Dicas

Dicas para um grelhado perfeito

Um bom grelhado é uma ótima opção para a alimentação do dia a dia, mas também pode ser protagonista de almoços e jantares especiais quando preparados de forma perfeita. E não apenas carnes, mas aves, peixes, vegetais e até frutas ganham um sabor excepcional quando grelhados.

Frigideiras e Grelhas

Ambas podem ser encontradas em diversos materiais como alumínio, inox, ferro e com superfícies anti aderentes ou não. Uma grelha geralmente tem as bordas baixas e linhas na superfície com cerca de 1 a 2 cm de distância. Elas também podem ser redondas, quadradas, retangulares, com e sem alças. Alguns modelos possuem bicos nas laterais ou borda coletora e muitas dispensam o uso de óleo no preparo. As frigideiras podem ser mais altas e utilizadas também para frituras.

Opte por grelhas ou frigideiras com espessura de no mínimo 5 milímetros. Quanto mais espessa, mais tempo ela reterá calor e, assim, tornará uniforme o processo.
Se você quer preparar grelhados com qualidade de restaurante, não perca as dicas abaixo:

1 – Escolha seu modelo

Entre todos os materiais disponíveis, uma excelente opção é o ferro fundido. Este material retém o calor e o mantém uniforme durante o cozimento.
Se estiver usando uma grelha de ferro fundido, use-a sempre de acordo com as instruções do fabricante. Uma leve pincelada de óleo antes de cada uso pode ser uma boa ideia nos modelos de ferro fundido. 

2 – À prova de queimaduras

Para garantir um grelhado bem sucedido, garanta que os ingredientes não entre completamente molhados na grelha. Mantê-lo um pouco mais seco garante um resultado melhor. Carnes devem ser grelhadas quando estiverem em temperatura ambiente. Pincele levemente com azeite e tempere ambos os lados com sal e pimenta antes de colocá-lo no fogo. Se você estiver grelhando algo com uma marinada, retire pedaços soltos de ervas, alho e etc antes de levá-lo à grelha – isso evita que os mesmos queimem.
Frango, peixes  e vegetais ficam ótimos envolvidos em uma marinada com um pouco de azeite, vinagre ou suco de limão, sal, pimenta e ervas frescas. Já um bom filé requer apenas sal e pimenta.

3 – Temperatura certa

Coloque a grelha no fogo e aqueça-a até ficar muito quente. Depois reduza o fogo a médio-baixo e mantenha essa temperatura durante todo o processo de cocção.

A natureza da grelha é criar esse um sabor carbonizado e ligeiramente esfumaçado. Infelizmente esse sabor não é possível sem criar um pouco de fumaça, por isso abra as janelas da cozinha ou ative o depurador de ar antes de ligar a chama. Se prefere um pouco menos de fumaça, uma boa ideia é utilizar o forno. Para isso deixe a grade do forno o mais baixo possível e coloque a grelha. Pré-aqueça o forno a 250°C e deixe 10 minutos para que o forno e a grelha aqueçam completamente. Em seguida, cozinhe os itens na grelha conforme você faria, girando para fazer as marcas do grelhado. Mantenha a porta do forno fechada o máximo possível para manter o calor e conter a fumaça.

4 – Paciência

Coloque alimentos na grelha e vá embora. Nada de ficar mexendo, virando… um bom grelhado se faz sozinho. Deixe-o por 3 a 4 minutos sem mexer, depois gire a comida 90˚ – isso criará marcas de grelhado que vão fazer você parecer um profissional. Cozinhe por mais 3 a 4 minutos e repita do outro lado. Para virar carnes use sempre uma pinça.

5 – Deixe a carne descansar

Nada de cortar a carne assim que ela sai da grelha! Deixe-a deixa descansar por uns minutos – quanto maior a peça, mais tempo ela deve descansar. Isso vai ajudar a redistribuir os sucos dentro da carne e torná-la mais tenra.

Para acertar sempre no ponto, vale a pena investir em um termômetro e levar em consideração a tabela abaixo:

  • 70°C – bem passada
  • 60°C – ao ponto
  • 54°C – mal passada
Aproveite a promoção(*) de Grelhas de Ferro Le Creuset 30% OFF. Clique aqui para ver os modelos disponíveis.
(* promoção por tempo limitado)

Previous Post
3 de agosto de 2017
Next Post
3 de agosto de 2017

Os comentários estão desabilitados.

Related Posts