Lançamentos

Linha Logic

Chegou a nova linha de Organizadores de Gaveta Logic da OU! Com eles, tudo se encaixa. É só combinar um organizador com o outro e preencher a sua gaveta do jeito que quiser.

Os tons pastéis são características marcantes do estilo nórdico de decoração e inspiram as cores da Linha Logic, que traz além dos organizadores de gaveta, organizadores de talheres e de facas, além de divisórias para deixar os organizadores do jeito que você quiser. Os organizadores da linha Logic se encaixam perfeitamente e, para otimizar o espaço, são empilháveis e super fáceis de guardar.

Sobre a marca OU
A OU é uma marca Martiplast, presente em mais de 5 mil pontos de venda no Brasil e em mais de 30 países, levando cor, funcionalidade e design para os lares de milhões de consumidores.

linha_logic linha_logic linha_logic

Clique aqui para conferir toda a linha Logic na Utilplast

Acontece

Cursos de Organização

Uma casa organizada é um estilo de vida e com técnicas e processos dá para transformar casas e vidas para melhor!
Pensando nisso, a Utilplast é parceira e apoiadora dos cursos de organização promovidos pela Viver Organizer e Bespoke Life. Fique de olho na programação dos próximos cursos VOCÊ ORGANIZA.
curso_organizacao
Para mais informações e inscrições
contato@viverorganizer.com.br
marcia@bespokelife.com.br
WhatsApp (11) 98339-3687 (Cris) ou (11) 98245-0414 (Márcia). 

Quer começar a organizar a casa agora mesmo? Clique aqui e confira nosso setor de Organização.

Dicas

Canudo plástico não!

Não se fala em outra coisa: os canudos plásticos se tornaram um dos maiores problemas ambientais da atualidade. Sozinhos, eles já representam 4% de todo o lixo plástico produzido no mundo e, produzidos à base de  polipropileno e poliestireno, não são biodegradáveis e sua reciclagem ainda é difícil. Além disso, eles podem levar até inacreditáveis mil anos para se decompor no meio ambiente e, para piorar ainda mais o cenário, grande parte deste material é carregado pela chuva para oceanos e rios, impactando toda a fauna aquática – uma grande ameaça a diversas espécies marinhas já que, ao se desintegrar, partes menores deste material terminam na cadeia alimentar desta fauna.

Com tudo isso, dá para afirmar que é preciso reduzir este consumo em todo o mundo, certo? O bom é que isso já está acontecendo. O movimento em torno da conscientização para o não consumo ou substituição dos canudos descartáveis atingiu proporções mundiais nos últimos anos e, como possível consequência, tem sido retratado na mídia de forma recorrente. Toda essa repercussão resulta da análise que envolve desde a produção, o uso e, mais tarde, o descarte dos canudos. E você pode e deve fazer parte dessa discussão e, principalmente, desta mudança de atitude. Vamos juntos?

– Faça um compromisso pessoal para dizer “não” aos canudos plásticos. Sempre que pedir uma bebida, dispense o canudo. Uma alternativa é ter o seu próprio canudo reutilizável sempre a mão. Ele estão disponíveis em diversos materiais, como inox e silicone, e podem ser reutilizados e, quando necessário, são melhor descartados e reciclados. Quer fazer um pouco mais? Incentive seus amigos e familiares a assumirem este compromisso também. Você tem mais poder do que pensa.

CLIQUE AQUI E VEJA NOSSA SELEÇÃO DE CANUDOS ECO-FRIENDLY

– Encoraje seus restaurantes e bares favoritos a abolir o canudo plástico ou disponibilizar outras alternativas para seus clientes. Faça o mesmo no seu trabalho, escola e dentro de casa – toda mudança começa com questionamentos, e será que nós precisamos mesmo de canudos plásticos no nosso dia-a-dia? Esteja pronto para conversar sobre o assunto. Conhecimento também é poder.

