• receita de lasanha
Dicas

5 itens para o Cantinho do Café

cantinho do café

Quem é louco por café não abre mão de ter os itens indispensáveis para seu preparo sempre por perto. Então, por que não investir em um cantinho charmoso com tudo que você precisa para preparar e servir? A ideia é ter os itens essenciais e criar um nicho funcional e decorativo, super charmoso. De quebra, você ainda ganha praticidade na hora de montar a mesa do café da manhã ou lanche.

Se você amou a ideia e quer criar agora mesmo seu cantinho do café, listamos os 10 itens que não podem faltar neste espaço.

CAFETEIRA

Elétricas, manuais, do seu estilo favorito, as cafeteiras são peças fundamentais para quem não abre mão do ritual do preparo do café.
Não importa se você é fã do tradicional coado, do café italiano, da prensa francesa ou prefere a praticidade dos modelos elétricos. Seja qual for seu estilo, traga sua cafeteira para o lugar de destaque do cantinho do café e inclua os itens de preparo para deixar tudo sempre à mão.

cantinho do café

XÍCARAS

Pode ser um conjunto charmoso mas também pode ser um mix das suas peças favoritas – que tal expôr aquelas xícaras que você deixa guardadas e nunca usa? Além de útil, elas decoram e trazem personalidade.

POTES HERMÉTICOS

No cantinho do café os potes herméticos podem ter diversas funções. Podem armazenar os grãos para aqueles que preferem usar moedor ou receber o pó já moído, e ainda são ótimas opções para armazenar biscoitos ou snacks.

AÇUCAREIRO

Há quem não dispense o açucar na hora do cafezinho. De porcelana ou cristal, colorido, com design moderno, os açucareiros tem modelos variados e também trazem charme ao seu cantinho do café.

MELEIRA

Um item que é puro charme, a meleira ainda te ajuda a deixar o café da manhã mais saudável.

cantinho do café

Dica
Quer deixar tudo organizado? Aposte nas bandejas. Elas criam um nicho e facilitam até na hora de servir a mesa. Se a ideia também é decorar, capriche no modelo da bandeja! Um modelo super charmoso vai deixar o espaço ainda mais elegante e funcional.

Você também vai gostar
– Chocolate Quente Cremoso

Nossas Marcas

Coleção Ervas Acervo Panelinha by Rita Lobo

coleção ervas acervo panelinha

Tons de verde com estampas de ervas frescas, a Coleção Ervas do Acervo Panelinha by Rita Lobo mistura pinceladas alentejanas a um traço minimalista. Uma coleção que esbanja frescor e delicadeza em itens que se misturam e possibilitam composições cheias de charme.

O frescor da linha chega nos verdes, no estilo das ilustrações e também na tecnologia por trás de cada item. Os pratos primeiro são esmaltados para, em seguida, passarem por uma impressora de alta definição, onde recebem as estampas desenhadas por Rita Lobo. Apesar das novidades, a coleção tem um tom de garimpo que deixa a mesa superexclusiva. 

coleção ervas acervo panelinha

A linha conta com três modelos de pratos estampados: raso, fundo e de sobremesa, em tons diferentes de verde, para você misturar do jeito que quiser e montar uma composição com a sua cara. O verde vibrante está presente nos pratos de sobremesa com estampas de alecrim, salsinha, hortelã, tomilho, sálvia e manjericão – uma graça! As ilustrações têm um traço contemporâneo, que contrasta com estilo mais clássico dos outros pratos.

coleção ervas acervo panelinha

E que tal inovar na hora do serviço do Vinho? A Coleção Ervas do Acervo Panelinha traz um híbrido de copo, taça e caneca vai virar mania na sua casa – dá para servir de tudo! 

coleção ervas acervo panelinha

E, claro, os bowls não poderiam faltar! Sousplat e saladeiras super versáteis e charmosas complementam a linha que vai ser um sucesso na sua casa. Venha conferir toda a linha em nossas lojas físicas e online.

Agora que você conhece a linha, que tal preparar uma sobremesa by Rita Lobo super fácil, deliciosa e perfeita para servir com a Coleção Ervas do Acervo Panelinha?

goiabada brulee

GOIABA BRÛLÉE

Ingredientes

1 goiaba vermelha madura
2 colheres (chá) de açúcar
1 colher (chá) de manteiga
fatias de queijo minas frescal para servir

Modo de preparo

Lave as goiabas, inclusive a casca (use uma escovinha!) e fatie em rodelas médias. 

