servido cru, experimente aipo, erva-doce, cenoura e tomate cereja. Legumes em conserva também funcionam: experimente cebolas, picles e pepino agridoce.

Carnes e frutos do mar

Adicione um pouco de proteína ao prato e você terá uma refeição completa Frango defumado ou presunto cozido em cubos ficam deliciosos com um pouco de queijo derretido. Embutidos como pepperoni, salame e linguiça são divertidos e saborosos acompanhamentos que vão trazer um pouco de tempero para a sua panela de fondue. Frutos do mar levemente cozidos no vapor como camarão, caranguejo ou lagosta, seriam uma oferta elegante e perfeita para uma ocasião especial.

Frutas

Não apenas no chocolate, mas as frutas também podem acompanhar o fondue de queijo. Sirva frutas cruas ou inteiras, como fatias de maçã verde ou vermelha, pêra fatiada, abacaxi e uvas sem sementes. Damascos e figos secos são opções perfeitas.

Acompanhamentos para fondue

O fondue de carne brilha ainda mais com molhos para acompanhá-lo. Ofereça pelo menos quatro opções, variando o sabor – de suave até picante e, se possível, fuja dos industrializados.

Sugestões de molhos para fondue de carne

Molho de raiz forte
Misture 1 colher de sopa de raiz forte (encontre no supermercado como Horseradish) com 3 colheres de sopa de creme de leite, suco de 1 limão, uma pitada de sal e pimenta. Refrigere até servir.

Salsa Verde
Coloque um punhado de salsa, manjericão, hortelã, coentro e estragão no liquidificador com 1 colher de chá de mostarda Dijon, 1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto, 2 colheres de sopa de azeite, 4 anchovas e 1 dente de alho ralado. Bata somente até formar uma mistura homogênea.

Aioli
Misture 3 colheres de sopa de maionese com suco de 1 limão, 1 colher de chá de mostarda Dijon e 1 dente de alho ralado. Refrigere até que seja necessário.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE BOWLS PARA SERVIR OS MOLHOS.

Acompanhamentos para fondue

No fondue de chocolate as frutas são um clássico. Morangos, bananas fatiadas, abacaxi fresco, manga, kiwi, maçãs, uvas, cerejas, figos, pêssegos, frutas secas são opções a prova de erro. Experimente as variações com bolo inglês, mini suspiros e marshmallows. Nuts macias, como nozes, também podem acompanhar. Para finalizar, uma ideia divertida é oferecer opções de finalização para a garfada de chocolate como granulados, nibs de cacau, cacau em pó e xerém.

DICAS

Os garfos de fondue são a melhor escolha para imersão porque são codificados por cores para que todos na mesa saibam qual é o seu, e são longos o bastante para evitar o contato com a panela de fondue quente.

Ao preparar os acompanhamentos para fondue, mantenha todos os alimentos do tamanho de uma mordida, em cubos ou fatias.

Prefira pão amanhecido pois o pão fresco tende a se desintegrar facilmente. O mesmo para bolos.

Cozinhe sempre o fondue no fogão, aquecendo à temperatura desejada e depois transfira para a panela de fondue. Uma panela de fondue manterá uma temperatura constante, mas não pode cozinhar o fondue.

Se receber mais do que 4 pessoas no total, invista em mais panelas de fondue. Cada panela serve confortavelmente 4 pessoas.

Para evitar respingos de óleo, mantenha os alimentos secos e garanta sempre uma quantidade mínima de alimentos dentro da panela.

Suco de limão sobre as frutas e verduras preparadas evita que elas escureçam.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO PARA FONDUE

Dicas

20 dicas para passar roupas

dicas para passar roupas

Passar roupas pode não ser a tarefa doméstica mais amada pela maioria das pessoas, mas a verdade é que ela pode não ser assim tão chata se usarmos a técnica certa e acessórios adequados. Vamos listar 20 dicas rápidas para passar roupas que vão transformar de vez a sua relação com esta tarefa doméstica.

