• como montar tábua de queijos
Receitas Sucos e Chás

Sucos funcionais

sucos funcionais

Muito provavelmente você já ouviu falar dos sucos funcionais e de seus benefícios para a saúde. Eles ficaram populares nos últimos anos e cada vez mais estão cada fazendo parte da dieta de quem busca alternativas saudáveis e saborosas para seu dia-a-dia.
E, acredite, incluí-los em seu cardápio diário não é difícil! Misturando hortaliças, verduras, legumes e frutas você amplia a ingestão de nutrientes e pode descobrir versões deliciosas de seus ingredientes favoritos. Vamos tentar?

sucos funcionais

Suco rosa

Além das vitaminas da beterraba, a cenoura contém vitamina A e o gengibre é fonte de gingerol, que ajuda a melhorar o sistema imune. Prove a qualquer hora do dia ou antes de um treino, para ajudar a melhorar seu desempenho!

Ingredientes
(use ingredientes orgânicos sempre que possível)

1 beterraba lavada
1 maçã
¼ raiz de gengibre
2 cenouras grandes

Bata todos os ingredientes no liquidificador e coloque em um copo com gelo.

sucos funcionais

Suco verde

Uma potência nutricional com salsa e coentro, conhecidos por eliminar metais pesados do organismo de forma natural. Eles também ajudam a melhorar a digestão e a se proteger contra os danos dos radicais livres!

Ingredientes
(use ingredientes orgânicos sempre que possível)

3 talos de aipo
1 pepino
1 punhado de salsa
1 punhado de coentro
1 maçã verde
½ talo de erva-doce
1 limão descascado

É só bater todos os ingredientes e servir em um copo com gelo.

sucos funcionais

Suco V8

Este suco contém todos os componentes de uma salada saudável. Perfeito para quem tem uma dieta com pouco açúcar ou simplesmente procura aumentar a ingestão de vegetais. Um copo deste por dia ajuda a limpar e nutrir as células – e é delicioso, pode apostar!

Ingredientes
(use ingredientes orgânicos sempre que possível)

2 talos de aipo
1 cenoura
½ uma beterraba pequena
1 punhado de salsa
2 tomates
Uma pitada de sal marinho
Um punhado de folhas de alface, agrião, espinafre
Uma pitada de pimenta a gosto (opcional)

Coloque no liquidificador, bata e despeje em seu copo e aproveite!

Fonte: Food Matters

itens para preparar sucos

Você também vai gostar:
– O melhor dos sucos

Dicas

Como montar uma tábua de queijos

como montar tábua de queijos

Queijo é quase uma unanimidade e uma tábua de queijos bem montada é uma saborosa opção para receber os amigos – e dá para impressionar também! Seguindo algumas dicas básicas, você pode montar uma tábua de queijos inesquecível, que vai proporcionar uma incrível experiência gustativa aos seus convidados.

Planejamento
Procure comprar os queijos o mais próximo possível do dia em que pretende servi-los e, de preferência, prefira uma loja onde você possa degustá-los.

Criatividade
Use e abuse dela. Não existem regras muito específicas, o importante é manter um padrão e seguir algumas orientações básicas.

Seleção
Varie de três a cinco tipos de queijos de famílias diferentes, com sabores e texturas distintas, dos suaves aos mais fortes. Retire os queijos da geladeira pelo menos 30 minutos antes de servir para que estejam em temperatura ambiente e, assim, recuperem sua textura e sabor.

QUEIJOS AMARELOS:
como ementhal e gruyère

QUEIJOS SEMI DUROS:
como pategras e provolone curado

QUEIJOS DUROS:
como parmesão, parmentino, reggiano, grana, sardo e reino

QUEIJOS DE MOFO BRANCO:
como brie, camembert e bleu de bresse

QUEIJOS DE MOFO AZUL:
como gorgonzola e roquefort

Quantidade
Identifique a quantidade de queijos necessários conforme o número de pessoas e a ocasião:

COMO PRATO PRINCIPAL: 170g/pessoa
COMO ENTRADA: 110g/pessoa
PARA HAPPY HOUR: 90g/pessoa
COMO APERITIVO: 60gr/pessoa

Cortes
Utilize uma faca para cada tipo de queijo para não misturar sabores e aromas, facilitando o serviço.
Corte previamente algumas fatias para orientar os convidados.
Evite que os queijos fiquem todos do mesmo formato, procure cortar em formatos irregulares ou distribuir em cubos, fatias e cilindros.