Aqueça uma frigideira média antiaderente.

Polvilhe um dos lados das fatias de goiaba com um pouco de açúcar (cerca de ¼ de colher de chá). 

Coloque a manteiga na frigideira e gire para untar todo o fundo. Distribua as fatias de goiaba, uma ao lado da outra, com o lado salpicado de açúcar para baixo. Deixe dourar sem mexer, por cerca de 1 minuto, ou até formar uma casquinha dourada.

Polvilhe as fatias com mais açúcar e vire com uma espátula para dourar o outro lado por 1 minuto. Sirva a seguir com fatias de queijo minas frescal.

Dicas

Chá da tarde

cha da tarde

A estação mais charmosa do ano vai chegando e convida para um delicioso chá da tarde e, aproveitar os espaços abertos, varandas e jardins, é uma sempre uma ótima ideia, certo? Para receber as amigas, passar uma tarde com a mãe ou apenas para celebrar a primavera, reunimos algumas dicas para servir uma experiência digna de rainha.

Aliás, se a ideia é mesmo servir um chá da tarde inglês, prepare-se. Há uma série de regras rígidas que envolvem esse ritual, que muitos consideram ser mais social do que gastronômico. Parece que tudo começou com a Duquesa de Bedford em 1840. Consta que ela começou o costume de pedir um lanche da tarde (geralmente pão com manteiga) em seu quarto, junto com um bule de chá fumegante para aplacar a fome entre o almoço e o jantar. Isso se tornou um hábito e ela começou a convidar amigos para se juntarem a ela. O que nos leva à questão do tempo: só quando servido entre às 15h30 e às 17h o chá é um verdadeiro ‘chá da tarde’. Durante a década de 1880, o chá se tornou um evento social da moda e as damas da sociedade vestiam vestidos longos, luvas e chapéus para a ocasião. Que tal se deixar levar por esta atmosfera?

Os itens necessários

Guardanapos, um bule de chá, xícaras, pires e um prato com com pelo menos dois ou três andares para exibir os petiscos doces e salgados.

A estrela principal

O bule deve ser sempre aquecido (enxaguando-o com água quente), o que garante que a porcelana não sofra um ‘choque’ quando a água fervente é despejada. Hora de adicionar seu chá escolhido.
O cálculo é uma colher de chá para cada convidado, e uma adicional de reserva. Se você quiser servir diretamente, terá que usar um pequeno filtro em cada xícara, mas pode-se facilitar a tarefa usando um infusor. Os tempos de infusão variam de 3 a 5 minutos. Os verdadeiros apreciadores usam mais de um bule: um para chás pretos, um para verdes e outro para aromáticos – o negócio é levado a sério mesmo!

Leite ou limão?

A maioria dos britânicos toma chá com leite, hábito originado do fato de que uma gota de leite frio na xícara evitava que o chá escuro e fervente quebrasse ou manchasse a delicada porcelana, mas há quem prefira uma fina fatia de limão. O açúcar deve estar presente em cubos ou cristais, brancos e escuros, e você também deve fornecer mel ou adoçantes.

O que servir

Não existe uma regra, mas um chá da tarde padrão tem sanduíches, bolos, scones ou bolinhos para chá. Você também pode adicionar doces, petit fours, madeleines, macarons ou biscoitos.
Comece com os sanduíches com recheios diversos, os itens mais neutros como bolinhos e pãezinhos e por último os docinhos. É fundamental servir cada item em porções pequenas, pois o chá deve ser consumido preferencialmente sem a necessidade de talheres. Não esqueça as geleias, manteiga e cremes para os mini pães. E para beber, porque não champagne? Temos certeza que a rainha aprovaria.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE TAÇAS PARA CHAMPAGNE

sanduiche ovos e pepino

Mini sanduíche de ovos e pepino para o chá da tarde

Misture 1 pepino japonês ralado (deixe por alguns minutos em uma peneira para drenar a água), 2 ovos cozidos amassados, 200g de iogurte natural e tempere com sal, pimenta do reino e um fio de azeite. Passe a mistura em pães de forma sem casca e corte-os em quadrados ou triângulos.

bule de cha

A etiqueta

Você não precisa ser tão rígido, mas se a ideia é seguir a tradição…

Sempre coloque dois dedos em cima do bule ao despejar o chá.

