• molho_chimichurri
Acontece Peixes e Frutos do Mar Receitas

Risotto de Moqueca

risotto_moqueca

Para inaugurar nosso novo Espaço Gourmet na unidade Itaim, recebemos no dia 13 de novembro o chef Carlos Bertolazzi para o lançamento de sua linha de panelas by Brinox – Da Minha Cozinha para a Sua. No evento, o chef apresentou os diferentes conjuntos de panelas, pensados para atender todos os momentos e necessidades em uma cozinha e a chef Carol Ribas preparou um delicioso Risotto de Moqueca, utilizando os itens da linha, principalmente a wok, a queridinha da coleção.

brinox_carlos_bertolazzi

Vamos começar por um caldo bem saboroso que vai fazer toda diferença para o prato.

Para o caldo:
• Cascas e cabeça de 500g de camarão
• 2 talos de salsão picados
• 1 cenoura picada
• 1 cebola pique
• 1 litro de água
• 500 ml de leite de coco

Para o risotto:
• 200g de camarão limpo
• 200g de lula limpa e cortada em anéis
• 300g de peixe em posta
• 1/2 cebola roxa picada
• 1/2 pimentão amarelo picado
• 1/2 pimentão vermelho picado
• 2 bananas da terra picadas
• 10 tomatinhos cereja cortados ao meio
• 2 colheres de sopa de manteiga de garrafa
• 1 colheres de sopa de azeite de dendê
• 1/2 xícara de chá  de vinho branco
• 200g de arroz arbóreo ou carnarolli
• 2 bananas da terra picadas
• Brotos de coentro

Começamos grelhando os frutos do mar e o peixe e reservando.

Modo de Preparo: Em uma panela grande refogue a cebola com a manteiga de garrafa. Coloque o arroz e logo em seguida o vinho e mexa até evaporar.

Vá acrescentando o caldo aos poucos e mexendo sempre. Quando o arroz estiver quase cozido, coloque a banana e os pimentões. Continue acrescentado o caldo e mexendo sempre até dar ponto.

Por último acerte o sal e coloque o azeite de dendê, sirva com os frutos do mar, peixe, tomatinhos e broto de coentro.

Confira imagens do lançamento.

evento_brinox_bertolazzi
Pães Receitas

Pão de Calabresa

pao_calabresa

Pão já é bom demais, se for recheado com calabresa e mozzarela então! Este pão foi assado na Utilplast Itaim, na panela de ferro Staub e fez o maior sucesso com os clientes da unidade e também no Instagram (já segue a gente? @utilplast), e todo mundo pediu a receita. Aqui está e receita do Pão de Calabresa.

E um bowl coloque 2 xícaras de água morna (não quente), uma pitada de sal e uma pitada de açúcar, 2 colheres de sopa de levain ou um sachê de fermento em pó para pão e 1 colher de sopa de azeite.

Misture tudo e vá acrescentando a farinha de trigo aos poucos sovando até desgrudar das mãos.

A massa deverá estar morninha para que o pão cresça rápido.

Separadamente rale no ralador médio 1 cebola, 1 linguiça calabresa defumada, 250gr de queijo mozzarela ou parmesão, 1/2 xícara de azeitonas picadas sem caroço, orégano a gosto e misture bem.

Abra a massa com um rolo, espalhe o recheio e enrole a massa como um rocambole para fechar.

Forre a panela de ferro com papel manteiga, coloque o pão e asse no forno a 200ºC por 30 minutos.

panelas_de_ferro

Levain?

Levain é um fermento natural para pães, feito com água e farinha. A fermentação natural é o produto da ação de micro-organismos que se alimentam da mistura de farinha e água. Basta deixar a massa em temperatura ambiente e esperar que ela sofra a ação de leveduras e bactérias! Na verdade, essa é uma das formas mais antigas de se fazer o pão.

Você também vai gostar:
Pão Italiano Sem Sova

Pães Receitas

Pão Italiano Sem Sova

Imagine um pão fresquinho, caseiro, crocante e sem precisar sovar a massa? E ainda dá para assar na sua panela de ferro!
O segredo é que a massa precisa de tempo para fermentar – de 12 a 18 horas pelo menos. Então, o melhor é se programar para ter o pão pronto para ir ao forno quando você quiser servi-lo.
Mão na massa!