Use toda a tábua de passar
A extremidade mais fina da tábua também pode ser muito útil e é particularmente boa para obter vincos próximos às cavas. A parte mais larga funciona bem para peças como camisetas e vestidos.

Posição correta da tábua
Não torne a vida mais difícil do que o necessário. Antes de começar a passar roupas, certifique-se de que a tábua de passar esteja na altura certa para você. Você não quer ter que se curvar muito, pois isso pode causar dor nas costas. Tenha isso em mente e ajuste a sua tábua de passar conforme necessário. Se você sofre de dores nas costas, outros truques podem ajudar – por exemplo, sapatos com solado grosso de borracha grosso suportam melhor seu peso e ajudam a reduzir a tensão.

Forre sua tábua de passar
Além de proteger a superfície da sua tábua de passar, aumentando a durabilidade da mesma, o forro para tábua torna a tarefa de passar roupas mais rápida e simples, pois cria uma superfície lisinha que facilita o deslizamento do ferro de passar.

Com a luz correta
Tentar passar a ferro em uma sala mal iluminada pode realmente prejudicar seus esforços. Muitas vezes é difícil detectar vincos menores, especialmente em itens mais leves. Certifique-se de instalar sua tábua de passar roupas no cômodo mais bem iluminado da casa. Os processos serão mais rápidos e fáceis e você obterá melhores resultados.

Passando do jeito certo
A maneira mais fácil de passar a ferro é em cursos firmes, longos e retos, evitando sacudir muito o ferro, pois isso pode fazer com que o tecido estique e também pode criar novos vincos no tecido, que serão difíceis de remover.

Passe na ordem correta
Poxa, como é difícil passar camisas! É verdade. Alguns itens, como camisetas, são bastante fáceis de gerenciar, mas as camisas são uma história diferente. Se você não sabe por onde começar, lembre-se sempre de ir ‘de fora para dentro’. Comece com a gola, depois os punhos e vá avançando a partir daí para a parte da frente e das costas.

Mangas
Uma linha bonita e nítida no centro da manga de uma camisa é o ideal, mas em uma blusa o resultado não é tão bom. Para evitar dobras de aparência rígida em blusas mais delicadas, passe o ferro no centro da manga em vez de ao longo da costura.

Do avesso
Você já notou um leve brilho em roupas escuras após serem passadas? Isso é causado pelo calor do ferro. Uma maneira simples de evitar que isso aconteça é passar do avesso sempre que possível. Isso ajudará a proteger a aparência de suas roupas e a mantê-las lindas.

Pregas
Use grampos! Ao lidar com um item pregueado, como uma saia, prenda as pregas no lugar usando grampos. Isso permite que você se concentre na técnica de passar sem ter que se preocupar em ficar movendo as pregas.

Lembre-se de passar a ferro em torno de objetos decorativos
A maioria de nós sabe que deve evitar zíperes e botões. O mesmo é aconselhado para detalhamentos em geral, sejam lantejoulas, glitter ou renda muito fina. Muitas vezes, essas áreas nem precisam ser passadas. Se elas precisarem de uma rápida revisão, passe-os do avesso em uma temperatura baixa.

Vincos
Elimine vincos com um spray caseiro. Misture partes iguais de vinagre branco e água em um borrifador e borrife nas áreas com vincos particularmente ruins. Eles sairão facilmente quando você passar o ferro quente.

Umidade na medida
Passe roupas 100% algodão enquanto ainda estão úmidas. Os vincos do algodão podem ser extremamente difíceis e uma forma de ajudar a retirá-los é passar as peças enquanto ainda estão úmidas. O calor criará vapor ao atingir a água, ajudando os vincos a saírem.