Mexa o chá com uma colher a partir da posição das 6 horas na xícara e até a posição das 12 horas, sem bater nas bordas da xícara.

Não beba o chá imediatamente ao servir. A infusão levará pelo menos três minutos.

É essencial lembrar que o leite é adicionado após o chá ser servido, não antes. Se você tem um convidado, sempre sirva o chá para ele primeiro.

Segure a xícara pela alça e evite levantar o dedo mindinho (nós avisamos que as regras eram rígidas!)

Não assopre o chá quente para esfriar e beba em pequenos goles. A ideia é apreciar, sem pressa.

A xícara é colocada no pires entre os goles.

Abra o guardanapo em seu colo. É educado deixar o guardanapo colocado à esquerda ao sair da mesa.

cha da tarde

Ou um pouco de leveza

Uma mesa posta bem bonita, guardanapos, xícaras, flores e um capricho ao servir também podem transformar um chá comum em uma experiência deliciosa. Use os itens que você guarda para ocasiões especiais, aposte em versões mini de mantegueiras, meleiras e use um prato de bolo para servir os docinhos e capriche no chá! Que tal tirar aquele bule lindíssimo do armário? Não existe uma ocasião mais perfeita.

Bom chá!

Usou nossas dicas? Compartilhe o resultado com a gente! É só marcar @utilplast em seu post nas redes sociais. Vamos adorar ❤️

Veja também:
Infusão de Sabores

Dicas

8 dicas para montar um home office produtivo

montar um home office

O home office virou uma realidade para muitas pessoas e provavelmente veio para ficar. Embora trabalhar em casa traga inúmeras facilidades, esta opção também oferece diversas distrações e tentações, além da necessidade de criar um espaço apropriado dentro do ambiente doméstico. Separamos algumas dicas que podem te ajudar a criar seu home office.

Um espaço produtivo

Tente ficar fora das áreas de tráfego e encontre um canto tranquilo da casa, se possível. Pinte seu espaço com uma cor que você goste. Esqueça o “bege escritório”: você precisa de uma cor que te inspire. Para algumas pessoas, é uma cor brilhante e alegre, como laranja ou verde limão – o verde aliás é considerado ótimo para produtividade. Outros precisam de um tom mais calmo e suave como o azul claro para ter um bom desempenho.

Pense e descubra como as cores afetam seu humor. Uma boa ideia é testar as cores antes de iniciar a pintura das paredes.

como montar um home office

Delimite seu espaço

Crie espaço suficiente para que você possa ter tudo o que precisa para fazer seu trabalho facilmente à mão. Vale a pena fazer isso logo no início de sua experiência de home office pois, ao zonear um lugar específico, você está fazendo uma conexão mental de que quando está naquele espaço, você está no trabalho. Isso evita a fácil confusão de misturar o ambiente doméstico com o ambiente de trabalho.

como montar um home office

Organize, organize, organize

A facilidade com que as coisas somem em um home office pode ser impressionante, especialmente se você tem filhos. Crie o hábito de manter seu ambiente de trabalho sempre limpo e organizado. Nada de pilhas de papel, xícaras de café, acessórios espalhados e tudo o que está ocupando espaço e não servindo a nenhum propósito.

Crie nichos, explore os espaços verticais como prateleiras, e organize gavetas – uma boa ideia é utilizar os organizadores que mantém tudo no lugar. Use caixas de organização para guardar o que você não usa com regularidade e não se esqueça de mantê-las identificadas para evitar perda de tempo procurando por algo. E o mais importante – resista à tentação de usar esse espaço como armazenamento da casa! Lembre-se que é o seu ambiente de trabalho.

Os móveis certos

Antes de sair comprando móveis, considere seu fluxo de trabalho e liste quais itens você precisa para, em seguida, procurar peças que sejam bonitas e funcionais. A mobília do home office deve, preferencialmente, complementar os outros cômodos da casa. Uma madeira aconchegante, cadeiras macias e confortáveis ​​ou um sofá de dois lugares são ideais se você tiver espaço.

Na hora de escolher a sua cadeira de trabalho, lembre-se que ali é onde você passará várias horas do dia. Escolha um modelo que funcione com seu corpo, que se alinhe à sua mesa ou área de trabalho e se encaixe no espaço corretamente, sem apertos. Trabalhar em uma cadeira desconfortável, pesada, instável ou inadequada terá efeitos negativos em sua produtividade e seu humor no futuro. Pode ser bom para o os primeiros dias, mas a longo prazo podem surgir diversos problemas, inclusive de saúde.

