Todos os posts de

Utilplast

Dicas

#MesaPosta – Marcadores de lugar

como fazer marcadores de lugar

Eles podem não ser obrigatórios em uma mesa formal, mas os marcadores de lugar são uma maneira diferente e cheia de charme para marcar lugares à mesa. Seja uma ocasião festiva e especial ou mesmo um encontro entre amigos em casa, aposte nesta ideia e demonstre um cuidado especial na preparação deste encontro. Seus convidados vão se encantar!

Os marcadores de lugar podem estar em harmonia com a decoração de sua mesa, mas nada impede que você inove e use sua criatividade para personalizá-los. Separamos diversas inspirações para você marcar os lugares à mesa com muito estilo e praticidade.

como fazer marcadores de lugar
Use frutas, folhas, fitas coloridas, rolhas de vinho
como fazer marcadores de lugar
Ervas, pequenos vasinhos, prendedores

Quer colocar a mão na massa? Uma ideia simples e elegante para fazer marcadores de lugar é utilizar materiais de papelaria, como tags, papel cartão, etiquetas. É possível personalizar em programas de edição de imagem ou escrever em cada um deles. Capriche na finalização – um ramo de erva fresca, uma pequena flor, folhas, barbantes, fios de sisal. Utilize o guardanapo e os talheres para fazer uma composição simples e elegante.

como fazer marcadores de lugar
como fazer marcadores de lugar

Mesas temáticas também ganham um charme extra com os marcadores de lugar. A simplicidade dá o tom – com pouco esforço é possível produzir um marcador divertido. Use a paleta de cores da mesa para criar uma composição harmoniosa e elegante.

como fazer marcadores de lugar
itens para mesa posta

Você também vai gostar:
– Dicas para Mesa Posta

Dicas

5 passos para reduzir o lixo doméstico

lixo doméstico zero

Reduzir o lixo doméstico pode parecer uma tarefa difícil, mas isso está longe de ser verdade. Já sabemos que uma vida sem resíduos não é mais uma utopia, ela não é apenas melhor para o meio ambiente, mas também melhora a saúde e economiza tempo e dinheiro. E para começar a colocar esta atitude em prática, vamos te apresentar os 5Rs da sustentabilidade:

  • Repense – tudo começa por aqui
  • Recuse o que não é sustentável e você não precisa
  • Reduza o que você precisa (e não pode recusar)
  • Reutilize o que você consome (e não pode recusar ou reduzir)
  • Recicle o que você não pode recusar, reduzir ou reutilizar

Repensar

Refletir sobre os nossos hábitos de consumo é o primeiro passo para reduzir o lixo doméstico. O consumo sustentável leva em conta diversos fatores e é feito de reflexões sobre processos de produção e de matéria prima daquilo que compramos e de como isso será descartado lá na frente. Buscar estas respostas pode ser um bom passo inicial. Leia as embalagens, informe-se sobre as políticas ambientes dos fabricantes.

Recusar

Aqui você pode pensar em duas frentes:
Recuse produtos que tenham um significativo impacto ambiental e dê preferência por adquirir produtos e serviços de empresas que tenham compromisso com o meio ambiente. Por exemplo, você já pensou em utilizar utensílios de bambu na cozinha? A fibra de bambu é resistente, acessível, sustentável e super elegante. Aposte também nos potes de vidro, que são ótimas opções para armazenamento e nos itens produzidos a partir de papel atóxico lavável de floresta cultivada, como a linha Cria Casa, disponível na Utilplast.

Além disso, comece a recusar aquilo que você definitivamente não precisa, como brindes de conferências, feiras e festas, folhetos e panfletos de produtos ou serviços que você não utiliza e nem tem intenção de adquirir. Todo esse material consome energia para ser produzido e muitas vezes é completamente descartável.

Reduzir

Organize sua casa. Pode parecer simples, mas este é um passo importante para reduzir o consumo e evitar desperdício – quantas vezes você comprou algo que já tinha e nem se lembrava mais? Além disso, na hora da compra opte por itens que tenham maior durabilidade, ainda que sejam um pouco mais caros mas que serão substituídos apenas no longo prazo.

