Categoria

Bolos e Tortas

Bolos e Tortas Receitas

Torta rústica de pêssegos

torta_pessego

Aproveite a estação para preparar uma deliciosa e prática torta com pêssegos maduros, que pode ser uma opção também para a sobremesa das ceias, já que a fruta é super hidratante. Na hora da compra, dê preferência à fruta de casca firme, mas não dura. Vale lembrar que quando está maduro, ele exala o perfume característico da fruta.

Massa

1 1/4 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de iogurte integral
1/2 colher de chá de sal
2/4 de xícara (4 colheres de sopa) de manteiga gelada
3 a 4 colheres de sopa de água gelada

Recheio

5 a 6 pêssegos grandes e maduros, descascados e fatiados
1/2 xícara de açúcar
2 colheres de sopa amido de milho
½ colher de chá de vinagre de maçã (opcional, para adicionar sabor e preservar a cor)
1/8 colher de chá de noz-moscada ralada
pitada de sal
açucar de confeiteiro para polvilhar (opcional)

Para fazer a massa:
Em uma tigela grande, misture a farinha, o iogurte e o sal.
Misture a manteiga fria e a gordura vegetal até que a massa esteja quebradiça.
Polvilhe a água gelada sobre a mistura, 1 colher de sopa de cada vez, e misture. Depois de adicionar 3 colheres de sopa de água, junte a massa em uma bola. Adicione mais água se ela se desintegrar e não se unir.
Achate em um disco, embrulhe e leve à geladeira por 30 minutos ou mais.
Pré-aqueça o forno a 200ºC.

Para o recheio:
Misture o açúcar, o amido, o vinagre, a noz-moscada e o sal.
Adicione os pêssegos, misture e reserve.

Enrole a massa gelada sobre uma superfície de trabalho bem enfarinhada, abrindo em um círculo.
Coloque a massa na travessa e aperte o fundo e as laterais, deixando uma pequena borda.
Preencha o centro com a mistura de pêssego.
Dobre as bordas da massa, dando acabamento.
Asse a torta por 40 a 45 minutos, até a massa ficar dourada.
Retire do forno e polvilhe com o açucar de confeiteiro.
Sirva quente, com chantilly ou sorvete.

Confira aqui uma seleção de travessas da marca Emile Henry, perfeitas para assar esta torta.

Bolos e Tortas Receitas

#FestaJunina – Bolo de Milho

como fazer bolo de milho

Ele é a estrela das comemorações juninas em quase todo o Brasil e aparece na pipoca, nos doces e bolos, na versão cozida e até assado na fogueira! O milho realmente é a cara do São João!

A origem histórica das tradições juninas é a Europa, quando os agricultores realizavam festas para comemorar as colheitas. Em Portugal, a tradição é celebrar a colheita do trigo, que acontece no verão europeu, entre os meses de junho e setembro. Com a colonização do Brasil, o costume foi introduzido aos poucos por aqui. No entanto, o Brasil não era um grande produtor de trigo na época, por isso, as festas começaram a ser celebradas com outro grão, o milho.

(clique aqui e confira dicas para organizar uma festa junina)

E já que estamos na época certa para encontrar este delicioso ingrediente, que tal aproveitar o clima junino e preparar um bolo, super prático e feito no liquidificador?
Uma sugestão cheia de charme é utilizar a receita para assar bolinhos individuais. Eles ficam uma graça na festa junina!

Ingredientes

2 xícaras de milho debulhado (dica: use um debulhador!)
1 xícara (chá) de farinha de trigo comum
1 xícara (chá) de leite
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
3 ovos inteiros
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal
100gr de coco ralado
1 colher (sopa) rasa de fermento em pó

Modo de Preparo

Bata bem no liquidificador os grãos de milho, o leite, os ovos e a manteiga até que os grãos estejam bem triturados.
Coloque a mistura em um bowl e acrescente a farinha de trigo, o açúcar, o coco ralado e, por último, o fermento, misturando bem até ficar homogêneo.
Unte e enfarinhe uma forma com um furo no meio e coloque para assar em forno preaquecido a 180ºC.
Asse por mais ou menos 50 minutos ou até que esteja dourado e passe pelo teste do palito.
Desenforme morno ou frio.

Dica:
Na hora de escolher espigas de milho prefira as que tiverem folhas flexíveis e bem verdes, com cabelo marrom-escuro. Caso já tenha sido debulhada, veja se a parte de baixo da espiga está macia – isso indica que ela está boa para consumo. Pressione os grãos: eles devem soltar um líquido branco quando apertados. Evite espigas com palha seca ou amarelada, ou ainda muito leves, sinal de que estão faltando grãos.

Clique aqui para encontrar em um só lugar todos os utensílios para preparar bolos incríveis.

Bolos e Tortas Café da manhã Dicas Receitas

Segredos do bolo perfeito

Segredos do bolo perfeito

Cozinheiros inexperientes podem ter um pouco de medo da confeitaria, mas quem nunca se aventurou em uma receita de bolo? Pode ser um bolo simples para acompanhar o café ou um elegante bolo para festa, seguindo algumas dicas básicas o sucesso é garantido.

