Dicas

Gostosa tradição

As Festas Juninas hoje são uma das maiores comemorações brasileiras e se adaptaram ao longo de anos de história e influências de uma grande mistura de culturas. É a festa que tem a cara do Brasil e, mesmo ao ongo dos anos, mantém sua essência. As brincadeiras como a pescaria, a quadrilha com casamento caipira, os jogos e músicas como o forró; as comidas e bebidas típicas como o milho, o amendoim, a paçoca e o pé de moleque são tradições que continuam fortes e presentes em todas as festas juninas espalhadas pelo país.

Quer entrar no clima e organizar um arraiá tipicamente junino? Siga as dicas e boa festa!

1. Planejamento

Escolher a data e horário e determinar a quantidade máxima de participantes é o primeiro passo para organizar sua festa. Lembre-se que para cada faixa etária e perfil de seus convidados, diferentes horários serão mais atrativos. Com base no número de convidados, é possível escolher o local mais apropriado para a festa e a quantidade de comida e bebida. Com essas informações também é possível definir uma estimativa de orçamento, levando em conta não só o orçamento das comidas e bebidas, mas também da decoração da festa – ítem importantíssimo para produzir um verdadeiro arraiá.

2. Música

Não existe uma boa festa sem música! Nas festas juninas as atrações são o forró e as canções juninas para quadrilha. Invista em uma playlist com o tema, um DJ ou, se for para arrasar mesmo, contrate um trio de sanfonzeiros e forrozeiros. Sucesso garantido!

3. Comes e Bebes

Uma das características mais marcantes em festas juninas é o cardápio: abuse dos pratos típicos! Monte um cardápio variado e aproveite os alimentos da época, como o milho. Como o mês de junho é a época da colheita do cereal, muitos alimentos são feitos com ele. Nesse tipo de festa a ideia é petiscar – disponibilize saquinhos de papel ou pratinhos para que as pessoas se sirvam e possam circular pela festa e prefira servir os ítens do cardápio em porções individuais ou já porcionadas. Se estiver servindo um bolo de milho por exemplo, deixe-o já cortado. Nos doces, como canjica, sirva em pequenas xícaras ou canequinhas.

Outras sugestões:

Amendoim torrado;
Cachorro-quente;
Broa de fubá;
Pipoca doce e salgada;
Arroz doce;
Bolo (de milho, fubá, amendoim);
Canjica;
Maçã do amor;
Milho verde;
Pamonha;
Paçoca;
Pinhão;
Pé de moleque;
Pratos regionais, como cuscuz, tapioca;
Quentão;
Vinho quente,
Sucos e refrigerantes.

4. Decoração

Esse tipo de festa pede uma decoração característica e rural, então capriche nos adereços da época! Tecidos feitos com retalhos, chita, bandeirinhas, xadrez, chapéus de palha (que podem ser utilizados para servir pipocas e doces por exemplo), tags de bandeirinhas para a mesa de comida, fitinhas de cetim, imagens dos santos homenageados no mês… Vale misturar padrões como estampas florais e xadrez e criar uma festa colorida e divertida.
Uma outra ideia é acender uma fogueira – isto se a festa não for para crianças, claro. Ela esquenta os mais friorentos e ainda dá um super charme!

Não esqueça do correio elegante! Uma brincadeira simples e que faz os convidados entrarem ainda mais no clima da festa.




Previous Post
12 de junho de 2017
Next Post
12 de junho de 2017

1 comentário

Leave a Reply

Related Posts