É verdade que o plástico não vai sumir tão rápido do mercado, mas cabe a nós aceitarmos este grande desafio agora mesmo! #canudoplasticonao

Não se fala em outra coisa: os canudos plásticos se tornaram um dos maiores problemas ambientais da atualidade. Sozinhos, eles já representam 4% de todo o lixo plástico produzido no mundo e, produzidos à base de  polipropileno e poliestireno, não são biodegradáveis e sua reciclagem ainda é difícil. Além disso, eles podem levar até inacreditáveis mil anos para se decompor no meio ambiente e, para piorar ainda mais o cenário, grande parte deste material é carregado pela chuva para oceanos e rios, impactando toda a fauna aquática - uma grande ameaça a diversas espécies marinhas já que, ao se desintegrar, partes menores deste material terminam na cadeia alimentar desta fauna. Com tudo isso, dá para afirmar que é preciso reduzir este consumo em todo o mundo, certo? O bom é que isso já está acontecendo. O movimento em torno da conscientização para o não consumo ou substituição dos canudos descartáveis atingiu proporções mundiais nos últimos anos e, como possível consequência, tem sido retratado na mídia de forma recorrente. Toda essa repercussão resulta da análise que envolve desde a produção, o uso e, mais tarde, o descarte dos canudos. E você pode e deve fazer parte dessa discussão e, principalmente, desta mudança de atitude. Vamos juntos? - Faça um compromisso pessoal para dizer "não" aos canudos plásticos. Sempre que pedir uma bebida, dispense o canudo. Uma alternativa é ter o seu próprio canudo reutilizável sempre a mão. Ele estão disponíveis em diversos materiais, como inox e silicone, e podem ser reutilizados e, quando necessário, são melhor descartados e reciclados. Quer fazer um pouco mais? Incentive seus amigos e familiares a assumirem este compromisso também. Você tem mais poder do que pensa. CLIQUE AQUI E VEJA NOSSA SELEÇÃO DE CANUDO ECO-FRIENDLY - Encoraje seus restaurantes e bares favoritos a abolir o canudo plástico ou disponibilizar outras alternativas para seus clientes. Faça o mesmo no seu trabalho, escola e dentro de casa - toda mudança começa com questionamentos, e será que nós precisamos mesmo de canudos plásticos no nosso dia-a-dia? Esteja pronto para conversar sobre o assunto. Conhecimento também é poder. É verdade que o plástico não vai sumir tão rápido do mercado, mas cabe a nós aceitarmos este grande desafio agora mesmo! #canudoplasticonao

 

Tendências

#Tendência: Candy Colors

candy_colors

Tons pastel e dessaturados, assim são as candy colors, uma tendência que saiu da moda direto para o décor e ganhou fãs que encontraram doçura, suavidade e delicadeza no estilo. A cartela de tons pastel conquista pela fofura sim, mas nem por isso precisa passear apenas pelo universo infantil. As nuances dessaturadas possibilitam o uso de diversos tons juntos, no mesmo ambiente, sem quebrar a harmonia. As candy colors ainda ajudam a dar uma sensação macia, fresca e relaxante, deixando ambientes com um ar despojado, divertido e elegante.candy_color

A princípio rosas, mentas e azuis podem parecer um pouco femininos, mas você pode equilibrar evitando utilizar as cores em itens muito ornamentados. Em vez disso, opte por peças contemporâneas com uma estética limpa e simplificada e evite o “over “que a paleta pode produzir.
candy_color
Uma ótima maneira de introduzir a tendência é apostar em detalhes na decoração como almofadas e mantas, utensílios e objetos decorativos. Você pode adotar apenas um toque candy à sua casa, usando as cores em móveis menores e pequenos detalhes – na cozinha, por que não apostar nos tons pastel para um um pote, uma torradeira ou jarra? Ou no quarto, adicionando lâmpadas de cabeceira e almofadas, que transformam rapidamente o ambiente e trazem o estilo de maneira suave. Um dos pontos a favor da tendência é justamente não precisar redecorar completamente o espaço para trazer esta sensação – é possível conseguir a aparência com peças e acessórios simples. Para um visual despojado, combine esta paleta suave com acabamentos naturais e texturas macias. Acessórios simples adicionam interesse e impedem que pareça muito “açucarado”. O caminho contrário também funciona – escolher uma única e grande peça em tom pastel, como um sofá rosa pálido por exemplo, também garante sofisticação.

