Categoria

brunch

brunch Quiches Receitas

Quiche sem mistério

quiche

O dicionário diz que Quiche é um tipo de torta sem cobertura feita com recheio à base de ovos e creme de leite, mas nós podemos dizer que quiche é aquele prato que a gente costuma chamar de coringa na cozinha. Ela vai bem no brunch, no almoço, no lanche, jantar… pode ser prato principal, servida com salada; pode ser entrada – grande ou em versão individual – e pode ser aquela opção para salvar os ingredientes da sua geladeira – sim, quase tudo vai bem no recheio de uma quiche!

Separamos 10 passos para preparar uma quiche fabulosa, confira!

1. Preparar a massa
Seja qual for a receita que você usa, vale a pena começar o preparo por ela. A massa leva sempre manteiga gelada e é bom manter sempre alguns pedaços dela na massa já pronta.

2. A forma certa
Existe um modelo próprio para assar quiche. Ela garante o cozimento perfeito da massa e você não vai se arrepender de ter uma delas em sua cozinha.

formas_quiche

CLIQUE AQUI E CONFIRA NOSSA SELEÇÃO DE FORMAS PARA QUICHE

3. Pré-aquecer o forno
É um passo tão importante que é necessário aquecer o forno antes mesmo de começar a abrir a massa. Quiches assam em temperaturas mais baixas, mas a massa precisa ir em um forno muito quente para pré-assar antes de receber o recheio, então aumente para 220ºC.

Se você tiver uma, coloque também uma pedra de assar pizza na prateleira inferior do forno, isso ajudará a garantir que a parte de baixo da sua massa fique ainda mais dourada e crocante, o que nunca é demais.

4. Pré Assar
Pré assar a massa é importante para tortas com recheios de muito úmidos. A cozedura parcial permite que a base e os lados da massa se ajustem, o que significa que absorverá menos umidade do recheio no forno – esta talvez seja a grande diferença entre uma massa crocante e dourada e uma molenga e sem crocância.

Abra a massa, transfira para a forma e frise suas bordas. Em seguida, coloque um pedaço de papel-manteiga dentro da forma e encha-a com pesos – você pode utilizar feijões crus ou mesmo pequenas pedras de cerâmica próprias para este fim. Asse a massa até que comece a dourar levemente nas extremidades (de 10 a 13 minutos). Remova o papel manteiga e os pesos e você vai notar que onde estava o papel a massa ainda permanece um pouco molhada. Retorne para o forno e asse por mais 1 a 2 minutos, até a base ficar seca.

Quando sua massa estiver pronta, ela deve estar seca e quase começando a ficar dourada – ela vai terminar de dourar quando o recheio for adicionado.

5. Esfriar
Depois de pré-assar a massa deixe-a esfriar completamente antes de adicionar o recheio. Enquanto isso, diminua a temperatura do forno.

6. Adicionar os recheios (mas não o creme – ainda)
Comece espalhando o recheio por toda a base da massa, certificando-se de que ele esteja bem distribuído.

Dica: Se a sua receita pedir que os recheios sejam pré-cozidos de alguma forma, deixe-os esfriar completamente antes de adicioná-los à quiche – os recheios quentes podem fazer com que o creme comece a cozinhar (e de forma irregular!) ao entrar em contato.

7. Adicionar o creme
Após os recheios, despeje o creme sobre eles. Lembre-se de bater bem a mistura antes de adicioná-la – se ela estiver começando a espumar, ainda melhor.
Dica: Use um batedor!

Se você vai usar mais queijo, adicione-o no topo neste momento.

8. Assar
Os tempos de cozimento para quiche variam bastante de acordo com a forma, a receita e a temperatura do cozimento – mas há alguns indicadores visuais para guiá-lo.

  • A massa de estar com uma crosta dourada e uniforme.
  • O recheio deve estar macio.
  • O creme deve estar firme em torno das bordas da quiche, mas deve ter um ligeiro balanço no centro quando você mover a forma. Se, quando você mover a forma, ela parecer líquida demais, continue a assar.

9. Servir
Ela pode ser servida quente, morna e até fria. Assim que sai do forno o creme derrete na boca e a massa é mais amanteigada.
Se você vai refrigerar a quiche, deixe-a em temperatura ambiente até esfriar e só então leve à geladeira.