Algumas sugestões práticas para reduzir o lixo doméstico incluem usar lâmpadas econômicas, pilhas recarregáveis, sacolas retornáveis, comprar a granel, usar garrafas ou canecas no lugar dos copos plásticos, são outros ótimos exemplos fáceis de adaptar no dia a dia sem, necessariamente, mudar o seu padrão de vida.
Ao sair para as compras leve sempre uma lista. Lembre-se: quanto menos você levar para casa, menos lixo terá produzido.

Reutilizar

Aqui sua criatividade pode ser colocada em prática! Que tal dar uma nova utilidade para um item já usado e assim estender sua vida útil para evitar um novo processo de produção? Aumentando a sua vida útil é possível produzir menos resíduos, impactando de forma positiva no meio ambiente.
Doe roupas que não usa mais ou dê a elas um novo visual (o upcycling está super em alta no mundo da moda!), use as folhas impressas e não utilizadas em rascunhos, transforme garrafas em vasos… basta treinar o seu olhar e você descobrirá que dá para estender a vida útil de diversos itens da sua casa.

Reciclar

Separe o seu lixo, sempre! A coleta seletiva é fundamental para o processo de reciclagem de diversos materiais. Conheça as políticas e locais de reciclagem da sua cidade – mas pense na reciclagem sempre como último recurso. Você recusou, reduziu ou reutilizou primeiro?

Além das práticas que listamos acima, nunca se esqueça de reduzir o desperdício de alimentos. Planeje suas refeições com antecedência e compre alimentos de acordo com a sua lista. Evite comprar embalagens enormes só porque estão em oferta e cozinhe ou congele vegetais e frutas antes que eles estraguem. Se você quer dar um passo adiante, invista em uma composteira doméstica. O meio ambiente agradece 😉

Peixes e Frutos do Mar Receitas

Peixe Assado com tempero Cajun

peixe assado

Que tal preparar um peixe assado incrivelmente saboroso em menos de 15 minutos? Para isso, aposte na Travessa de Ferro para Peixe Staub e no tempero símbolo da culinária de New Orleans, o cajun, uma mistura de ingredientes marcantes e de aroma intenso. Você pode encontrar o tempero pronto ou prepará-lo em casa, acertando as proporções ao seu gosto.

Ingredientes

2 filés de garoupa de cerca de 180gr
1 colher de sopa de tempero cajun
1 colher de sopa de azeite
Rodelas de limão (para finalizar no prato)

Modo de Preparo

Pré-aqueça o forno a 425°F. Seque o peixe com toalhas de papel e polvilhe os filés com o tempero cajun. Aqueça o azeite na travessa Staub de ferro fundido em fogo médio-alto. Coloque cada filé com o lado temperado para baixo no óleo quente. Cozinhe por um minuto de cada lado até que as bordas dourem ligeiramente. Transfira a travessa de ferro para o forno. Asse o peixe por 5 minutos ou até que esteja crocante quando testado com um garfo. Sirva o peixe assado diretamente na travessa de ferro – um charme a mais!

Dicas:
A garoupa é perfeita para ser preparada em travessas de ferro fundido porque elas esquentam rapidamente e depois vão ao forno para terminar de cozinhar. Dependendo da espessura do seu filé, você deve ficar atento para não cozinhar demais e secar a garoupa.

Selecione filetes de garoupa com cerca de 3 a 4 cm de espessura. Certifique-se de que a travessa esteja quente antes de adicionar o peixe. O peixe deve chiar ao adicioná-lo ao azeite quente. Selar o peixe antes de levá-lo ao forno dá à garoupa uma crosta crocante.

Não é fã de garoupa? Outras opções de peixes brancos ficam ótimas nesta preparação, incluindo robalo e linguado.