Inspire-se

Não é porque o home office é um lugar de trabalho que ele também não possa ter a sua cara e ser inspirador. Uma peça de arte emoldurada, uma lembrança de uma viagem especial, um vaso de flores, uma foto de família… tudo isso traz personalidade ao ambiente e ajuda a deixar o dia mais leve.

como montar um home office

A luz e a vista

Certifique-se de que seu home office tenha luz suficiente para reduzir o cansaço visual e as dores de cabeça. Posicione o monitor do computador de forma que não haja reflexo de uma janela ou luz do teto e coloque uma pequena luminária na mesa para ajudar a iluminar o ambiente.

Se possível, dê a si mesmo uma vista – isso faz muita diferença! Posicione a mesa onde você possa olhar para algo mais interessante do que uma parede. A luz natural de uma janela é ideal, mas se você estiver em um espaço sem janelas, pendure um quadro bonito acima da mesa ou posicione sua cadeira de frente para a porta.

Faça pausas

Isso parece meio óbvio, mas você ficaria surpreso com a diferença que podem fazer as pequenas pausas regulares durante o horário de trabalho.

Levante-se, estique as pernas, respire, relaxe, tome um café. O ideal é evitar circular pelos outros cômodos da casa, mas se você tem um jardim, porque não visitá-lo e respirar lá por alguns minutos?

Uma outra dica é reduzir a fadiga ocular seguindo a regra 20-20-20. A cada vinte minutos, pare de olhar para a tela. Olhe fixamente para algo a 20 metros de distância e permaneça assim por 20 segundos. Você vai se surpreender com o efeito.

Mindset de trabalho

Assim como é importante ter um ambiente que te ajude a ser mais produtivo e organizado, também é essencial que você invista na mudança de chave que isso traz para o seu dia-a-dia.

Por exemplo, evite fazer as refeições em frente ao computador achando que isso vai otimizar seu tempo. Use o horário das refeições para fazer isso longe da mesa de trabalho. Coma e descanse, isso melhora sua produtividade.

Desligue a televisão, evite as redes sociais (se isso não for o seu trabalho) e fuja de aplicativos de conversa se eles não forem necessários ao seu trabalho. E uma dica importante: vista-se como um adulto – nada de pijamas! Tente criar a rotina de se levantar e se preparar para um dia normal de trabalho, todos os dias. Você vai se distrair, perder a noção do tempo e entrar em pânico quando de repente precisar se preparar para uma video-chamada ou atender uma entrega. Além disso, há algo em se vestir que faz você se sentir mais profissional e pronto para lidar com seu trabalho da maneira mais produtiva possível.

Dicas

Como curar panelas

como curar panelas

Você já ouviu falar de cura de panela? A cura é um processo super importante para manter o antiaderente da panela sempre perfeito. É um processo simples, fácil e rápido e geralmente consta nas instruções de embalagem dos fabricantes de panelas, porém nem sempre as instruções são lidas antes do primeiro uso.

Neste vídeo a chef Carol Ribas @carolnacozinha ensina todos os truques para manter o antiaderente da sua panela sempre como novo! No vídeo, você confere a linha de panelas Omega da marca portuguesa Jomafe.

Fazendo a cura da panela

O primeiro passo é untar a panela com azeite (ou o óleo vegetal de sua preferência). Com um pincel, unte toda a parte de baixo e as laterais da panela. Acenda o fogo e deixe a panela nele até que comece a esfumaçar. Neste ponto, é só desligar o fogo e deixar a panela esfriar.

O papel do óleo é entrar em contato com as partículas antiaderentes da panela e ativar esse antiaderente, por isso é tão importante fazer a cura antes do primeiro uso.

Dicas

Nunca leve uma panela quente direto para a água fria. O ideal é esperar que ela esfrie para só então colocar a água fria ou iniciar o processo de lavagem.

O processo de cura pode ser feito em qualquer panela que tenha antiaderente, seja ele cerâmico ou teflon.

Nunca use utensílios de metal em sua panela antiaderente. O ideal é utilizar os de silicone, bambu ou madeira.