ACOMPANHAMENTOS
Não se esqueça deles! Os acompanhamentos ajudam a aguçar o paladar dos convidados e a realçar o sabor dos queijos.

Variedade de pães:
baguete, italiano, ciabatta, pão preto… eles ajudam a limpar o paladar entre um queijo e outro.

Frutas frescas:
uva (refresca) e maçã (para limpar o paladar na degustação), frutas vermelhas (clássica harmonização para o brie) e pera (para os azuis).

Frutos desidratados:
damascos secos, ameixas, tâmaras e passa de uva são deliciosos e vão bem com quase todos os tipos de queijos.

Nuts:
nozes, castanhas, amêndoas, avelãs – invista em um mix.

Geleia de frutas vermelhas:
para os mofo branco e mel para os azuis.

Apresentação
As tábuas de madeira, ardósia ou granito são ideias pois não influenciam no aroma ou no sabor dos queijos. Estimule seus convidados a fazer a degustação seguindo uma ordem crescente de complexidade. Para isso, organize os queijos dos mais suaves para os mais fortes, e dos macios para os mais duros. Lembre-se que os queijos são os protagonistas da tábua, dê a eles o merecido destaque. Os acompanhamentos, como o nome sugere, funcionam como coadjuvantes. Capriche na ornamentação. Distribua galhos de ervas, frutas vermelhas e nuts para adicionar um toque de frescor à sua tábua.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO ESPECIAL PARA QUEIJOS.

Inpire-se nas mais diversas maneiras de montar sua tábua de queijos.

como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
como montar tábua de queijos
itens para montar uma tábua de queijos

Você também vai gostar
– Camembert, a celebridade francesa

Airfryer Receitas

3 receitas práticas (e gostosas!) para fazer na Airfryer

airfryer

As fritadeiras elétricas (também conhecidas como Airfryer) ganham cada vez mais espaço nas cozinhas de todo o mundo. O equipamento faz sucesso pela praticidade; pela tecnologia com que prepara os alimentos, dispensando o uso de óleo e garantindo assim alimentos mais saudáveis e pela versatilidade, que permite preparar de petiscos a pratos completos de maneira muito rápida.

Utilizando uma técnica de cocção, o aparelho utiliza ar quente para obter o efeito de fritura no alimento. Ao fechar a gaveta da fritadeira, ela começa a circular ar quente em uma velocidade extremamente rápida, chegando à temperatura de um forno elétrico. Carnes, vegetais, tudo fica delicioso e muito mais nutritivo do que as frituras por imersão. Separamos três receitinhas muito práticas para você se render de vez a este aparelho.

Talvez o preparo mais tradicional em uma fritadeira elétrica seja batata frita, nas tradicionais versões congeladas, mas a verdade é que o aparelho permite preparar batatas muito mais saborosas, como esta versão com alecrim e sal grosso.

airfryer

Batatas rústicas

2 batatas asterix médias cortadas em fatias
1 ½ colheres de sopa de azeite extra virgem
½ colher de chá de páprica (doce ou picante) *opcional
2 ramos pequenos de alecrim fresco
½ colher de chá de pimenta calabresa (ou pimenta no reino moída na hora)
½ colher de chá de sal

Pré-aqueça a Airfryer a 200ºC.
Coloque as fatias de batata em um bowl grande e adicione o azeite, a páprica, o alecrim, a pimenta e o sal e misture bem.
Disponha as fatias lado a lado no cesto da fritadeira, sem sobrepor, e cozinhe por 10 minutos. Vire as fatias utilizando uma pinça e cozinhe por mais 5 minutos. Se necessário, repita com as fatias restantes.

airfryer

Nuggets caseiro

500g de peito de frango
1/2 cebola
2 dentes de alho
1 colher sopa de amido de milho
Sal e pimenta

Para empanar:
Farinha de rosca
Farinha de trigo
Aveia em flocos finos
Páprica picante
3 ovos
Sal a gosto

