Categoria

Dicas

Dicas

O alho é protagonista

alho_confit

Muito além de ser a base de temperos e refogados ou de espantar vampiros, o alho também pode ser o protagonista de uma receita muito simples e saborosa: o alho confit.
O confit é um tipo de cozimento de alimentos em gordura, em que se emprega baixa temperatura e por uma duração maior para não prejudicar a cadeia de fibras do alimento que é cozido. Esse método oferece maciez e textura ao alimento e é uma técnica tão eficaz quanto antiga.

Maneiras de utilizar o alho confit

Asse ou grelhe legumes e finalize na hora de servir com uma colherada de alho macio.
Espalhe os dentes de alho confitados sobre pão torrado ou crostini com queijo. O queijo de cabra é uma ótima opção para acompanhar o sabor do alho.
Utilize o alho confitado em um sanduíche ou pizza.
Adicione-o alho em uma massa de legumes – uma ótima opção é uma massa fresca com tomates e manjericão, finalizada com o alho confitado.
Amasse alguns dentes de alho confitado em qualquer purê de vegetais para dar um sabor excepcional. Um purê de grão-de-bico fica perfeito com uma colher de confit de alho.
Corte os dentes à metade e em uma salada de tomate, manjericão e salada de pão torrado.
Adicione alho confitado a molhos e sopas.
Use a parte de trás de um garfo para amassar os dentes em uma pasta. Adicione o alho amassado em iogurte grego ou na ricota para fazer uma pastinha rápida que acompanha muito bem pães e torradas como aperitivo.  Se desejar, adicione ervas à mistura e finalize com um azeite extra virgem.

Fique atento

O alho é um vegetal de baixo teor ácido. Quando é armazenado incorretamente no óleo (sem oxigênio) e em temperaturas quentes (à temperatura ambiente), ele pode produzir uma toxina que causa o botulismo. É muito importante manter o confit de alho sempre refrigerado. Use um pote de vidro limpo com fechamento hermético para armazenar confit de alho. Esfrie o alho confitado e o óleo e refrigere-o imediatamente. Se armazenado corretamente, ele pode se manter por até três semanas no refrigerador.

INGREDIENTES

1 xícara de azeite
24 dentes de alho descascados (clique para ver uma seleção de descascadores super práticos)

MODO DE PREPARO

Aqueça o óleo em uma panela pequena em fogo médio a baixo. Adicione o alho. Cozinhe em fogo muito baixo até ficar macio, cerca de 1 hora (não é preciso dourar!). Mantenha refrigerado e completamente coberto de óleo. Use sempre uma colher limpa para remover o alho do recipiente.

como fazer alho confit

 

Você sabia?
Como um dos cultivos mais antigos do mundo, o alho era um alimento básico no antigo Egito. Os construtores das pirâmides devoraram alho, acreditando que lhes dava resistência e força física.

Dicas

Como montar um mini arranjo de flores

Flores trazem vida, cor e vibração para qualquer ambiente e é possível fazer pequenos arranjos utilizando objetos que tem outra função original, como xícaras, canecas, bules e outros ítens de cozinha que fazem às vezes de cachepots ou vasos.

Mini arranjos podem ser feitos também em copos, porta velas, potes de vidro, latinhas, garrafas e até mesmo em travessas ou bowls e geralmente ficam mais bonitos quando dispostos em grupos de números impares. Uma ideia é usar os mini arranjos como marcadores de lugar à mesa, como mimos para os convidados de um jantar ou espalhando pela casa em pequenos cantinhos, como a pia do lavabo, a mesinha lateral, sob o aparador, criando assim pequenos pontos coloridos e vibrantes pela casa.