Peças muito grandes
Considere passar peças grandes, como lençóis e toalhas, sobre uma mesa, lembrando sempre de forrá-la para evitar queimaduras. Se isso não for possível, coloque duas cadeiras atrás da tábua e dobre o item grande com cuidado sobre elas conforme você avança. Isso impedirá que ele arraste no chão e manterá uma aparência bonita.

De frio a quente
Comece com uma temperatura baixa e aumente lentamente. Antes de começar a passar, reserve alguns minutos para organizar seus itens. Separe seus itens em diferentes tipos: delicados, médios e grossos. Comece com as delicadas em uma temperatura baixa e vá aumentando para peças mais pesadas. Como os ferros demoram um pouco para esfriar, esta é a maneira mais confiável de garantir que nenhum dano seja causado à sua roupa.

Diga sim ao vapor!
Se você não consegue tirar um amassado, não importa o quanto tenha tentado, você precisa ligar o vapor – ele é um ótimo aliado para facilitar o trabalho e deixar as roupas lisinhas. E não esqueça! Nunca deixe água dentro do ferro para evitar o aparecimento de limo. Após esfriar, retire a água que restar e guarde-o na posição vertical.

Lave do jeito certo
Uma roupa lavada do jeito certo é muito mais fácil de passar. Use um bom amaciante no ciclo de lavagem e tire as roupas da máquina assim que o ciclo estiver completo. Outra dica importante é na hora de estender sua roupa lavada. Estoque bem as peças e evite pendurar roupas dobradas, que criam vincos difíceis de sair. Peças que amassam devem ser penduradas pelas pontas. Outro cuidado importante é com o local onde colocar o prendedor de roupas, para que ele não marque a peça.

Não passe roupas sujas!
Se você passar uma peça de roupa suja, o calor tornará as manchas permanentes. Isso é fácil de evitar, apenas certifique-se de que suas roupas estão bem limpas antes de começar.

Pendure ou dobre seus itens passados ​​a ferro imediatamente
Você passou um tempão nesta árdua tarefa, então não o desperdice! Mantenha uma seleção de cabides por perto enquanto passa e você poderá pendurar as roupas imediatamente. Para os itens que não serão pendurados, dobre-os em uma superfície plana imediatamente e reserve. Isso evitará que as roupas fiquem mais vincadas antes de colocá-las no lugar.

Usando a secadora a seu favor
Se você tem apenas algumas coisas que precisam ser passadas, pode usar a secadora. Pulverize-os com um pouco de água, coloque-os na secadora e deixe por alguns minutos. O calor criará vapor e suavizará as rugas. Sabemos que utilizar toda a capacidade da secadora é conveniente (e econômico!), mas se você fizer cargas menores, precisará passar menos roupa! O vapor e o calor da máquina têm mais espaço para passar por suas roupas, diminuindo as rugas e vincos – a economia virá na hora de passar.

Limpe seu ferro regularmente
Um ferro sujo pode manchar suas roupas! Ferros, assim como máquinas de lavar e outros dispositivos, devem ser limpos regularmente. Consulte o fabricante sobre a maneira correta de limpar o seu ferro e, assim, prolongar sua vida útil e também de suas peças de roupas.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE ITENS INDISPENSÁVEIS NA LAVANDERIA

Veja também:
– COVID19 – Dicas para limpeza

Dicas

Microverdes

microverdes

Microverdes são hortaliças tenras e ultrajovens, de diferentes espécies herbáceas e aromáticas, colhidas entre 7 e 21 dias após a germinação. No momento, são uma das grandes apostas da horticultura e sucesso absoluto entre os adeptos da alimentação saudável, inclusive pela facilidade de seu cultivo em ambientes internos, até mesmo pequenos apartamentos.

Além das características marcantes no sabor e textura, os microverdes em geral contém uma concentração maior de nutrientes, o que tem tornado sua procura ainda maior entre as pessoas que querem trazer mais saúde ao cardápio do dia-a-dia. Além de seu valor nutricional, os microverdes podem adicionar sabor, textura e cor a saladas e sanduíches e são perfeitos para finalização, conferindo ainda cor e elegância aos pratos.