Coloque o frango com os demais ingredientes no processador até obter uma massa homogênea. Unte as mãos com um pouco de azeite e modele os nuggets.
Misture os ingredientes secos para empanar e bata os ovos com um pouco de sal. Passe os nuggets pelos ovos batidos e depois pela mistura de farinhas e páprica.
Coloque na Airfryer 15 minutos a 180ºC. Agite a cesta e coloque mais 5 minutos a 200ºC ou até dourar.

airfryer

Omelete de Vegetais

3 ovos
100 gramas de pimentão vermelho
100 gramas de abobrinha
50 ml de leite
1 pitada de sal
1 colher de chá de azeite
sal e pimenta a gosto
cebolinha e manjericão frescos

Corte o pimentão vermelho e a abobrinha em cubos pequenos. Corte a cebolinha em rodelas. Adicione os vegetais na Airfryer, junte o azeite e mexa e coloque por 15 minutos a 200ºC. Bata os ovos com o leite, misture o manjericão. Junte a mistura de ovos na Airfryer e coloque a 180ºC por mais 15 minutos ou até que esteja dourado. A omelete pode ser removida do acessório de cozimento, usando uma espátula de silicone ou madeira.
(*caso a cesta do equipamento seja furadinha, pode usar papel manteiga ou papel alumínio para forrá-la)

Receitas Sanduíches

Sanduíche de pernil

sanduiche de pernil

Um clássico dos botecos, o sanduíche de pernil é também uma ótima opção para uma reunião entre amigos, para o piquenique e ainda faz bonito na Festa Junina. E você sabia que dá para preparar o pernil de um jeito super prático usando panela de pressão? A receita é facilmente adaptável ao seu paladar – os temperos podem variar bastante, assim como a finalização, do tradicional sanduíche desfiado até versões gourmet, com barbecue ou coleslaw.

1,5 kg de pernil suíno cortado em cubos grandes
1 colher (sopa) de azeite
4 dentes de alho amassados
3 tomates sem pele e sementes picados
2 cebolas cortadas em fatias grossas
1/2 xícara (chá) de pimentão verde picado
1/2 xícara (chá) de vinagre branco
1 colher (chá) de páprica picante
2 colheres (chá) de molho inglês
1 colher (chá) de pimenta calabresa
1 colher (chá) de sal

Em uma panela de pressão, coloque o pernil com um fio de azeite e deixe dourar um pouco. Junte o alho e a cebola e refogue até dourar bem. Acrescente os tomates, o pimentão, o vinagre, a pimenta, a páprica, o molho inglês e o sal, misture tudo e junte e 2 xícaras (chá) de água. Tampe a panela e leve ao fogo por cerca de 40 minutos, contados após iniciar a pressão. Retire do fogo, espere sair a pressão e abra a panela cuidadosamente. Acerte o sal e transfira o pernil para uma tábua. Desfie os pedaços de pernil e leve-os de volta à panela em fogo baixo para apurar por cerca de 10 minutos.

sanduiche de pernil

Para montar o sanduíche de pernil basta usar o pão de sua preferência – pão francês e ciabatta são ótimas opções!

Veja também para sua Festa Junina
Canjica
Cuscuz Paulista
Quentão

Petiscos Receitas

Nós amamos pizza

pizza

Sim, nós amamos pizza e já mostramos aqui todos as dicas e truques para preparar a massa básica, que abre as portas da pizza caseira e te transforma em um pizzaiolo de verdade. Mas, sabia que a mesma massa pode ser utilizada em outros preparos igualmente deliciosos?

O Corniccione é um aperitivo feito com massa de pizza, só que bem mais fininha e crocante. Mais leve, não leva molho, apenas ervas, azeite e sal.

pizza aperitivo

Ingredientes

1 receita de massa básica de pizza
azeite extra virgem
alecrim a gosto
pimenta calabresa a gosto
sal grosso a gosto

Modo de preparo

Prepare a massa básica de pizza e divida-a em 5 partes.
Polvilhe uma bancada com farinha de trigo e abra cada uma das partes com o rolo. Abra a massa o mais fino possível – a idéia é uma massa super fina, quase transparente, para ficar bem crocante.
Coloque a massa na assadeira, regue com o azeite e salpique os demais ingredientes, sem exagero.
Coloque a assadeira na parte alta do forno pré-aquecido em temperatura média e asse por cerca de 7 minutos ou até que fique dourada e crocante. Corte em fatias quando retirar do forno ou sirva inteiro, para ir retirando os pedaços com as mãos.

