• guia para caldos e sopas
Dicas Receitas Sobremesas

Massa folhada, um coringa na cozinha

dicas de receitas com massa folhada

Precisa de um petisco rápido e gostoso? Aposte na massa folhada! Encontrada pronta em supermercados, ela é um grande coringa na cozinha e um ingrediente sempre bom de ter na geladeira. Em pouco tempo você prepara petiscos deliciosos e sobremesas perfeitas com um pacote de massa folhada em mãos. Aqui, separamos algumas sugestões para você se inspirar e uma deliciosa receita de rosas de maçã – feitas com poucos ingredientes e com visual incrível, elas são uma ótima dica de sobremesa.

Brie com massa folhada

Aqui não tem mistério. Basta uma folha de massa folhada, um disco de queijo brie (cerca de 125gr), 1 ovo e a geleia de sua preferência. A ideia é cobrir o queijo com a massa folhada, fechando bem, pincelar com o ovo batido e levar ao forno preaquecido a 180ºC até dourar. Para servir, cubra com sua geleia favorita e acompanhe com torradinhas.

Rápido, prático e delicioso!

pizza com massa folhada

Pizza com massa folhada

Uma pizza deliciosa feita em minutos? Sim! Coloque a massa folhada em uma forma de pizza enfarinhada(no formato que você preferir). Dobre as bordas e cubra com o recheio escolhido – tomate cereja, queijo e manjericão são infalíveis. Leve ao forno médio preaquecido 200ºC por 30 a 35 minutos ou até dourar na borda.

torcidinho assa folhada

Torcidinhos de massa folhada

Abra a massa folhada e pincele a gema. Polvilhe queijo parmesão em metade da massa. Sobre a outra metade sobre o parmesão. Aperte bem, corte em tiras compridas, dê uma torcidinha e coloque em forma antiaderente. Pincele com gema batida, polvilhe mais queijo ou orégano e leve ao forno preaquecido por 20 minutos ou até dourar.

enroladinho massa folhada

Enroladinhos

Aqui a criatividade entra em ação. Você pode rechear sua massa folhada com seus ingredientes favoritos – vegetais, queijos, embutidos, frutas… basta cortar a massa, rechear e dobrar – uma boa dica é fazer como um triângulo e, se preferir, fechar com um garfo, como se faz no pastel. A finalização é a mesma – pincelar a gema e levar ao forno preaquecido até dourar. Uma boa dica é usar vegetais refogados, como espinafre e escarola.

Muitas ideias super práticas, certo? E que tal uma coisinha doce com um visual lindo? As rosas de maçã são a nossa dica.

rosas de massa folhada

Rosas de Maçã e Massa Folhada

Ingredientes

1 unidade de massa folhada 
3 maçãs fuji
100 gramas de geleia de damasco (ou outra de sua preferência) 
1 pitada de açúcar de confeiteiro
1 pitada de canela em pó (opcional)
suco de 1/2 limão

Modo de preparo

Abra a massa folhada e corte em tiras de 10 cm.
Corte em 4, retire a parte do meio e corte em fatias finas, usando um mandoline ou cortador.
Em travessa coloque água, o suco de limão e as maçãs fatiadas e leve ao microondas por 5 minutos. Esta etapa á para deixar as maçãs mais maleáveis, mas não cozidas. Escorra.

como fazer rosas de massa folhada

Em cada fatia de massa pincele a geleia. Disponha as fatias de maçã sobrepostas ao longo das tiras de massa, mas apenas em uma das metades, deixando uma pontinha das bordas das maçãs com casca fora da massa. Se desejar, polvilhe canela neste momento.

coo fazer rosas de massa folhada


Agora, dobre a massa folhada por cima das maçãs e comece a enrolar para formar as rosas.

Para manter o formato asse em formas de cupcake ou muffin, em forno preaquecido a 180ºC por 3o minutos, ou até que esteja dourado. Retire da forma e polvilhe açucar de confeiteiro.