Para as crianças, a novidade também empolga – é possível envovê-las no plantio e cultivo e no preparo dos pratos – os tamanhos reduzidos e cores diversificadas trazem curiosidade aos pequenos, que podem assim incluir nutrientes divertidos em sua alimentação.

microverdes

Brotos X Microverdes

A princípio parecem a mesma coisa, porém brotos e microverdes são diferentes, apesar de ambos serem vegetais jovens. Brotos são sementes germinadas, colhidas assim que a semente começa a crescer e antes que suas folhas se desenvolvam. Por outro lado, microverdes crescem de brotos mas tem cotiledones totalmente desenvolvidas e as primeiras folhas verdadeiras também estão presentes.

Sustentabilidade

Há um interesse crescente em sustentabilidade e os microverdes podem ser uma boa maneira de fornecer às famílias que moram em grandes cidades vegetais sazonais produzidos localmente a um custo baixo. Com um pequeno investimento inicial, este tipo de cultivo pode fornecer um retorno significativo em termos de volume, variedade e nutrientes. Como levam apenas algumas semanas para crescer, é possível ter uma fonte contínua de vegetais frescos no dia-a-dia.

Como cultivar microverdes

Para cultivar microverdes em casa basta ter luz (eles precisam de luz para germinar), substrato e sementes livres de agrotóxicos, já que este tipo de alimento é consumido cru.

Horta inteligente

Ficou empolgado? Então saiba que é possível cultivar microverdes em pequenos espaços com uma horta inteligente. Na UP você encontra a horta inteligente Greenleaf, que demanda menos espaço, faz menos sujeira e vem com iluminação embutida – uma facilidade! E você também vai encontrar uma infinidade de tipos de culturas para começar seu cultivo – todas 100% naturais, orgânicas e livres de agrotóxicos.

CONFIRA A LINHA GREENLEAF NA UP E VIRE UM JARDINEIRO URBANO

buddha bowl

#RECEITA | Buddha Bowl

Buddha Bowl é sucesso no Instagram, principalmente entre os perfis fit.
Trata-se de uma refeição vegetariana, servida em um bowl ou prato fundo, com pequenas porções de diversos tipos de alimentos servidos frios.
A base pode ser de grãos integrais, como quinoa ou arroz, mais uma proteína vegetal (tofu, seitan, edamame, feijão, grão de bico) e, em seguida, verduras e muitos vegetais frescos. Para finalizar, molho a sua escolha, sementes ou castanhas e microverdes ou brotos frescos.

Sugestão de molho

1 colher (sopa) de missô
1/4 xícara (chá) de tahini
2 colheres (sopa) de molho de soja
3 colheres (sopa) de água (aproximadamente)
suco de 1/2 limão
pimenta a gosto

Misture todos os ingredientes e vá acrescentando a água aos poucos, até chegar na espessura que você deseja para o molho.

Dicas Receitas Saladas

Acompanhamentos – Saladas de grãos

saladas de grãos

As saladas de grãos oferecem uma maneira diferente, fácil e acessível de usar ingredientes comuns e conhecidos do cardápio do dia-a-dia, deixando-o mais diversificado, criativo e nutritivo. Saladas de grãos também são perfeitas para ser consumidas em temperatura ambiente e por isso são uma ótima opção para marmitas, além de poderem ser preparados com antecedência – alguns tipos de os grãos inclusive vão absorver ainda mais sabor do molho à medida que descansam antes de serem servidos.

O preparo de uma ótima salada de grãos de uma maneira geral pode ser organizada em quatro componentes principais:

saladas de grãos

Grãos

Praticamente qualquer grão pode ser a base da salada: trigo, quinoa, cevadinha, lentilha, grão de bico, ervilha, fava, arroz e feijão de todos os tipos. Cada um oferece características distintas de sabor e textura, o que significa que você pode ficar com seus outros componentes de salada, trocar apenas os grãos e acabar com um resultado diferente a cada vez. O segredo, ao cozinhá-los, é preferir menos água, para que os grãos fiquem inteiros e macios.