Dicas:
Pode substituir o alecrim por orégano.
Para ganhar mais sabor, adicione uma fina camada de parmesão ralado.
Pode ser guardado depois de frio em um pote com tampa.

pizza

Calzone, pizza frita e pão recheado são outras receitas que podem ser feitas também com massa de pizza ou pequenas variações dela. Como não amar tamanha versatilidade? 😉

itens para pizza


Dicas

Misturas para limpeza

dicas de limpeza

Quando o assunto é limpeza doméstica, uma coisa é certa – pode ser que nem todo mundo goste de limpar, mas todo mundo adora uma casa limpa, não é mesmo? Com algumas dicas, a ajuda de materiais encontrados no supermercado e algumas misturas caseiras, dá para aproveitar ao máximo seu tempo, limpar a casa rapidamente e evitar qualquer trauma! 😉

Confira nossa seleção de luvas

Limpeza do dia-a-dia

Dica de mistura:
1 colher sopa de detergente neutro
500ml de água

Usar para:
Cubas, metais, bancadas, fogão, eletrodomésticos, pisos de cerâmica, mármore, porcelanato.

Limpeza do piso

Sugestões com produtos de supermercado:
Destac Madeira – pisos de madeira
UAU Limpa Pizo – porcelanato, cerâmica e laminados
Mr. Músculo – limpador perfumado para usar em azulejos e superfícies laváveis
Lysoform Lavanda – azulejos e superfícies laváveis

dicas para limpeza

Limpezas especiais? Confira os itens que não podem faltar?

Limpeza de móveis

Laca: pano umedecido com água e detergente neutro.
Madeira: lustra móveis
Fibras naturais: aspire e use pano seco
MDF: 1 colher de sabão de côco líquido diluído em 500ml de água e use vinagre de álcool para a parte interna do móvel.

Limpeza com desengordurantes

Produtos: Veja X14, CIF, Mr. Músculo.
Usar para: fogão, bancada de cozinha e banheiro, geladeira, eletrodomésticos e box do banheiro

Limpeza de vidros

Dica de mistura:
500ml de água, 1 colher (sopa) de detergente neutro e 2 colheres (sopa) de álcool.

Usar para:
Espelhos, portas e janelas.

Limpeza de geladeira

Dica de mistura:
500ml de água com 5 gotas de detergente neutro.

Mistura antibacteriana: 1 copo de vinagre e 1 copo de água.

Mistura desodorizadora:
1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio em 1 litro de água.

ITENS PARA LIMPEZA

Veja também:
Dicas para limpeza de aço inox

Acontece

Dicas para usar o Mandoline

mandoline

Mandoline é um utensílio que corta frutas e legumes em fatias finas e uniformes e todo cozinheiro doméstico deveria pensar seriamente em ter um em sua cozinha – nós contamos porquê!

Ele é essencial para fazer saladas de legumes perfeitas, batatas crocantes, fatias de frutas super finas para tortas e muito mais. Ele é especialmente útil quando se deseja um corte mais fino do que com uma faca e um tamanho consistente em todas as fatias, como nas batatas chips por exemplo – é isso que vai garantir que todas estejam crocantes na mesma proporção.

mandoline

Dicas para obter fatias finas e uniformes com segurança.

Coloque o mandoline em uma tábua ou superfície plana e limpa, pois ela entrará em contato com os alimentos picados. O mandoline nunca deve oscilar ou escorregar durante o uso.

Utilize o mandoline sempre perpendicular a você e mantenha a extremidade elevada mais próxima – empurrar para frente e para trás dá a você mais controle no manuseio. Não coloque o mandoline paralelo a você, pois fatiar de um lado para o outro pode causar escorregões ou resultados desiguais.

Antes de iniciar corte os alimentos para formar uma superfície plana. Se você estiver cortando uma batata, limão ou outras frutas ou vegetais redondos, corte-o ao meio. O mandoline cortar melhor uma superfície plana. Mantenha a outra extremidade arredondada para obter uma melhor aderência dentro da proteção para as mãos.

