Categoria

Vegetais

Receitas Vegetais

Molho de Tomate perfeito

molho de tomate

O molho de tomate é uma das primeiras coisas que qualquer cozinheiro deve aprender a fazer – ele tem mil utilidades na cozinha, é fácil de preparar, conserva-se muito bem e ganha em sabor das versões industrializadas. Segredo não há, mas alguns truques e a escolha certa dos ingredientes farão do seu molho um espetáculo a parte.

O tomate
Fresco, natural e maduro, de preferência do tipo italiano, mais adocicados que as versões nacionais – assim devem ser os tomates para molho.

Para começar, o ideal é branquear o tomate – água fervente por um minuto e depois água fria. Retire a casca com cuidado e parta para retirar as sementes. Para obter um molho lisinho uma boa dica é utilizar um Passa Tomate, que vai dar esta textura suave de uma maneira super prática.

Cebola e Alho
Não há consenso sobre a utilização dos dois em um molho de tomate clássico. Quem ama, pode usar sem medo – a cebola traz dulçor ao molho e o alho com tomate é também um casamento perfeito.

Ervas aromáticas
Uma surpreendente variedade em oferta aqui: alecrim, manjericão, salsa, sálvia, tomilho… todos fazem bonito mas o manjericão talvez tenha nascido para isso: adicionar um sabor mediterrâneo, perfeito quando o assunto é molho de tomate. O alecrim deve ser usado com parcimônia, já que seu gosto é mais pronunciado. Cenoura e aipo também tem seus fãs e funcionam bem em um molho mais pedaçudo e encorpado, como um ragu.

Tempo de cozimento
Para fazer um bom molho de tomate você pode cozinhar os tomates por um tempo muito curto ou deixá-los borbulhar por pelo menos 40/50 minutos, porque eles só começam a liberar seus sucos ácidos após cerca de 10 minutos, e estes leve pelo menos meia hora para evaporar. Assim, se você tem em mãos tomates extremamente bons, tudo que eles precisam é um breve calor (ou nenhum) para se transformarem em um molho delicioso. Já para tomates comuns, um cozimento de cerca de 50 minutos trará o resultado desejado.

Se estiver fazendo grandes quantidades para armazenar (uma ótima ideia!), despeje em potes esterilizados e leve à geladeira ou congele. Ele dura 3 meses no freezer.

Ingredientes

800g de tomates maduros
2 colheres de sopa de azeite
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho esmagados
1 colher de chá de açúcar
3 hastes de manjericão fresco

Modo de Preparo

Se usar tomates frescos, coloque-os em uma panela de água fervente e deixe por cerca de um minuto, até que as peles se dividam. Levante e descasque, depois corte grosseiramente. Use o passa tomates se preferir.

Aqueça o azeite em uma panela média em fogo médio-baixo e adicione a cebola picada. Cozinhe por cerca de cinco a sete minutos, até começar a ficar transparente. Junte o alho e cozinhe por mais dois minutos.

Junte os tomates, adicione o açúcar e as hastes do manjericão, reservando algumas folhas. Tempere levemente com sal a gosto.

Leve para ferver, em seguida, abaixe o fogo e deixe ferver por 45 minutos, mexendo ocasionalmente, até engrossar.

Teste o tempero, adicione as folhas de manjericão rasgadas e regue com um pouco de azeite extra-virgem antes de servir.

Principais Receitas Vegetais

#Copa2018 Suiça – Batata Rösti

receita de batata rosti

O primeiro adversário do Brasil na Copa do Mundo 2018 será a Suiça (dia 17/06) e é de lá, mais precisamente do Cantão da Berna (a parte alemã da Suiça), que vem a Batata Rösti.
A palavra Rösti significa fina e crocante e define perfeitamente o prato – pequenos fios de batatas juntos que formam ao final uma crocante superfície e um interior macio. Irresistítivel.

Por aqui o prato chegou por meio de imigrantes que se instalaram na primeira colônia suíça em solo brasileiro e, como era de ser esperar, ganhou diversas versões mais abrasileirada. A receita original no entanto requer basicamente apenas dois ingredientes: batata e manteiga. Os sabores extras são opcionais – cogumelos, toucinho e queijos são os que garantem grandes combinações de sabores.

Dicas:
Na hora de escolher as batatas prefira as mais firmes, as do tipo holandesa são as mais indicadas.
Pré cozinhar as batatas no dia anterior garante ainda mais crocância ao prato.
Utilizar uma frigideira de ferro com fundo grosso faz toda diferença! Ela cozinha de maneira uniforme e sem queimar.

Ingredientes

5 batatas de tamanho médio com casca
25g de manteiga
1 colher de sobremesa de óleo vegetal
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Na véspera cozinhe a batata com casca por 15 minutos e deixe esfriar fora da geladeira de um dia para o outro.  Descasque e rale grosso no ralador (veja nossa seleção de raladores!).
Tempere com sal e pimenta a gosto.
Esquente uma frigideira de fundo grosso e coloque a manteiga para derreter junto com o óleo. Quando estiver bem quente adicione as batatas e as espalhe bem pela frigideira. Quando começar a dourar embaixo, com a ajuda de um prato vire-a para cozinhar o outro lado. Todo o cozimento deve levar cerca de 15 minutos (7,5 minutos para cada lado). Sirva em seguida.