Dicas Pães Receitas

O que é Banneton e como usar

o que é banneton

Você ama pão, quer produzir em casa e está na dúvida sobre o uso do Banneton? Reunimos as dicas que vão esclarecer suas dúvidas e te ajudar a fazer pães caseiros incríveis.

O que é um Banneton?

Banneton é uma cesta utilizada para colocar o pão enquanto ele faz a última fermentação, antes de ir pro forno. A cesta mantém o formato da massa, regula a umidade e deixa listras nas laterais dos pães. Eles são fabricados com madeira legalizada, sem cola ou qualquer elemento que possa contaminar a massa do pão. 

Como utilizar o Banneton

É muito fácil! É só seguir os passos abaixo e garantir um pão perfeito e delicioso saindo do forno.

como usar o banneton

Passo 1 – Coloque a farinha

Para que o pão não grude no Banneton, é necessário colocar farinha nele. Utilize a farinha que desejar, porém as mais recomendadas são farinha de arroz ou fubá.

Use uma peneira e incline seu Banneton ao deixar a farinha cair, assim você gasta menos farinha e ela cai mais uniformemente.

como usar o banneton

Passo 2 – Transfira a massa

Nessa etapa, é necessário colocar a massa modelada para descansar e o procedimento não poderia ser mais simples. Basta colocá-la de cabeça para baixo no Banneton, com cuidado para não estragar o formato.

Cubra seu Banneton com uma sacola ou pano úmido e deixe a massa crescer até a hora de assar. Se quiser retardar a fermentação, você pode colocar o seu Banneton na geladeira.

como usar o banneton

Passo 3 – Assar e limpar

Após o descanso, chegou a hora de assar o pão. Com o Banneton nas mãos, basta virá-lo de cabeça para baixo e a massa vai desenformar na superfície onde você deseja assar.

Nunca coloque seu Banneton dentro do forno.

Com o pão assando no forno, você já pode limpar seu Banneton. Não é necessário lavá-lo, basta pegar alguma escova ou pincel, retirar o excesso de farinha e deixá-lo em algum lugar arejado por algumas horas para perder umidade. Pronto, ele já está pronto para outra fornada!

Como escolher o Banneton certo?

É simples: você só precisa se atentar à capacidade de massa do banneton e ao tamanho dele.

Primeiro, verifique sua receita e some todos os ingredientes, em gramas, para a massa de 1 pão. Esse é o número que você deve usar para ver se o banneton comporta a sua massa*.

Depois, verifique o tamanho da sua assadeira ou da sua panela. O banneton não pode ser maior que ela, senão a massa não vai caber na hora de assar.

(*) Caso a soma dos ingredientes passe um pouco, não há problema. Há uma margem de segurança de aproximadamente 100 g em cada Banneton.

panela para assar pão le creuset

Assando o pão na Panela para Pão Le Creuset

Ao assar em casa, existe o desafio de manter a temperatura e a umidade do forno altas nos minutos iniciais. A temperatura faz as bolhas de gás se expandirem e a umidade é essencial para evitar que uma crosta se forme durante o processo de expansão, que ocorre nos primeiros 15 ou 20 minutos.

Os padeiros profissionais utilizam fornos especiais onde é possível controlar perfeitamente esses dois parâmetros, mas e em casa? Felizmente, existem algumas opções para criar resultados tão bons quanto os de um forno profissional e a panela de ferro fundido é uma das opções.

A marca francesa Le Creuset lançou uma panela para pão perfeita para assar com resultados profissionais. Confeccionada em ferro fundido que mantém uma distribuição superior de calor e com desing exclusivamente pensado para produzir resultados de qualidade de padaria, a Panela para Pão Le Creuset Vermelha 24CM é segura para forno a até 250°C.

