Dicas

Guia de Compra: Panelas

guia de panelas

Sabemos que cozinhar é uma arte e, assim como um pintor precisa de diferentes tipos de pincéis, um cozinheiro também precisa de diferentes tipos de panelas, certo? Só que nem sempre temos certeza de que material ou tamanho escolher – ferro fundido vai ao forno? aço inox pode ser utilizado no fogão de indução? E por aí vai.

Pensando nisso, temos aqui um guia rápido com alguns tipos de panelas e seus usos – desde as mais famosas até algumas variedades menos conhecidas – para lhe ajudar na hora de escolher sua panela ideal. A Utilplast é especialista em panelas e, ainda que não encontre aqui a informação que precisa, pode contar com o guia rápido disponível em nossa loja online. Nele, você conta pra gente um pouco do que precisa e nós lhe damos as opções mais adequadas – tudo online, rápido e fácil. Se ainda assim permanecer a dúvida, pode contar com nosso SAC – ele está pronto para lhe orientar no que for preciso para tornar esta escolha fácil e certeira.

guia de panelas

Por que as panelas podem variar tanto em peso, aparência e preço?
Um grande fator é material. Os principais materiais utilizados para fazer panelas de cozinha são alumínio, ferro fundido, cobre e aço inoxidável.
A primeira dica é: escolha um material adequado à técnica de cozimento. Por exemplo, os alimentos salteados ficam melhores em panelas que transmitem calor rapidamente, os alimentos cozidos precisam de panelas que retêm calor por longos períodos e você não deve cozinhar molhos brancos ou molhos de tomate em panelas de alumínio ou cobre sem revestimento porque esses ingredientes reagem com o metal.

Pequenas, médias e grandes
Panelas pequenas são utilizadas para 1 porção de proteína e geralmente tem até 20cm de diâmetro. Uma panela média deve ter cerca de 25cm de diâmetro e pode ser usada para 2–3 porções de proteína. Já as grandes tem 30cm de diâmetro ou mais e devem ser utilizadas para grandes quantidades de alimento, já que levam mais tempo para aquecer.

Algumas dicas extras:
Na hora de lavar suas panelas, fique longe da lã de aço ou outros métodos de lavagem que podem causar danos, como superfícies ásperas de escovas ou esponjas.
Deixe sempre as panelas ou frigideiras esfriarem completamente antes de lavar.
Se houver dificuldade para remover restos de comida, deixe a panela de molho com água quente e detergente.

guia de panelas

Antiaderente

Revestimentos antiaderentes ​​liberam sem esforço alimentos delicados, incluindo ovos e panquecas. São excepcionalmente fáceis de limpar e precisam de menos (ou nenhum) óleo para cozinhar, o que elimina alguma gordura da sua dieta. Dependendo do material primário, a maioria das peças é ideal para uso em qualquer tipo de fogão, incluindo indução. A maioria das peças é segura para fornos até 260ºC, mas leve em conta o material da alça. Vale a pena também tomar cuidado com os utensílios utilizados para não riscar ou arranhar o material da superfície. Lembre-se que superfícies antiaderentes não produzem alimentos caramelizados ou dourados.

Ferro fundido esmaltado

Ótimo para escaldar, refogar, dourar e fritar, estas peças clássicas e coloridas fazem a transição sem interrupções do fogão direto para a mesa de jantar e são super charmosas. Também são perfeitas para assar e cozinhar lentamente. Elas aquecem de forma lenta e uniforme e retém o calor. Além disso, o revestimento durável não reage com ingredientes ácidos, são resistentes à corrosão e seguras para uso em forno (lembre-se se verificar alças e puxadores).

Aço inoxidável

O aço inoxidável é uma boa escolha para dourar e assar. As panelas de aço inoxidável são duráveis, fáceis de cuidar, não reagem com alimentos e fornecem aquecimento rápido e uniforme. Muitas vezes são magnéticas e compatíveis com fogões de indução, vão à máquina de lavar louça e ao forno e grelhador (dependendo do material de alça).