10. Misturar!
Há uma infinidade de combinações possíveis para rechear sua quiche – a ordem é misturar e encontrar seus sabores favoritos. Aqui, algumas inspirações:

  • Espargos, alho-poró e pecorino
  • Espinafre, ricota e manjericão fresco
  • Tomate cereja, couve e queijo de cabra
  • Abóbora e queijo Brie
  • Bacon, cheddar e rúcula
  • Cogumelos e Gruyère
  • Cebolas caramelizadas + qualquer coisa, de verdade.

Uma das coisas boas sobre quiches é que você pode adicionar praticamente qualquer ingrediente que você tenha em mente – o importante é garantir que, seja o que for, não vai vazar água no recheio. Isso significa refogar cebolas, alho-poró e bacon e branquear e espremer vegetais folhosos, como espinafre.

Dicas extras:
– Quer uma massa ainda mais crocante? Pincele uma clara de ovo na massa já pré-assada assim que ela sai do forno. Isso cria uma “impermeabilização” na massa e garante que o recheio líquido não penetre nela.
– Quer mais sabor? Queijo nunca é demais! Use e abuse dos queijos macios e dos mais firmes também. Uma camada de parmesão ralado por cima da massa pré-assada garante uma crosta deliciosa de queijo e também ajuda a criar uma barreira para a massa. O resultado? Mais crocância!

quiche_lorraine

Quiche Lorraine

6 porções

Para a massa
225g de farinha de trigo
225g de manteiga muito gelada em cubos pequenos
100 ml de água gelada
1 pitada de sal

Para o recheio
200g de bacon picado
320ml de creme de leite fresco
4 ovos e 2 gemas
Sal a gosto

Peneire a farinha e o sal sobre uma superfície fria. Corte a manteiga em cubos de 1cm e gentilmente misture à farinha – o objetivo não é misturá-la completamente, então ela se transforma em migalhas, mas tem pequenos pedaços de manteiga revestido com farinha.

Polvilhe um pouco da água por cima e misture na massa. Adicione água suficiente para conseguir uma massa homogênea e com ela forme uma bola – a menos que sua cozinha esteja muito seca, você provavelmente não precisará de toda a quantidade. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por 20 minutos.

Enfarinhe levemente uma superfície fria e molde a massa em um retângulo. Desenrole até 3 vezes o comprimento original.

Coloque amassa na forma, cobrindo fundo e laterais de maneira homogênea. Para fazer frisos na borda, vá “beliscando” a ponta da massa por toda a borda.

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Cubra a massa com papel manteiga e algum peso (como os feijões ou bolinhas de cerâmica) e asse a massa até que comece a dourar levemente nas extremidades (de 10 a 13 minutos). Remova o papel manteiga e os pesos, retorne para o forno e asse por mais 1 a 2 minutos, até a base ficar seca.

Frite o bacon por 8 a 10 minutos, até que esteja cozido, mas não crocante. Escorra e espalhe metade sobre a massa.

Coloque o creme de leite, os ovos e as gemas numa tigela grande com uma pitada generosa de sal e bata com batedor até misturar bem, até ficar espumoso. Despeje sobre a massa para encher e, em seguida, polvilhe o resto do bacon. Asse por 20 minutos e depois fique de olho – está pronto quando a borda está cozida e o centro ainda ligeiramente mole. Deslize o forno e deixe a quiche lá dentro por mais 5 minutos.

Você sabia?
Embora atualmente a quiche seja um prato tradicional da culinária francesa, sua origem é alemã, do reino medieval da Lorena. Mais tarde, os franceses o batizaram de “Lorraine” (o termo francês para “Lorena”). A palavra “quiche” vem do alemão “kuchen”, que significa “torta”. A quiche Lorraine original nasceu no século XVI e era uma torta aberta recheada com creme feito de leite e ovos, acrescido de bacon defumado. Somente depois, foi acrescentado queijo à quiche Lorraine. Adicionando-se cebolas, obtém-se a quiche alsaciana.