Ela possui uma tampa em forma de cúpula que prende e circula o vapor para um excelente sabor final, enquanto sua base assa uma camada uniforme e produz uma crosta dourada e crocante marcada com três anéis escrito Le Creuset. Com um esmalte interior Matte Black que facilita a limpeza e alças e pegador ergonômico, a Panela para Pão Le Creuset Vermelha 24CM faz com que seja fácil ter pão fresquinho todo dia!

De olho na temperatura!

panela para pão le creuset
Veja como é fácil utilizar a Panela para Pão Le Creuset

A ideia é, nos primeiros 15 ou 20 minutos, criar um micro-ambiente muito quente e com bastante umidade. Por isso, a panela de ferro fundido é uma opção perfeita, já que possui capacidade térmica alta e pode ser fechada, criando o ambiente perfeito para receber a massa.

Independente da forma que você escolha assar, sempre pré-aqueça seu forno por pelo menos 20 minutos na temperatura máxima (ou 260˚C).

Receita de pão básico

Receita criada para Panela para Pão Le Creuset
Tempo de cozimento 3 ½ h – Tamanho da porção 1 Pão Redondo

INGREDIENTES

  • 4 xícaras (550 g) de farinha de trigo;
  • 1 colher de chá (7 g) de sal marinho;
  • 1 colher de chá (4 g) de fermento biológico;
  • 1 ½ xícaras (360 g) de água morna (entre 30 – 37 °C);
  • Azeite de oliva ou óleo vegetal;

MODO DE PREPARO

  1. Misture a farinha, o sal e o fermento em um bowl ou em uma batedeira. Adicione a água morna e comece a bater em velocidade baixa com o gancho para massa por cerca de 1 minuto (ou misture com uma espátula). Aumente a velocidade para média e bata até que a massa esteja macia e elástica, cerca de 8 -10 minutos (ou sove com a mão). A cada poucos minutos, para a batedeira e retire a massa presa no gancho e nas laterais do bowl. Quando a massa aparentar homogênea, corte um pequeno pedaço e estique. Se esticar ao ponto de ficar transparente, está sovada o suficiente, se não, continue.
  2. Remova o bowl da batedeira e cubra com a tampa de uma panela ou com plástico filme. Deixe que a massa cresça até que tenha dobrado de tamanho e não volte quando empurrar com a ponta do dedo, cerca de 1 ½ – 2 horas (menos se for um dia úmido e mais se estiver frio).
  3. Vire a massa em uma superfície enfarinhada e sove por 1 -2 minutos para soltar os gases formados durante o processo de fermentação. Molde no formato de uma bola, coloque no Banneton e deixe descansar com cerca de 10 minutos.
  4. Pincele levemente a base da panela com óleo. Coloque a massa no centro da base e cubra com a tampa. Deixe a massa crescer novamente até que aproximadamente dobre de tamanho e não volte quando empurrar com a ponta do dedo, cerca de 30-60 minutos.
  5. Durante os últimos 15 minutos do tempo de crescimento, pré-aqueça o forno a 230 °C. Quando estiver pronto para assar, marque o pão com uma faca afiada ou navalha, fazendo uma X para permitir que a massa se expanda livremente. Cubra e leve ao forno quente.
  6. Asse por 30 minutos. Retire a tampa, reduza a temperatura do forno para 190 °C e continue assando por mais 15-20 minutos, até que o pão esteja dourado e cozido. Ele deve ter uma temperatura interna de aproximadamente 93 °C quando pronto. Retire cuidadosamente o pão da base e deixe esfriar em um rack por pelo menos 30 minutos antes de cortar.

Petiscos Receitas

BISCOITOS PARA CACHORRO DE BANANA E BLUEBERRY

receita de biscoitos para cachorro

Que tal preparar biscoitos caseiros para seu cachorro? A receita é prática e super saudável.

Ingredientes

1 banana madura, amassada
1⁄4 de xícara de purê de maça não adoçado
1 ovo, mexido
1 col de sopa de azeite de oliva ou óleo de coco derretido
2 xícaras de farinha de trigo
1⁄2 xícara de aveia
1⁄2 xícara de blueberries ou cranberries desidratadas
2 col de sopa de salsa desidratada

Modo de preparo


Pré-aqueça o forno a 150 °C. Forre uma forma com papel manteiga.