candy_color
Os tons também funcionam brilhantemente com estampas geométricas. O contraste entre linhas gráficas e cores suaves e sutis é uma combinação certeira com uma sensação nova e moderna. Toques de cinza claro também proporcionam equilíbrio. O resultado da mistura dos tons com o preto também garante uma aparência descolada. Já os tons rosados quando encontram o marrom combinam aconchego e leveza e são outra aposta certeira para garantir um espaço quente na medida. A princípio inusitado, o brilho metálico também se mistura bem à tendência – neste caso, aposte em pequenos detalhes, como uma luminária em rose gold ou pequenos puxadores em um móvel pintado dentro da paleta. Um charme!

candy_colorcandy_color
Outra deliciosa maneira de introduzir tons pastel na decoração é através do uso de flores frescas (além de ser uma alternativa fácil e barata). Portanto, divirta-se enchendo os vasos de flores com galhos, botões e flores de tons pálidos para levar a natureza e a tendência para sua casa. Dê novas funções a utensílios e objetos – que tal encher aquela jarra rosa de flores?

candy_color
candy_color

Se animou com as estilosas candy colors? Temos aqui uma seleção de itens que é pura inspiração para se jogar no estilo.

Acontece

Soluções caseiras para o mofo

solucoes-para-mofo

A chegada de estações mais frias resultam em ambientes mais fechados e menos ventilados, condições propícias para o surgimento e proliferação de mofo. Fungos filamentosos vivem principalmente em lugares úmidos e escuros, sendo um problema comum em muitas residências e muitas vezes um transtorno também para sua saúde. Selecionamos algumas dicas caseiras para remover o crescimento de fungos em sua casa, mas lembre-se que eles podem causar manchas e danos estéticos e, dependendo do tamanho deste dano, pode não ser possível limpar um item para que sua aparência original seja restaurada. Se você não tem certeza sobre como limpar um item, ou se o item é caro ou de valor sentimental, talvez o melhor caminho seja consultar primeiro um especialista.

1. Água e sabão
Acredite ou não, sabão e água são eficazes na remoção de bolor se o crescimento não for muito profundo ou muito severo. Tudo o que você precisa fazer é esfregar a área afetada com sabão e água e finalizar com pano seco.

2. Alvejante
Alvejantes com cloro também são uma solução eficaz na remoção de mofo, mas vale lembrar que eles tem fortes propriedades oxidantes, portanto é importante manusea-los com cuidado e mante-los longe de crianças e animais de estimação. Limpe o ambiente mofado com uma solução de 100 ml de alvejante para cada litro de água. Deixe a solução agir no chão ou superfícies por 30 minutos e depois retire com um pano limpo ou esponja, mas certifique-se de não usar este método em superfícies que possam manchar ou reagir com o alvejante, incluindo metal, tecido e madeira.

3. Vinagre branco
Não apenas para remover o cheiro de mofo ou bolor, ele é também um ótimo ingrediente para matar e remover o mofo. No entanto, você precisa usar vinagre branco em sua forma pura, sem misturá-lo com água ou outros líquidos. Em alguns casos, o vinagre branco pode matar cerca de 82% do mofo, tornando-se uma solução caseira muito eficaz. Basta pulverizar o vinagre branco na área afetada e deixar descansar. Não lave a área uma vez que o vinagre tenha secado. Depois de algumas horas, o mofo e o cheiro ácido do vinagre desaparecerão. É preciso cuidado ao usar a solução em tecidos finos e outras superfícies que podem manchar.

4. Limão
Pode ser utilizado em roupas (inclusive coloridas) para retirar o mofo. Aplique suco de limão natural nas manchas, esfregue delicadamente e depois lave normalmente. Vale a pena consultar o guia de lavagem de cada peça antes de aplicar a solução.