A quiche se tornou popular na Inglaterra logo após a Segunda Guerra Mundial e nos Estados Unidos, na década de 1950. Hoje, pode-se encontrar uma grande variedade de quiches, desde a original quiche Lorraine, até aquelas com alho-poró, champignon, espinafre e mesmo peixes, como o salmão.

mini_quiche

Gostou? Então confira nossa seleção de itens para quiche e prepare a sua!

brunch Drinks e Coquetéis Receitas

Mimosa

mimosa

Leve, gostoso e fácil de preparar, assim é o drink chamado Mimosa – uma mistura perfeita de champagne com suco de laranja, ideal para ser servido em um brunch ou café da manhã (sim, pode drink no café da manhã!). A origem ainda não é certa, mas o coquetel teria nascido nos EUA na década de 20 e, por sua simplicidade e facilidade no preparo, virou o queridinho de quem não abre mão de um drink saboroso que não exige muita técnica nem ingredientes difíceis.
O preparo é simples e há uma série de variações da bebida nos mais diversos países, bares e restaurantes, mas algumas dicas são importantes.

Champagne ou espumante?
A receita original pede champagne e, se você tiver um a mão, não hesite em usá-lo. No entanto, um bom espumante ou até um prosecco também não deixam nada a desejar – prefira um brut e fuja das versões mais doces. Seja qual for sua escolha, a bebida deve estar gelada na hora de preparar o coquetel.

O suco de laranja
Se você puder, use suco de laranja espremido na hora. Sabemos que parece um pouco exagerado, mas quando você considera que metade da bebida é feita de suco, você quer o melhor, certo? O suco recém-espremido é um pouco mais leve, um pouco azedo e mais delicado do que qualquer coisa que você pode encontrar pronto.
Prepare o suco e coe bem em uma peneira fina.

(veja nossa seleção de espremedores)

Preparando
Uma receita clássica de mimosa pede partes iguais de espumante e suco de laranja, mas se não for tão cedo e você quiser algo um pouco mais divertido, use a proporção de um terço de suco de laranja para cada quantidade do espumante. Há também a opção de adicionar um toque de licor de laranja, como Grand Marnier ou triple sec – uma variação que pode ser interessante se você procura um coquetel com mais personalidade.

Use uma taça flute e comece adicionando primeiro o espumante para, em seguida, cobrir com suco de laranja. Desta forma, o coquetel se mistura sozinho e não faz bagunça no topo do copo. Você não precisa mexer, pois isso faria com que o espumante perdesse suas bolhinhas – e não é isso que queremos!

Dica:
Mantenha o espumante e o suco de laranja refrigerados. A pior coisa que você pode fazer para este drink é servi-lo quente. Mantenha o espumante e o suco de laranja (ou laranjas, se você está planejando espremê-las na hora) na geladeira até que você esteja pronto para servir.

Empolgado? Então que tal conferir aqui nossas dicas para preparar um Brunch.

Vai preparar um drink? Confira nossa seleção de copos e taças.

brunch Drinks e Coquetéis Receitas

Clericot de Alecrim

clericot

Uma bebida refrescante com a cara da nova estação e uma ótima sugestão para receber a família e os amigos em um almoço ou brunch em dias quentes.

O clericot tem origem francesa, mas há uma versão que diz que a bebida pode ter sido inventada por ingleses que moravam em Punjab, na Índia, para amenizar o calor. O fato é que, hoje, o clericot é praticamente uma bebida típica da Argentina e Uruguai – mais precisamente da cidade de Punta Del Este. Seu preparo é super fácil e o resultado final, além de saboroso e refrescante, é lindo. Use e abuse de jarras e suqueiras para servir!

Ingredientes

Para a calda de alecrim
1 xícara de açucar
1 xícara de água
3 vagens de cardamomo
1 ramo de raminhos de alecrim fresco

Clericot
4 xícaras de vinho branco ou espumante brut (para versão não alcóolica use suco de uva branca)
1 1/2 xícaras de cubos de gelo
1/2 xícara de água com gás
1/4 xícara de xarope de alecrim
1/4 xícara de calda de lichia (pode substituir por cerejas em calda)
6 uvas cortadas ao meio
5 morangos fatiados
4 lichias em calda, cortadas ao meio (se estiver usando cereja, use 1/2 xícara)
1 maçã fatiada
1 laranja em gomos
Fatias de laranja, para guarnecer
Raminhos de alecrim, para guarnecer

Modo de Preparo

Calda de Alecrim
Dissolva o açúcar na água em uma panela média, junte as vagens de cardamomo e os ramos de alecrim e deixe ferver por 20 minutos. Passe por uma peneira fina e deixe esfriar.