INGREDIENTES

3 xícaras (chá) de farinha de trigo
¼ de colher (chá) de fermento biológico seco instantâneo (cerca de 3 g)
1 ¼ colher (chá) de sal
1 ½ xícara (chá) de água filtrada
farinha de trigo para polvilhar a bancada
farinha de trigo integral para polvilhar

MODO DE PREPARO

Em um bowl grande misture a farinha com o fermento e o sal. Acrescente toda a água de uma só vez e misture vigorosamente com uma espátula para incorporar e desmanchar os grumos de farinha.
Cubra com filme e deixe a massa fermentar por 12 ou até, no máximo, 18 horas (se preferir, prepare a massa no dia anterior e deixe fermentando durante a noite). Evite mexer a tigela e proteja a massa de variações de temperatura – esse é um pão sem sova, é a ação da água que vai formar as cadeias de glúten. Deixe a massa quietinha, ela precisa trabalhar sozinha.

Após o longo tempo de fermentação a massa cresce bastante, triplicando de volume; fica cheia de bolhas, mole e meio grudenta. Forre uma tigela rasa com um pano de prato limpo e polvilhe com bastante farinha de trigo integral – o pão vai descansar e manter o formato na tigela enquanto o forno pré-aquece.

Polvilhe a bancada com bastante farinha de trigo. Vire o bowl e raspe bem toda a massa com uma espátula de silicone. Com a espátula de padeiro, dobre a massa sobre ela mesma, nas quatro direções de fora para dentro. Com um movimento rápido da espátula, vire a massa deixando a emenda para baixo e modele o pão: apoie uma das mãos na lateral da massa e, com a outra, passe a espátula sob a massa, girando para formar uma bola.

Transfira a massa para uma tigela forrada com pano de prato, deixando a emenda para cima – dessa forma o pão fica com a parte lisinha para cima ao ser desvirado dentro da panela. Deixe o pão descansar por mais 30 minutos, esse é o tempo exato para o forno pré-aquecer.

Coloque uma panela de ferro média, com a tampa, dentro do forno e preaqueça a 230 ºC (temperatura alta). Verifique se a sua panela pode ir ao forno com a tampa, e se ela possui pegadores que resistam a altas temperaturas.
panelas_de_ferro
Com cuidado (e uma luva!), retire a panela de dentro do forno e polvilhe o fundo com farinha de trigo integral (ou, se preferir, unte a panela com azeite). Vire o pão de uma só vez para dentro da panela, tampe e leve ao forno para assar por 25 minutos.
Passados os 25 minutos, abra a tampa e deixe o pão assar por mais 20 minutos, ou até dourar. Retire a panela do forno e, com cuidado, transfira o pão para uma grade. Deixe esfriar completamente antes de cortar as fatias e servir.

Dica:
Sobrou pão? Basta borrifar com água e re-aquecer o pão em forno preaquecido a 180ºC (temperatura média). Depois de 15 minutos, ele sai do forno quentinho e com a casca crocante novamente.

fonte da receita: Luiz Américo Camargo via Cozinha Prática.
Bolos e Tortas Receitas

#Halloween – Cupcakes de Abóbora

cupcake_halloween

Halloween pode até não ser uma festa tipicamente brasileira, mas nem por isso é menos divertido para quem decide entrar no clima por aqui também. Para isso, nada melhor do que preparar guloseimas, como cupcakes temáticos e abusar da criatividade para a decoração. Chame a garotada e mãos a obra!

Ingredientes Massa

1 1/2 xícaras (212g) de farinha de trigo
1/2 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de sal
1 1/2 colher de chá de canela em pó
1/4 de colher de chá de noz-moscada moída
1/4 de colher de chá de gengibre em pó
uma pitada de cravo em pó
1/4 de xícara (56g) de manteiga sem sal amolecida
1/4 de xícara (60ml) de óleo de canola
1/2 xícara (110g) de açúcar mascavo claro
1/2 xícara (105g) de açúcar granulado
2 ovos grandes
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 xícara (236g) de purê de abóbora (asse a abóbora e retire somente a polpa)
1/4 de xícara (60 ml) de suco de laranja fresco

Precisa de medidas exatas? Clique para ver nossa seleção de copos, xícaras e colheres medidoras.

Cobertura

250gr de cream cheese em temperatura ambiente
1/2 xícara (112g) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
3 xícaras (380g) de açúcar
1/2 colher de chá de extrato de baunilha

Modo de Preparo

Para os cupcakes:

Pré-aqueça o forno. Em um bowl, misture bem a farinha, o fermento, o bicarbonato, a canela com sal, a noz-moscada, o gengibre e o cravo. Reserve.

Na batedeira coloque o açúcar mascavo e o açúcar granulado, adicione a manteiga e metade do óleo e bata até ficar cremoso. Misture o óleo restante e os ovos, um de cada vez. Adicione a baunilha.