Para o tempero Cajun

1 colher (sopa) de páprica
1 colher (sopa) de tomilho
1 colher (sopa) de semente de mostarda
1 colher (sopa) de alho em pó
1 colher (sopa) de cebola em pó
1/2 colher (sopa) de pimenta-de-caiena
1/2 colher (sopa) de pimenta calabresa
1/2 colher (sopa) de orégano

Triture bem todos os temperos com um pilão ou processador e misture-os.  
Como usar: É o tempero principal do gumbo (ensopado tradicional de New Orleans), e vai bem esfregado em carnes e peixes antes de assar ou grelhar. 

Sobre a Travessa de Ferro para Peixe Staub

Sirva o peixe fresco diretamente do forno para a mesa: por exemplo, você pode cozinhar delicadamente peixes saborosos na travessa de ferro fundido Staub e levá-la diretamente à mesa. O design oval e elegante em preto chama atenção para os seus pratos de peixe com muito estilo. A travessa pode conter até 0,7 litros e tem uma aparência atraente graças ao impressionante botão de latão da tampa. A tampa também está equipada com pequenas saliências para redistribuir para o peixe a condensação acumulada, para que ele fique suculento durante o cozimento e os sabores se desenvolvam plenamente. A travessa tem 31cm de comprimento, ideal para preparar também peixes inteiros.

peixe assado na Staub

Outra vantagem de utilizar a Travessa de ferro para peixe Staub é que você pode variar o preparo na churrasqueira. Assim, você deixa o peixe ainda mais saboroso e suculento e cria novas opções para seu churrasco.

Clique aqui para ver o produto em nossa loja online.

Você também vai gostar:
Risotto de Moqueca

Café da manhã Receitas

Leites Vegetais

como fazer leite vegetal

Os leites vegetais são uma opção perfeita para intolerantes à lactose, vegetarianos e veganos, e podem ser feitos em casa sem nenhuma complicação. Ricos em benefícios para a saúde, eles também entram em diversas receitas e tem alternativas de acordo com sua preferência – soja, avelã, amêndoas, côco, arroz e outros mais. Quer começar a descobrir os diferentes tipos de leites vegetais que existem e incluí-los em sua dieta? Separamos algumas opções que podem ser preparadas com facilidade.

Basicamente, tudo que você vai precisar para preparar leite vegetal é ter os ingredientes, um bom liquidificador e peneiras finas ou um paninho fino, do tipo gaze, para coar (e separado somente para esta finalidade).

Leite de Soja

Provavelmente o primeiro que vem à mente, o leite de soja é um ótimo substituto para o leite tradicional e já é comumente encontrado em supermercados. Você também pode tentar fazê-lo em casa de um jeito bem simples.

Mergulhe 1 xícara de grãos de soja em água durante a noite. Após a imersão, escorra e enxágue bem. Coloque a soja escorrida no liquidificador de alta velocidade com 1 1/2 xícaras de água e bata até ficar homogêneo. Coe o leite numa gaze fina.

Leite de Côco

Nossa culinária já incorpora o leite de coco em diversas receitas e ele também pode ir direto para o copo – já experimentou um pouco dele em seu cafezinho? Você vai se surpreender. Rico em vitaminas, minerais e gorduras boas, prepara-lo não exige nenhuma prática.

Mergulhe 1 xícara de coco picado (sem a casca) em água durante a noite. Após a imersão, escorra e enxágue bem. Coloque os pedaços de coco escorridos no liquidificador de alta velocidade com 2 xícaras de água e bata até ficar homogêneo. Coe o leite numa gaze ou peneira fina.

Dica:
Utilize o bagaço que restou para fazer um delicioso bolo!

Leite de Amêndoas

Incrivelmente versátil! Experimente o leite de amêndoas com cereais, com biscoitos ou mesmo puro, uma delícia!

Para fazer leite de amêndoas: Mergulhe 1 xícara de amêndoas cruas sem sal durante a noite na água. Após a imersão, escorra e enxágue bem. Coloque as amêndoas escorridas no liquidificador de alta velocidade com 4 xícaras de água e bata até ficar homogêneo. Coe o leite utilizando uma gaze ou peneira fina.

como fazer leite vegetal

Leite de Castanha de Caju

O leite de castanha de caju é rico e cremoso e funciona bem em uma variedade de bebidas e pratos doces e salgados. Como os demais, é super fácil de preparar e tem tem um bônus – não é necessário coar!