Clericot
Junte as frutas, o vinho ou espumante (ou suco de uva branca), 1/4 xícara da calda de alecrim e a calda da lichia em uma jarra grande e reserve por pelo menos 10 minutos. Adicione a água com gás e os cubos de gelo. Mexa e sirva.

* A receita da calda de alecrim rende 1/2 xícara, enquanto apenas 1/4 xícara é necessária para fazer uma receita de Clericot. Sirva a calda também com frutas assadas ou sorvete e para regar bolos a base de frutas cítricas, como laranja e limão.

Confira nossa seleção de jarras e suqueiras.

brunch Receitas

Sanduíche de Abacate e Ovos

Queridinho do Instagram, o abacate (ou avocado), virou protagonista de diversos pratos – de saladas, molhos, massas e sorvetes. Ele brilha em também nesta versão sanduíche, que tem preparo fácil, rápido e esbanja sabor e nutrição.

Ingredientes (para 4 sanduíches)

6 ovos
1/4 xícara de maionese caseira
1 colher de chá de mostarda Dijon
1/2 limão espremido
Sal e pimenta preta moída na hora
8 fatias de pão integral tostado na grelha ou torradeira
1 abacate
agrião quanto baste

Modo de preparo

Em uma panela cozinhe os ovos por cerca de 10 minutos. Escorra, passe por água corrente fria e descasque. Amasse os ovos em um bowl com a maionese, a mostarda e o suco de limão. Tempere com sal e pimenta.
Corte o abacate em cubos pequenos ou fatias finas. Doure as fatias de pão na grelha ou passe pela torradeira.
Em uma fatia de pão disponha cerca de 1/4 do abacate e 1/4 da salada de ovos e coloque os ramos de agrião por cima. Cubra cada sanduíche com outra fatia de pão e sirva.

Dica UP:
Dê um charme ao sanduíche finalizando com o Espeto para petiscos Nó 50 peças 9cm – 3031648

brunch Dicas Receitas

Água aromatizada

como preparar água aromatizada

Seja no verão ou em qualquer outra estação do ano, hidratar-se é fundamental. Especialistas falam em 2 litros de água por dia para um adulto, quantidade que pode variar de acordo com peso, idade e estilo de vida. E é sempre bom lembrar que esta hidratação deve passar longe de refrigerantes açucarados – água ainda é nossa melhor fonte de hidratação! Isenta de calorias e super refrescante, você ainda pode adicionar a ela um pouco de sabor e aroma preparando versões de água aromatizada. Frutas frescas, legumes e ervas garantem muito mais do que um simples copo de água e são uma opção pra lá de charmosa para receber a família e os amigos. E a preparação pode e deve ser criativa, afinal, as possibilidades de sabor em sua água aromatizada são infinitas!

Mãos a obra
Você vai precisar de jarras, garrafas de vidro ou frascos com tampas ou suqueiras. A combinação fica a sua escolha – frutas e legumes que podem ser descascados ou não e, de preferência, versões orgânicas. Evite qualquer fruta que esteja excessivamente madura ou ervas que não pareçam frescas. Adicione a fruta, ervas, especiarias ou o que você quiser usar em seu recipiente e junte água fria. Simples assim! Use fatias finas ou cubos pequenos porque o sabor vai infundir mais rapidamente.

Seja paciente
Deixe a água descansar por algum tempo para permitir a infusão dos sabores. Quanto mais tempo ficar, mais saborosa a água será. Algumas frutas ou ervas infundirão mais rapidamente do que outras. Frutas cítricas por exemplo garantem sabor quase que instantâneo. Ervas demoram um pouco mais. Se você vai deixá-la descansar, isso pode ser feito em geladeira ou temperatura ambiente, acrescentando cubos de gelo no momento de servir.

Refil
Você pode reabastecer a água algumas vezes e deixá-la infundir novamente, mas os sabores vão ficando cada vez mais suaves.