Adicione metade da mistura de farinha, mexa, adicione o purê de abóbora e o suco de laranja e misture. Adicione a outra metade da mistura de farinha e bata bem para deixar homogêneo.

Divida a massa entre 14 forminhas de cupcake, enchendo cada um com cerca de 3/4 da massa. Asse em forno pré-aquecido 18 a 22 minutos até que passe pelo teste do palito. Deixe esfriar de preferência em uma grade. 

Para a cobertura de cream cheese:
Na batedeira bata o cream cheese e a manteiga até ficar homogêneo e macio. Misture a baunilha e o açúcar e bata até ficar leve e fofo. Leve à mistura à geladeira para esfriar e ficar mais estável. Use um saco de confeitar para espalhar a cobertura nos cupcakes ou aproveite o momento para usar a criatividade – uma espátula pode ajudar!!

Quer mais inspiração?

cupcake_halloween2

brunch Drinks e Coquetéis Receitas Sucos e Chás

Pink Lemonade

pink_lemonade

Uma limonada cor de rosa cheia de estilo que faz a alegria de crianças e adultos e combina com as estações mais quentes do ano. Assim é a Pink Lemonade, comum nos Estados Unidos, e que chegou para conquistar também os paladares por aqui. Cheia de bossa, além de refrescante, ela pode servir de drink não alcoólico em festas ou comemorações. E o preparo é muito simples, confira.

Ingredientes

1 xícara de chá de xarope de groselha
2 xícaras de chá de água
1 xícara de chá de suco de limão siciliano
Açúcar a gosto (aproximadamente 1/4 de xícara)
Gelo
Rodelas de limão siciliano, cerejas ou hortelã para finalizar (opcional)

Modo de Preparo

Misture muito bem todos os ingredientes em uma jarra ou pote com tampa.
Sirva em copos altos com uma rodela de limão, cerejas e hortelã e muito gelo.

pink_lemonade
Uma opção divertida para festas ao ar livre: transforme a pink lemonade em picolés! Eles ainda podem ser servidos em drinks, caipirinhas ou espumante.

Gostou da ideia? Então aproveite e confira nossa seleção super charmosa de jarras e copos para servir sua pink lemonade.

Você também vai gostar:
Chá gelado cítrico
Como preparar Smoothies

Dicas

É Primavera!

arranjo_primavera

A estação mais florida do ano chega trazendo cor e frescor – é primavera, baby! 
E os benefícios das flores vão muito além do prazer estético que elas proporcionam. Motivos para encher a casa de flores não faltam! Pesquisas mostram que, entre outros benefícios, as flores ajudam a relaxar, melhoram a qualidade do ar, inspiram a criatividade e fornecem energia.

Então, entre no clima e crie pequenos arranjos que trarão a Primavera para qualquer cantinho da casa. A ideia é utilizar o que você já tem: pode ser uma molheira, caneca, jarra ou até mesmo xícara.
Você só precisa de:

  • um recipiente
  • espuma floral
  • flores (mescle utilizando cores aproximadas ou da mesma paleta)
  • tesoura
  • faca (para cortar a espuma)

 

arranjo_primavera
Nada de mistério! Basta cortar a espuma com o tamanho do seu recipiente – lembre-se de deixar uma pequena folga na altura – e mergulha-la em água para que absorva bem a umidade.
Depois, é só colocar a espuma no recipiente e ir acrescentando as flores – um corte em diagonal na haste facilita o trabalho! Comece pelas maiores e complete depois com as menores e as folhas.
Neste arranjo foram utilizadas hortênsias, chuva de prata e gypsofila (conhecida como mosquitinho) para finalizar e preencher todo o arranjo.

A gypsofila pode ser substituída por áster, que tem o tamanho similar e o mesmo efeito preenchedor, e as hortênsias pela flor de sua preferência – astromélias e mini rosas garantem um lindo arranjo.

Fácil! Gostou da ideia? Que tal encontrar diversos recipientes no armário da cozinha e produzir já arranjos de primavera para a casa toda? Compartilhe suas criações com a gente postando nas redes sociais com a hashtag #meumomentoutilplast.

Confira nossa seleção de vasos para deixar sua casa ainda mais verde.

Você também vai gostar:
Arranjos Criativos
Faça Você Mesmo: Arranjo na Abóbora (especial Halloween)

Molhos Receitas

Molho Chimichurri

molho_chimichurri

O molho chimichurri, de origem argentina, pode ser uma opção cheia de sabor ao tradicional vinagrete que acompanha o churrasco. Levemente picante e super fácil de preparar, ele vai bem em assados e tem boa conservação em freezer e geladeira.