Na hora de criar um mini arranjo misture cores, texturas e formas, mas lembre-se de manter algum elemento ou tema em comum para que o resultado final fique harmonioso e bonito. Você pode por exemplo eleger uma paleta de cores e trabalhar com ela no arranjo, abusando de diferentes flores, mas mantendo uma relação de tamanho entre elas. Também vale colocar um pouco de graça nos seus arranjos florais usando folhagens diferentes. Ervas, por exemplo, trazem um lindo e inesperado elemento.como montar um mini arranjo de flores utilizando uma caneca ou xícara
1 – Separe as flores que vai utilizar e com a ajuda de uma tesoura para flores ou comum faça um corte diagonal na haste da flor, levando em conta o tamanho do recipiente em que ela ficará.

2 – Use uma espuma floral, encontrada em floriculturas ou lojas de jardinagem. Use o recipiente do arranjo para fazer uma marcação na espuma e comece a cortar, tentando deixar a espuma com o formato da caneca ou do que você estiver utilizando. Finalizando o corte, mergulhe a espuma em água. Deixe-a alguns minutos até afundar por completo ficando totalmente encharcada. Coloque na caneca e comece a montar o arranjo.como montar um mini arranjo de flores utilizando uma caneca ou xícara
3 – Comece pelas flores maiores e espalhe-as em diversos pontos da espuma.como montar um mini arranjo de flores utilizando uma caneca ou xícara
4 – Em seguida vá preenchendo a espuma com as flores menores, intercalando os tipos e formatos, tentando seguir um padrão pela espuma toda. Finalize com alguns galhos maiores ou folhas para dar altura ao seu arranjo.como montar um mini arranjo de flores utilizando uma caneca ou xícaracomo montar um mini arranjo de flores utilizando uma caneca ou xícaracomo montar um mini arranjo de flores utilizando uma caneca ou xícara

Dicas

Sugestões para o Dia dos Pais

Acertar no presente é tudo que a gente quer, então separamos algumas sugestões para fazer bonito neste #DiaDosPais.
(CLIQUE AQUI para ver a coleção completa Dia dos Pais 2017)

1 – Para o pai que adora inovar na cozinha
Panela defumadora Twin Zwilling 28 cm – 12711

2 – Se ele curte cozinhar para a família e amigos
Cooktop de vitroceramico Le Cook 1 boca preto 220 volts – 26192

3 – Para o pai que quer arrasar na performance culinária
Faca do Chef de aço damasco e madeira Solingen Germany Le Creuset 29 cm – 26508


4 – Ele é fã de vinhos?
Cooler para vinho digital Cuisinart preto bivolt – 14870

5 – Um kit que todo apreciador de vinho iria amar
Kit para vinho Lausante BSF Sommelier 6 peças – 26548

6 – A marca mais desejada e com desconto de 40%* (por tempo limitado)
Cooler para vinho Sleeve Le Creuset laranja – 6571

7 – Ele vai arrasar nos grelhados
Grill elétrico em aço escovado Smart Breville Tramontina 127 volts – 18992

8 – Se aprecia um bom café
Cafeteira com jarra inox Cuisinart preta 127 volts – 15973

9 – E nunca mais reclamar do frio
Lareira elétrica Mônaco Evol preta – 16875

Seja qual for o presente, o importante é comemorar a data.
Feliz Dia dos Pais!

Dicas

Dicas para um grelhado perfeito

Um bom grelhado é uma ótima opção para a alimentação do dia a dia, mas também pode ser protagonista de almoços e jantares especiais quando preparados de forma perfeita. E não apenas carnes, mas aves, peixes, vegetais e até frutas ganham um sabor excepcional quando grelhados.

Frigideiras e Grelhas

Ambas podem ser encontradas em diversos materiais como alumínio, inox, ferro e com superfícies anti aderentes ou não. Uma grelha geralmente tem as bordas baixas e linhas na superfície com cerca de 1 a 2 cm de distância. Elas também podem ser redondas, quadradas, retangulares, com e sem alças. Alguns modelos possuem bicos nas laterais ou borda coletora e muitas dispensam o uso de óleo no preparo. As frigideiras podem ser mais altas e utilizadas também para frituras.