Na hora de lavar, utilize esponjas não abrasivas na superfície antiaderente, evitando assim riscos e danos ao revestimento. Uma boa opção também são as esponjas de silicone.

Na hora de guardar as panelas, evite empilhá-las para que o metal não entre em contato com o revestimento e cause dano ou utilize acessórios como protetores, específicos para essa finalidade.

Confira todas as dicas no vídeo.

como curar panela

Quer ver mais dicas incríveis sobre o universo UP? Acesse nosso canal no Youtube, inscreva-se e ative as notificações.

Massas Receitas

Lasanha a bolonhesa

como fazer lasanha

Encontrar uma pessoa que não goste de lasanha é uma missão quase impossível. O prato é um grande clássico que tem a cara de almoços em família, pode ser preparado com antecedência e, com a devida permissão dos italianos, ainda permite variações de sabores! Impossível resistir.

O prato tem algumas etapas de preparo, é verdade, e por isso prefira prepará-lo em uma quantidade grande – a reunião em família é a ocasião perfeita! É preciso preparar o molho a bolonhesa e o molho branco, cozinhar a massa, fazer a montagem e a finalização no forno. Isso se você não escolher preparar também a massa caseira, que adiciona uma outra etapa de preparo – dá mais trabalho, mas leva o prato para outro nível. Para ajudar, os molhos podem ser preparados na véspera.

MOLHO A BOLONHESA

Ingredientes

500 g de carne moída
1 colher (sopa) de óleo
3 colheres (sopa) de manteiga
1 cebola picada
2/3 de xícara (chá) de cenoura picada
2/3 de xícara (chá) de salsão picado
1 xícara (chá) de vinho branco seco
1 lata de tomate pelado (com o líquido)
noz-moscada, sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo

Refogue a cebola na manteiga até ficar transparente. Junte a cenoura e o salsão picados e refogue por 2 minutos. Adicione a carne moída e misture para soltar os grumos. Tempere com sal e pimenta e refogue até a carne perder a cor rosada. Acrescente uma pitada de noz-moscada e adicione o vinho. Misture e cozinhe até secar.

Junte o tomate pelado e misture. Coloque em fogo baixo e cozinhe lentamente por umas 2 horas. Durante este tempo vá acrescentando um pouco de água fervente para não grudar no fundo da panela.

MOLHO BRANCO

Ingredientes

3 colheres (sopa) de manteiga
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 l de leite
1 pitada de noz-moscada
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo

Derreta a manteiga em uma panela e junte farinha de trigo, formando uma pastinha. Mexa durante 2 minutos, para cozinhar a farinha sem deixar queimar. É essa mistura que serve para deixar o molho mais espesso.
Com a panela fora do fogo junte metade do leite e mexa com um fouet, para não empelotar. Volte ao fogo, junte o restante do leite e siga mexendo sem parar.

Tempere o molho com sal, pimenta-do-reino e noz-moscada e deixe cozinhar por cerca de 12 minutos, mexendo de vez em quando, até engrossar um pouco. Para a lasanha, não é necessário que o molho branco fique muito grosso. Ele vai ajudar a manter a massa hidratada.

lasanha a bolonhesa

MONTAGEM

500 g de massa para lasanha pré-cozida
100gr de parmesão ralado

Preaqueça o forno a 180º C (temperatura média).

Em uma travessa refratária ou assadeira de cerca de 36 cm x 28 cm, espalhe um pouco de molho branco e de molho à bolonhesa. Sobre os molhos, coloque uma camada de massa, cobrindo todo o fundo da travessa.

Sobre a primeira camada de massa, espalhe um pouco do molho à bolonhesa. Por cima do molho à bolonhesa, regue com um pouco do molho branco. Cubra com massa e repita o processo, até finalizar com uma camada de molho à bolonhesa e molho branco. Polvilhe com o parmesão e leve para assar por cerca de 20 minutos, até que o queijo fique gratinado.

Se quiser, você também pode montar a lasanha, cobrir com papel alumínio e manter em geladeira até a hora de assar.

lasanha bolonhesa
versões vegetarianas também ficam incríveis!