5. Bicarbonato de sódio
Manchas de mofo pequenas podem ser retiradas com uma mistura de bicarbonato de sódio e vinagre. Basta aplicar a solução na parte afetada e deixar agir por 10 minutos. Depois, esfregue delicadamente com uma escovinha fazendo movimentos circulares, com cuidado para não estragar o tecido e lave normalmente.

Para evitar o problema

Trabalhar na prevenção é a melhor dica para manter o mofo longe de sua casa. Para isso, lembre-se de manter os ambientes ventilados e programar limpezas periódicas nos locais mais sujeitos a umidade, como closets e banheiro. Janelas devem estar abertas sempre que possível e roupas que são pouco utilizadas devem ser lavadas a cada três meses e depois guardadas com capas de TNT ou sacos a vácuo. Lançar mão de desumidificadores e anti mofos em gavetas e armários também é uma ótima ideia e saquinhos de sílica também são indicados.

Tudo para deixar sua casa limpa e organizada – confira agora mesmo nossa seção de Lavanderia.

Dicas Receitas Sobremesas

Panna Cotta – do Piemonte para sua mesa

panna cotta

Prima do pudim e do flan, a panna cotta é uma sobremesa tradicional da região do Piemonte na Itália, reconhecida inclusive pelo governo da região, que leva basicamente três ingredientes em seu preparo: creme de leite, açúcar e baunilha, mas o uso de gelatina já foi incorporado em diversas receitas – o que diminui o custo e permite que o ponto seja alcançado com mais facilidade. O nome significa creme cozido e, embora a receita tradicional ainda seja a mais comum, o doce já é conhecido também por suas inúmeras variações. Seu sabor neutro aceita muito bem diversos tipos de caldas ou compotas de fruta, o que a torna uma sobremesa extremamente versátil e perfeita para dias de calor.

A gelatina

Se você apostar no método mais comum (e rápido), escolha gelatina sem sabor para sua panna cotta, em pó ou em folha, e certifique-se de que ela esteja completamente dissolvida antes de adicioná-la à sua mistura de creme. E nada de exagerar na quantidade de gelatina! A gelatina mantém a sobremesa firme mas uma boa panna cotta tem que balançar, tem que quase não segurar o seu formato – isso faz toda a diferença!

A proporção entre o teor de gordura e a gelatina é a chave para uma panna cotta perfeita, mas não deixe que isso o impeça de brincar com os ingredientes cremosos que você escolher para o seu prato. Enquanto creme de leite é o preferido, uma panna cotta também pode ser feita com leite, leitelho e até mesmo opções de baixo teor de gordura, como leite desnatado. A sobremesa também aceita bem substituições alternativas sem lactose, como leite de coco (ou creme), leite de soja e até mesmo seu leite de castanhas favorito (como amêndoa ou avelã por exemplo). Versátil, lembra?!

Só fique atento a uma coisa: quanto menor o teor de gordura, especialmente se você usar leite desnatado ou sem lactose, maior será a probabilidade de aumentar a quantidade de gelatina usada para manter o equilíbrio das proporções.

Temperatura certa

Não ferver! Esse é o lema – ou deveria ser – para aquecer sua base de creme e açúcar. Sempre vá devagar quando você aquecer creme para uma sobremesa à base de laticínios – isso significa manter sempre a temperatura ligeiramente abaixo do ponto de ebulição, por isso não saia de perto enquanto você está aquecendo sua base.

Lembre-se! Nunca deixe sua gelatina ferver – gelatina fervida não vai engrossar e sua panna cotta pode não firmar o suficiente. Além disso, certifique-se de não usar água fervendo em sua gelatina pois ela não tolera bem temperaturas superiores a 54ºC.

Apresentação

Se você planeja desenformar sua panna cotta para servir, não se esqueça de resfriá-la por cerca de quatro horas antes de tentar desenformá-la
Os moldes de panna cotta perfeitos são pequenos, apenas cerca de 180/200gr. Unte cada molde com um óleo neutro e sem sabor – e use uma mão leve ao fazê-lo – para obter melhores resultados.
Além disso, passe uma faca ao redor da borda de cada um para liberar ou mergulhe cada molde por apenas alguns segundos em um recipiente raso com água quente.