Molhe a lâmina e o corpo do mandoline se precisar de mais lubrificação. Algumas frutas e legumes são suculentos o suficiente para facilitar o fatiar, mas os legumes ricos em amido, como batatas, não deslizam bem se secarem.

Mantenha a pressão uniforme no vegetal para obter fatias uniformes. Se o utensílio tiver um protetor para dedos, use-o – ele manterá a mão longe da lâmina e ajudará a segurar seu vegetal com mais firmeza.

Agora que você já sabe como manusear, que tal pensar no mandoline para dar um upgrade em seu cardápio do dia-a -dia? Com a ajuda dele, você incrementa o uso de vegetais e foge dos preparos tradicionais, tornando seu cardápio muito mais variado e interessante e, até, mais saudável. A abobrinha por exemplo, ela vai sempre parar no refogado? Dê uma chance para ela na salada! Utilizando o mandoline você consegue fatias finíssimas e pode utilizar a abobrinha crua em saladas fresquíssimas e saborosas.
Jiló, gengibre, rabanete, pepino, maxixe e cenoura ganham muito sabor em formato de conservas. Já os tubérculos viram deliciosos e saudáveis chips quando fatiados finamente – experimente com batata doce, mandioquinha, beterraba! Depois que você descobrir a facilidade de usar um mandoline na cozinha, nunca mais vai olhar para os vegetais da mesma forma. Quer experimentar?

mandoline

Sunomono – Salada de pepino japonesa

1 pepino japonês
1 colher (sopa) de sal
3 colheres (sopa) de vinagre de arroz
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de gergelim branco e/ou preto tostado

Lave bem e seque o pepino.
Use um mandoline para fatiar os pepinos bem fininhos.
Coloque os pepinos em bowl e junte o sal. Misture bem.
Leve os pepinos para uma peneira – eles vão desidratar e soltar bastante água.

Enquanto o pepino desidrata, em uma panela em fogo baixo coloque o açúcar e o vinagre. Deixe aquecer até que o açúcar derreta e se misture ao vinagre, mas não deixe ferver. Reserve e deixe esfriar.

Enxágue os pepinos em água corrente para tirar o excesso de sal. Esprema bem com as mãos para tirar o excesso de água.

Coloque os pepinos em um bowl e adicione o molho de vinagre.
Finalize a salada com o gergelim tostado.

mandoline

Picles de rabanete

1 maço de rabanetes
¾ xícara de vinagre de vinho branco ou vinagre de maçã
¾ xícara de água
3 colheres de sopa de mel
2 colheres de chá de sal
½ colher de chá pimenta calabresa
½ colher de chá de sementes de mostarda

Corte as partes superior e inferior dos rabanetes e use o mandoline para fatiar os rabanetes em rodelas muito finas. Coloque as fatias de rabanete em um pote com fechamento hermético e adicione a pimenta e as sementes de mostarda. Reserve.

Para preparar a salmoura: Em uma panela pequena misture o vinagre, a água, o mel e o sal. Deixe a mistura ferver, mexendo ocasionalmente, depois despeje a mistura sobre os rabanetes. Deixe a mistura esfriar até a temperatura ambiente. Você pode servir os picles imediatamente ou cobrir e refrigerar para consumir depois. Os picles ficarão bem na geladeira por várias semanas, embora estejam no estado mais fresco e crocante por cerca de 5 dias após o preparo.

mandoline

Você também vai gostar:
Chips Assados

Nossas Marcas

Formas Marissa

formas marissa

Se você é fã de bolos e adora preparar sobremesas incríveis, vai se apaixonar por esta novidade: Linha de Formas Marissa, disponível na Utilplast.

As formas italianas Marissa são confeccionadas em alumínio fundido antiaderente, que distribui o calor por igual, garantindo um bolo assado de maneira uniforme. As formas da linha suportam temperaturas de até 205°C e seu design único garante sobremesas cheias de detalhes, com efeito profissional. Essa elegância é combinada com desempenho de alta qualidade e resistência a arranhões e desgaste, graças às duas camadas de antiaderente.