Para lasanhas ainda mais incríveis

  • adicione pancetta ou bacon à bolonhesa para uma nova camada de sabor
  • use vinho de boa qualidade para o molho
  • experimente diferentes tipos de queijos: mussarela comum, de búfala, queijos cremosos, ricota e, claro, parmesão para gratinar
  • se preparar massa caseira, abra-a em um espessura de 2 mm ou menos
  • o molho a bolonhesa pode ser mais consistente do que o molho branco para manter a lasanha suculenta, mas não molhada demais
  • prefira servir morna, e não quente demais, para ser saboreada devagar
  • substitua a carne picada ou moída por desfiada e ganhe uma nova textura
  • a última camada deve ser sempre de molho para finalização com queijo ralado
  • faça quantas camadas quiser, mas seja generoso com o recheio entre elas para não ter um prato pesado demais ao final
  • asse lentamente e em forno baixo
  • deixe a lasanha descansar por pelo menos 15 minutos depois que sair do forno antes de fatiar
lasanha bolonhesa

Variações

A lasanha clássica leva carne, tomate e queijo mas outros ingredientes podem ser utilizados para versões igualmente saborosas.

Experimente um molho à base de cogumelos para uma versão vegetariana. Ricota e espinafre são ótimas opções de recheio e você ainda pode acrescentar algum tipo de castanha para acrescentar um elemento crocante. A massa também pode ganhar cor e sabor – que tal uma massa verde à base de espinafre? E se a lasanha não tiver massa? Bom, aí talvez a gente não possa chamar de lasanha, mas versões com berinjela ou abobrinha substituindo a massa também fazem sucesso.

FÃ DE LASANHA? TUDO PARA PREPARAR E SERVIR VOCÊ ENCONTRA NA UP

Dicas

Como afiar facas

afiando facas

Chairas, afiadores, pedras… são tantas opções para manter o corte das suas facas que muitas vezes você pode se confundir com cada método. Então, que tal aprender a usar cada uma das opções? No vídeo produzido pela UP, a chef Carol Ribas @carolnacozinha ensina como afiar e fazer a manutenção de suas facas no dia a dia.

Afiando facas com pedra

Deixe a pedra de molho por pelo menos 2 horas para hidratar.
Faça um ângulo de 20 graus e passe todo o fio da faca na pedra. A mesma quantidade de vezes dos 2 lados.

Afiando facas com afiador

Apoie bem o afiador na bancada, segure firme e passe o fio da faca a mesma quantidade de vezes nas duas aberturas – uma fará a afiação e a outra o polimento.

Utilizando a chaira

Depois e usar e lavar passe a faca na chaira para manter o fio, passando todo o fio da faca e alternando os lados.

Dicas
– Não lavar as facas na máquina de lavar louça
– Usar a parte macia da esponja na lavagem
– Guardar as facas separadas em organizadores próprio ou utilizar a barra de imã para guardar e organizar.

Gostou das dicas? Todos os utensílios para realizar o procedimento você encontra na UP!

como afiar facas

Em nosso canal no Youtube você encontra mais dicas, receitas e sugestões de produtos incríveis para sua casa. Acesse o canal, inscreva-se e ative as notificações.

E lembre-se! Nem todas as facas são iguais. Usar a faca certa para o trabalho certo não melhora apenas a qualidade dos seus cortes, mas é também uma medida de segurança na hora de cozinhar. Se você sabe qual tipo utilizar para diferentes tarefas, você evitará lesões e economizará tempo e esforço na cozinha.


Confiras as dicas para escolher sua faca em nosso post:
– Escolhendo sua faca

Dicas

4 dicas para limpar taças

como limpar taças

Sim, existem maneiras de deixar suas taças brilhantes e perfeitamente limpas. A seguir temos 4 dicas que vão te ajudar nesta tarefa.

A primeira coisa a fazer é enxaguar as taças com água após o uso, ainda que você vá limpá-las apenas no dia seguinte. Você pode utilizar a máquina de lavar louças, se o fabricante indicar que o uso é seguro, ou lavar à mão. Uma escova apropriada e o pano correto para enxugar garantem um resultado perfeito.

Lavando a mão

Lavar à mão pode ser mais conveniente se você não tiver muitas taças ou modelos muito grandes que não cabem em sua máquina de lavar louça.

Use água morna de preferência e concentre-se na parte externa e na borda do vidro. Qualquer detergente pode ser utilizado, desde que você enxágue bem – e você não precisa de mais do que uma gota. Segura a taça pelo corpo e nunca pela haste, pois um movimento de torção pode quebrá-la imediatamente. Usando uma escova de limpeza, limpe a taça na sequência: corpo, haste e base.

como limpar taças

Na máquina de lavar

Se estiver usando uma máquina de lavar louça, use o ciclo mais curto possível. A máquina deve estar limpa e sem resíduos de alimentos.
Garanta que nenhum talher ou outro utensílio esteja solto e próximo às taças para evitar que um movimento crie atrito.