Acontece Entradas Receitas Vegetais

EVENTO BODY & SOUL IGUATEMI – UTILPLAST BY TRAMONTINA

evento utilplast by tramontina

Aconteceu no dia 28/03 a aula Utilplast by Tramontina com o chef Elzio Callefi no espaço Lounge One do Shopping Iguatemi.
No encontro, o chef demonstrou o uso da panela Tramontina Lyon, bem como liquidificador e mixer da linha Tramontina by Breville. O evento descontraído fez parte da programação Body & Soul da rede Iguatemi e contou com a participação de clientes e seguidores Utilplast.

(saiba mis sobre a Panela Lyon Tramontina)

As receitas ensinadas pelo chef e degustadas pelos participantes foram:

GASPACHO ANDALUZ

Tempo de preparo: 10 minutos
Rendimento: 6 porções

INGREDIENTES

5 tomates italianos maduros e firmes
1 dente de alho ½ cebola branca
½ pimentão vermelho ½ pimentão amarelo
½ pepino japonês 50ml de vinagre de vinho branco
100g de pão adormecido
100ml de água
gelo
sal e pimenta do reino à gosto
Azeite para finalizar

MODO DE PREPARO

1. Lave os vegetais em água corrente e em seguida corte em pequenos pedaços e reserve.
2. Hidrate o pão adormecido com água.
3. Coloque todos os ingredientes no liquidificador e tempere com sal e pimenta a gosto.
4. Bata por 2 minutos e coe se desejar.
evento utilplast by tramontina

ESPAGUETE DE PUPUNHA AO MOLHO DE LEITE DE CASTANHA DO PARÁ E SALMÃO

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: 2 Porções

INGREDIENTES

200g de espaguete de pupunha
2 litros de água com sal
350ml de água
150g de castanha do pará
4 talos de cebolinha (parte branca)
1 raminho de dill
1 colher de chá de farinha de tapioca
1/2 cebola média picada 2 dentes de alho (para o molho)
2 dentes de alho (para refogar o espaguete)
2 colheres de sopa de azeite (para o molho)
2 colheres de sopa de azeite (para refogar o espaguete)
100g de salmão defumado
Raspas de 1 limão siciliano
Sal e pimenta do reino a gosto
Cebolinha para decorar

MODO DE PREPARO
1. Em um liquidificador bata as castanhas com a água junto com os talos de cebolinha e o dill, em seguida passe por uma peneira fina e reserve.
2. Em uma panela funda aqueça a água com sal até ferver em seguida abaixe o fogo e coloque o espaguete de pupunha. Deixe cozinhar por 3 minutos retire, escorra a água e reserve.
3. Em uma panela Lyon aqueça o azeite e refogue a cebola e alho.
4. Coloque o leite de castanha do pará na panela deixe ferver por 5 minutos e em seguida a farinha de tapioca mexendo bem para não empelotar. Tempere com sal e pimenta do reino
5. Misture até levantar fervura.
6. Coloque o salmão defumado picado, misture com cuidado e deixe descansar com a panela tampada por 3 minutos.
7. Em uma frigideira aqueça outra parte do azeite e doure o alho, em seguida refogue o espaguete reservado misturando bem.
8. Em um prato fundo sirva o espaguete de pupunha refogado no alho e por cima com o auxilio de uma concha sirva uma porção generosa de molho.
Decore com cebolinha e raspas de limão sirva em seguida.

evento utilplast by tramontina

QUER PARTICIPAR DAS AULAS E EVENTOS UTILPLAST? ACOMPANHE NOSSOS PERFIS NAS REDES SOCIAIS.

Receitas Vegetais

Chips assados

como preparar chips assados

Que tal um lanchinho saudável e que aproveita integralmente o alimento? Aposte nos chips de vegetais, que são assados, super práticos de preparar e podem ser feitos com seu vegetal favorito e também com frutas. Cenoura, beterraba, inhame, jiló, mandioquinha, berinjela, abobrinha, batata-doce, rabanete, abóbora, maçã, abacaxi … é só escolher seu favorito.

Além de opção saudável de lanche, os chips também viram um acompanhamento delicioso para grelhados – aposte nas frutas como figo e maçã verde e surpreenda-se.
O preparo dos chips de abobrinha e berinjela dispensa o uso de azeite, mas é essencial passar uma fina camada se você preferir os chips de batata-doce, mandioquinha, inhame ou beterraba.

INGREDIENTES

2 unidades médias do legume que preferir bem lavados, com a casca e cortados em fatias finas (1mm mais ou menos).
Alecrim a gosto.
Sal e pimenta quanto baste.

MODO DE PREPARO

Aqueça o forno a 180ºC durante 15 minutos. Fatie em rodelas de 1mm mais ou menos (dica: use uma mandoline para facilitar a tarefa!)

