Dicas

Para se fartar em São Paulo

Se há um item no cardápio de ofertas de São Paulo considerado unanimidade nacional é a Gastronomia. As mais variadas receitas e temperos do mundo inteiro se encontram na cidade, que possui cerca de 12,5 mil restaurantes, com 52 nacionalidades, etnias e regionalidades, representando as mais diversas tendências da cozinha brasileira e internacionais. Para se ter uma ideia, a metrópole abriga 600 restaurantes japoneses, 3,2 mil padarias, 6 mil pizzarias, 500 churrascarias e 15 mil bares. Aqui são feitos diariamente 10,4 milhões de pãezinhos (ou 7,2 mil por minuto), um milhão de pizzas (720/min) e 400 mil sushis (278/min).

Com números tão expressivos, fica difícil decidir onde comer em São Paulo. Para quem está cansado de comprar guias que só falam dos mesmos restaurantes badalados de São Paulo, André Barcinski elaborou o ‘Guia da culinária ogra – 195 lugares para comer até cair’. Com textos informativos e muito bem-humorados, ele revela que todas as regiões da cidade de São Paulo têm seus tesouros da “culinária ogra”: aquela em que os garçons são velhos e feios, e não modelos aspirantes a celebridade, ou em que a comida ocupa ao menos 85% da área do prato.

O livro é dividido nas categorias PF e Almoço, Carnes, Pizzarias e Italianos, Japoneses e Coreanos, Chineses, Nordestinos, Árabes e Similares, Lanches e Salgados, Petiscos e Étnicos e Variados. De forma bem humorada, André conta quais são os principais pratos dos lugares citados, além do endereço e outras características. Agora todos os paulistanos ou turistas, de todas as idades, poderão explorar a tão falada gastronomia da cidade de São Paulo de uma maneira diferente e inusitada.

Previous Post
6 de novembro de 2017
Next Post
6 de novembro de 2017

Os comentários estão desabilitados.

Related Posts