A versão tradicional começa com uma espécie de salmoura e depois entram os demais ingredientes, basicamente salsa e orégano. Os menos puristas no entanto aceitam versões que lembram um molho pesto, preparado com um pequeno atalho e a ajudinha de um micro processador e ainda adição de cebola, coentro e limão.
Tradicional ou não, o chimichurri vai fazer bonito no seu próximo churrasco, pode apostar!

molho_chimichurri

Ingredientes

½ xícara (chá) de salsinha fresca
½ xícara (chá) de orégano seco (ou fresco)
1 colher (chá) de pimenta calabresa (ou a gosto, se preferir mais picante)
3 dentes de alho picados
2 colheres (sopa) de vinagre de vinho tinto
½ xícara (chá) de azeite
½ xícara (chá) de água
½ colher (sopa) de sal grosso

Modo de Preparo

Em uma panela ferva água e dissolva o sal grosso. Transfira para uma tigela e espere amornar. Então, adicione o alho picado, a pimenta e o orégano seco. Misture bem. Quando estiver frio, junte a salsinha, o vinagre e o azeite. Misture e deixe descansar por, pelo menos, 1 hora antes de usar – quanto mais tempo descansando, mais gostoso o molho fica.

Você pode armazenar o chimichurri em pote com fechamento hermético por até 10 dias na geladeira. No freezer, ele dura até um mês e pode ser congelado em formas de gelo (já mostramos a técnica aqui!) – na hora de usar, descongele em geladeira até a hora de servir.

Para obter o melhor do chumichurri:
Se as ervas estiverem fresquinhas, mais refrescante ficará seu molho.
Se picar à mão, pique finamente as ervas para que não fique muito grosso.
Se estiver usando um processador de alimentos, não o processe demais.
Use azeite de boa qualidade para obter o melhor sabor.

molho_chimichurri

QUER O MELHOR PARA O SEU CHURRASCO? CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE ITENS INDISPENSÁVEIS.

Café da manhã Dicas Receitas

Ovos quentes

Tem dias que tudo que a gente quer é um café da manhã caprichado e os ovos quentes atendem este desejo, são fáceis de preparar e deliciosos. O truque é cozinhar de acordo com seu gosto – com a gema mais mole ou mais firme, você escolhe!

Vamos começar…

Para que você tenha um ovo quente perfeito, sem rachaduras, saiba que tem um truque que pode facilitar muito a sua vida! Faça um pequeno furinho na base do ovo utilizando uma agulha – a ideia é furar apenas a casca, sem furar demais para a clara não vazar. Isso vai evitar que o ovo rache ou quebre durante o cozimento. Suco de um limão pequeno na água também ajuda.

Coloque os ovos em uma panela pequena e cubra-os completamente com água, deixando cerca de uns 2,5cm a mais de água na panela. A dica é cozinhar pequenas quantidades, no máximo 3 ovos por vez.

Leve ao fogo. Quando levantar fervura, abaixe o fogo e comece a contar o tempo (um timer é essencial!). Ele vai variar de acordo com o resultado esperado. De um modo geral, com 4 minutos você obtém um ovo perfeito, com a gema mole e clara mais consistente – porém, se preferir, aumente ou diminua o tempo a seu gosto. Veja na imagem abaixo o resultado para cada tempo.
cozimento_ovos

Na hora de servir também vale caprichar! Os porta ovos são fundamentais porque servem como base de apoio na hora de se servir.

Coloque o ovo no porta ovos, corte a tampinha (temos acessórios para isso! veja aqui) e tempere com sal e pimenta a gosto.
Use uma colherzinha de café para conseguir acessar o ovo sem quebrar a casca.

Sugestões para servir:
– Com torradas, cortadas em fatias finas para conseguir molhá-las na gema molinha (hummmmm!
– Com aspargos grelhados ou envolvidos em bacon – um charme!

porta_ovos_le_creuset

porta_ovos_le_creuset

Fã de ovos? Confira nossa seleção imperdível de acessórios para prepara do seu jeito favorito.

Você também vai gostar:
Ovos Cocotte
Sanduíche de Abacate e Ovos
Ovos Pochê

Receitas Vegetais

Ratatouille

ratatouille

Ratatouille é um dos muitos clássicos da cozinha francesa. A receita vem da Provence e é um típico exemplo de como a culinária mediterrânea consegue criar sabores incríveis com ingredientes simples e preparo descomplicado. Basicamente, a ratatouille mistura legumes com um saboroso molho de tomate e resulta em um prato colorido, saboroso e perfeito para variar o cardápio do dia-a-dia ou servir em uma ocasião especial.