Opte por grelhas ou frigideiras com espessura de no mínimo 5 milímetros. Quanto mais espessa, mais tempo ela reterá calor e, assim, tornará uniforme o processo.
Se você quer preparar grelhados com qualidade de restaurante, não perca as dicas abaixo:

1 – Escolha seu modelo

Entre todos os materiais disponíveis, uma excelente opção é o ferro fundido. Este material retém o calor e o mantém uniforme durante o cozimento.
Se estiver usando uma grelha de ferro fundido, use-a sempre de acordo com as instruções do fabricante. Uma leve pincelada de óleo antes de cada uso pode ser uma boa ideia nos modelos de ferro fundido. 

2 – À prova de queimaduras

Para garantir um grelhado bem sucedido, garanta que os ingredientes não entre completamente molhados na grelha. Mantê-lo um pouco mais seco garante um resultado melhor. Carnes devem ser grelhadas quando estiverem em temperatura ambiente. Pincele levemente com azeite e tempere ambos os lados com sal e pimenta antes de colocá-lo no fogo. Se você estiver grelhando algo com uma marinada, retire pedaços soltos de ervas, alho e etc antes de levá-lo à grelha – isso evita que os mesmos queimem.
Frango, peixes  e vegetais ficam ótimos envolvidos em uma marinada com um pouco de azeite, vinagre ou suco de limão, sal, pimenta e ervas frescas. Já um bom filé requer apenas sal e pimenta.

3 – Temperatura certa

Coloque a grelha no fogo e aqueça-a até ficar muito quente. Depois reduza o fogo a médio-baixo e mantenha essa temperatura durante todo o processo de cocção.

A natureza da grelha é criar esse um sabor carbonizado e ligeiramente esfumaçado. Infelizmente esse sabor não é possível sem criar um pouco de fumaça, por isso abra as janelas da cozinha ou ative o depurador de ar antes de ligar a chama. Se prefere um pouco menos de fumaça, uma boa ideia é utilizar o forno. Para isso deixe a grade do forno o mais baixo possível e coloque a grelha. Pré-aqueça o forno a 250°C e deixe 10 minutos para que o forno e a grelha aqueçam completamente. Em seguida, cozinhe os itens na grelha conforme você faria, girando para fazer as marcas do grelhado. Mantenha a porta do forno fechada o máximo possível para manter o calor e conter a fumaça.

4 – Paciência

Coloque alimentos na grelha e vá embora. Nada de ficar mexendo, virando… um bom grelhado se faz sozinho. Deixe-o por 3 a 4 minutos sem mexer, depois gire a comida 90˚ – isso criará marcas de grelhado que vão fazer você parecer um profissional. Cozinhe por mais 3 a 4 minutos e repita do outro lado. Para virar carnes use sempre uma pinça.

5 – Deixe a carne descansar

Nada de cortar a carne assim que ela sai da grelha! Deixe-a deixa descansar por uns minutos – quanto maior a peça, mais tempo ela deve descansar. Isso vai ajudar a redistribuir os sucos dentro da carne e torná-la mais tenra.

Para acertar sempre no ponto, vale a pena investir em um termômetro e levar em consideração a tabela abaixo:

  • 70°C – bem passada
  • 60°C – ao ponto
  • 54°C – mal passada
Aproveite a promoção(*) de Grelhas de Ferro Le Creuset 30% OFF. Clique aqui para ver os modelos disponíveis.
(* promoção por tempo limitado)

Dicas

5 maneiras de organizar com cestas plásticas

Não importa onde você as coloque – dentro do armário, em prateleiras, debaixo da pia, no chão – elas armazenam e organizam todas as coisas da casa e podem inclusive fazer parte da decoração. As cestas plásticas podem ser encontradas em diversos formatos, tamanhos e cores e, graças a essa diversidade, podem ser utilizadas para os mais variados fins – desde a bagunça da despensa até os ítens que você mais usa na cozinha. Se o assunto é organização, não deixe de ter à mão algumas dessas aliadas. E lembre-se! Nenhum sistema de organização funcionará se você tiver muita coisa. Então, sempre que iniciar qualquer projeto de organização, comece com a eliminação do que você não precisa – ítens para serem descartados e os que podem ser doados. Com certeza esse passo não é muito divertido, mas será gratificante, pode apostar.