Mergulhe 1 xícara de castanhas de caju cajus cruas (não use a a castanha torrada ou salgada!). Deixe de molho durante a noite em água suficiente para cobrir. De manhã, escorra as castanhas de caju e coloque-as no liquidificador junto com 3-4 xícaras de água, dependendo de quão espesso ou ralo você gostaria que seu leite fosse. Bata, começando em velocidade baixa e aumentando gradualmente a velocidade, até ficar homogêneo e espumoso e pronto!

Leite de Aveia

O mais econômico dos leites vegetais tem um sabor bastante neutro, funciona com quase todos os tipos de bebidas.

Deixe 2 xícaras de aveia em flocos (finos, médios ou grossos) de molho em 4 xícaras de água durante a noite. Bata a mistura no liquidificador por 5 minutos e depois coe em uma peneira bem fina ou gaze.

Dicas:
Experimente aromatizar seu leite de aveia com algumas gotas de essência de baunilha.
Depois de pronto, o leite de aveia pode ser armazenado em geladeira por até três dias, mas o ideal é preparar para consumo no mesmo dia.

Ovos Receitas

Shakshuka

shakshuka

Shakshuka é uma comida de rua popular em Israel. Um prato simples e delicioso que leva basicamente tomate e ovos, mas que também surpreende pela versatilidade. Aqui, a receita inclui grão de bico e açafrão, que agregam ao prato mais camadas de sabor. Você pode reparar Shakshuka em sua frigideira Non Stick Le Creuset, que vai ao forno e garante ainda mais praticidade no preparo.

2 latas de grão de bico, escorridas
4 ovos
150g de tomates fatiados
1 cebola roxa cortada em fatias finas
1 dente de alho picado
2 colheres de sopa de azeite
Um punhado de coentro fresco picado
1 pitada grande de cominho
Pitada de pimenta calabresa
Pitada de sumac (opcional)
Pitada de açafrão
2 colheres de sopa de iogurte natural
Sal marinho e pimenta-do-reino moída na hora

Pré-aqueça o forno a 200°C.
Coloque o azeite na frigideira Non Stick Le Creuset e aqueça rapidamente em fogo baixo a médio. Junte a cebola, o alho e o cominho e frite até que as cebolas estejam macias, mas não douradas. Adicione o grão de bico e o açafrão à panela, mexa delicadamente para combinar os ingredientes e cozinhe em fogo médio para criar uma consistência de guisado. Adicione um pouco mais de água se a mistura estiver muito grossa. Verifique o tempero e acrescente um pouco de sal e pimenta-do-reino a gosto, se desejar.

Com as costas de uma colher grande, faça 4 pequenos buracos na mistura e quebre um ovo em cada um. Coloque a frigideira no forno pré-aquecido e leve ao forno até que os ovos estejam cozidos, mas as gemas ainda estejam um pouco moles (5-10 minutos). Salpique com o coentro, a calabresa e o sumac e acrescente os tomates fatiados. Termine com um fiozinho de iogurte por cima.

Dicas:
Tente outras variações de sabor: pimentão verde ou vermelho, bacon, hortelã, salsinha.
Sirva com torrada, pão pita ou faça sanduíches.
Antes de adicionar os ovos na frigideira, quebre-os em uma tigelinha ou xícara para ter certeza que nenhum deles esteja estragado.

Bolos e Tortas Receitas

3 coberturas clássicas para bolos

coberturas para bolo

Bolo é sempre bom, mas uma ocasião especial pede versões um pouco mais elaborada, com recheios deliciosos e coberturas, daquelas de encher os olhos e dar água na boca. A princípio pode parecer complicado, mas algumas coberturas para bolo são clássicas e super fáceis de preparar. Separamos três receitas tradicionais de coberturas para você se aventurar no mundo da confeitaria.

cobertura glace real

Glacê Real

Clássico dos clássicos, o glacê real é a pedida certa para quem quer trabalhar com bicos de confeitar.