E se a sua panna cotta não desenformar lindamente? Quer evitar esta dúvida? Prepare sua panna cotta em um lindo recipiente transparente – copos, tigelas e até mesmo potes são ótimas opções e também produzem aquele efeito uau na hora de servir.

Agora que você já está apaixonado por esta sobremesa italiana, mãos a obra!

Ingredientes

2 xícaras ou 500 ml creme de leite fresco
1/2 xícara de leite
1 colher de sopa de gelatina em pó sem sabor
2 colheres de sopa de água
1 fava de baunilha ou 1/2 colher de chá de extrato ou essência de baunilha
5 colheres de sopa rasas de açúcar
óleo para untar as forminhas
8 moldes de alumínio de 100ml (você também pode optar por não desenformar, neste caso use copos de vidro ou acrílico, potes de compota, potes de sobremesa)

Modo de preparo

Coloque a água em uma tigela pequena, polvilhe a gelatina por cima e misture bem. Deixe amolecer por pelo menos 2 a 3 minutos.

Abra a fava de baunilha ao meio no sentido do comprimento com a ajuda de uma faquinha de ponta. Retire as sementes do interior da fava raspando com o outro lado da lâmina. Reserve.

Unte o interior dos moldes com uma leve camada de óleo e reserve. Não unte caso esteja usando outros recipientes e não queira desenformar.

Em uma panela pequena, misture o creme de leite, o leite, o açúcar e as sementes de baunilha. Leve ao fogo médio/baixo e cozinhe sem deixar ferver, apenas até o açúcar diluir completamente. Retire do fogo e misture a gelatina amolecida. (espere o liquido esfriar para misturar o extrato ou essência de baunilha, se estiver usando).

Com uma concha, encha as forminhas untadas e leve a geladeira por 6 horas ou durante a noite. Se for fazer com mais de 24 horas de antecedência, esteja ciente de que o resultado pode ser uma panna cotta um pouco mais firme.

Cerca de 10 minutos antes de servir, passe uma faca de ponta redonda e lâmina fina em torno do molde e vire no prato de servir. Caso não desenforme, coloque um pouco de água fervente em um recipiente e coloque o molde dentro por alguns segundos para esquentar o fundo e tente desenformar outra vez.

Na hora de servir cubra com a calda já fria.

Use a criatividade para a calda de sua panna cotta ou aposte na versão clássica:

Calda de Frutas Vermelhas
250g de frutas vermelhas de sua preferência
100g de açúcar

Leve o açúcar e as frutas, se forem morangos devem ser picados, ao fogo por 5 a 6 minutos até formar uma calda.
Espere esfriar e espalhe sobre a panna cotta.

panna cotta panna cottapanna cotta

Tudo na medida! Confira uma seleção para medir e pesar os ingredientes de suas sobremesas.

Você Sabia?

Motivos para escolher UP

Motivos não faltam para escolher a Utilplast na hora da compra e nós vamos te ajudar listando (apenas) alguns deles.

Quase 50 anos como referência
Já estamos no mercado há décadas! Entendemos (e muito!) de todo este incrível universo de organização, cozinha e lavanderia. Tudo que é mais legal, nós temos antes, com grande variedade, ótimo preço e atendimento impecável.

Todo site a pronta entrega
Pode confiar na gente, só vendemos o que temos!
(*salvo produtos sinalizados como pré-venda)

Compre no site e retire na loja, até no mesmo dia!
O melhor dos mundos! A comodidade, praticidade e rapidez do nosso site aliada ao atendimento de nossas lojas.

Produtos mais do que exclusivos
Tem muita coisa que não adianta procurar: só tem aqui! Trazemos com exclusividade o que há de mais moderno no mercado, só para você.

Enorme variedade de itens
Nossa curadoria é de primeira e nós não medimos esforços para oferecer o melhor para você.