Ingredientes

2 berinjelas grandes
6 tomates maduros
2 abobrinhas italianas
1 cebola roxa (opcional)
Sal e pimenta a gosto
azeite extra virgem quanto baste

Molho de Tomate

2 latas de tomate pelado
2 colheres de sopa de azeite
1 cebola picada
4 dentes de alho picados
1 pimentão vermelho picado
1 pimentão amarelo picado
sal e pimenta a gosto
8 a 10 folhas de manjericão fresco

ratatouille

Modo de Preparo

Pré-aqueça o forno a 190°C.

Corte a berinjela, o tomate, a abobrinha e a cebola em rodelas finas e reserve. Você pode facilitar o trabalho usando um cortador ou mandoline.

CLIQUE PARA VER NOSSA SELEÇÃO DE FATIADORES ESPECIAIS.

Preparando o molho
Aqueça o azeite em uma panela (ou frigideira que possa ir ao forno). Refogue a cebola, alho e o pimentão até ficar macio, cerca de 10 minutos. Tempere com sal e pimenta e adicione os tomates pelados ligeiramente esmagados. Misture bem. Retire do fogo e adicione o manjericão.
Se estiver usando uma frigideira que vai ao forno, basta começar a montar a ratatouille diretamente nela. Se estiver usando uma panela comum, transfira o molho para uma travessa, forrando com ele todo o fundo.
Disponha os legumes fatiados alternadamente (por exemplo, berinjela, tomate, abobrinha, cebola) por cima do molho, começando da borda até o meio da panela. Tempere com sal e pimenta e regue com azeite. Cubra a panela com papel alumínio e asse por 40 minutos. Descubra e asse por mais 15 minutos, até que os legumes estejam macios.

Sirva quente como prato principal ou acompanhamento. A ratatouille também fica excelente no dia seguinte – cubra com papel alumínio e re-aqueça em forno a 180°C por 15 minutos.

ratatouille
Super Dica:
A frigideira de ferro deixa o preparo ainda mais simples, sem sujar nenhuma outra panela ou travessa.
CLIQUE AQUI PARA VER NOSSA SELEÇÃO DE FRIGIDEIRAS DE FERRO

ratatouille
Quer uma opção cheia de charme? Monte a ratatouille em porções individuais utilizando cocottes e sirva como entrada. Uma graça!
CLIQUE E VEJA NOSSA SELEÇÃO DE COCOTTES.

brunch Café da manhã Receitas

Waffles

como_fazer_waffles

Para um café da manhã caprichado, lanche ou chá da tarde, brunch ou mesmo na hora que bate aquela vontade de comer algo gostoso e fácil de preparar, os waffles são uma ótima pedida!
Apesar de serem super populares nos Estados Unidos, os waffles surgiram durante a Idade Média em uma região em que hoje está localizada na Bélgica – uma simples massa de farinha de trigo e ovos que, prensada, resultava em uma textura quadriculada, que lembra um favo de mel. Simples e delicioso.

São inúmeras as receitas desta delícia e muitas delas requerem o uso de uma máquina de waffle mas, na falta dela, nada impede que seja feito em um frigideira antiaderente – o aspecto neste caso vai lembrar uma panqueca americana, que também pode ser considerada da mesma “família” dos waffles, com alguma diferença apenas nos ingredientes.

como_fazer_waffles

Ingredientes

(para preparar cerca de 4 waffles)

Modo de Preparo

Bata no liquidificador os ingredientes líquidos até misturar bem.
Em uma tigela grande misture os ingredientes secos e acrescente os líquidos já batidos. Misture bem até obter uma massa homogênea.

Para fazer na máquina de waffle, aqueça o aparelho, coloque uma concha rasa de massa e espalhe até cobrir o molde. Feche a tampa e deixe assar até a massa ficar bem dourada ou siga as instruções do fabricante.
Para fazer na frigideira antiaderente, leve-a ao o fogo com um pouco de manteiga. Espere aquecer (sem deixar a manteiga queimar!) e então acrescente cerca de 3 colheres de sopa da mistura de waffle. Deixe cozinhar até que comece a formar pequenas bolhinhas na massa – neste momento, com a ajuda de uma espátula, vire-a com cuidado para dourar o outro lado.

Na hora de servir, é só caprichar: manteiga, geleias, mel, calda de chocolate, frutas frescas ou secas, sorvete, caramelo… é só escolher sua combinação favorita.

Quer mais capricho no café da manhã? Confira nossa seleção de itens indispensáveis.