500g de açúcar de confeiteiro peneirado
2 claras
1 colher (sopa) de suco de limão

Na batedeira, bata as claras em velocidade alta até o ponto de neve. Em seguida adicione o açúcar aos poucos enquanto continua batendo. Por último, acrescente o suco do limão, batendo bem até ficar consistente e em ponto de bico.

Dica:
Se ao final o glacê estiver muito mole, acrescente mais açúcar de confeiteiro. Se ficar muito espesso, adicione algumas gotas de clara de ovo. Quando não estiver utilizando, mantenha o bowl onde está o glacê, coberto com um pano úmido, pois ele seca muito rápido. Para colorir o glacê, use corante em gel, adicionando aos poucos depois de pronto.

cobertura ganache de chocolate

Ganache de chocolate

Elaborada com creme de leite e chocolate derretido, esta cobertura é infalível e versátil. Pode ser preparada com diversos tipos de chocolate – ao leite, meio amargo, branco, rosa. Vale lembrar que a qualidade dos produtos utilizados faz toda a diferença para o sucesso da receita.

200 g de chocolate meio amargo
¾ de xícara (chá) de creme de leite fresco

Pique fino o chocolate em uma tábua de corte. Transfira para um bowl de vidro ou de inox e coloque sobre uma panela com água fervente, que não deve encostar no fundo da tigela (o vapor da água deve ser a fonte de calor). Junte o creme de leite e misture até derreter o chocolate e formar uma mistura lisa. 

Retire do banho-maria e deixe esfriar. Assim que amornar, leve a geladeira por cerca de 10 minutos. Retire e misture bem para unificar a temperatura.
Use em seguida para cobrir o bolo.

cobertura pasta americana

Pasta Americana

Se você quer garantir acabamento profissional para aquele bolo especial, a pasta americana é a melhor opção. Ela é fácil de preparar, pode ser tingida, modelada e seu sabor neutro permite o uso em qualquer receita de bolo.

1 colher (sopa) de água
1 colher (sopa) de gelatina incolor
1 colher (sopa) de glucose branca
20 gramas de margarina de uso culinário
1 colher (chá) de essência de amêndoas
800g de açúcar impalpável (aproximadamente)

Junte a gelatina e a água em um bowl de vidro e leve ao banho maria. Quando a gelatina estiver derretida, acrescente a glucose e a margarina, mantendo o banho maria. Retire do fogo e adicione a essência de amêndoas. Misture e deixe amornar.

Coloque o açúcar impalpável em um bowl grande, faça um buraco no meio e junte a mistura líquida reservada. Misture e vá sovando a massa até que ela não grude nas mãos. Se necessário, acrescente mais açúcar.

Para cobrir o bolo a pasta americana deve ser aberta com um rolo em uma superfície lisa, polvilhada com amido de milho. Vá abrindo devagar, certificando-se de que a massa não esteja grudando. Alise bem, deixe na espessura desejada e cubra o bolo.

itens indispensáveis para preparar bolo

Dicas

Como usar a Aromaterapia em sua casa

aromaterapia

A aromaterapia existe há milhares de anos e a cada dia ganha mais adeptos. Usados ​​historicamente para promover sensações de equilíbrio, calma e harmonia, as funções dos óleos essenciais permaneceram praticamente inalteradas há milênios! Mas, embora a tradição tenha milhares de anos, existem muitas maneiras modernas de obter os benefícios dos óleos perfumados, incluí-los em sua vida cotidiana e ajudar seu bem-estar físico e psicológico.

O que você precisa saber…

Óleos Essenciais

São extraídos da natureza e podem incluir folhas, casca, raízes, resinas e flores de plantas. Estes óleos vegetais são voláteis e bastante concentrados.
Obtidos através de diferentes métodos de extração, eles penetram em nosso organismo através da pele ou inalação, são absorvidos pela corrente sanguínea e metabolizados pelo corpo.

Difusores

A difusão de óleos essenciais é uma das formas mais populares, eficazes e seguras de aproveitar os benefícios da aromaterapia. Você pode utilizar um difusor elétrico, queimadores com velas ou ainda com palhetas.