Ingredientes de apoio

Vegetais, ervas e proteínas podem trazer mais sabor e a oportunidade de usar ingredientes sazonais que você tenha à mão: aspargos, rabanete, ervilhas frescas, tomates, abobrinha e ervas frescas que você tenha em casa – salsa, coentro, cebolinha, orégano, hortelã e tomilho são ótimas opções.

Dependendo do frescor os vegetais podem ser servidos crus ou passados em água fervente por um ou dois minutos, que ainda vai manter a sua crocância. Se tiver mais tempo disponível, você também pode grelhar ou assar outros ingredientes (sobras de vegetais grelhados ou assados viram uma deliciosa salada!): tofu assado, queijo em cubos, ovos cozidos ou o restinho de proteína que estiver em sua geladeira – carnes desfiada, frango assado ou peixe grelhado vão à salada e deixam tudo ainda mais saboroso.

salada de grãos

Molho

Opções pronta do supermercado são tentadoras mas fazer o seu próprio faz toda diferença na salada. Grãos combinam bem com molhos mais ácidos à base de vinagrete de vinho tinto ou branco ou limão. Outros tipos de vinagres também fazem bonito: de Jerez ou de arroz por exemplo. O azeite também é um caminho fácil mas nada impede que você experimente variações com outros tipos de óleos como de gergelim ou amendoim, que garantem saladas com toque mais asiático.

Toppings

São aqueles ingredientes perfeitos para finalização, como nozes ou sementes torradas, azeitonas, alcaparras, algas, queijos picantes ou salgados, abacate, frutas secas picadas (damascos e passas são deliciosos, com seu equilíbrio doce-ácido) – eles são opcionais, mas adicionam textura e toques extras de sabor, tornando cada mordida mais interessante. Você pode criar suas combinações favoritas em grupos de dois ou três por salada – exemplos: amêndoas torradas, azeitonas verdes e passas douradas; sementes de algas e gergelim.

Que tal começar agora mesmo a criar suas combinações favoritas? Uma opção fácil e saborosa é o Tabule de Trigo, um prato tradicional da culinária árabe.

INGREDIENTES

½ xícara (chá) de trigo fino (para quibe)
2 tomates sem semente em cubinhos pequenos
½ cebola em cubos pequenos
1 ½ xícara (chá) de folhas de salsinha picada
¾ de xícara (chá) de folhas de hortelã fresca picada
caldo de 1 limão
¼ de xícara (chá) de azeite
sal a gosto

Hidrate o trigo 15 minutos em uma tigela com água. Passado os 15 minutos, escorra o trigo em uma peneira fina, retirando bem a água. Numa saladeira coloque a cebola, o tomate, a salsinha e a hortelã picados. Tempere com o caldo de limão, o azeite, sal a gosto e misture bem. Acrescente o trigo hidratado e misture delicadamente com uma colher – o trigo é o último a entrar na salada para não ficar encharcado. Prove e ajuste o sal. Sirva a seguir.

Você também vai gostar:
Molhos para Saladas

Dicas

5 plantas para apartamento

plantas para apartamento

Viver em um pequeno apartamento não é mais motivo para não cultivar plantas em casa. Nem mesmo a falta de incidência de sol justifica não levar o verde para os ambientes internos, já que há uma grande variedade de espécies de plantas que são perfeitamente adequadas para sobreviver – e até mesmo prosperar – nestas condições. Quer começar a deixar seu pequeno espaço mais verde? Confira nossas cinco sugestões de plantas que se adaptam muito bem em ambientes internos.

