Dicas

Closet organizado em 5 passos

closet organizado

Chegou aquele momento em que você passa mais tempo procurando uma coisa no closet do que se arrumando? Então é hora de pensar com carinho em colocar a mão na massa e organizar agora mesmo este espaço. Especialistas garantem que a organização proporciona bem estar e sensação de renovação. Um estudo realizado na Universidade de Princeton mostrou que o que enxergamos em nosso campo de visão afeta nossa mente – logo, um ambiente organizado gera uma mente mais organizada e tranquila. Além disso, encontrar facilmente o que você precisa diminui o estresse e a ansiedade, garante economia (você não precisa comprar aquilo que já tem no seu armário, não é?) e te dá mais tempo para fazer as coisas que realmente importam na vida – você prefere passar um bom tempo procurando aquele brinco ou aproveitando a festa?

Não é tão complicado quanto parece, vamos lá:

1. Organize usando suas preferências
A melhor maneira de organizar seu closet ou armário é configurá-lo em nichos com base no seu dia-a-dia. O que você usa com maior frequência deve ficar ao alcance das mãos e dos olhos e o que é usado raramente pode estar guardado em um espaço que você não acessa o tempo todo. Crie setores organizados por modelos, ocasiões e cores – uma blusa preta que você usa para trabalhar não precisa estar junto com o top que você usa na academia. Setorizando você ganha tempo e se localiza facilmente no espaço.
Atenção também ao que deve ser dobrado e pendurado.

O que dobrar:
• Peças de lã e linha: não podem ficar penduradas pois perdem a forma e esticam
• Camisetas de malha: por serem muito finas e pesadas também perdem a forma se penduradas
• Peças de algodão: não amassam e não marcam com facilidade, portanto podem ser dobradas
• Roupas de ginástica: não amassam
• Jeans: podem ser dobrados caso não tenha espaço suficiente para pendurá-los
• Pashmimas: dobre tendo como base a largura da peça para não criar marcas desnecessárias
• Vestidos de festa bordados ou com tule – colocar em caixas, envoltos em papel de seda
• Pijamas e camisolas
• Roupas íntimas

O que pendurar:
• Roupas de tecidos delicados (seda, crepe, cetim, etc.)
• Calças de alfaiataria
• Casacos pesados
• Blazers
• Vestidos em geral (se forem de malha, pendurar pela metade para não esticarem)
• Saias

2. Use os cabides certos
Eles são fundamentais para manter seu closet organizado e suas roupas armazenadas de maneira correta. O design é importante para cada tipo de peça e quando você padroniza seus cabides cria também uma harmonia visual, que dá sensação de organização. Escolha modelos duráveis, que não marquem os tecidos e que sejam apropriados para a peça. Invista em peças específicas para echarpes, gravatas, cintos, lenços, e também em acessórios como presilhas aveludadas e adesivos de silicone, que garantem que a peça não fique escorregando do cabide.

*confira nossa seleção de cabides e acessórios

3. Seja criativo
Se você tem uma robusta coleção de cachecóis que tal utilizar o espaço atrás da porta ou em uma parede para organizá-los? Além de economizar espaço no armário, você expõe sua coleção de um jeito charmoso e personalizado. Para isto, invista em cabides de parede ou aproveite um pequeno canto para utilizar um cabideiro de chão. Os acessórios merecem organizadores especiais que mantém tudo no lugar e podem ser colocados na bancada, em uma gaveta ou prateleira baixa. Invista também em caixas e cestas organizadoras para criar nichos e otimizar o espaço.

*confira nossa coleção completa de organizadores

*confira cinco maneiras de organizar com cestas plásticas

4. Maiores volumes pra cima
Utilize os espaços mais altos do armário para organizar roupas volumosas, edredons, cobertores e malas. Deixe no alto tudo aquilo que não é utilizado com frequência ou faça rodízio por temporada: no verão use os espaços de cima para acomodar as roupas de inverno e vice versa.

5. Desapegue
Antes de organizar é preciso limpar o armário e isso significa retirar dele tudo aquilo que você não usa mais, que não serve mais,  que tem alguma mancha ou defeito e itens que não podem ser consertados. Comece pela parte de cima onde geralmente ficam as peças menos utilizadas e tenha em mente que se uma peça não foi utilizada nas duas últimas estações, provavelmente é candidata ao descarte. Analise com critério e separe as peças que podem ser doadas e aquelas que devem ir para o conserto. Se o volume do descarte é grande demais e as peças estão em ótimas condições, considere a opção de fazer um bazar com as amigas – nada mais antenado do que reciclar, reutilizar e consumir de maneira consciente.

closet organizado

Previous Post
19 de março de 2018
Next Post
19 de março de 2018

Os comentários estão desabilitados.

Related Posts