Junte a banana, o purê de maçã, o ovo e o óleo em um bowl grande e misture até bem combinado. Adicione a arinha e a aveia e misture até que forme uma massa macia. Adicione as blueberries e a salsa e sove até que a massa se junte em forma de bola. Transfira para uma superfície enfarinhada e abra a massa, até que fique com cerca de 0,5m de espessura. Corte os biscoitos em formato de osso, com a ajuda de uma cortador ou com a faca. Faça ossos pequenos para cachorros pequenos e grandes para cachorros maiores. Coloque os biscoitos na forma e leve ao forno pré-aquecido. Asse até que estejam dourados, bem secos e crocantes, cerca de 30-35 minutos para biscoitos de 8 cm de comprimento.

Remova da forma e deixe esfriar. Tenha certeza que os biscoitos estão completamente frios e secos antes de armazenar. Também podem ser refrigerados e congelados.

Se você é fã de Le Creuset tanto quanto nós, então vai adorar a Pet Collection da marca. São lindos bowls para seu cachorro ou gato. Clique e veja a coleção na UP.

Dicas

5 dicas para otimizar seu tempo na cozinha

como otimizar o tempo na cozinha

A falta de tempo é uma das maiores causas da má alimentação pois faz com que as pessoas recorram a alimentos industrializados e fast food nada saudável em seu dia-a-dia. Porém, com alguma organização e planejamento é possível ter comida caseira e saudável todos os dias da semana. Temos 5 dicas que vão te ajudar.

PLANEJAR O CARDÁPIO SEMANAL É IMPORTANTE!

A maneira como você se organiza para cozinhar uma refeição, seja café da manhã, almoço ou jantar faz toda diferença no seu dia-a-dia. Algumas pessoas gostam de produzir um cardápio com muita antecedência, comprar tudo que for necessário, cozinhar tudo de uma vez e congelar. Já outras preferem cozinhar semanalmente ou mesmo cozinhar apenas no almoço ou jantar, produzindo uma quantidade maior que seja suficiente para duas ou mais refeições. O importante é encontrar a maneira que mais se encaixa em sua rotina e seguir alguns passos para deixar o processo mais organizado.

Crie um calendário

Inclua em um calendário o que gostaria de cozinhar nos próximos dias ou semanas. Se a inspiração está faltando, reserve um tempo para navegar em blogs e sites de receitas e não se sinta pressionada a variar incrivelmente o cardápio todos os dias. Leve em conta seu estilo alimentar e o que sua família mais gosta de comer, certificando-se de optar por ingredientes saudáveis sempre que possível.

Pra te ajudar a compôr o cardápio, também facilita classificar os dias por temas, como por exemplo transformar a quinta em um “dia da massa”, a sexta em “dia do peixe” e etc.

Vale a pena levar em conta a sazonalidade dos ingredientes de hortifruti na hora de criar o cardápio semanal, assim como incluir itens que estejam com preços mais atrativos no supermercado que você compra.

Faça as compras

Escolha um dia de compras e sempre faça uma lista. Considere as compras baseado no cardápio que você estipulou.

Não esqueça de checar as ofertas e traçar um roteiro de compras no supermercado, o que evita que você compre coisas que não estão na lista. Se você compra online, cadastre-se para receber as ofertas ou opte pela compra recorrente, em que você escolhe os itens que compra todos os meses e recebe em sua casa.