Use uma boa receita

Para obter um bom resultado é importante seguir cuidadosamente uma boa receita. Um bolo sempre leva medidas exatas e por isso é importante que a receita tenha sido testada diversas vezes para garantir a precisão dos ingredientes e do tempo de cozimento.

Certifique-se de que os ingredientes estão na temperatura certa

A maioria das receitas exige que a gordura e os ovos estejam à temperatura ambiente. Manteiga e ovos gelados não emulsionaram adequadamente.

Se ambos estiverem em geladeira e sua vontade de bolo for grande demais para esperar, tem alguns truques. Leve a manteiga gelada ao microondas em intervalos baixos de 5 segundos, verificando sempre se ela já está em ponto de pomada (sem derreter). Para os ovos, basta colocá-los em um tigela com água morna por 10 a 15 minutos.

Seja preciso com pesos e ingredientes

Certifique-se de usar as medidas e ingredientes exatos como indicado na receita. Use colheres e xícaras medidoras para garantir a precisão.

Meça adequadamente a farinha
Coloque a farinha em xícara medidora, depois remova o excesso e alinhe com uma faca. Não aperte ou prense a farinha na xícara ou ela ficará compactada e você terá mais farinha do que pede a receita.

Unte!

Antes de começar o preparo do bolo, o primeiro passo é preparar a forma e em muitos casos será preciso untá-la e enfarinhá-la. Manteiga em ponto de pomada ou óleo com farinha, são alternativas. Seja qual for sua escolha, não abuse da gordura – ela deve ser colocada em uma camada fina e homogênea, de preferência com o auxílio de um pincel. Depois de finalizar a camada de gordura, polvilhe farinha peneirada e vá girando a forma até que a farinha cubra toda a superfície untada. Vire a forma de cabeça para baixo e dê uma leve batidinha para retirar o excesso de farinha.
Também é possível cobrir o fundo e as laterais da forma com papel manteiga, que funciona bem para garantir que o bolo desenforme perfeitamente. Neste caso, meça o fundo da forma e corte o papel manteiga. Unte a forma com manteiga, encaixe o papel manteiga no fundo e unte novamente com manteiga por cima do papel.

Pré-aqueça o forno

Outra coisa que você fará assim que começar o preparo da receita: pré aquecer o forno. Se você colocar um bolo em um forno que não está quente o suficiente, isso afetará a forma como ele cresce. Use a temperatura baixa (180ºC) por pelo menos 10 minutos.

Direto para o forno

O fermento começará a trabalhar assim que entrar em contato com qualquer um dos ingredientes úmidos. Então, para garantir que seu bolo cresça do jeito certo, assim que a mistura de bolo estiver pronta, coloque na forma e leve imediatamente ao forno pré aquecido.

Prefira a grade do meio do forno – nem muito perto da parte de baixo e nem encostando na de cima.

Quando o bolo estiver no forno, evite abrir a porta até que ele esteja assado. Sabemos que a tentação de abrir para conferir o resultado é grande, mas ao abrir a porta do forno durante o cozimento, você deixa que o ar frio entre, alterando a temperatura interna do forno. Espero pelos menos que o bolo esteja crescido e começando a dourar para abrir a porta.

Respeite o tempo de cozimento

Os fornos variam, por isso você deve ficar atento no final do tempo de cozimento. Quando o bolo já cresceu, está dourando e próximo dos minutos finais você pode checar se ele está pronto. A técnica para isso não poderia ser mais antiga e mais eficiente: o bom e velho palito. Abra o forno com cuidado (não precisa abrir totalmente a porta), espete um palito no centro do bolo e retire-o. Ele deve sair limpo – sinal de que seu bolo está perfeitamente assado.

Grand finale

Agora que o bolo está perfeitamente assado você não vai querer quebrá-lo justamente na hora de desenformar, certo? Ele deve estar pelo menos morno para que desenforme com perfeição. Para ajudar, passe com cuidado uma faquinha sem serra nas laterais da forma para desgrudar o bolo. Um prato de bolo é o lugar perfeito para servi-lo.

Pronto! Agora que os segredos foram revelados, que tal bater um bolinho? Confira nossa seleção de pâtisserie e uma receita infalível de bolo de laranja.

Bolo de laranja
BOLO DE LARANJA

4 ovos
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de óleo
suco de 2 laranjas
casca fina de 1 laranja pequena (sem pegar a parte branca)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
1 colher (sopa) de fermento em pó

Bata no liquidificador os ovos, o açúcar, o óleo, o suco e a casca da laranja.

Passe para uma tigela e acrescente a farinha de trigo e o fermento em pó.

Leve para assar em uma forma com furo central, untada e enfarinhada, por mais ou menos 30 minutos em forno médio.

Quando estiver morno, desenforme o bolo, faça furinhos com um palito ou garfo e regue com o suco de laranja.