Onde usar as cestinhas plásticas? Essa resposta é fácil: onde você quiser! Veja alguns exemplos e inspire-se!

1 – Na despensa
Aqui elas criam nichos e ajudam a manter tudo fácil de visualizar. Você também pode investir em cores diferentes para diferentes categorias de alimentos.

2 – No banheiro
Remédios, maquiagens, cosméticos, tudo que estiver na bancada ou no armário pode ser organizados com cestinhas charmosas.

3 – Na lavanderia
Aqui não tem segredo. Use as cestas para organizar os materiais de limpeza e também para as roupas – cestas para roupa suja e para armazenar as roupas limpas antes de serem passadas.
Mantenha uma cesta com os produtos que você mais utiliza na manutenção diária. Assim, você pode levar a cesta com todos os ítens de uma vez e facilitar seu trabalho. Organizar por setores também é uma boa ideia: produtos para limpeza, para roupas, ítens de reposição e tudo mais que estiver armazenado neste cômodo. Em prateleiras altas, use etiquetas para identificar o conteúdo de cada cesta.

4 – Na geladeira
Geladeiras tendem a ser um local de difícil organização, por isso as cestas plásticas podem ser um grande trunfo, principalmente se você costuma ter diversos ítens de um mesmo produto. Setorize e mantenha sempre os ítens com menor prazo de validade à frente. Etiquete os ítens do dia a dia e invista em modelos com alças ou cabos, que facilitam o manejo.

5 – No quarto das crianças
Brinquedos vivem espalhados, é verdade, mas nada como lançar mão de cestas grandes para deixar tudo organizado – ainda que por pouco tempo 🙂
Setorize os brinquedos, deixe os mais utilizados à vista e os demais podem ser guardados em prateleiras ou armários. Incentive a criança a recolher seus brinquedos após o uso. Nada como criar um bom hábito, não é mesmo?

Clique aqui para ver todos os modelos de cestas plásticas disponíveis na Utilplast e comece já a organizar a casa toda.

Dicas

Pão Nosso

Imagine assar em casa um pão melhor que o da padaria. É isso que você vai aprender em Pão Nosso. Além de ensinar os segredos do levain, o fermento natural, Luiz Américo Camargo ainda propõe receitas caseiras que passaram pelo seu rigor de crítico de gastronomia. São dezenas de pães: integral, de nozes, de azeitona, de mandioca, baguete e até o clássico panetone. E você também vai encontrar refeições inteiras em torno das fornadas, o livro ensina a fazer a irresistível salada panzanella, uma surpreendente rabanada salgada e até um ragu de linguiça que é de limpar o prato — com pão, naturalmente.

Capa dura: 180 páginas
Editora: Senac SP; Edição: 1ª (28 de novembro de 2016)
Idioma: Português

Clique para comprar.

Dicas

Pequena cozinha, grandes ideias

Pequenos espaços podem ser difíceis de manter organizados, mas não é preciso deixar que um espaço apertado se transforme em um ambiente bagunçado! Algumas dicas são ótimas para maximizar o espaço e criar uma cozinha organizada.

1. Aproveitamento máximo de espaço
Na despensa ou armário, mantenha os mantimentos organizados. Crie uma rotação de seus enlatados, produtos secos e especiarias, de modo que você use sempre o ítem com menor prazo de validade, evitando assim o desperdício de ítens expirados. Não deixe espaço sem uso e não se esqueça de usar os menores cantinhos para tirar o máximo proveito da sua cozinha. Uma gaveta logo abaixo na pia, por exemplo, é uma maneira útil de armazenar esponjas e ítens de limpeza e organização que tomariam espaço na bancada da pia.  Não esqueça também dos espaços desprezados, como as laterais dos armários – com ganchos viram o espaço perfeito para receber utensílios difíceis de armazenar. Organizadores de acrílico também são uma excelente opção para gavetas e armários pois criam nichos e são fáceis de remover ou mudar de lugar.