O que usar
As possibilidades são muitas e algumas são especialmente boas para água aromatizadas:

Ervas: alecrim, tomilho, hortelã, manjericão, coentro, salsa;
Temperos: Paus de canela, vagens de cardamomo, gengibre fresco, cravo, baunilha;
Flores comestíveis: rosa, lavanda, flores cítricas, hibisco, amores-perfeitos, violetas (ou quaisquer que sejam 100% livres de pesticidas);
Frutas: Melão, frutas tropicais, frutas cítricas, maçãs, pêras;
Legumes: pepino, aipo, erva-doce, cenoura;
Água: Filtrada, de preferência

como preparar água aromatizada
Combinações deliciosas

Pepino + morango
Pode parecer inusitada mas a combinação garante uma bebida pra lá de refrescante

Tomate + manjericão
Quem diria! os ingredientes saem da massa e da salada e ganham o copo, trazendo uma sabor fresco para a água.

Abacaxi + Hortelã + Gengibre
Gosto tropical, sucesso garantido

Laranja + Funcho
Para um toque sofisticado em água infundida, use hastes e folhas de funcho perfumadas para infundir, além de fatias frescas de laranja

Framboesa + Laranja
Esmagar as framboesas ajuda a dar mais sabor à sua bebida

Melancia + Hortelã
Sabor refrescante e delicioso

Canela + maçã
Uma mistura clássica e aromática e um toque de outono em sua água, experimente!

Cítricos
Lima da Pérsia, Laranja, Grapefruit, Tangerina, Limão Siciliano… os cítricos são perfeitos para água aromatizada. Use sem moderação.

como preparar água aromatizada como preparar água aromatizada

Dica: Prepare água aromatizada para servir em um brunch. Confira nossas dicas aqui.

brunch Dicas Receitas

Preparando um Brunch

como preparar um brunch

O brunch surgiu na Inglaterra, em uma palavra que combina café-da-manhã (breakfast, em inglês) com almoço (lunch, em inglês). E ele funciona exatamente assim – como se fosse um café da manhã atrasado, uma refeição bem gostosa que mistura ítens servidos no desjejum e comidinhas leves, um programa ideal para domingos, refeições preguiçosas e estendidas e ocasiões festivas.

O horário ideal para servir um brunch seria entre 10 e 17 horas e a melhor dica é caprichar no cardápio! Uma boa cesta com variedade de pães é essencial. Não esqueça de incluir queijos, pastinhas cremosas, manteiga, geleias e uma bela torta, que pode ser salgada ou doce. Disponibilize também cereais matinais, sucos, café, chás e leite.

Como a ideia é que seja uma refeição que é quase um almoço, é importante que exista uma boa variação entre os pratos quentes e frios dentro do menu. Além dos ítens já citados, mais comuns no café da manhã, ofereça também um prato como uma massa, um couscous marroquino e uma bela salada verde ou de grãos com frutas. Dê preferência a pratos simples – se puderem ser preparados com certa antecedência, melhor ainda – tortas e quiches são ótimas dicas. Bruschettas com cogumelos salteados na manteiga, canapés com salmão defumado e creme azedo, omeletes e ovos mexidos trazem elegância e sabor ao menu. Vale a pena investir em uma receita mais caprichada.

E não esqueça, claro, da parte doce! Um bolo sempre faz sucesso. Frutas também são ótimas opções e podem ser descascadas, picadas e servidas em bowls com gelo, que além de práticos e charmosos vão dar um toque todo especial na decoração. Doces cremosos e os do tipo compota acompanham queijos e pode ser servidos em charmosas compoteiras.

E se a ideia é que seja uma refeição especial, não esqueça de incluir também uma bebida: espumante, vinho tinto ou branco ou mesmo um delicioso clericot ou uma refrescante sangria fazem bonito na hora do brunch. E flores! Flores garantem o clima da ocasião e complementam a decoração – aproveite para utilizar objetos comuns e transformá-los em pequenos arranjos espalhados pela mesa. Fica um charme!

Sugestões fáceis para o cardápio:

pastinha de salmao defumado

Pastinha de Salmão Defumado

Ingredientes

100g de queijo tipo cottage
200g de salmão fumado
Folhas de dill a gosto
Suco de 1/2 limão

Modo de Preparo

Junte todos os ingredientes no mixer até que esteja homogêneo

*dica: para um sabor mais suave, substitua o dill por cebolinha.