Velas

As velas de aromaterapia são maravilhosas para meditação e relaxamento. Certifique-se de que a vela é feita com óleos essenciais puros, cera de abelha natural ou soja orgânica. Velas feitas de cera sintética tendem a fazer fumaça e liberar toxinas indesejáveis ​​no ar.

Sprays e Sachês

Encontrados em diversas fragrâncias, eles perfumam o ambiente, armários ou gavetas e são facílimos de usar.

Confira aqui nossa seleção de sprays e sachês.

Onde usar
Os usos são os mais diversos e praticamente não há restrições.

Repelentes
Por exemplo, use óleos essenciais como repelentes naturais de insetos e faça seu próprio repelente de aromaterapia: os óleos essenciais oferecem uma alternativa sem produtos químicos aos sprays comerciais. Os óleos de capim-limão, citronela, lavanda e eucalipto são todos inseticidas naturais.

Na limpeza da casa
Os óleos essenciais são mais do que apenas fragrâncias em produtos de limpeza; muitos óleos também são desodorizantes naturais e anti-sépticos eficazes. Óleos como limão, pinho e hortelã-pimenta removem bactérias e adicionam um aroma fresco às soluções de limpeza doméstica.

No quarto
Nada como encontra a calma no lugar onde você pode relaxar. Muitos óleos essenciais são conhecidos por suas qualidades relaxantes, por isso faz sentido começar no quarto. Estudos que exploram a relação entre óleos essenciais e repouso costumam citar um perfume em particular: lavanda. Diz-se que ela reduz a frequência cardíaca e o sistema nervoso do corpo, ajudando você a dormir. O mesmo vale para tangerina, bergamota e ylang-ylang – um perfume doce que é nativo da Índia. Todos os três são conhecidos por aliviar a ansiedade. Quanto ao uso, se você está procurando óleos essenciais para ajudá-lo a dormir, é melhor evitar o uso de velas ou difusores elétricos enquanto estiver dormindo. Em vez disso, opte por um difusor de palheta ou spray de travesseiro.

Na sala
Os óleos essenciais são, antes de tudo, uma escolha pessoal, e em nenhum lugar sua personalidade costuma ser mais exposta do que na sala de estar. É nela que você pode experimentar diferentes cheiros dependendo do tempo, do dia da semana ou do seu humor. Se você precisa de um estimulante, hortelã-pimenta ou um perfume cítrico podem dar o toque de que você precisa. Da mesma forma, se você estiver se sentindo esgotado ou estressado, sabe-se que a melaleuca é tradicionalmente usada como um descongestionante natural. Como é provável que você passe mais tempo acordado na sala de estar, uma vela perfumada e um difusor elétrico são mais do que adequados.

No banho
Existem duas maneiras de abordar os óleos essenciais no banheiro. O primeiro é usar um difusor de palheta que não requer eletricidade ou energia. A segunda é optar por produtos com óleos de coco, jojoba e semente de uva para sua rotina de spa.

Na cozinha
Até na cozinha? A resposta é sim! Se sua cozinha é propensa a cheiros de cozinha ou gordura e você não quer borrifar um ambientador com cheiro artificial, os óleos essenciais podem ser uma boa alternativa. Novamente, uma palheta ou vela são as melhores opções e aromas como limão ou óleo de cravo, são perfeitos para quebrar toxinas e neutralizar odores gordurosos. Assim como nos outros ambientes, o ideal é experimentar até encontrar um perfume que te agrade.

Drinks e Coquetéis Receitas

Café gelado? Aposte nesta ideia!

cafe gelado

Na versão quente e tradicional ele é quase unanimidade, mas o café gelado também pode te conquistar e ser uma opção deliciosa para dias mais quentes. Se ainda não provou, está na hora de se surpreender.

Qual café utilizar?

Como no café comum, você deve escolher grãos de café de alta qualidade para fazer seu café gelado. Você pode comprar os grãos e moê-los usando um moedor de café em casa, ou pode comprar café pré-moído. Espresso ou coado? Tanto faz! Use seu café favorito e experimente!

