Categoria

Drinks e Coquetéis

Drinks e Coquetéis Receitas

3 drinks clássicos

drinks clássicos

Há muito já misturamos bebidas e criamos drinks e coquetéis que ganharam fama mundo afora, mas foi em 1806 que surgiu uma definição formal, quando a publicação The Balance de Nova York, declarou: “Um coquetel é um licor composto de bebidas alcoólicas, água, açucar e uma gota de amargo… que robustece e aumenta a ousadia do coração, e ao mesmo tempo confunde a cabeça.”

Muitos outros ingredientes foram parar nos coquetéis desde então e nunca mais paramos de criar misturas criativas, ousadas e saborosas e a mixologia conquista cada dia mais adeptos. Mas, se novas invenções são sempre bem vindas, nada como um clássico que nunca sai de moda. Aqui, três deles em suas versões mais famosas para libertar o mixologista que existe em você!

drink negroni
Negroni

1 dose de Campari
1 dose de gim
1 dose de vermute doce
casca fina de uma laranja
Gelo

Coloque o gelo num copo. Acrescente as doses de Campari, gim e vermute doce.
Misture bem com uma colher. Decore o copo com casca da laranja.drink dry martini

Dry Martini

60 ml de London Dry Gim
60 ml de Vermute Seco

Gele uma taça de coquetel e reserve.
Em uma coqueteleira gelada, coloque o vermute e o gim (não é necessário agitar).
Mexa com uma colher bailarina.  Coe o coquetel para a taça, decore com uma azeitona no palito e sirva.

drink mojito
Mojito

1 dose de rum branco
1 colher (sopa) de açucar
suco de 1 limão
100ml de água com gás
10 a 12 folhas de hortelã
gelo picado a gosto

Coloque no copo onde vai ser servido o drink a hortelã e amasse bem com um socador, acrescente o suco do limão, a água com gás e o açucar.
Mexa bem. Adicione o rum e o gelo, enfeite com hortelã e sirva.

Confira aqui nossa seleção completa para seu bar.

Drinks e Coquetéis Receitas

Moscow Mule, o drink queridinho do momento

Já ouviu falar do Moscow Mule? Clássico dos anos 1950, o coquetel ajudou a popularizar o consumo de vodca nos Estados Unidos e no Canadá. O seu nome, algo como mula de Moscou, é uma referência ao efeito que o destilado de origem russa, cujo teor alcoólico varia de 35% a 60%, costuma causar em seus bebedores. A receita leva vodca, ginger beer e limão e é servida em uma caneca de cobre.

A origem ainda é incerta e há versões que vão desde dois amigos que precisavam desovar estoques de vodca e cerveja de gengibre, passam por um bartender americano e vão até um russo querendo se livrar de um estoque de canecas de cobre. Como se vê, a origem ainda é discutida mas a preferência pelo drink já é garantida em bares brasileiros.

A mudança de estação é a ocasião perfeita para preparar este drink refrescante.

Ingredientes

2 doses de Vodca
1 dose de suco de limão
Cerveja de gengibre (Ginger Beer) ou uma fatia de gengibre macerado e cerveja pilsen ou pale ale.
1 pedaço de limão
Gelo

Modo de Preparo

O copo indicado para esse preparo é o de cobre, como era costume nos EUA na década de 40, mas pode ser feito com um copo alto. Encha o copo com gelo e acrescente a vodca e o suco de limão.
Complete o copo com a cerveja de gengibre.
Caso não tenha a cerveja de gengibre, antes de colocar o gelo, macere um pedaço pequeno de gengibre no fundo do copo, acrescente o gelo, a vodca, o suco de limão e complete o copo com cerveja pale ale ou pilsen.
Misture levemente e decore com o pedaço de limão.