Como usar sua forma Marissa

1. Lave a forma antes de usá-la pela primeira vez com água e detergente neutro.
2. Unte levemente a forma com manteiga, azeite ou spray, principalmente nos detalhes, para não dificultar o desforme.
3. Antes de desenformar, deixe esfriar por alguns minutos.
4. Evite o contato com fontes diretas de calor ou chama livre.
5. Use apenas em fornos tradicionais (sem microondas).
6. Não use objetos pontiagudos, abrasivos ou de metal que podem arranhar a superfície da forma.
7. Não exceda a temperatura máxima de 205°C.
8. Para limpeza, após cada uso é recomendado utilizar detergentes líquidos e a forma deve ser seca imediatamente após a lavagem.

Dicas UP

As formas antiaderentes Marissa adaptam-se à maioria das receitas, mas massas mais pesadas e densas definem melhor seus detalhes.

Não só bolo! As formas Marissa podem ser utilizadas para manjar, pudins, gelatinas e outras sobremesas geladas.

#RECEITA
Bolo de Laranja com Casca

(utilizado modelo Pandora)

Ingredientes

2 laranjas lima
1 xícara óleo de girassol
3 ovos
2 xícaras de farinha de trigo
1 1/2 xícaras de açucar
1 colher (sopa) fermento em pó

Modo de Preparo

Lave bem as laranjas, usando uma escovinha para limpar a casca. Corte as laranjas ao meio e retire a parte branca central e as sementes (isso deixa o bolo amargo!), mantendo a casca. Corte em 4, leve as laranjas ao liquidificador e junte os ovos e o óleo. Bata bem até ficar homogêneo (cerca de 2 minutos).
Em um bowl grande coloque a farinha e o açucar e junte a mistura batida, misturando bem com um fouet.
Quando estiver bem misturado, acrescente o fermento e misture apenas para agregar.
Coloque na forma Marissa untada com manteiga e leve ao forno pré aquecido 200ºC por 45 minutos ou até passar pelo teste do palito.
Desenforme depois que esfriar ou amornar.

formas marissa


Receitas Sobremesas

#FestaJunina – Canjica

canjica

Canjica é um prato tipicamente brasileiro muito consumido nas Festas juninas, mas que também pode ser uma opção de sobremesa o ano inteiro.

Acredita-se que a canjica tenha chegado ao Brasil com os escravos e era um alimento bastante comum nos quilombos e senzalas. Da senzala para a casa grande, a canjica ganhou novas versões e ingredientes e se tornou um prato bastante popular. De preparo fácil, ela pode ganhar ingredientes extras como leite condensado, doce de leite e amendoim e também pode ser preparada em versões gourmet, com ingredientes como laranja e mel.

Para servir, que tal uma mini cocotte? Canecas, xícaras, pequenos bowls e ramekins também são ótimas opções.

Aqui, a versão clássica, perfeita para festas juninas e noites frias.

Ingredientes

1 ½ xícara (chá) de Canjica de Milho
1 ½ litro de água
3 ramas de canela em casca
1 ½ xícara (chá) de açúcar
100g de coco ralado
4 xícaras (chá) de leite integral (800 ml)
Canela em pó para decorar (opcional)

Em um bowl, junte a canjica e cubra com água. Deixe de molho de um dia para o outro.
Escorra a água e coloque em um uma panela de pressão. Cubra com a água (1½ litro) e a canela em rama.
Cozinhe a canjica por 30 minutos após o início da pressão.
Desligue o fogo. Após acabar a pressão, abra a panela e acrescente o açúcar, o coco ralado e o leite.
Leve ao fogo novamente com a panela destampada até engrossar.
A canjica pode ser servida fria, morna ou quente, polvilhado com canela.

Você também vai gostar:
Cuscuz Paulista
Quentão
Bolo de Milho

Dicas

Aproveitamento integral de alimentos

aproveitamento do abacaxi

Um dos grandes desafios da humanidade é combater o desperdício de alimentos e uma das regras fundamentais para isso é o aproveitamento integral daquilo que consumimos. O Banco Mundial estimou que, anualmente, de um terço a um quarto dos alimentos produzidos para o consumo humano é perdido ou desperdiçado, uma triste estatística que pode ser modificada adotando o Aproveitamento Integral dos Alimentos (AIA).