Atendimento de primeira
Do pré ao pós venda, nossa simpática e qualificada equipe está sempre disposta a ajudar você. Queremos oferecer para você a melhor experiência possível, sempre!

Ótimas condições de pagamento e ofertas exclusivas
Condições especiais nas lojas físicas e até 10x sem juros e 5% no boleto bancário para a loja online*! Além disso, sempre temos ótimas promoções exclusivas. Não tem desculpa para não comprar, né?

Agora que você já conhece alguns (dos muitos) motivos para comprar na Utilplast, que tal conhecer nossa incrível variedade de produtos?

Acesse nossa loja online – ela é prática, rápida e segura!

Dicas Receitas

O versátil pesto

molho_pesto

Pesto é uma coisa simples, deliciosa e versátil – vai bem na massa, na torrada, na bruschetta, no sanduíche… E para melhorar o preparo também não tem mistérios – basta usar ingredientes de ótima qualidade e voilà! Aqui vão algumas dicas:

As folhas
Lave as folhas muito bem – e esta talvez seja a parte mais trabalhosa do preparo. Ao lavá-las use água fria, não morna, que deixa as folhas mais murchas. Seque bem as folhas em um seca salada ou entre camadas de papel toalha de cozinha.
dica: salsinha adiciona uma nota mais clara ao pesto, por isso vale a pena incluí-la em parte da receita.

O alho
Pense cuidadosamente sobre quanto alho você vai adicionar. A receita abaixo pede 1-2 dentes mas tenha mente que se você adicionar 2, será um pesto com gosto mais pronunciado de alho (se você ama, vá em frente!). Já adicionando 1 dente, seu pesto será mais suave e mais equilibrado. A escolha é sua.

Pignole
Os pignoles são tradicionais no pesto, mas são caros. Você pode usar nozes ou qualquer outra castanha sem medo de errar! Qualquer que seja a castanha que você escolher, certifique-se de torrá-las primeiro. Pegue uma panela pequena, adicione as nozes, coloque em fogo médio-baixo e cozinhe, mexendo sempre, até sentir o cheiro delas.

Azeite
Escolha um azeite (de preferência extra virgem) que você goste do sabor sozinho. Se você não tiver certeza, coloque o azeite em um prato, polvilhe com sal e pimenta e mergulhe em um pouco de pão. Pergunte-se se você comeria isso em um restaurante antes de uma refeição enquanto saboreia uma taça de vinho. Se a resposta for sim, você tem um bom azeite. Vá em frente.

Queijo
Você não precisa necessariamente usar parmesão se não quiser, mas você precisa de um queijo duro e salgado para substituí-lo. Por isso, não tente adicionar mussarela ou brie por exemplo – eles não vão misturar direito e o resultado final fica comprometido. Outra dica sobre o queijo é não colocá-lo no processador de alimentos (ou pilão) com os outros ingredientes. Em vez disso, rale finamente e junte no final.

Variações
Hortelã, coentro, agrião e rúcula são algumas variações deliciosas para a receita tradicional com manjericão. Experimente!

Processador x Pilão
A praticidade pede um processador ou mixer mas os puristas dirão que um pesto só sai de um pilão. Se você também pensa assim, use o pilão e mantenha a tradição viva (todo mundo precisa de tradições). Se você no entanto gosta do que a modernidade tem a oferecer, aposte no processador – mas atenção! Não coloque tudo no processador de uma vez. Isso machuca as folhas de manjericão e faz com que as nozes liberem muito óleo, o que tornará o molho meio pastoso. Em vez disso, pique o manjericão, nozes e alho muito bem primeiro. Em seguida, coloque-os no processador de alimentos com o azeite, sal e pimenta (não o queijo – ele só entra no final!). Pulse apenas algumas vezes. Um bom pesto deve ser um pouco robusto, não super suave.