plantas para apartamento

Zamioculca

A Zamioculca é uma das opções de menor manutenção do mercado. Só precisa ser regada uma ou duas vezes por semana, não requer muita luz e não atrai insetos ou outras pragas. Para se certificar da necessidade de rega, basta verificar a terra – só regue se estiver seca. Excesso de água pode causar amarelamento das folhas. Limpe regularmente as folhas com água e pano úmido.

plantas para apartamento

Costela de Adão

Super elegante, a Costela de Adão é uma planta de meia-sombra e se dá bem em ambientes com pouca ou nenhuma incidência de sol. Para mantê-la ainda mais bonita, prefira deixá-la recebendo luz indireta apenas em dias nublados ou no inverno. As folhas largas devem ser limpas com uma esponja úmida, apenas para retirar o pó que se acumula nelas.

plantas para apartamento

Espada de São Jorge

Incrivelmente resistente, pode sobreviver a quase qualquer ambiente. A Espada de São Jorge tem folhas altas e delgadas que podem tolerar pouca luz (embora também cresça em luz média ou forte). De formato vertical, ela se encaixa de maneira muito compacta aos ambientes limitados de um apartamento e também possui as facilidades de uma planta que precisa ser irrigada apenas uma vez a cada dez dias durante os meses de inverno e no verão, uma vez por semana.

plantas para apartamento

Palmeira Areca

Se você deseja adicionar um clima tropical à sua casa, nada melhor do que uma palmeira. Elas são fáceis de cultivar e sua folhagem exuberante até ajuda a remover algumas toxinas do ar. Não é de admirar que sejam tão populares! Uma janela que receba luz do sol é o suficiente para ter uma Palmeira Areca dentro de um apartamento. A planta requer luz indireta e rega com freqüência suficiente para manter o solo levemente úmido, mas lembre-se que elas também são sensíveis ao excesso de água e não toleram ficar encharcadas! Portanto, deixe a terra secar ligeiramente entre as regas.

plantas para apartamento

Cactos

Basta um cantinho iluminado e você já tem condições de cultivar um Cacto – ou vários – já que há verdadeiros fãs da planta entre moradores de pequenos apartamentos. As versões mini são ainda mais populares e ficam especialmente lindos quando cultivados em diversos tipos e dispostos em diferentes cachepots, criando um jardim super fácil de cuidar. Algumas espécies de cactos florescem após três ou quatro anos de cultivo. A rega deve ser feita a cada 15 ou 20 dias. Caso a planta esteja exposta a luz solar direta a água pode evaporar mais rápido e esse intervalo precisará ser menor. Aqui também vale a dica de checar a terra – se estiver seca, regue.

Você também vai gostar:
Suculentas

Dicas

Hora da papinha

papinhas de bebê

Chegou a hora de introduzir a papinha na alimentação do seu bebê? A Organização Mundial da Saúde recomenda que a introdução alimentar só seja feita depois de seis meses de aleitamento materno exclusivo. Ou seja, a partir dos seis meses, além do leite materno, o bebê passa a saborear papinhas, sopas e frutas. Para iniciar o processo, é importante que o bebê possa sentar-se ereto e manter a cabeça erguida. Depois de obter a aprovação do pediatra do seu filho, é hora de começar a preparar deliciosas papinhas de um jeito super simples e prático. Confira algumas dicas:

  • Respeite o tamanho das porções indicadas pelo pediatra! No início, bebês precisam apenas de 1 a 2 colheres de sopa de um alimento, portanto, mantenha as porções pequenas.
  • Introduza papinhas doces e salgadas simultaneamente. Vale começar pelas frutas, depois acrescentar os legumes, verduras e proteínas e também arroz, feijão e macarrão.
  • Procure utilizar alimentos frescos e tome cuidado com o excesso de sal, além de evitar temperos fortes, como a pimenta.
  • Lembre-se sempre de adequar a consistência dos alimentos ao nascimento da dentição da criança, pois respeitar essa fase do desenvolvimento ajuda a evitar engasgos e sufocamentos.
  • Fique atento a alergias, especialmente ao alimentar seu filho com alimentos que contêm alérgenos comuns, como ovos, amendoim, trigo, soja, peixe e marisco.
  • Por fim, não se esqueça de respeitar o tempo, a aceitação e o apetite da criança! Caso o bebê pareça não gostar de algum ingredientes, sem problemas. Nesta fase essa é uma reação comum e esperada. Apesar da negativa, tente oferecê-lo mais vezes, variando o tipo de preparo.
papinhas de bebê

