Principais Receitas

Brandade de Bacalhau

brandade_bacalhau

Brandade é um daqueles pratos únicos, super fáceis de fazer e com resultado incrível – quem prepara uma vez, dificilmente não vira fã do prato. A receita é antiga e consta em livros de culinária franceses que datam de 1830 e o nome brandade vem do verbo “brandar”, que, em dialeto provençal, significa “misturar”. A receita pode ser antiga, mas tem até truque para deixar o preparo super prático e moderno!

Aqui a estrela é o bacalhau que, misturado a outros ingredientes, vira uma espécie de mousse super saboroso. A facilidade do preparo também conquista e é uma ótima opção para receber em um jantar ou almoço em família. Vamos começar?

Prepare o Bacalhau

O bacalhau é, como sabemos, incrivelmente salgado. O primeiro passo é deixá-lo de molho o tempo suficiente para liberar o sal e devolver a sua maciez. Este talvez seja o grande inconveniente do bacalhau, porque ele realmente precisa de um longo período de imersão e, portanto, requer um pouco de planejamento prévio. É possível acelerar um pouco o processo garantindo diversas trocas de água em um espaço de tempo menor, mas o ideal é deixar de molho em água pelo menos de um dia para o outro, mudando a água várias vezes.

Uma vez que o bacalhau esteja dessalgado, é hora de cozinhá-lo – e isso deve ser uma coisa rápida. O bacalhau não precisa de longos cozimentos, pelo contrário. Basta encher uma panela com água suficiente para cobri=lo, adicionar alguns aromáticos como tomilho, alho e uma folha de louro, e deixar ferver por cerca de 10 minutos. Em seguida, retire-o do fogo e deixe repousar. O processo de cozimento também pode ser feito com leite no lugar da água – há quem garanta que o peixe fica mais macio.

Quando a água amornar, escorra o bacalhau, reserve o alho cozido e em seguida desfie o peixe em pedaços pequenos. Remova todos os ossos e descarte as membranas prateadas. Se este trabalho parece um pouco chato, aqui vai um truque: use a batedeira com o batedor plano e em baixa velocidade. Isso vai fazer o peixe desfiar em lascas sem no entanto esmagá-lo demais, como ficaria em um processador por exemplo (o truque também vale para desfiar frango!). Reserve o bacalhau desfiado.

Batatas

Nesta receita, a batata corta a intensidade do sabor do bacalhau, o que pode ser bom para quem quer um prato de sabor mais suave. Ela atua também na textura da receita e aumenta sua quantidade.

As batatas devem ser assadas ou cozidas e depois passadas pelo espremedor, para obter o resultado de um purê. Se você as ferver, lembre-se de não salgar a água do cozimento – pode ser difícil saber quão salgado está o bacalhau mesmo depois de ter sido dessalgado e hidratado. Deixe para adicionar sal mais tarde, se precisar.

Finalizando

Depois que bacalhau e batata estão juntos e temperados você já tem o prato pronto! Essa mistura já pode ser servida por exemplo com torradinhas e pães. Coloque a mistura em bowls, regue com salsa e azeite e sirva. Mas você também pode finalizar a brandade no forno, o que garante uma crostinha dourada – a escolha é sua! Se escolher levar ao forno, isso pode ser feito em uma travessa grande ou em porções individuais, em ramekins ou mini cocottes – fica um charme!

Ingredientes

500gr lombo de bacalhau
2 dentes de alho
2 xícaras de leite
Tomilho
Folhas de louro
Alecrim
1 xícara de azeite extra virgem
200gr de purê de batata
1 xícara de creme de leite
1 colher de sopa de cebolinha francesa picada
Gotas de limão siciliano
Sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo

Em uma panela coloque o leite com dois dentes de alho, o tomilho, as folhas de louro, o alecrim e o bacalhau. Cozinhe por 10 minutos.
Desfie o bacalhau (veja o truque que ensinamos acima!) e reserve o alho.
Em uma tigela coloque o bacalhau desfiado, acrescente o purê de batatas e o alho do cozimento, picado em pedaços pequenos. Junte o azeite, o creme de leite, a cebolinha francesa, pimenta e gotas de limão. Misture bem, prove e acerte o sal.

Coloque a mistura em uma travessa refratária untada com azeite (ou em porções individuais), nivele e leve ao forno pré aquecido até dourar ligeiramente. Sirva quente.

+ veja também:
A chef Bel Coelho ensinou em uma aula na Utilplast a preparara Brandade de Pirarucu. Confira a receita aqui.

Você Sabia?
O famoso escritor francês Alphonse Daudet chegou a fundar “Os jantares da brandade”, em Paris, num café na Place de l’Odéon. A divulgação dos mesmos dizia que os jantares custavam 6 francos e incluíam “uma brandade e dois discursos”.

Quer conferir nossa seleção de Páscoa? Clique aqui!

Previous Post
4 de abril de 2019
Next Post
4 de abril de 2019

Os comentários estão desabilitados.

Related Posts