Armazenagem
A principal questão a se preocupar quando se trata de armazenar manjericão é que ele pode escurecer. Coloque uma camada de azeite por cima do pesto pronto para evitar a entrada de ar que oxida o manjericão. Feche o recipiente (confira nossa seleção de potes com fechamento hermético!) e guarde na geladeira por até 5 dias.
Pesto congela lindamente e você pode usar formas de gelo (já ensinamos o truque aqui!).

Mão na massa!

Ingredientes
1 e 1/2 xícaras de folhas frescas de manjericão
1/2 xícara folhas de salsinha fresca
1/3 xícara de pignole torrado (ou a castanha de sua preferência)
1-2 dentes de alho (dependendo do sabor que você quer)
1/2 xícara de azeite extra virgem
1/2 colher de chá sal
1/4 colher de chá pimenta preta grossa
1/4 xícara de parmesão ralado

Confira nossa seleção de processadores e pilões.

Receitas Saladas

Caesar Salad perfeita

caesar_salad

Este prato icônico – que dizem ter sido inventado na década de 1920 por Cesare Cardini, um dono de restaurante em Tijuana, México – pode parecer simples demais, mas os três ingredientes principais – alface, croutons e molho – fazem uma combinação perfeita e irresistível, perfeita para uma entrada ou acompanhamento de grelhado ou assado. Com algumas dicas preciosas, a Caesar Salad pode surpreender e virar hit no seu verão.

1. Alface
Alface seca é a chave – se ela estiver molhada o olho não grudará nas folhas (isto é verdade para qualquer salada de folhas). Separe as folhas da alface (a romana é a mais indicada) e mergulhe em um bowl com água gelada por 10 minutos. Em seguida, use uma centrífuga (ou seca salada) para secar completamente as folhas ou coloque em uma única camada em papel toalha. Depois de seca, refrigere por pelo menos 2 horas para que ela fique perfeitamente crocante.

2. Croutons
A receita clássica pede alho apenas no molho, mas inclui-lo também nas torradinhas faz muita diferença!. Amasse 2 dentes de alho e coloque em uma tigela. Adicione 1/4 colher de chá de sal e misture com um garfo até formar uma pasta. Transfira metade desta mistura para uma assadeira. Misture 3 colheres de sopa de manteiga derretida e 2 colheres de sopa de azeite (deixe o restante do alho na tigela para o molho). Corte um pão rústico em cubos de 1,2 cm e coloque na assadeira com a mistura de alho e mais 1/4 xícara de queijo ralado, pimenta moída na hora e sal. Asse em uma só camada em forno médio, mexendo no meio, até ficar crocante e dourado – cerca de 12 a 15 minutos. Deixe esfriar.

3. Molho
Até mesmo os avessos à anchova vão adorar esse molho leve e suave. Amasse 5 anchovas na mistura de alho reservada até ficar homogêneo. Misture 2 colheres de sopa de suco de limão fresco, 1/2 colher de chá de molho inglês, 1/2 colher de chá de mostarda Dijon e 1 gema de ovo. Tempere com 1/4 colher de chá de sal e pimenta. Lentamente adicione 1/3 xícara de óleo em um fluxo fino, mexendo constantemente (um processo semelhante ao preparo da maionese). Adicione a alface, misture bem para incorporar o molho e depois acrescente 3/4 de xícara de queijo ralado e croutons. Sirva imediatamente.

#DICA
Ovo cru é um problema?
Não se preocupe, não há necessidade de dispensar o molho por causa disso. Basta colocar uma panela pequena de água para ferver e misturar 1 colher de sopa de vinagre branco. Quebre 1 ovo na panela, abaixe o fogo e deixe ferver até que a clara esteja definida e a gema ainda não – isso pode levar de 4 a 5 minutos. Retire o ovo com cuidado e escorra em uma toalha de papel, parta ao meio e amasse a gema na mistura de alho e anchova. Pique a clara e misture com os outros ingredientes na etapa antes de adicionar o óleo.

4. As estrelas
Sem eles a Caesar não tem o mesmo sabor, então aposte nestes dois ingredientes imprescindíveis para fazer sua salada brilhar.