Estabeleça uma rotina

Escolha o dia da semana que será dedicado a este planejamento das refeições. Se organize para cozinhar ou pré cozinhar tudo que for possível no cardápio escolhido. Dá para facilitar a vida descascando, cortando e congelando alguns vegetais; higienizando as folhas e frutas e adiantando processos, como refogados, caldos e outros.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE DESCASCADORES

linha clear fresh

Use o freezer

Cozinhe quantidades maiores de alguns componentes de suas refeições, como por exemplo molho de tomate, arroz, feijão e congele. E lance mão de alguns coringas na cozinha que facilitam sua vida e podem ser congelados, como carne moída refogada (que pode virar recheio em diversos preparos), frango desfiado (que pode incrementar legumes e saladas). Congele legumes que podem facilmente virar uma deliciosa sopa, como abóbora e brócolis por exemplo.

Seja estratégico ao congelar pratos e componentes de pratos. É surpreendente quantas coisas podem ser congeladas com bons resultados. Queijo ralado, raspas de cítricos, gengibre descascado e muitos outros ingredientes congelam perfeitamente e podem dar aquele up na comida comum do dia-a-dia.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE SACOS PARA CONGELAR

Mantenha a cozinha e a despensa organizadas

Para criar uma rotina que facilite a sua vida é muito importante que sua cozinha esteja organizada. Na hora de cozinhar você não precisa perder tempo procurando pelas coisas se elas estiverem organizadas, nichadas, etiquetadas… a organização é uma grande aliada da cozinha saudável!

Use e abuse dos potes de vidro com fechamento hermético para manter sua despensa limpa, organizada e sem desperdícios com ingredientes perdidos e vencidos. O vidro facilita a localização e é super higiênico, ideal para armazenar mantimentos como grãos e especiarias.

Sempre mantenha os itens que mais utiliza ao alcance das mãos e na hora de cozinhar o cardápio da semana, separe tudo que precisará usar, retornando tudo para o lugar ao final do preparo. Lembre-se, se você sabe onde as coisas estão não precisará perder tempo procurando por elas. Guarde as coisas sempre no mesmo lugar!

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE POTES

Peixes e Frutos do Mar Receitas

Tartar de atum e avocado

tartar de atum e avocado

Uma receita saudável, rica em proteínas e deliciosa, assim é Tartar de Atum com Avocado. Feito com peixe cru picado temperado com frutas cítricas e aromatizado com especiarias e molhos, leva ainda o toque untuoso do avocado. Perfeito para o verão e ocasiões especiais, o prato ainda é simples de preparar – nem precisa usar panela!

Receita low carb, fresquinha e prática, o tartar é tudo que a gente precisa para dias e noites quentes. Uma dica importante é escolher um atum super fresco e de boa qualidade, já que o prato é servido cru, e caprichar no empratamento para garantir um visual incrível. Se você quer impressionar, esta é a receita!


300gr de atum fresco
2 avocados picados
cebolinha picada
caldo de 1/2 limão
3 colheres (sopa) de molho de soja
1 colher (sopa) óleo de gergelim torrado
1 colher (chá) de gengibre ralado
azeite
sal a gosto
gergelim para finalizar


Em um bowl coloque o atum picado em cubos e misture o molho de soja, o óleo de gergelim, gengibre e o sal. Misture e deixe descansar por meia hora.

Faça a base cortando os avocados em cubos pequenos e misturando a cebolinha picada. Use um molde sobre um prato – coloque uma camada de abacate e cubra com o atum. Finalize com cebolinha picada, azeite e gergelim.

tartar de atum

Dicas:

– Troque o avocado por manga ou pitaya e veja que delícia essas variações.
– Quer deixar ainda mais especial? Sirva em uma taça de martini, um luxo!
– Para acrescentar crocância, sirva com torradinhas.
– Você pode substituir o atum por salmão.
– Se você ama, use coentro no lugar da cebolinha e traga ainda mais sabor ao prato.

Você também vai gostar:
– Espetinhos de camarão agridoce

Massas Receitas

Surf and Turf

surf and turf

Você já ouviu o termo Surf and Turf para designar um prato ou receita? Surf and Turf ou Surf ‘n’ Turf nada mais é do que o prato que leva proteínas do mar e da terra juntos no mesmo preparo. A mistura, acredite, rende um match perfeito e pratos cheios de sabor, como por exemplo na gastronomia espanhola, com a deliciosa a paella valenciana que leva frutos do mar, aves e carnes vermelhas.