2. Tire proveito da cor
Para um espaço pequeno cores claras e neutras como branco e cinza são ótimas para dar sensação de amplitude. Com uma base neutra, abuse do colorido dos objetos e utensílios e crie um ambiente alegre, claro e harmonioso. Sempre que possível, usufrua da luz natural – ela diminui a sensação de lugares apertados.

3. Use espaços verticais
Em cozinhas menores, o espaço dos armário e gavetas pode ser limitado, então fique ligado em seu espaço vertical. Barras de inox por exemplo são ótimas para pendurar utensílios de cozinha maiores que, de outra forma, ocupariam muito espaço na gaveta. Além disso, portas de armários podem receber organizadores cromados e servir para armazenar tampas, tábuas de corte e até temperos que são mais utilizados.

4. Amplie o espaço
Se você tem espaço de cozinha limitado, faça uso de outros cômodos para receber alguns ítens. Algumas peças e utensílios podem ter outras funções, como uma jarra que vira vaso na sala de jantar por exemplo, ou a bandeja que fica com as garrafas no bar, canecas, garrafas e potes também podem ganhar espaço decorativo na sala. E o que dizer daqueles aparelhos que são usados poucas vezes ao ano? Uma panela de fondue por exemplo pode ser armazenada fora da cozinha, o mesmo vale para seladoras e outros utensílios de uso esporádico.

5. Mantenha a ordem
Pode parecer estranho, mas manter a cozinha limpa é uma ótima dica de otimização de espaço. Um espaço pequeno precisa ser organizado e fácil de usar e isso não combina com uma pia cheia de louças ou armários bagunçados. Não deixe que a louça se acumule e ocupe espaços preciosos na bancada da pia e mantenha sua despensa sempre verificada – ítens vencidos muitas vezes ocupam espaços preciosos. Ao retirar algo do armário, devolva-o ao mesmo lugar.

Clique aqui para ver uma seleção de ítens para organizar sua cozinha.



(foto: trabalho da organizer @graguarita com ítens Utilplast – Instagram)

Dicas

10 dicas para a Lista de Presentes

Escolher seus presentes de casamento pode parecer muito complicado. Com inúmeras opções disponíveis é difícil saber por onde começar, por isso compilamos algumas dicas que podem ajudar nesta tarefa.

1. Crie uma lista de presentes 
Parece óbvio, mas quase metade dos casais na verdade não cria uma lista de presente de casamento. A família e os amigos quase certamente querem comprar um presente para comemorar o grande dia e a lista de presente de casamento tem sido uma opção que agrada muito os noivos pela praticidade. Certifique-se de que seus convidados consigam o que você deseja e ítens realmente úteis.

2. Decida o que quer
Antes de iniciar a lista na loja, crie sua pré lista com as categorias que deseja incluir: louças, utensílios, eletroportáteis, etc. Categorize primeiro e depois comece a acrescentar ítens indispensáveis em cada uma das categorias para não correr o risco de esquecer algo importante na hora que estiver escolhendo os ítens na loja física ou online.  

3. Seja organizado 
Sua lista de presente de casamento deve estar pronta assim que você enviar seus convites, por isso planejar com antecedência e fazer sua pesquisa é indispensável. Escolha um local e certifique-se de que seus convidados tenham todas as informações de que precisam quando receberem seu convite.  

4. Crie suas próprias heranças 
Seus presentes de casamento podem ficar com você para o resto de sua vida. Escolha seus presentes com sabedoria e, em 20 anos, seus filhos também poderão usá-los.

5. Personalize
Certifique-se de adicionar uma bela foto de vocês à sua lista de presentes.

6. Dê aos seus convidados muita escolha 
As pessoas preferem comprar coisas que elas gostam. Alguns convidados serão muito tradicionais e querem comprar um serviço de jantar ou um conjunto de copos de vinho, enquanto outros ficarão felizes em inovar no presente. Certifique-se de atender a todos e ter uma variedade de opções disponíveis.