Iced Coffee

1 xícara de gelo (ou café congelado em cubos)
1 xícara de café em temperatura ambiente ou resfriado
2 colheres de sopa de creme de leite, leite ou meio a meio
1 a 2 colheres de chá de açúcar

Encha um copo alto com gelo e despeje o café. Adicione o creme de leite e o açúcar. Mexa e pronto! Tão simples quanto gostoso.
Quer variar?
Use leite desnatado no lugar do creme de leite e adoçante no lugar do açucar. Se preferir, pode deixar sem açucar nenhum ou utilizar um xarope caseiro: em uma panela pequena, ferva 1/2 xícara de água e 1/2 xícara de açúcar. Reduza o fogo e deixe cozinhar, mexendo a mistura até que o açúcar se dissolva. Retire a panela do fogo e deixe esfriar até estar pronto para usar!

Cubos de gelo de café

Nenhum segredo aqui. Prepare seu café favorito, coloque em forminhas de gelo e leve ao freezer. Pronto!

cafe gelado

Também vai bem no café gelado…

Extrato de hortelã
Extrato de baunilha
Extrato de coco
Leite de côco
Leite de amêndoa
Leite condensado
Sorvete de baunilha
Nutella
Achocolatado
Calda de chocolate
Bailey’s

Outras versões de café gelado levam mais camadas de sabor, que transformam a bebida em um verdadeiro drink.

cafe gelado com baunilha

Café Gelado com Baunilha

2 xícaras de café frio
1/2 xícara de leite ou creme de leite
2 colheres de sopa de xarope de baunilha
1 xícara de gelo

Encha dois copos com gelo. Misture o café, o leite (ou creme de leite) e o xarope de baunilha antes de despejar sobre o gelo. Sirva imediatamente.

macchiato

Macchiato de Caramelo

30 ml de café espresso
25 ml de leite frio
150 ml de leite quente
Xarope de caramelo (as quantidades podem variar, dependem do tamanho do copo e das preferências pessoais).

Coloque o xarope em um copo alto.  Em seguida, despeje o leite frio. Bata o leite quente (use um mixer de mão!) e separe a espuma. Adicione o leite quente ao copo e junte um pouco da espuma. Prepare o café espresso e despeje-o no copo. Adicione uma última camada de espuma.
Deixe ainda mais gostoso finalizando com uma camada de creme de leite batido em chantilly.

Dica:
O café gelado dura de 2 a 3 dias na geladeira, se armazenado corretamente. No entanto, o sabor do café acaba suavizando. Para manter todo o sabor e potência do café, o ideal é não guardá-lo por mais de 24 horas. A escolha é sua.

itens para café

Receitas Sobremesas

Pavlova de Chocolate e Pera

pavlova de pera

Pavlova é uma sobremesa charmosa feita a base de merengue e que ganhou este nome em homenagem à bailarina russa Anna Pavlova. Aqui ela leva adição de peras e chocolate – uma combinação deliciosa!

Ingredientes

MERENGUE
6 claras de ovo
300g de açúcar refinado
30g de cacau em pó

PERAS
4 peras
350ml de vinho tinto
100g de açúcar
canela em pau
tomilho

CREME
600ml de creme de leite fresco
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 colher de sopa de açúcar de confeiteiro
90g de chocolate amargo

Modo de Preparo

Pré-aqueça o forno a 120ºC.
Em uma tigela bem limpa, bata as claras em neve até ficarem firmes e fofas. Usando uma colher de sopa, adicione lentamente colheres de açúcar enquanto segue mexendo continuamente.
Assim que todo o açúcar estiver incorporado, acrescente o cacau em pó e continue a bater até formar picos firmes e brilhantes.
Forre a base da Caçarola Buffet de Ferro Fundido Le Creuset com um círculo de papel manteiga e “cole” usando um pouco de merengue. Coloque o merengue na caçarola e alise usando as costas da colher para cobrir todo o fundo da caçarola. Leve ao forno sem tampa por 1 hora e 45 minutos. Deixar esfriar completamente antes de retirar do forno.