A técnica combina sabores delicados e intensos em um único prato e pode ainda brincar com texturas, criando experiências gastronômicas inesquecíveis. Quer se aventurar nesta tendência? Aposte na combinação fácil e certeira de crustáceos com carne de porco, como neste Espaguete com Camarões e Bacon, um arraso!

espaguete com camarão e bacon

Ingredientes

500gr espaguete

12 camarões médios, descascados e limpos

3 tomates maduros sem pele e sem sementes cortados em cubos

1/2 cebola picada

2 dentes de alho ralados

1 colher (sopa) polpa de tomate

vinho branco o quanto baste

100 gramas de bacon picado em cubos

sal e pimenta a gosto

manjericão para finalizar

Modo de preparo

Em uma panela grande cozinhe o espaguete com sal conforme instruções da embalagem. Quando cozido, escorra e reserve 1/2 xícara da água do cozimento.

Enquanto a massa cozinha, em uma frigideira frite o bacon até dourar. Como uma escumadeira, retire o bacon e reserve. Na mesma frigideira doure o alho, junte a cebola e cozinhe até murchar. Acrescente os tomates, tempere com sal e pimenta e cozinhe por alguns minutos até o tomate ficar macio. Junte o vinho branco, mexa até evaporar e acrescente a polpa de tomate. Cozinhe até formar um molho consistente.

Tempere os camarões com sal e pimenta e adicione ao molho. Cozinhe até que os camarões mudem de cor. Acerte o tempero. Traga a massa cozida e acrescente a água do cozimento para deixar o molho mais fluído.

Sirva com o bacon e finalize com as folhas de manjericão.

Você também vai gostar:
Massa em uma panela só

Receitas Sobremesas

Sorvete crocante caseiro

Verão pede sorvete, certo? Melhor ainda se ele for preparado em casa, do jeito que você gosta e mais gostoso ainda se ele tiver uma crocância… hummmm, irresistível.

Nesta receita vamos utilizar a Sorveteira Gelato Express Breville Tramontina, que tem capacidade para 1 litro de sorvete e 12 funções pré-programadas, uma maravilha!

COMECE FAZENDO O CROCANTE

½ xícara de castanha de caju ou outra que você preferir – dá para usar nozes, amêndoas, avelãs, macadâmia
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga sem sal

Em uma frigideira antiaderente coloque a castanha. Ligue em fogo baixo e deixe a castanha por alguns minutos, para liberar o óleo e intensificar o sabor – não deixe torrar! Quando a castanha começar a dourar, junte o açúcar e vá mexendo até o açúcar derreter e virar um caramelo. Quando estiver no ponto, desligue o fogo e junte a manteiga. Mexa e transfira uma uma assadeira untada com manteiga. Faça uma camada fina, espalhando bem o caramelo de castanha.

Quando estiver frio, retire da assadeira e quebre em pedaços. Você pode usar um saco e um rolo de massas para quebrar bem o crocante. É só colocar os pedaços no saco e bater com o rolo (ou martelo para carnes) para quebrar em pedaços pequenos.

Reserve o crocante pronto.

sorvete crocante

INGREDIENTES DO SORVETE
(rende aproximadamente 1 litro)

1 xícara de creme de leite
1 xícara de leite
1/2 xícara de leite condensado
1 colher para chá de extrato de baunilha

MODO DE FAZER

Coloque o creme de leite, o leite, o leite condensado e a baunilha em uma tigela grande e misture. Refrigere até gelar. Despeje a mistura na tigela para sorvete. Defina a sorveteira para a configuração desejada e bata a mistura.

Acrescente o crocante pronto quando a máquina especificar para adicionar misturas.

Quando a mistura estiver congelada, transfira-a para um recipiente próprio para freezer e deixe-a no freezer por até uma semana.

Sirva com caramelo e nuts, uma delícia!