 

receita bruschetta

BRUSCHETTAS COM RICOTA DE ERVAS E COGUMELOS

Ingredientes

3 colheres de sopa de manteiga sem sal
2 pacotes de cogumelos frescos (Paris, shimeji, shiitake, portobello)
¼ xícara de vinho branco
4 dentes de alho amassados
1 dente de alho inteiro e descascado
Sal
Pimenta do reino
6 fatias do seu pão favorito de estilo rústico
Ricota de ervas (receita abaixo)
folhas de tomilho para finalizar

Modo de Preparo

Aqueça uma frigideira ou panela de fundo grosso em fogo médio-alto; adicione a manteiga e, uma vez derretida, adicione os cogumelos e refogue por cerca de 7-8 minutos, até que fiquem dourados e comecem a caramelizar. Eles vão, no início, liberar bastante líquido, mas ele evapora.

Adicione o vinho, e uma vez que tenha reduzido (após cerca de 30 segundos), adicione os 4 dentes de alho amassados e o tomilho, e misture-os para incorporar. tempere com sal e pimenta. reserve.

Torre as fatias de pão e, em seguida, esfregue o dente de alho restante sobre cada fatia.

Espalhe a ricota com ervas generosamente sobre cada fatia da torrada com alho e, em seguida, distribua uma quantidade generosa dos cogumelos salteados em cada peça.
Finalize com um pouco de tomilho.

Ricota de ervas
½ xícara de ricota fresca
½ xícara creme de leite batido em chantilly
¼ xícara de queijo parmesão ralado
1 colher de sopa de cebolinha picada
1 colher de sopa de salsinha picada
1 colher de chá de folhas de tomilho picadas
Pitada de sal e pimenta
Adicione todos os ingredientes em um mixer ou mini processador e misture tudo até ficar homogêneo. Use imediatamente, ou mantenha em um recipiente coberto na geladeira até que esteja pronto para servir.

couscous
Couscous Marroquino com Tomate e Ervas

Ingredientes

3 xícaras de tomates cereja  cortados ao meio (ou tomate comum em cubos)
2 pepinos sem sementes e picados em cubos
1 limão espremido
3 colheres de chá de sal
1 1/2 xícaras de couscous marroquino
2 xícaras de água
raspas de limão
1/4 xícara de azeite extra-virgem
Sal e pimenta
1 xícara de folhas de hortelã ou manjericão rasgadas

Modo de Preparo

Coloque os tomates, pepinos e suco de limão em uma tigela com 2 colheres de chá de sal. Reserve.

Coloque o couscous em um bowl grande. Em uma panela ferva a água. Junte a água fervendo à tigela com couscous. Inclua as raspas de limão, o azeite, tempere com sal e pimenta e mexa para separar quaisquer grumos. Cubra com uma tampa, prato ou filme plástico, reserve por 5 minutos e depois solte os grãos com um garfo. Adicione o tomate e pepino reservados e finalize com a erva escolhida.receita sangria

Sangria

Ingredientes

1 laranja-pêra sem casca, sem pele e sem sementes, cortada em pedaços
1 laranja-pêra com casca e sem sementes, cortada em rodelas
1 limão taiti com casca, cortado em rodelas
1 maçã vermelha e 1 maçã verde com casca, cortadas em fatias ou pedaços grandes
1 xícara (chá) de abacaxi cortado em pedaços
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de cointreau (licor de laranja)
3 colheres (sopa) de brandy
1 garrafa de vinho tinto seco (750 ml)
Suco de 1 limão
1 xícara (chá) de água mineral gasosa
2 paus de canela pequenos

Modo de preparo 

Em uma jarra grande, coloque as frutas e polvilhe-as com o açúcar.
Adicione o cointreau e o brandy.
Deixe repousar por 15 minutos.
Junte o vinho gelado, o suco de limão, a água e a canela.
Misture e, se necessário, acrescente mais açúcar.
Sirva bem gelado.
Se preferir, decore as taças com paus de canela.
(fonte: Cultura Espanhola.com.br)

 

brunch Receitas Sobremesas

Crème Brûlée

como preparar creme brulee

Com lugar reservado na culinária francesa, o crème brûlée é uma das sobremesas mais antigas e até hoje faz sucesso em cardápios no mundo todo. Um doce simples e delicado à base de gemas com aroma de baunilha e uma casquinha crocante de açucar – aliás, quebrar a casquinha do brûlée com a colher é um daqueles momentos sublimes que precedem algo incrivelmente bom que está por vir. Irresistível!