Mas o que isso quer dizer?
Ao utilizar um alimento é preciso estar atento à sua utilização completa e isso inclui folhas, cascas, entrecascas, talos e sementes, que possuem alto valor nutricional. Assim, além de garantir o aproveitamento total sem desperdício – do alimento e da energia que foi utilizada para produzi-lo, também muitas vezes evita-se o descarte de resíduos e lixo que, se não tratado adequadamente, causa poluição.

Muitas vezes inclusive, o nutriente do alimento se encontra na casca ou na folha e por que descartar justamente a parte mais nutritiva? Cascas de frutas ficam deliciosas quando agregadas a chás, talos e folhas de legumes rendem deliciosos bolinhos e ficam ótimos quando incluídos nas sopas, os talos de agrião e brócolis que costumamos descartar viram um ingrediente bacana para risotos… o que importa é pensar antes de descartar e tentar descobrir uma maneira de desperdiçar!

Quer começar agora mesmo a praticar este consumo consciente e muito saboroso? E que tal começar pelo abacaxi?

Quase sempre é difícil escolher o abacaxi na hora da compra e quando o fruto não está doce muitas vezes é descartado ou acaba virando apenas suco (com muito açucar!). Mas um abacaxi, ainda que não super doce, pode ser utilizado em diversas receitas e modos de preparo – sorvete, geleia, salada, vinagrete, grelhado, chutney, em tortas e receitas de sobremesa. Sua casca é decorativa e depois pode virar chá ou ainda uma bebida mexicana fermentada, o Tepache. Aproveitamento total!

chutney de abacaxi

Chutney de Abacaxi

1 1/2 xícara de vinagre de maçã
1 xícara de açucar
6 cravos
1 pau de canela
3 xícaras de abacaxi picado
1 colher de sopa de gengibre ralado
1 colher café de pimenta do reino branca
pimenta dedo de moça a gosto

Em uma panela antiaderente coloque o vinagre e o açucar mexendo até que o açucar se dilua, sem deixar que a mistura ferva. Acrescente o restante dos ingredientes e, ao estarem todos incorporados, abaixe o fogo e deixe cozinhar por aproximadamente 45 minutos, mexendo de vez em quando.
O ponto certo é quando o fundo da panela fica aparecendo o abacaxi ganha uma cor dourada. Se começar a queimar no fundo e ainda não estiver no ponto certo, pode acrescentar um pouquinho de água.

Chá com cascas de abacaxi

cha abacaxi

1 abacaxi
1 litro de água
mel ou açúcar mascavo a gosto

Lave bem e descasque o abacaxi. Pique as cascas em pedaços pequenos e despeje em uma panela, juntamente com 1 litro de água. Se não for consumir, aproveite também o miolo do abacaxi. Leve ao fogo, espere ferver, reduza o fogo, tampe, e deixe cozinhar por 15–20 minutos. Apague o fogo e deixe descansar por mais 5 minutos.

Adoce a gosto (experimente com mel ou com açúcar mascavo). Sirva quente ou gelado.

Rendimento: 1 litro.

tepache

Tepache

1 abacaxi
2 litros de água
½ a 1 xícara de açúcar branco ou mascavo
canela em pó a gosto

Lave bem e descasque o abacaxi. Pique as cascas em pedaços médios e reserve. Se não for consumir, aproveite também o miolo da fruta.

Misture de ½ a 1 xícara de açúcar branco ou mascavo em 2 litros de água, de acordo com o seu paladar. Com menos açúcar, o resultado será mais ácido e um pouco mais frisante; com mais açúcar, ficará mais doce e mais equilibrado.

Coloque a água com açúcar em uma jarra grande ou duas médias. Despeje as cascas e o miolo do abacaxi e cubra com filme-plástico. Deixe à temperatura ambiente, mas protegido de luz do sol direta, por 24 horas. Você vai notar bolhas se formando a partir da casca e uma espuma na superfície. Prove e veja se está do seu gosto. Se desejar, retire a espuma, cubra e espere mais 24 horas. Coe e leve à geladeira. Sirva bem gelado, com um pouco de canela em pó.
(Fonte: Cozinha do Clube)

Outras sugestões

Antes de virar chá, use a casca do abacaxi para servir picolés da fruta!