PARMIGIANO-REGGIANO
Este queijo ralado duro é feito de leite de vaca não pasteurizado e dá à salada um sabor complexo de nozes que você não obterá de queijos simplesmente rotulados como “parmesão”. O queijo Parmigiano-Reggiano tem esta denominação estampado na casca.

FILÉS DE ANCHOVA
Estes são vitais para o molho – e quando misturados com alho, limão e óleo, não têm gosto de peixe (realmente!). Para sabor e textura superiores, use filés em azeite em vez de pasta de anchova.

Quer preparar servir saladas inesquecíveis? Clique aqui e confira nossa seleção de itens essenciais.

Dicas

5 dicas para sua pequena cozinha

Organizar a cozinha também se trata de aproveitar ao máximo o espaço que você tem, e isso muitas vezes requer soluções criativas e o uso de utensílios práticos. Reunimos 5 dicas rápidas para deixar sua pequena cozinha super organizada.

1. Otimize sua gaveta de utensílios
Se você está cansado de vasculhar sua gaveta de utensílios para encontrar a item certo para a receita, ou tem problemas para fechá-la porque o seu batedor praticamente não cabe dentro dela, pode ser a hora de uma reorganização!

Pode soar básico, mas usando um organizador de gavetas você pode mantê-las organizadas e aproveitar ao máximo seu espaço. Além disso, significa que você não precisará perder tempo procurando os pequenos utensílios quando precisar deles bem na hora de um passo importante na receita.

2. Lembretes
Se você é do tipo que precisa anotar para não esquecer, sua cozinha pode estar inundada de papéis, canetas e imãs de geladeira por todo lado. Que tal deixar essa tarefa mais fácil? Uma boa ideia é transformar uma pequena parede ou a porta dos armários em uma lousa. Assim, você mantém as informações sempre no mesmo lugar e se livra de papeizinhos que se perdem facilmente. Use uma tinta para lousa e mãos a obra!

3. O poder das cores
Organização não precisa ser chata! Mesmo quando você está tentando organizar um espaço pequeno, ainda pode se divertir com o design. Ainda que a sensação de amplitude venha de revestimentos claros e de tons off-white, que tal apostar nas cores em objetos e utensílios? Os itens em silicone são uma ótima opção pois, além de práticos e duráveis, são encontrados em diversas cores e ganham também função decorativa.

4. Compre melhor
Na hora da compra podemos acabar colocando no carrinho ingredientes que não fazem parte da nossa dieta ou mesmo exagerando na quantidade de determinado item. O resultado é que eles ficam ocupando espaço no armário sem nunca serem utilizados, esperando a receita ideal. Temos duas dicas:

Use: Verifique as datas periodicamente e use sempre o que estiver perto do vencimento primeiro – sempre há algo que você pode fazer para aproveitar aquela lata prestes a vencer.

Descarte: se você não usou em um ano (e ainda está na validade), talvez seja hora de encaminhar estes itens para doação e repensar sua lista de compras no futuro – quantidades menores tem menos chance de serem perdidas e você pode sempre variar e experimentar novos sabores.

Lembre-se, mesmo aquele ingrediente longa vida não dura para sempre. Crie uma rotina de checar periodicamente as datas de validade dos itens da despensa.

5. Soluções de armazenamento
Uma dica simples para garantir que os seus frascos de especiarias não sejam negligenciados na parte de trás dos armários é usar potes herméticos, rotulá-los e mantê-los em algum lugar visível, tornando fácil encontrar o que você precisa – um porta temperos pode ser uma ótima solução. Um porta utensílios também ajuda a manter tudo visível e com fácil acesso. Falta espaço nos armários? Invista nos organizadores cromados que otimizam o espaço e mantém tudo organizado.

Levar em conta sua rotina na hora de organizar a cozinha é uma grande ideia! Cada casa tem seu ritmo, por isso é importante deixar a mão os itens que você mais acessa, criando soluções que se adequem ao seu estilo de vida e espaço.

Quer organizar a cozinha agora mesmo? Nós temos uma incrível seleção de itens para te ajudar! Clique aqui.