Misture o azeite com o sal e passe uma fina camada em todos os chips. Coloque os chips em uma assadeira levemente untada, com papel manteiga ou tapete de silicone, polvilhe a pimenta que preferir e o alecrim a gosto.

Asse-os por 20 a 30 minutos mais ou menos (depende do forno) de cada lado. Como cada forno tem uma potência diferente, vale checar constantemente para ver se já estão bons. Retire do forno quando estiverem dourados em volta e crocantes.

Se não for comer imediatamente, espere esfriar e guarde em um pote hermético para manter a crocância.

DIcas:
No caso da batata-doce e da berinjela, experimente deixá-las de molho antes de colocar no forno. Seque bem com um papel toalha antes de assar. A batata-doce fica mais crocante e a berinjela menos amarga.
Para fazer chips de frutas, utilize óleo de côco e elimine o sal e a pimenta. Depois de assados você pode polvilhar um pouco de canela e seguir a mesma dica de armazenamento.como preparar chips assados como preparar chips assados

Receitas Vegetais

Hambúrguer vegano

hamburguer vegano

Uma pesquisa feita pelo IBOPE por dois anos consecutivos indicou que no Brasil 8% da população se declara vegetariana (2012). Atualmente isto corresponderia a 16 milhões de vegetarianos, adotando o pressuposto conservador de que esta porcentagem não aumentou.

Não há pesquisa no Brasil sobre o número de veganos. Porém, se considerarmos a porcentagem de veganos (dentre vegetarianos) em países em que pesquisas recentes foram conduzidas teremos um número na casa dos 16 milhões de brasileiros vegetarianos dos quais cerca de 5 milhões seriam veganos.

Não há dúvidas de que esse número vem crescendo e a alimentação sem origem animal ganha cada dia mais adeptos. Muitas receitas tem sido criadas e adaptadas por este público e esse hambúrguer feito a base de lentilhas é uma delas. Delicioso, prático e vegano.

INGREDIENTES

1 xícara de lentilhas secas
2 1/2 xícaras de água
1/2 xícara de manjericão fresco
1/2 colher de chá de sal
1 colher de sopa de azeite
1/2 cebola média, cortada em cubos pequenos
1 cenoura ralada
1 colher de chá de pimenta calabresa
1 colher de sopa de molho de soja
3/4 xícara de aveia em flocos
3/4 xícara de pão ralado ou farinha de rosca

MODO DE PREPARO

Cozinhe as lentilhas na água com o sal por cerca de 45 minutos. As lentilhas deverão ficar bem macias e água terá secado – se for necessário acrescente um pouco mais de água durante o processo. Com um amassador, amasse ligeiramente as lentilhas cozidas e reserve.
Frite as cebolas e a cenoura no azeite até ficar macio – levará cerca de 5 minutos.
Em uma tigela, misture os ingredientes cozidos com a pimenta, o molho de soja, o manjericão, a aveia e a farinha de rosca (ou pão ralado). Misture bem, formando uma massa homogênea.
Molde os hambúrgueres do tamanho desejado e frite-os em um fio de azeite em frigideira antiaderente por 1-2 minutos de cada lado ou asse a 200°C por 15 minutos em uma assadeira forrada com tapete de silicone.

Você Sabia?
Já existem no Brasil cerca de 240 restaurantes vegetarianos e veganos, além de um boom de lançamentos de pratos e lanches veganos em restaurantes e lanchonetes não-vegetarianas.

 

Receitas Vegetais

Batatas au Gratin

Batata au Gratin

Poucos ingredientes são tão versáteis quanto a batata e tão fáceis de preparar. Aqui, ela vira ingrediente principal para um prato gratinado super prático, com poucos ingredientes e de preparo simples. O charme fica por conta do gratinado, que garante uma cor dourada e uma crosta saborosa. Ideal para acompanhar grelhados ou para servir em porções individuais como entrada, a Batata au Gratin tem origem francesa e faz bonito em qualquer almoço ou jantar especial.

Ingredientes

Manteiga para untar a travessa
2 1/2 xícaras de creme de leite fresco
1 1/2 colheres de chá de sal
1/4 colher de chá de pimenta preta moída
3 batatas grandes descascadas e cortadas finas
1 xícara de queijo parmesão ralado

Modo de preparo

Pré-aqueça o forno a 180°C. Lubrifique um prato de cozimento de 8 polegadas (ou 2 litros) com manteiga. Em um bowl misture o creme, o sal e a pimenta. Disponha algumas fatias de batata com as bordas sobrepostas em uma única camada no fundo da travessa. Polvilhe 1/4 do queijo sobre as batatas e despeje 1/4 da mistura de creme. Repita com o restante das batatas, queijo e creme, formando 4 camadas. Finalize com o creme. Leve ao forno por cerca de uma hora, ou até que as batatas estejam macias quando perfuradas com uma faca e douradas no topo. Deixe o prato esfriar por cerca de dez minutos antes de servir.

Você sabia?
Travessas de vidro, cerâmica ou inox são ideais para receitas gratinadas porque retém o calor. Garanta que os ingredientes fiquem até três centímetros abaixo da borda da travessa para que não derramem no forno durante o cozimento.