Apesar de simples, o segredo da sobremesa está no uso de ingredientes de qualidade. Para não correr riscos, use o melhor creme de leite fresco disponível e ovos de preferência orgânicos.

Além de poucos ingredientes, o crème brûlée pode ser preparado com antecedência, um dia antes de ser consumido. Prepare na véspera e mantenha na geladeira, deixando apenas para queimar a crosta de açucar no momento de servi-lo.como preparar creme brulee

INGREDIENTES

500ml de creme de leite
6 unidades de gemas
75g de açúcar
1 fava de baunilha
Açucar para a crosta

MODO DE PREPARO

Ferva água para o banho maria e reserve.
Com uma batedeira, bata o açúcar com as gemas até obter uma mistura branca e reserve.
Aqueça o creme de leite com a fava de baunilha.
Junte o creme de leite aquecido à mistura de gemas aos poucos, misturando e mexendo a cada adição.
Distribua a mistura em ramekins, disponha em uma assadeira, acrescente a água quente e leve ao forno 140ºC por 35 minutos.
Retire do forno e leve à geladeira por no mínimo 3 horas.
Na hora de servir, acrescente uma fina camada de açúcar e doure com um maçarico.

Dicas:
Nada de assar demais o creme! Ele ainda sairá do forno um pouco mole, mas esse é ponto certo.
Certifique-se de que os ovos estão à temperatura ambiente na hora do preparo.
Não bata demais o creme. Quando atingir uma mistura clara e consistente, pare de bater.
Sempre adicione uma pitada de sal ao creme – ele trará o sabor da baunilha e equilibrará seu crème brûlée.
O açucar demerara também é perfeito para obter uma crosta perfeita.
Na hora de queimar a crosta, segure o maçarico cerca de 6 centímetros de distância do creme e trabalhe rapidamente para evitar derretê-lo. Queime no centro deixando um pouco mais escuro do que na laterais – isso adiciona pequenas notas amargas e doces que deixam o brûlée perfeito.

Outras sugestões para servir o crème brûlée: em xícaras, cocottes ou colheres de finger food. Um charme.como preparar creme bruleecomo preparar creme bruleecomo preparar creme brulee

brunch Ovos Principais Receitas

Frittata de Salmão Defumado

Frittata de salmão

As frittatas italianas são semelhantes a uma omelete, normalmente preparadas com diferentes ingredientes como carnelegumesqueijoscogumelos, etc. Seu preparo também lembra as fritadas espanholas, com a diferença que a versão espanhola tem como base ovos e batatas, enquanto que a frittata tem apenas ovos como base.
As frittatas são versáteis, surpreendentes no sabor e fáceis de fazer. Elas também viram uma ótima opção para o brunch ou para um prato único, acompanhado de salada verde.

Essa versão leva salmão defumado, que pode ser substituído por diversos ingredientes como embutidos, cogumelos, camarão. A base pode ser sempre a mesma e a variação fica por conta da sua criatividade.

Dica: utilize uma frigideira grande, de preferência de ferro, que possa ir ao forno. O modelo da foto é a Skillet da Le Creuset, que você pode encontrar clicando aqui.

INGREDIENTES

12 ovos
250 ml de leite
Sal e pimenta
30g de dill fresco picado
100g de salmão defumado
125gr de creme de ricota ou nata

MODO DE PREPARO

Em um bowl coloque os ovos e o leite, tempere bem com sal e pimenta e misture bem com um garfo.
Adicione ¾ do dill picado à mistura de ovos.
Despeje metade da mistura de ovos em uma frigideira grande e coloque no forno por 10 minutos ou até que a mistura esteja começando a firmar.
Retire do forno e coloque o salmão e colheradas do creme de ricota por cima. Cubra com a mistura de ovos restante e coloque no forno até ficar dourado.
Decore com o dill restante e sirva quente.