Você também vai gostar:
– Sorvete de baunilha
Sorvete Napolitano

Dicas

5 dicas para organizar o material escolar em casa

organizar material escolar

Organizar o material escolar em casa não precisa ser uma tarefa complicada. Geralmente são muitos materiais e isso pode facilmente se tornar uma bagunça se você não tomar cuidado – é aí que entra a organização.
Separamos algumas dicas pra você ter em mente ao organizar e armazenar o material escolar em casa.

Separe o que vai ser utilizado

O primeiro passo em qualquer tarefa de organização é organizar o que você não quer ou não precisa mais, uma vez que não faz sentido organizar o que não é mais necessário. Livre-se de canetas e marcadores que secaram ou não funcionam mais, bem como frascos vazios de cola, tesouras quebradas, papel muito amassado que pode ser reaproveitado, etc. Claro, muitos materiais escolares podem ser usados ​​de ano para ano, então não se livre de nada que ainda seja útil só porque é velho.

Reúna o material escolar em uma área

Manter todos os materiais escolares juntos em uma área é útil para você e seus filhos. Eles saberão onde encontrar o que precisam sem precisar perguntar onde está ou perder tempo a procura de algum item. Também torna a limpeza mais fácil, já que eles podem simplesmente colocar tudo de volta no mesmo lugar quando a lição de casa for concluída.

Se você gosta de manter algum estoque de material escolar, mantenha uma boa seleção de suprimentos de que eles precisarão, como um par de lápis e canetas, bem como marcadores, tesouras e cola, e o excesso de cada tipo de suprimento pode ser armazenado em um local fora do alcance. É só ir reabastecendo à medida que os itens acabem.

Escolha o local ideal

Escolha um local de armazenamento para os suprimentos próximo de onde seus filhos fazem o dever de casa. Pense em onde seu filho normalmente faz seus deveres de casa ou projetos escolares e, se possível, mantenha o material perto desse local. Novamente, isso ajuda seu filho a acessar mais facilmente os suprimentos e guardá-los quando terminar.

Categorize

Separe os suprimentos em categorias para manter as coisas organizadas e fáceis de encontrar. Se você simplesmente colocar todos os diferentes tipos de suprimentos juntos, em uma grande pilha, ela ficará confusa e desorganizada rapidamente. É por isso que com qualquer método de organização que você escolher, certifique-se de que há uma maneira de manter as diferentes categorias e tipos de suprimentos divididos e separados, como em pequenos recipientes separados, com divisórias de gaveta ou em diferentes gavetas organizadoras.

Boas ideias para organizar

organizando material escolar

Utilize cestas para criar nichos.

material escolar
foto: HGTV

Um carrinho com rodinhas pode ser uma boa solução para espaços pequenos.

organizando material escolar

Use organizadores de gaveta.

caixas organizadoras


Caixas plásticas mantém tudo organizado – se não forem transparentes, não esqueça de etiquetá-las!

potes organizadores

Potes transparentes, de vidro ou plástico, organizam e decoram ao mesmo tempo.

Inspire-se e comece já a organizar!

Café da manhã Receitas

3 receitas com banana para o café da manhã

panqueca de banana

Fonte de fibra, potássio, antioxidantes, carboidratos e vitaminas, a banana é uma das frutas mais populares do Brasil e uma opção perfeita para dar um up no seu café da manhã. Versátil, ela pode ser utilizada para preparar panqueca, smoothie e um delicioso bolo com nome gringo mas jeitão bem brasileiro.

Panqueca de banana

(para 4 porções)

1 ½ xícaras de farinha de trigo
2 colheres de açúcar
2 colheres de chá de fermento em pó
1 banana pequena bem madura (quanto mais madura, melhor)
2 ovos grandes
1 xícara de leite desnatado
½ colher de chá de extrato de baunilha
3 colheres de sopa de manteiga sem sal derretida
uma pitada de sal
Manteiga para fritar

Em um bowl misture a farinha, o açúcar, o fermento e o sal.
Em um prato, amasse a banana com um garfo. Coloque um em bowl pequeno e junte os ovos, o leite e a baunilha e bata até ficar bem homogêneo. Despeje a mistura de banana e a manteiga derretida na mistura de farinha. Mexa para misturar.