Para secar

Use panos de prato feitos de material que não solte fiapos – linho puro ou microfibra são os melhores. Nunca use o pano de polimento para outros fins, para evitar odores e resíduos.

Como regra geral, na hora de lavar o pano não adicione amaciante para não transferir nenhum odor.

como polir taças

Polindo

Evite deixar impressões digitais ao tirar as taças da máquina de lavar louça, levantando-as pela haste ou base ao removê-las.
Faça o polimento do corpo segurando pela haste e nunca pela base, já que a pressão aplicada pode levar à quebra da haste.

Quer uma dica para garantir o polimento perfeito?

Segure sua taça acima de um bule com água fervendo (cuidado para não queimar os dedos!) apenas o suficiente para deixar o vidro vaporizado para, na sequência, iniciar o polimento. Você saberá que terminou quando não houver mais vapor e sua taça estiver completamente brilhante.

Para finalizar, inspecione visualmente os resultados do polimento segurando cuidadosamente a taça contra a luz. Lembre-se que a clareza brilhante das taças de cristal realça o melhor da cor de um vinho, deixando sua experiência inesquecível.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO IMPERDÍVEL DE TAÇAS

Petiscos Receitas

Faça em Casa – Biscoitos para Cães

biscoitos para cães

Fazer em casa os biscoitos que seu cão adora é fácil, divertido e também a escolha mais saudável e econômica. Você não vai precisar de nenhuma habilidade ou equipamento especial e os ingredientes são muito fáceis de encontrar – é provável que você já tenha o que precisa para fazer pelo menos uma receita agora!

Existem muitos ingredientes diferentes que você pode usar em seus bicoitos caseiros, mas também é extremamente importante saber quais alimentos você NÃO PODE usar! Alguns alimentos humanos populares são realmente perigosos para os cães, alguns são até mortais, por isso, antes de começar, consulte seu médico veterinário de confiança para obter uma lista completa do que não oferecer ao seu amigo.

Uma receita básica de petisco para cães geralmente inclui: farinha (ou uma mistura de diferentes farinhas), gordura (como óleo de côco), frutas ou vegetais e algum tipo de líquido. Farinhas integrais ou sem glúten também são ótimas opções, lembrado apenas que as farinhas sem glúten se comportam de maneira diferente nas receitas, por isso, ao usá-las como substitutas à farinha comum talvez seja necessário ajustar os demais ingredientes.

Quanto aos equipamentos, você certamente vai precisar de uma assadeira e, para algumas receitas, um liquidificador ou mixer. Já para moldar os biscoitos os cortadores facilitam muito sua vida e podem ser encontrados em diversos materiais e formatos. Na falta deles, é possível usar uma xícara pequena para cortar a massa ou mesmo modelar os biscoitos com a mão – é só ir testando as alternativas.

Depois de preparar os biscoitos, você pode armazená-los em um pote hermético na geladeira. Os ingredientes usados ​​em cada receita indicam por quanto tempo eles poderão ser armazenados com segurança. Receitas mais úmidas têm uma vida útil mais curta, assim como as guloseimas feitas com algumas farinhas sem glúten. Biscoitos feitos com algum tipo de proteína animal também têm tendência a estragar mais rapidamente. A dica é fazer porções menores no começo e ir testando a validade, levando em consideração que são produtos caseiros e sem conservantes.

biscoitos para cães

De um modo geral, os biscoitos caseiros para cães podem ser congelados e duram até 6 meses no freezer. Para isso, depois de completamente frios, é só prosseguir com o congelamento aberto e depois armazená-los em um recipiente próprio para freezer ou sacos de congelamento e identificar com a data de preparo.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE POTES COM FECHAMENTO HERMÉTICO

Dica de acessório:
Tapetes de silicone ajudam os biscoitos a cozinharem uniformemente, evita que queimem e tornam a limpeza muito mais fácil.

