Categoria

Saladas

Dicas Receitas Saladas

7 Molhos para Saladas

O sucesso de uma salada está na escolha dos ingredientes – quanto mais frescos e diversificados, mais refrescante, saborosa e nutritiva ela será. No entanto, vale lembrar que, além dos ingredientes, o pulo do gato para garantir saladas surpreendentes está na escolha do molho que vai temperá-la.

É claro que a fórmula mais conhecida (e rápida) funciona sempre: 1 medida de cítrico para 2 medidas de azeite extra virgem + sal + pimenta. Com ela você já tem uma salada bem temperada, é verdade, mas existe um vasto universo de variações que podem elevar o nível da sua saladinha e transformá-la em uma deliciosa entrada.

Antes das receitas, uma dica preciosa: que tal utilizar potinhos de vidro para preparar o molho da salada? A ideia não poderia ser mais prática – basta juntar no pote todos os ingredientes, fechá-lo, agitar bem e voilà! Molho homogêneo e emulsionado para usar na salada.
Gostou da dica? Então confira nossa seleção de potes 🙂Molho para saladas
Para os molhos, aqui vai um conselho: ouse! Misturas inusitadas podem render molhos dignos de chef e muitos elogios.

1. Vinagrete Básico
Misture 2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto, 2 colheres de sopa de mostarda dijon, 1/2 colher de chá de sal e pimenta a gosto e 1/3 xícara de azeite extra virgem.

2. Vinho Branco com Cebolas
Faça o vinagrete básico (nº 1), substituindo o vinagre de vinho tinto por vinagre de vinho branco e adicione 1 cebola pequena ralada.

3. Alho assado
Corte o topo de 1 cabeça de alho; chuvisque com azeite, envolva em papel alumínio e asse em forno médio por 35 minutos ou até ficar macio, 35 minutos. Em seguida esprema os dentes de alho assados e leve ao liquidificador com os ingredientes do vinagrete básico (n° 1) +  3 colheres de sopa de parmesão ralado. Bata bem até ficar homogêneo.

4. Mediterrâneo
Faça o vinagrete básico (nº 1) e misture 1/2 xícara de queijo feta em pedaços, 1 colher de sopa de salsa picada, 1 colher de chá de orégano seco e 1 tomate cereja em cubos. Misture bem.

5. Dijon
Misture 3 colheres de sopa de mostarda de dijon, 1/2 colher de chá de sal, pimenta a gosto e 1/2 xícara de azeite extra virgem.

6. Vegano
Misture no liquidificador 2 colheres de chá de mostarda dijon, 1 colher de chá de sal, 1/4 xícara de azeite e 1/2 xícara de tofu macio até ficar homogêneo. Adicione 1/2 xícara de cebolinha picada e salsinha a gosto.

7. Picante
Misture 2 colheres de chá mel, 2 colheres de chá de mostarda dijon, 2 colheres de sopa de suco de limão, 1/2 colher de chá de zestes de limão, sal, 1/4 de xícara de azeite extra virgem, 2 colheres de chá de tomilho fresco e 1/2 pimenta dedo de moça sem semente picada em cubos miúdos.

Na hora de servir a salada, se a quantidade for pequena vale a pena temperá-la direto na saladeira. Já saladas para muitas pessoas podem ser servidas em bowls individuais com o molho à parte, em uma molheira.

A maioria dos molhos podem ser feitos com antecedência, bastando apenas misturá-los novamente na hora de servir.

Molho para Saladas

Dicas Receitas Saladas

Salada no Pote

Salada no Pote

O Verão chegou com tudo e a estação calorosa pede uma alimentação mais leve, equilibrada e prática e a salada no pote preenche todos estes requisitos, além de ser uma delícia.
A ideia é simples: montar potinhos com saladas caprichadas e saborosas, armazenar em geladeira e ter sempre a mão uma refeição prontinha, que você ainda pode levar para onde quiser, transportando com segurança em uma bolsa térmica.

O segredo para conseguir conservar a salada no pote por mais tempo está na disposição das camadas de ingredientes, que podem variar de acordo com suas preferências e, para que fiquem equilibradas e nutritivas, podem incluir legumes, folhas, ervas, oleaginosas, grãos e proteína, além do molho.

Confira algumas dicas para preparar sua salada no pote:

A primeira coisa é se certificar de que o pote que será utilizado foi lavado e esteja completamente seco antes de iniciar a montagem – o excesso de umidade no pote fará com que as folhas murchem rapidamente. Também é preciso utilizar um pote com tampa, de preferência com bom fechamento hermético.

Higienize todos os ingredientes, corte o que for preciso e faça um mise en place para começar a montagem. Ingredientes como vegetais e folhas devem estar completamente secos antes de irem para o pote. Ingredientes que necessitem cozimento devem ser cozidos e incluídos no pote apenas quando atingirem a temperatura ambiente.

Para garantir que sua salada se conserve por mais tempo e esteja sempre saborosa, tenha em mente que itens como massas, grãos pesados (como grão de bico, feijão branco, etc), carboidratos, tubérculos e ingredientes mais “pesados” devem compôr as primeiras camadas do pote pois estarão em contato com o molho, que não deve estar próximo dos ingredientes mais leves, como hortaliças.

Para o molho:
Você pode incluir o molho de sua preferência, certificando-se que haja uma quantidade razoável para temperar todos os ingredientes do pote. Uma boa sugestão é composta de 1 medida de limão (ou vinagre balsâmico) para 2 medidas de azeite extra virgem. Não esqueça de temperar com  sal e pimenta.

As camadas do meio podem incluir itens com mais umidade como cenoura ralada, abobrinha, tomates cereja, ervilha, milho, frutas e proteínas.

Nas últimas camadas entram os ingredientes como grãos mais leves e sementes (quinoa, gergelim, linhaça, etc), castanhas (amêndoas laminadas, nozes ligeiramente trituradas), hortaliças e ervas frescas.

Lembre-se de não preencher o pote até o topo porque é preciso um pouco de espaço para que você possa agitar a salada e misturar tudo de um jeito bem prático. Se o pote estiver cheio demais os ingredientes não vão se misturar com o molho de forma homogênea.

Agora que você já sabe as dicas, inspire-se e prepare suas receitas favoritas de salada no pote!Salada no POte Salada no pote Salada no pote
Clique aqui para conferir uma seleção de potes.