Papinha sem mistério

Um método completamente tradicional e que nada mais é do que amassar os alimentos e oferecê-los em forma pastosa ao bebê.  Nesta fase, vale evitar o liquidificador, que pode deixar os alimentos líquidos demais e comprometer a textura.

Comece com purês simples de um único ingrediente. Isso pode ajudar a identificar uma alergia ou sensibilidade alimentar. Depois de provar a tolerância de seu filho a alimentos individuais, você pode tentar combinações para realçar o sabor e o gosto.

Papinhas de frutas e legumes

Banana
Muitas vezes chamada de alimento “perfeito”, as bananas são ricas em potássio e fibras e são uma das frutas mais aceitas pelo bebê. As bananas também são conhecidas como um dos antiácidos da própria natureza e são muito suaves para o estômago. Utilize as maduras, mais macias e docinhas para preparar papinhas. Ofereça amassada e, mais para a frente, em pedaços e até inteira. 

Abacate
Com textura amanteigada, o abacate é um alimento maravilhoso para o cérebro e o desenvolvimento físico do bebê por conter a chamada “gordura boa”. Amasse até ficar lisinho no começo e, aos poucos, vá deixando a textura mais rústica.

Mamão
As enzimas no mamão ajudam na digestão, então este pode ser um alimento perfeito para ajudar a aliviar a constipação do bebê ou problemas de barriga. Aqui também é importante escolher o mais maduro e ir evoluindo na textura.

Batata doce
Batatas-doces são fontes de vitaminas, antioxidantes e fibras. Uma papinha preparada em forma de purê simples com um toque de água ou leite é uma refeição saborosa e nutritiva.

Cenoura
As cenouras são uma ótima introdução aos sólidos por causa de seu sabor naturalmente doce e textura agradável. Um purê simples de cenouras fornece um rico suprimento de beta-caroteno antioxidante e vitamina A.
O ingrediente também é ótimo para evoluir nas texturas – comece oferecendo purês bem lisinhos e avance para cubos bem cozidos conforme a evolução do seu bebê.

Papinha de carne, batata e abóbora

1 colher de sobremesa de óleo
½ cebola picada
1 dente de alho pequeno
2 colheres de sopa de carne moída
1 batata pequena cortada em cubos
1 inhame pequeno cortado em cubos
2 colheres de sopa de abóbora cortada em cubos

Modo de preparo

Em uma panela, aqueça o óleo e refogue a cebola, o alho e a carne moída. Em seguida, acrescente a batata, o inhame e abóbora. Cubra com água, tampe a panela e cozinhe até que todos os ingredientes estejam macios e com um pouco de caldo. Depois de pronto, amasse tudo grosseiramente com o garfo e sirva.

linha buba baby

Lembre-se que a descoberta de novos sabores é uma das fases mais deliciosas da vida do bebê. Pensando nisso, a marca Buba traz itens pensados com muito carinho. Através de cores, formas, texturas e sons, estimula todos os sentidos, contribuindo para o crescimento saudável da criança. Os itens de alimentação proporcionam praticidade aos pais e autonomia ao pequeno.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR A LINHA BUBA NA UP.