Indução

O cozimento por indução usa campos eletromagnéticos para aquecer panelas e frigideiras mas você não precisa ser um cientista ou engenheiro para usá-lo – cozinhar com indução é fácil e seguro. Na verdade, a maioria dos fogões de indução é extremamente amigável, com leitura digital e proteções automáticas para evitar o superaquecimento de panelas. Fogões de indução aquecem rapidamente e com muita precisão. Você pode aumentar ou diminuir o calor quase que instantaneamente, o que é ótimo para engrossar molhos ou cozinhar vegetais do jeito que você gosta. O cozimento por indução, diferentemente do gás, pode permanecer em temperaturas muito baixas para uma fervura suave também.

Outro grande benefício da culinária por indução e panelas de indução tem a ver com segurança. Porque ele usa um campo eletromagnético para cozinhar, apenas panelas e frigideiras ficam quentes. O resto do fogão fica completamente frio – isso ajuda a evitar acidentes e queimaduras. As superfícies de indução também são muito eficientes em termos energéticos. Praticamente toda a energia usada vai para a panela, em vez de aquecer o ar circundante. Usa menos energia, menos acidentes e é fácil de manter limpo – o que mais poderíamos querer?

A maioria das panelas de indução é feita de aço inoxidável magnético ou ferro fundido e devem ter o fundo plano. Uma boa dica ao utilizar panelas em fogão de indução é verificar se ela está centrada no elemento de aquecimento para cozinhar uniformemente. Também é bom lembrar que utensílios de cozinha metálicos podem esquentar se você deixá-los em cima de um fogão de indução que está ligado.

Materiais seguros

Alérgicos em geral podem ter problemas com certos materiais presentes em algumas panelas, como modelos que soltam níquel ou cromo no alimento ou antiaderentes que podem ser nocivos. Para estes casos, prefira modelos em ferro fundido como das marcas francesas Le Creuset e Staub, que não liberam nenhum tipo de substância durante o cozimento, e também os que utilizam Silargan – material feito de aço ferromagnético fundido com cerâmica de alta tecnologia, formando um composto inseparável à prova de cortes e arranhões com superfície extremamente lisa, sem porosidade alguma e antibacteiano, que não deixa absolutamente nenhum resíduo de material na comida. Este material é encontrado nas panelas da marca Silit.

Panelas Especiais

Aqui a lista pode ser grande mas, de um modo geral, tenha em mente que as panelas especiais facilitam preparos específicos. Vamos listar algumas:

Wok: um recipiente de cozimento em forma de tigela com paredes altas e afiladas. É um utensílio de cozinha comum na China e em muitos outros países asiáticos. Uma wok pode ser utilizada para várias técnicas de cozimento diferentes, incluindo cozimento a vapor (geralmente com vapor de bambu), fritar e assar. O uso dos utensílios de cabo longo ajuda os cozinheiros a não queimarem as mãos enquanto cozinham.

Stock Pot: com topo largo, fundo plano e lados altos que se elevam em linha reta, deixando a panela com uma boca que é do mesmo tamanho que o fundo. Ideal para longos cozimentos e para fazer caldos, mas por ser versátil pode ser usado para diversos outros preparos.

De risoto: com uma base larga, que permite melhor contato entre o alimento e a fonte de calor, as panelas específicas para risoto propiciam o cozimento perfeito para este tipo de prato.

Tagine: inspirado na culinária lenta e muito bem temperada do norte da África, o Tagine Marroquino é um exemplo clássico de um formato ideal adequado para a sua função. Sua tampa peculiar permite o retorno constante da condensação para a base, umedecendo os ingredientes e amaciando as fibras mais duras dentro da carne. Ideal para o preparo de pratos típicos como cuscus marroquino, tagines marroquinos (pratos nomeados pela própria panela), frutas, raízes, vegetais e temperos aromáticos como canela, açafrão e gengibre.

guia de panelas

Quer escolher panelas novas? Conte com a gente! Confira aqui nossa incrível seleção de panelas.

Previous Post
24 de setembro de 2018
Next Post
24 de setembro de 2018

Os comentários estão desabilitados.

Related Posts