Aqueça uma frigideira antiaderente em fogo médio até ficar bem quente. Coloque um pedaço de manteiga na frigideira e gire. Coloque a massa em 1/4 de xícara na frigideira, espaçando as panquecas em cerca de 5 centímetros. Cozinhe até se formem pequenas bolhas na parte de cima e a parte de baixo esteja marrom, cerca de 2 minutos. Vire as panquecas e cozinhe até que o fundo esteja dourado e o topo estufado, mais 1 a 2 minutos. Com uma espátula, transfira as panquecas para um prato de servir.

smoothie de banana

Smoothie de banana

1 banana
½ laranja, descascada e dividida em quatro
1/3 xícara de iogurte grego
1/4 xícara de água ou leite comum ou vegetal
1 a 2 colheres de chá de mel (opcional)

Pique a banana e a laranja em pedaços e coloque no liquidificador. Cubra com iogurte e água (ou leite). Bata até ficar cremoso e homogêneo. Prove e ajuste com mel, se necessário.

banana bread

Banana Bread

3 bananas maduras bem amassadas (formando um purê)
1 xícara de açúcar
1 ovo
¼ xícara de manteiga derretida
1 ½ xícara de farinha de trigo
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de pão de cerca de 24cm.

Misture as bananas amassadas, o açúcar, o ovo e a manteiga em um bowl. Junte a farinha e o bicarbonato de sódio na mistura de banana até que a massa esteja bem misturada. Junte o sal à massa. Despeje a massa na forma de pão preparada.

Asse no forno pré-aquecido até que um palito inserido no centro do pão saia limpo, cerca de 1 hora.

Você também vai gostar:
– French Toast

Receitas Saladas

5 frutas para dar um up na salada verde

frutas na salada

O verão chega e pede comidas mais refrescantes e muitas frutas, certo? Melhor ainda é poder juntar as duas coisas! Sim, é possível combinar salada verde com frutas e ganhar sabor e a refrescância que é a cara da estação. Separamos cinco frutas que vão bem em qualquer salada – se você nunca provou, vai se surpreender.

FRUTA NA SALADA

Maçã Verde

Corte a fruta em fatias e passe por suco de limão para que não escureçam. Use na salada de alface e finalize com nozes – um espetáculo!

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE FATIADORES

fruta na salada

Caqui

Prefira a variedade Fuyu, que é mais firme e consistente e garante uma crocância à salada. Use fatiado na salada de folhas verdes e finalize com queijo gorgonzola.

fruta na salada

Abacate

O abacate perfeito para salada é o mais firme, que pode ser facilmente fatiado. Ele combina com as folhas verdes escuras e também com peixes e crustáceos. Experimente finalizar a salada com salmão defumado ou camarões.

laranja nasalada

Laranja

O cítrico da laranja dá um toque incrível a uma salada comum. Para usar, corte a laranja em gomos, desprezando a membrana branca. Espinafre, rúcula e couve são as folhas que ganham ainda mais sabor quando a laranja entra em cena. Quer deixar a salada com cara de festa? Aposte no queijo de cabra e na cebola roxa.

frutas na salada

Uvas

As do tipo sem semente são as mais indicadas e podem ser utilizadas inteiras ou fatiadas. Se for cortá-las, deixe para acrescentar por último na salada já temperada, uma vez que a uva tende a soltar bastante água. Prove com folhas mais amargas, como rúcula e radicchio.

Além das variações frescas, as frutas secas também vão super bem nas saladas verdes – prove damasco, uva passa e cranberry.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE SALADEIRAS

Você também vai gostar:
– 7 molhos para saladas

O que é banneton Como fazer bolo espiral colorido