Biscoito de Cenoura

Ingredientes

1/2 cenoura picada (pode ser substituído por beterraba ou abóbora)
1 xícara de água
1 ovo inteiro
1 colher de sopa de óleo de côco
1 colher de chá de azeite de oliva
1 pitada de sal
Aproximadamente 2 xícaras de farinha de aveia (para versão sem glúten utilize farinha de arroz, de quinoa ou polvilho doce)

biscoitos para cães

Modo de Preparo

Em uma panela com água cozinhe a cenoura até ficar macia. Leve a cenoura cozida para o liquidificador ou use um mixer para transformá-la em um purê. Junte o ovo, a manteiga, o azeite e o sal e bata bem até ficar homogêneo.

Coloque a mistura batida em um bowl e comece a acrescentar a farinha aos poucos, mexendo bem. Quando a mistura adquirir uma consistência sólida comece a misturar com as mãos, e continue acrescentando farinha até a massa parar de grudar nos dedos. Abra a massa utilizando um rolo, deixando-a com mais ou menos 0,5cm de espessura. Use cortadores de biscoito para cortar.

Coloque os biscoitos em uma assadeira antiaderente ou levemente untada com azeite e leve ao forno pré aquecido por mais ou menos 10 minutos ou até que a parte de baixo dos biscoitos esteja levemente dourada.

Se assados bem sequinhos, os biscoitos resistem bem por 7 a 10 dias em recipiente hermeticamente fechado.

Dicas

Cosméticos na cozinha

Cosméticos caseiros

A tradição de criar cosméticos caseiros para a pele e cabelo faz parte de muitas culturas ao redor do mundo, com receitas frequentemente transmitidas de geração a geração – quem nunca ouviu uma receitinha da avó para hidratar o cabelo ou deixar a pele mais viçosa? Em épocas onde o acesso a cosméticos era difícil ou escasso, as receitas caseiras eram grandes aliadas nos cuidados com a beleza.

Já nos últimos anos, aliado ao movimento da beleza verde, este hábito ganhou força, principalmente entre o público jovem. Agora é uma tendência em expansão e você vai descobrir que pode ser simples e natural fazer seus próprios cosméticos em casa, usando ingredientes de sua cozinha.

Máscara Hidratante para o cabelo

Meio abacate/avocado maduro
2 colheres de sopa de azeite

Parta o abacate ou avocado ao meio, retire o caroço e, com a ajuda de uma colher, retira a pola e coloque em um bowl. Junte o azeite e com um garfo amasse bem até ficar homogêneo. Aplique a mistura no comprimento do cabelo, deixe agir por 30 minutos e enxágue bem.

Esfoliante para corpo e rosto

1 xícara de chá sementes de mamão
1/2 xícara de chá de água
1/2 xícara de chá de mel

Bata todos os ingredientes no liquidificador, aplique no corpo e rosto, deixe agir por 5 minutos e lave com água.

Atenção!
Não tome sol nas três horas após aplicar o esfoliante.
Esta receita pode ser armazenada em um pote com tampa por até 20 dias na geladeira.

Máscara Hidratante para o rosto

1 xícara chá de mamão amassado
2 colheres de mel

Parta o mamão e descarte as sementes (guarde para fazer o esfoliante acima!). Com uma colher, retire a polpa do mamão e coloque em um pilão. Adicione o mel e misture até ficar homogêneo. Aplique a mistura no rosto, deixe agir por 15 minutos e lave o rosto com água fria.

DICAS PARA PRODUZIR COSMÉTICOS CASEIROS

Produza a quantidade certa
Como é quase impossível saber a provável data de validade de produtos caseiros para a pele, uma das melhores dicas é produzir pequenas quantidades. Isso também te dá liberdade para experimentar ingredientes novos a cada preparo e descobrir aqueles que melhor funcionam para sua pele/cabelo.

Orgânicos
Certamente quanto melhor a qualidade dos ingredientes, mais eficiente e segura será a sua fórmula. Dê preferência a ingredientes orgânicos e certificados sempre que possível.

Meça seus ingredientes corretamente
Use balança digital ou medidores ao reproduzir receitas de cosméticos caseiros. A medição é o método mais preciso e permitirá que você tenha o equilíbrio certo de ingredientes em sua formulação. Além disso, você deve sempre anotar sua fórmula e também as alterações que forem feitas, o que permite que você vá adequando as receitas para garantir um melhor resultado.

CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE XÍCARAS E COLHERES MEDIDORAS

E você, tem uma receitinha de cosmético caseiro infalível?