7. Escolha presentes que atendam a todos os orçamentos 
Ninguém conhece sua lista de convidados melhor que você, e você terá uma boa idéia do quanto a maioria das pessoas gostaria de gastar. Tente adicionar itens na parte superior e inferior do orçamento.

8.  Sua lista, seu estilo
Sua lista deve refletir você. Não se sinta restringido pela tradição. Adicione itens que você realmente quer, ainda que eles fujam do “padrão”. Um jogo de taças de cristal é lindo, mas se você faz mais o estilo canecas divertidas, por que não? 

9. Considere a opção de lista em crédito 
Receber os presentes, efetuar trocas e tudo mais pode ser um pouco estressante em uma época de tantas decisões. As listas em crédito são uma ótima opção para quem não quer lidar com esse tipo de questão. Com ela, você escolhe os presentes, seus convidados efetuam a compra e o valor é convertido em crédito, que você usa quando e como quiser. A Utilplast trabalha com esse sistema que tem atraído diversos noivos. Clique aqui para conhecer a Lista de Presentes Utilplast.

10. Agradeça
Finalmente, certifique-se de agradecer a todos que enviaram presentes. Isso pode ser feito a cada recebimento ou em até duas semanas após a data da cerimônia, mas é imprescindível que seja uma mensagem personalizada e não genérica, isso faz os convidados se sentirem especiais e a energia positiva em torno de seu enlace só aumenta. Cartões de agradecimento são lindos, mas a tecnologia trabalha a seu favor. Mantenha os contatos de email de seus convidados atualizado e agradeça através de mensagem eletrônica.

Conheça também as opções de listas de Chá de Cozinha, Chá Bar e Open House da Utilplast.

 

Dicas

Culinária e romance

Madame Mallory é conhecida por sua habilidade na cozinha. Dona de um restaurante famoso no sul da França, ela se vê ameaçada quando um concorrente indiano abre suas portas do outro lado da rua. Na gerência, uma família que fugiu da violência política de seu país. Eles vivem uma verdadeira guerra até que Madame Mallory conhece melhor o filho de seu adversário. Admirada pelo talento culinário do garoto, ela começa a ensiná-lo sobre a gastronomia francesa, sem que ele abandone a tradição indiana.

Com um roteiro delicioso e uma combinação de gastronomia e romantismo, o filme A 100 Passos de um Sonho é repleto de sabores que explodem no paladar. Um triunfo estimulante sobre exílio, com pitadas de paixão e emoção, é a retratação de dois mundos colidindo na motivação de um rapaz para encontrar o conforto do lar em cada panela, onde quer que ele possa estar.

Prepare a pipoca e acompanhe a trajetória de Hassan Haji, um indiano apaixonado por culinária.

Direção: Lasse Hallström
País: EUA
Recomendação: 10 anos
Ano: 2014
Gênero: Drama
Roteiro: Steven Knight

Elenco: Abhijit Buddhisagar, Alban Aumard, Amit Shah, Antoine Blanquefort, Aria Pandya, Arthur Mazet, Cédric Weber, Charlotte Le Bon, Clément Sibony, Didier Joy, Dillon Mitra, Farzana Dua Elahe, Helen Mirren, Juhi Chawla, Laetitia de Fombelle, Malcolm Granath, Manish Dayal, Masood Akhtar, Matyelok Gibbs, Max Rangotte, Michel Blanc, Om Puri, Paul Daubeze, Piero Filippi, Robert Gailhard, Rohan Chand, Saachi Parekh, Sanjay Sharma, Shuna Lemoine, Vincent Elbaz

Produção: Juliet Blake, Oprah Winfrey, Steven Spielberg

 

Dicas

Infusão de sabores

Um ritual misterioso e complexo tem angariado fãs no mundo inteiro. Os chás ganham cada dia mais espaço e atraem interessados em saúde e bem estar.
Apesar do recente sucesso, o interesse pelo chá não pode ser tratado como novidade, afinal o uso do chá enquanto bebida social data, pelo menos, da época da dinastia Tang. Além de já comprovados benefícios para o corpo, o consumo de chás está associado também ao equilíbrio e práticas como a meditação, yoga, além de ser considerado um ritual relaxante.

