Dicas Principais Receitas

Gratina!

gratinado

Se palavras como cremoso, crocante e borbulhante te deixam com água na boca, então provavelmente você é ou vai virar fã do gratinado, a técnica francesa que deixa o prato saboroso e suculento. Simplificando, um gratinado é um prato com uma crosta dourada no topo, geralmente envolvendo queijo e pão ralado. O termo vem do francês gratiner, algo como grelhar.

Esta deliciosa cobertura dourada pode ser obtida de diversas formas – a parte superior do prato pode ser generosamente polvilhada com pão ralado, queijo, ou envolvida em molho branco cremoso (adicionar ovos ao molho deixa a textura ainda mais gostosa!). O gratinado, além de saboroso é prático e geralmente consumido como prato único e montado na própria travessa que vai do forno à mesa – seja em uma travessa para toda a família ou em porções individuais, utilizando ramekins e cocottes. A praticidade também fica por conta do tempo, já que um gratinado pode facilmente ser montado com antecedência, até mesmo na véspera, indo ao forno momentos antes de servir.

gratinado

O que gratinar?

Os gratinados de legumes são um excelente acompanhamento para um filé de frango ou um assado. A batata gratinada é a primeira que vem à cabeça (confira aqui uma receita!) mas muitos outros vegetais são adequados para gratinados, como alho-poró, erva-doce, cebola, tomate, abobrinha, berinjela, couve-flor, espinafre, abóbora. Uma boa ideia é fatiar os legumes finamente e organizá-los em camadas em sua travessa. Entre cada camada, um pouco de sal e pimenta, manteiga e molho branco. Ao final, uma cobertura de queijo ou pão ralado e forno!

Mas nem só de vegetais vive o gratinado. Frango desfiado com brócolis e molho de queijo, finalizado com muito parmesão ralado formam um prato delicioso e úmido. Vegetais com carne desfiiada rendem saborosos gratinados e podem ser finalizados com farinha de pão e manteiga, para uma camada crocante. Massas em geral com molho de tomate podem ser gratinadas com uma generosa camada de parmesão – apenas maravilhoso! E o clássico Mac and Cheese – macarrão e queijo gratinado, tão simples e perfeito. Experimente também moussaka grega com berinjela e carne moída (cordeiro é o ideal) com uma camada superior de molho béchamel que ganha no forno um lindo bronzeado.

gratinado

gratinado

Qual queijo utilizar?

Os queijos macios são os mais indicados, pois derretem com facilidade e mantém a textura. Mussarela, emmenthal, gruyére e meia-cura são escolhas certeiras. Parmesão, apesar de mais duro, também é muito utilizado – neste caso, rale-o na hora de usar para manter um pouco a umidade. Convém ainda evitar o queijo branco que, apesar de mais leve, ganha textura “borrachenta” quando vai ao forno.

gratinado

Montagem

Na hora de montar seu prato gratinado garanta que ele receba bastante molho – isso evita o ressecamento provocado pelo forno, que deve estar pré-aquecido.

Prefira travessas de vidro e cerâmica, que retém bem o calor. Certifique-se de deixar um espaço na borda superior para evitar derramamento quando o líquido e o queijo começarem a borbulhar – esse é o ponto do gratinado!

Dica:
Se o gratinado estiver quente e borbulhante no forno, mas o topo ainda não estiver dourado, você pode finalizar com um maçarico.

couve flor gratinada

#RECEITA | COUVE FLOR GRATINADA

Ingredientes

1 couve-flor de média cortada em floretes (também pode ser brócolis ou metade de cada)
2 colheres de chá de manteiga
1/3 xícara de farinha Panko (para empanados)
1/2 xícara de queijo Gruyère picado
1/2 xícara de cebola finamente picada
1 dente de alho picado
3 colheres de sopa de farinha de trigo
2 xícaras de leite
3 colheres de sopa de salsinha picada
Noz moscada ralada, sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo

Preaqueça o forno em temperatura média. Disponha a couve-flor em uma travessa ligeiramente untada com azeite ou manteiga. Tempere com sal e pimenta e asse por 20 minutos ou até que esteja macia mas al dente.
Em uma panela coloque a manteiga e doure rapidamente o alho. Adicione a cebola e cozinhe até ficar transparente. Junte a farinha de trigo e cozinhe por 3 minutos. Adicione o leite aos poucos, batendo sem parar com um fouet. Tempere com noz moscada ralada, sal e pimenta e cozinhe até levantar fervura e começar a engrossar. Junte 1/2 do queijo ralado e mexa bem. Desligue o fogo.
Cubra a couve flor com o molho, finalize com o restante do queijo e a farinha Panko. Leve ao forno até borbulhar e dourar.

Previous Post
16 de julho de 2018
Next Post
16 de julho de 2018

Os comentários estão desabilitados.

Related Posts