Em uma panela em fogo médio, acrescente o vinho, o açúcar, as especiarias e o tomilho e cozinhe lentamente até que todo o açúcar se dissolva – isso só levará alguns minutos. Descasque as peras, mantendo os cabos intactos. Coloque-as cuidadosamente na calda de vinho tinto garantindo que fiquem totalmente submersas. Cozinhe suavemente em fogo médio por 25 – 30 minutos até que as peras estejam macias – teste usando uma pequena faca afiada. Quando o merengue estiver totalmente frio e você estiver quase pronto para servir, faça o creme. Basta misturar o creme de leite, a baunilha e o açúcar de confeiteiro até obter picos suaves e, em seguida, colocar no centro do merengue.

Depois de macias, retire as peras da calda e deixe esfriar. Aumente o fogo e deixe a calda reduzir a um molho espesso, descartando o pau de canela e o tomilho. Isso levará cerca de 5 a 8 minutos. Corte as peras ao meio e depois em quartos no sentido do comprimento. Quando estiver pronto para servir, coloque as peras por cima do creme e regue com um pouco da calda de vinho tinto espesso. Termine com o chocolate ralado (confira nossa seleção de raladores!) e sirva a pavlova com a calda restante servida em uma molheira.

Dica:
O tipo de pera e a maturação determinará a rapidez com que cozinham e amolecem na calda de vinho tinto. Peras ligeiramente mais firmes são melhores, pois isso lhes dá tempo para absorver toda a calda deliciosa sem se desintegrar.

Receitas Sucos e Chás

Sucos funcionais

sucos funcionais

Muito provavelmente você já ouviu falar dos sucos funcionais e de seus benefícios para a saúde. Eles ficaram populares nos últimos anos e cada vez mais estão cada fazendo parte da dieta de quem busca alternativas saudáveis e saborosas para seu dia-a-dia.
E, acredite, incluí-los em seu cardápio diário não é difícil! Misturando hortaliças, verduras, legumes e frutas você amplia a ingestão de nutrientes e pode descobrir versões deliciosas de seus ingredientes favoritos. Vamos tentar?

sucos funcionais

Suco rosa

Além das vitaminas da beterraba, a cenoura contém vitamina A e o gengibre é fonte de gingerol, que ajuda a melhorar o sistema imune. Prove a qualquer hora do dia ou antes de um treino, para ajudar a melhorar seu desempenho!

Ingredientes
(use ingredientes orgânicos sempre que possível)

1 beterraba lavada
1 maçã
¼ raiz de gengibre
2 cenouras grandes

Bata todos os ingredientes no liquidificador e coloque em um copo com gelo.

sucos funcionais

Suco verde

Uma potência nutricional com salsa e coentro, conhecidos por eliminar metais pesados do organismo de forma natural. Eles também ajudam a melhorar a digestão e a se proteger contra os danos dos radicais livres!

Ingredientes
(use ingredientes orgânicos sempre que possível)

3 talos de aipo
1 pepino
1 punhado de salsa
1 punhado de coentro
1 maçã verde
½ talo de erva-doce
1 limão descascado

É só bater todos os ingredientes e servir em um copo com gelo.

sucos funcionais

Suco V8

Este suco contém todos os componentes de uma salada saudável. Perfeito para quem tem uma dieta com pouco açúcar ou simplesmente procura aumentar a ingestão de vegetais. Um copo deste por dia ajuda a limpar e nutrir as células – e é delicioso, pode apostar!

Ingredientes
(use ingredientes orgânicos sempre que possível)

2 talos de aipo
1 cenoura
½ uma beterraba pequena
1 punhado de salsa
2 tomates
Uma pitada de sal marinho
Um punhado de folhas de alface, agrião, espinafre
Uma pitada de pimenta a gosto (opcional)

Coloque no liquidificador, bata e despeje em seu copo e aproveite!

Fonte: Food Matters

itens para preparar sucos

Você também vai gostar:
– O melhor dos sucos