Aparentemente simples, o chá é mais complexo do que podemos imaginar. Aprender mais sobre os diferentes tipos e seus benefícios é abrir caminho para um mundo de aromas, sabores e descobertas surpreendentes. E a melhor regra sobre o chá é que …não há regras! O chá é muito versátil e todos podem encontrar o seu tipo favorito para qualquer hora do dia.

O chá só vem de uma planta – a camellia senensis – e a única diferença entre as principais variedades (Branco, Verde, Preto, Oolong) é a maneira pela qual eles são preparados. Além destes, há também variedades de ervas e infusões. Os chás a base de ervas são um recurso maravilhoso para se iniciar no mundo do chá – até mesmo para aqueles que ainda não são tão fãs. Existem dezenas de tipos diferentes, cada um com seu próprio sabor e benefício para a saúde. O melhor de tudo: a maioria deles contém pouca ou nenhuma cafeína! Infusões de ervas são excelentes para aliviar diversos sintomas como dores de cabeça, dor de estômago, tensão e fadiga. Diz-se que há pelo menos um tipo de erva para quase todas as doenças conhecidas pelo homem! Verdade ou não, não há porque não aproveitar os benefícios dos tipos mais conhecidos e começar agora mesmo a mergulhar neste universo fascinante e saboroso.

CHÁ PRETO

É chamado de preto porque essa é a cor que as folhas voltam depois de serem oxidadas. É oxidado mais do que as outras três principais variedades e também possui o maior teor de cafeína de todas. Sendo o mais forte, ele também pode ser armazenado por mais tempo do que os outros, muitas vezes por vários anos. Esta longevidade foi uma das razões da sua popularidade na Europa quando foi importada pela primeira vez no século XVI.
As folhas escolhidas podem murchar e são então esmagadas para libertar os óleos. Em seguida, eles são secos por quatro horas antes do chá ser embalado. Hoje é a variedade mais popular e representa mais de 90% do chá usado no mundo ocidental.

CHÁ DE OOLONG

Oolong é a variedade chinesa mais tradicional. O nome significa dragão preto. As folhas e os botões são secos ao sol até serem secados e oxidados. É então assado de 12 a 36 horas.
Devido às diferenças nos métodos de produção utilizados, os oolongs são considerados encorpados e possuem uma grande variedade de sabores, que vão desde aromas assados potentes até doces e frutados, enquanto alguns ainda têm aromas floridos frescos. Em termos de cafeína, este tipo tem menos que o chá preto, mas mais do que outras variedades.

CHÁ VERDE

É feito minimizando a oxidação das folhas durante o processo de produção e geralmente tem os níveis mais altos de polifenóis (micronutrientes).
Existe uma grande variação em sua distribuição mundial devido à ampla gama de processos de fabricação utilizados em todo o mundo.
O chá verde pode ter uma grande variedade de aromas adicionados, mas por conta própria, seu sabor dominante é leve, fresco e ligeiramente doce.

CHÁ BRANCO

É chamado de chá branco devido à coloração clara dos fios nos botões não abertos. As folhas são murchas ao sol e apenas levemente oxidadas para proteger seu sabor. Tem um sabor suave e cor pálida quando fabricado.

Quer tirar o melhor proveito do delicioso mundo do chá? Aproveite a promoção de chaleiras e bules Le Creuset 30%OFF (*por tempo limitado)

 

Você Sabia?
O chá pode aumentar a resistência ao exercício. Os cientistas descobriram que as catequinas (antioxidantes) no extrato de chá verde aumentam a capacidade do corpo de queimar gordura como combustível, o que explica a melhora da resistência muscular.