Dicas

Covid-19 | Dicas para limpeza

covid-19 dicas de limpeza

Em tempos de Covid-19, surgem diversas incertezas a respeito das tarefas domésticas e dos cuidados para manter o ambiente limpo e as pessoas protegidas. Em meio a diversas informações, o que sabemos é que o vírus é transmitido por meio do contato direto com gotículas respiratórias de uma pessoa infectada (pela tosse, pelo espirro e por gotículas de saliva) e ainda através do toque em superfícies contaminadas com o vírus. Dependendo do material, o vírus pode sobreviver em superfícies por algumas horas e por isso o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (Center for Disease Control, CDC) e a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendam que algumas áreas de sua casa tenham uma limpeza extra para manter as bactérias e vírus afastados.

Limpar superfícies frequentemente tocadas 

Limpar e desinfetar superfícies que são muito tocadas em sua casa regularmente é uma precaução importante para reduzir o risco de contaminação pelo Covid-19. Concentre-se nas áreas de alto tráfego que permitem que vírus se espalhem pela casa. Estas áreas incluem maçanetas, interruptores de luz, mesas, controles remotos, corrimão de escadas, escrivaninhas e cadeiras. Basicamente, qualquer coisa que você toque regularmente.

VOCÊ SABIA?
Limpar e desinfetar são coisas diferentes. Limpeza significa que você está se livrando de germes, enquanto que desinfetar significa que você está realmente matando-os. Embora você possa limpar superfícies com eficiência, isso não significa que você está desinfectando.

Não esqueça que a desinfecção não é algo instantâneo e que cada produto age em tempos diferentes, por isso é preciso dar ao produto tempo suficiente para matar o vírus ou bactérias em uma superfície antes de limpá-la.

Lembre-se também de usar luvas durante a limpeza e de manter as mãos afastadas dos olhos e da boca, além de seguir sempre as instruções do produto de limpeza para um uso seguro e eficaz, garantindo uma boa ventilação do ambiente durante a utilização.

Limpe o que vem da rua

Em tempos de Covid-19, é importante um cuidado extra com o que vem da rua. Limpe e desinfete itens como bolsas, mochilas, chaves e outros itens que você leva para fora de casa todos os dias.

O ideal é tirar a roupa antes de entrar em casa para evitar contaminação em outros objetos. Isso é especialmente importante se você trabalha em áreas com maior risco de exposição ao vírus, como hospitais e clínicas. A roupa retirada pode ser misturada às outras no cesto de roupa suja e lavada junto com outras peças – no caso de haver pessoas infectadas com o Covid-19 na casa, suas roupas pessoais e de cama devem ser lavadas separadamente. Caso não seja possível lavá-las imediatamente, devem ser armazenadas em sacos plásticos até o momento da lavagem. Não esqueça de lavar e desinfetar frequentemente também seu cesto de roupas sujas!

Dica:
Se os tecidos permitirem, você pode utilizar água quente na hora da lavagem. É uma ótima opção para garantir que nenhum germe ou bactéria sobreviva. 

Na cozinha

Descarte embalagens desnecessárias em uma lixeira com tampa.

Retire o alimento da embalagem do delivery e coloque em pratos ou travessas limpas. Descarte as embalagens em lixeira com tampa.

Embalagens como latas, sacos plásticos (feijão, arroz, etc.) e caixas de leite podem ser limpas com um desinfetante antes de abertas ou armazenadas.

Lave bem os produtos não embalados, como frutas e legumes, em água corrente. Para garantir a higienização desses produtos, deixe-os de molho em 1 litro de água potável com uma colher de sopa e água sanitária por 20 minutos, escorra e enxugue.

Clique e conheça a Linha Clear e Clear Fresh OU para armazanear alimentos com segurança na geladeira.

Nunca coloque um alimento na geladeira antes de higienizá-lo, seja um ingrediente ou embalagem.

Lave as mãos com água e sabão depois de higienizar as embalagens e os alimentos.

Por fim, nunca é demais lembrar: Lave as mãos frequentemente com água e sabão por, pelo menos, 20-30 segundos e use sempre álcool gel e máscara ao sair de casa.